Você está na página 1de 78

Metodologia de implementação TOTVS

Palestrante / Mês - Ano


Metodologia de implementação TOTVS

ÍNDICE

I) Metodologia de Implementação
TOTVS
• FrameWork MIT
• Fluxo MIT
• Fluxo das Fases e Etapas

2
Metodologia de Implementação TOTVS

FrameWork MIT

3
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo MIT
Busca e Oportunidade Iniciação Planejamento Execução Encerramento

Inicio

A - H–
Reconhecimento C–
Desenvolvimento D – Modelagem Parametrização e L -Encerramento
Ciclo de Busca da Entrada do
dos Planos do dos Processos Cadastros do Projeto
Projeto
Projeto

Término
Ciclo de B – Alinhamento E – Planejamento F – Planejamento I - Protótipos
Oportunidade do Projeto da Gestão da da Gestão da
Mudança Integração

J– Definição do
Ambiente de
G – Homologação Produção
do Planejamento

K-
Acompanhament
o

Monitoramento e Controle

Metodologia
Metodologia de Implementação
Comercial
4
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente
Objetivo:
Realizar aB2inclusão
– do projeto nos sistemas CFP
A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto
Apresentação
(Controle Financeiro
de Gestão de de Projetos) e PMS (Sistema de
Comercial Gerenciamento
Projetos de projetos), efetuar a comunicação

para as áreas envolvidas referente a entrada do


projeto B3e –definir
Definição o coordenador de projetos TOTVS.
da Equipe e
Recursos do
Projeto
Participantes:
• Gestor de Portfólio TOTVS
• Analista
B4 PMO
– Reunião
•Telemarketing
de Abertura do
Projeto
• Ouvidoria
• Help desk
B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing

5
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente

B2 –
A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Gestão de
Comercial Projetos

Objetivo:
Realizar B3
a –transição
Definição do projeto para a área de serviços
da Equipe e
passandoRecursos
as informações
do obtidas no processo de
Projeto
negociação buscando entender as necessidades
expectativas e metas do projeto, por intermédio das
explanações do time comercial e da documentação
B4 – Reunião
de Abertura do
apresentada. Projeto

Procurar também captar o ponto central que


representará o sucesso do projeto.
B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing
Ter claro o que poderiam ser os "riscos fatais" do
projeto, se a solução não for entregue ao Cliente, e
traçar um plano de ação para que não ocorram estes
riscos.

Confirmar recebimentos dos obrigatórios gerados pelo


comercial.
6
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente

B2 –
A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Gestão de
Comercial Projetos

B3 – Definição
Participantes:
da Equipe e
• Gestor de
Recursos do
Portfólio TOTVS
Projeto
• Coordenador de Projetos TOTVS
• Executivo de conta
• Arquiteto
B4 – Reunião
de Solução
de Abertura do
• PMO Local (quando necessário)
Projeto

• Analistas de Implementação (quando possível)


B5 – Verificação
Ferramentas:
da Estrutura /
• Proposta Comercial
Sizing

• MIT014 – Definição Complexidade


• MIT021 – Termo de Abertura
•MIT005 – Ata de Reunião

7
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente

B2 –
A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Gestão de
Comercial Projetos

B3 – Definição
da Equipe e
Recursos do
Projeto

B4 – Reunião
de Abertura do
Projeto

B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing

8
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente Participantes:
• Gestor de Portfólio TOTVS
A2 – Reunião
B2 – • Coordenador de Projetos TOTVS
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Gestão de • Executivo de conta
Comercial Projetos
• Arquiteto de Solução
• PMO Local (quando necessário)
B3 – Definição
da Equipe e
• Patrocinador do projeto
Recursos do • Coordenador de Projetos do cliente.
Projeto

Ferramentas:
B4 – Reunião • Proposta Comercial
de Abertura do
Projeto • MIT021 – Termo de Abertura
• MIT005 – Ata de Reunião
• MIT022 – Plano de Atividades
B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing

