Você está na página 1de 14

DEPARTAMENTO DE ENSINO DOUTRINÁRIO

AULA E PALESTRA

(Org. por Sérgio Biagi Gregório)

31/07/2009 Aula e Palestra 1


OS QUATRO EVANGELHOS
Introdução

Evangelho difere de Evangelhos?

Quem foram os evangelistas?

Como caracterizar cada um dos


evangelistas?

31/07/2009 Aula e Palestra 2


OS QUATRO EVANGELHOS
Considerações Iniciais

Jesus não nos deixou nada escrito.


As prédicas de Jesus foram ouvidas pelos seus
seguidores, mas redigidas muito tempo depois
de sua morte.
Dentre os diversos Evangelhos, apenas quatro
foram considerados canônicos.
Os outros foram classificados como apócrifos.

31/07/2009 Aula e Palestra 3


EVANGELHO E EVANGELHOS
Significado

Evangelho, do grego euaggélion, pelo latim


evangelium, significa boa nova, boa notícia.

Os Evangelhos são os livros compostos


pelos evangelistas Marcos, Mateus, João e
Lucas.

Há, também, um quinto Evangelho, que são


as epístolas do Novo Testamento.

31/07/2009 Aula e Palestra 4


CONCORDÂNCIA E DISCORDÂNCIA
Vantagens e Desvantagens

DESVANTAGENS

1) Despersonalizam os Evangelhos.

2) Nivelam os acontecimentos que os


Evangelhos ressaltam diversamente.

3) Impedem o enriquecimento de
notas que assinalam a relação de
fatos e ensinamentos de Jesus. .

31/07/2009 Aula e Palestra 5


CONCORDÂNCIA E DISCORDÂNCIA
Vantagens e Desvantagens

VANTAGENS

1) Melhor conhecimento do ministério de


Cristo.
2) Possibilidade de ler de uma vez "os
quatro Evangelhos reunidos em um só“
3) Dispor de um texto mais completo para
cada evento da vida e da pregação de
Jesus.

31/07/2009 Aula e Palestra 6


EVANGELHOS SINÓTICOS
Significado

Sinóticos do grego sýn, "junto" e opsis,


"visão".
Evangelhos sinóticos são aqueles que se
assemelham.
No caso, os Evangelhos de Mateus, Marcos
e Lucas.
Isto permite que as concordâncias dos três
evangelistas sejam impressas em forma de
synopsis (sinopse).

31/07/2009 Aula e Palestra 7


OS EVANGELISTAS
Mateus

Mateus, o publicano, traça a vida histórica e


cronológica de Jesus, Divide-o em:
1) Fundação do Reino dos Céus.
2) O Reino dos Céus em ação (os milagres).
3) O mistério do Reino dos Céus (figura velada das
parábolas).
4) Reino como comunidade visível e organizada
(Pedro é a pedra angular da "Igreja").
5) Aspecto escatológico do Reino dos Céus
(implantação deste na terra).

31/07/2009 Aula e Palestra 8


OS EVANGELISTAS
Marcos

O Evangelho de Marcos vem em segundo


lugar.
Não teve o mesmo êxito dos outros, porque o
seu material estaria mais desenvolvido em
Mateus e Lucas.
Santo Agostinho fala que o Evangelho de
Marcos é o resumo do de Mateus.

31/07/2009 Aula e Palestra 9


OS EVANGELISTAS
Lucas

O Evangelho de Lucas é o terceiro Evangelho.


Foi o que explicitou a sua intenção: escrever uma
história de Jesus.
É um Evangelho para os helenistas, pois é o
único escritor que veio do paganismo.
A sua catequese fundamenta-se em Jesus como
salvador, as lições da cruz e o poder da
ressurreição.

31/07/2009 Aula e Palestra 10


OS EVANGELISTAS
João

O Evangelho de João - "Evangelho Espiritual“


- aparece em quarto lugar.
Ele queria penetrar na profundidade do verbo
de Deus, o verbo que se fez carne
O apelido "Evangelho Espiritual" deveu-se a
Clemente de Alexandria

31/07/2009 Aula e Palestra 11


OS EVANGELISTAS
Estatística

Mateus tem como propriedade sua cerca de


uma terça parte do respectivo Evangelho.

Marcos cerca de um décimo.

Lucas aproximadamente metade.

Dividindo-se o conteúdo dos três sinóticos em


seções, verifica-se que Mateus tem de próprio
42% desse material; Marcos, 7% e Lucas, 59%.

31/07/2009 Aula e Palestra 12


OS QUATRO EVANGELHOS
Conclusão

Procuramos fazer uma síntese dos


quatro Evangelhos. Resta-nos,
por fim dizer, que um estudo mais
aprofundado de cada um
deles propiciar-nos-á um melhor
conhecimento do ministério de Jesus
Cristo.

31/07/2009 Aula e Palestra 13


OS QUATRO EVANGELHOS
Bibliografia Consultada

BATTAGLIA, Oscar. Introdução aos


Evangelhos: um estudo histórico-crítico.
Tradução de Carlos A. de Costa Silva. Rio
de Janeiro: Vozes, 1984.
BETTENCOURT, E. Dom. Para Entender
os Evangelhos. Rio de Janeiro: Agir, 1960.

31/07/2009 Aula e Palestra 14