Você está na página 1de 18

 Faculdade Escritor Osman da Costa Lins

 Aluno : Robson Silva De Oliveira


 Professor: Remo Ferreira
 Período: 1º
 Curso: Sistemas de Informação
 Disciplina: Fundamentos da Computação

 01/05/2018
É computar
Fazer o cômputo de Calcular
Onde usamos a computação?

 Simplesmente em tudo!
Mas quando iniciou-se nossa
necessidade em computar?
 Iniciou-se na necessidade de auxiliar os indivíduos a computarem mais rápido.

 A era da computação nasceu quando o homem procurou ultrapassar os limites práticos da aritmética.

 Apesar dos computadores eletrônicos terem efetivamente aparecido somente na década de 40, os
fundamentos em que se baseiam remontam a centenas ou até mesmo milhares de anos.

 Se levarmos em conta que o termo COMPUTAR significa fazer cálculos, contar, efetuar operações
aritméticas, COMPUTADOR seria então o mecanismo ou máquina que auxilia essa tarefa, com
vantagens no tempo gasto e na precisão. Inicialmente o homem utilizou seus próprios dedos para essa
tarefa, dando origem ao sistema DECIMAL e aos termos DIGITAL e DIGITO. Para auxílio deste
método, eram usados gravetos, contas ou marcas na parede.

 A partir do momento que o homem pré-histórico trocou seus hábitos nômades por aldeias e tribos
fixas, desenvolvendo a lavoura, tornou-se necessário um método para a contagem do tempo,
delimitando as épocas de plantio e colheita.
O Raciocínio matemático nos primórdios

 Nos primórdios da matemática, eram utilizados os dedos das mãos para


computar,
 A preocupação em acelerar a capacidade humana para realização de cálculos,
motivou o surgimento de inúmeros artifícios mecânicos;

 Como “O Ábaco “

 Foram os egípcios no ano 500 AC que inventaram o primeiro dispositivo para


calcular, baseado em bolinhas atravessadas por arame.

 que é tido como a primeira ferramenta capaz de auxiliar os indivíduos a


computarem mais rápido.
O Raciocínio matemático nos primórdios

 Posteriormente, no início do segundo século DC, os chineses


aperfeiçoaram este dispositivo, ao qual acrescentaram um suporte tipo
bandeja, e denominando-o de Saun-pan.
A primeira calculadora
 Em 1642, o matemático francês Bleise Pascal desenvolveu o que pode ser chamado da
primeira calculadora mecânica da história, a máquina de Pascal.

 A ideia inicial de Pascal era desenvolver uma máquina que realizasse as quatro operações
matemáticas básicas, o que não aconteceu na prática, pois ela era capaz apenas de somar
e subtrair. Por esse motivo, ela não foi muito bem acolhida na época.
 em 1672, o alemão Gottfried Leibnitz conseguiu o que Pascal não tinha
conseguido, criar uma calculadora que efetuava soma, divisão e raiz quadrada

 A criação das instruções

 Com a evolução das calculadoras mecânicas, foi necessária a criação de


“receitas” que deveriam ser seguidas (à risca) por estas calculadoras para a
resolução de problemas específicos.
 Tais “receitas” eram na verdade equações matemáticas e eram chamadas de
instruções, cuja função era a solução de problemas complexos.
A evolução das instruções
 Com a evolução destas instruções, foi possível aprimorar a velocidade de
execução dos cálculos matemáticos, resultando em equipamentos mais
sofisticados, como o ENIAC.
 Obs: o ENIAC era um computador, ou seja, computava, calculava.

 O painel de controle do ENIAC, o primeiro computador a funcionar nos EUA, era utilizado durante a
realização de cálculos. Como não havia armazenamento de programas, seletores em preto e vermelho
eram modificados fisicamente para alterar as ligações entre os componentes internos durante um
cálculo.
Dado x Informação

 Dado
 Informação
 Conhecimento
 Instruções
 Programas
Linguagens de Programação
 É um método padronizado para comunicar instruções para um computador.
 É um conjunto de regras sintáticas e semânticas usadas para definir um programa de
computador.
 Permite que um programador especifique precisamente sobre quais dados um
computador vai atuar, como estes dados serão armazenados ou transmitidos e quais
ações devem ser tomadas sob várias circunstâncias.

 Alto nível:
 É como se chama, na Ciência da Computação uma linguagem com um nível de
abstração relativamente elevado, longe do código de máquina e mais próximo à
linguagem humana.

 Ex.: Pascal, Python, Java


 Sequência

 Baixo nível:
 Trata-se de uma linguagem de programação que segue as características da
arquitetura do computador.
 Ex.: Assembly, Fortran, Cobol
HTML é linguagem de programação?

 Não!
 São marcadores interpretados por um
software, chamado browser .
E como entender a linguagem falada pelas
máquinas?

 Linguagem Binária

 Esse sistema é utilizado por máquinas com circuitos digitais para interpretar informações
e executar ações. É por meio dessa linguagem que o computador exibe e processa textos,
números e imagens, por exemplo. “O computador não interpreta letras e dígitos, como os
humanos. Ele só lê sinais elétricos na sua forma mais simples: sem corrente ou com
corrente, representados respectivamente pelos números 0 e 1”, explica o engenheiro de
software Eugeni Dodonov.

 Os comandos e dados processados pelo equipamento são formados por sequências desses
algarismos. O branco puro na tela, por exemplo, equivale a 11111111 em código binário e o
número 8, para o computador, é 1000.
 A primeira contagem binária de que se tem registro é do século 3 a.C., feita por um
matemático indiano. Desde então, o sistema jamais deixou de ser estudado, mas só em
1937 foi usado pela primeira vez, da maneira que vemos hoje, nos circuitos digitais.
 Linguagem Binária > aumentam 1 a cada 1024

NOME SIGLA EQUIVALE A


Byte -- 8 Bits
Kilobyte KB 1.024 Bytes
Megabyte MB 1.024 KB
Gigabyte GB 1.024 MB
Terabyte TB 1.024 GB
Petabyte PB 1.024 TB
Exabyte EB 1.024 PB
Zetabyte ZB 1.024 EB
Yottabyte YB 1.024 ZB
Linguagem Binária
 Convertendo um número decimal em binário
 19

 E como converter de binário para decimal?????


 Convertendo de binário para decimal
01100
Linguagem Hexadecimal
 O sistema hexadecimal é um sistema de numeração que representa os números em
base 16, portanto empregando 16 símbolos.
 • É usado para representar números extensos, o que na linguagem binária demandaria
uma grande quantidade de elementos.
 • Possui números e letras.
 • S = { 0 , 1 , 2 , 3 , 4 , 5 , 6 , 7 , 8 , 9 , A , B , C , D , E , F }.
 Tabela de conversão decimal X binário X hexadecimal
Convertendo de linguagem binária para
hexadecimal

 Binário: 1101000101100011
 1º - separar em grupos de quatro bits:
 1101 0001 0110 0011

 2º - identificar os números hexadecimais correspondentes:


 1101 = D 0001 = 1 0110 = 6 0011 = 3
 Hexadecimal: D163
Convertendo de linguagem hexadecimal para
binária

 2º - apresentar o resultado:
 BINÁRIO: 1111001010100111

 Hexadecimal: F2A7
 1º - transformar de acordo com a tebela hexadecimal:

 F = 1111
 2 = 0010
 A = 1010
 7 = 0111