9
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente

B2 –
A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Gestão de
Comercial Projetos Objetivo:
Contextualizar junto ao coordenador de projetos do cliente
B3 – Definição informações de gestão de projetos (PMI, PMBOK, PMO, PMP,
da Equipe e Áreas de Conhecimento, Projetos), metodologia de
Recursos do
Projeto Implementação (Fluxo, Etapas e Atividades da metodologia de
Implementação TOTVS), Comitê do Projeto (Formalizar papel dos
B4 – Reunião
envolvidos) e Políticas de Atendimento TOTVS (Ordens de
de Abertura do Serviços, Sala de Treinamento, Backup, Atualizações).
Projeto

Participantes:
B5 – Verificação
• Cliente – Patrocinador do Projeto
da Estrutura / • Coordenador de Projetos do Cliente
Sizing
• Gestor de Portfólio TOTVS
• Coordenador de Projetos TOTVS
• PMO Local (quando necessário)

Ferramentas:
• MIT023 – Apresentação de Gestão de Projetos
• MIT005 – Ata de Reunião

10
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente

B2 –
A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Gestão de
Comercial Projetos

B3 – Definição
da Equipe e
Recursos do
Projeto
Objetivo:
Definir o perfil dos recursos necessários avaliando o perfil em
B4 – Reunião
de Abertura do
função das exigências das tarefas e abrir solicitações para Central
Projeto de Recursos.

O Coordenador de Projetos do cliente também deverá definir os


B5 – Verificação
da Estrutura / participantes do comitê do projeto que serão co-responsáveis
Sizing pela Implementação do projeto.

Participantes:
• Gestor de Portfólio TOTVS
• Coordenador de Projetos TOTVS
• Central de Recursos
• Coordenador de Projetos Cliente

11
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente

B2 –
A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Gestão de
Comercial Projetos

B3 – Definição
da Equipe e
Recursos do
Projeto

Ferramentas:
B4 – Reunião
de Abertura do • Proposta / Contrato
Projeto • MIT021 – Termo de Abertura
• Recursos disponibilizados para o projeto
B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing

12
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas Objetivo:


Esta reunião deverá contribuir para o envolvimento motivacional do
Iniciação Comitê do Projeto que se inicia, destacando sempre a importância de
cada um no processo.

É um momento de conquista de aliados para o projeto, bem como é o


A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
momento de legitimação do projeto para todos os envolvidos do
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa cliente, identificando os participantes e atribuição de poderes aos
com o cliente responsáveis do projeto.

B2 – É altamente recomendável mensagem do patrocinador do projeto,


A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Gestão de
demonstrando as estratégias e objetivos gerais do projeto para a
Comercial Projetos empresa, com o objetivo de obter comprometimento de todos os
envolvidos.
B3 – Definição
da Equipe e Ministrar uma apresentação metodologia de trabalho a ser adotada.
Recursos do
Projeto Discutir cada etapa e as principais atividades, salientando a
necessidade da participação de cada integrante nas atividades que
lhes serão atribuídas e no cumprimento dos prazos que serão
B4 – Reunião definidos.
de Abertura do
Projeto

B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing

13
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de Participantes:
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
expectativa
do Projeto
com o cliente • Gestor de Portfólio TOTVS
• Coordenador de Projetos TOTVS
B2 – • Comitê do Projeto
A2 – Reunião
de Transição
B - Alinhamento do Projeto Apresentação • Executivo de conta
de Gestão de
Comercial Projetos
Ferramentas:
B3 – Definição • MIT021 – Termo de Abertura
da Equipe e
Recursos do
• MIT024 – Apresentação da Abertura do Projeto
Projeto • MIT005 – Ata de Reunião

B4 – Reunião
de Abertura do
Projeto

B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing

14
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
Objetivo:
Verificar se o cliente atende aos requisitos apresentados. Caso o
Cliente tenha atendido, dê o “de acordo” no documento “Check-
A - Reconhecimento da

B1 – list de estrutura / sizing”. No caso de clientes ASP utilize o Check-


Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa list específico para estes clientes.
com o cliente

Caso contrário, informar ao cliente quais requisitos não foram


B2 –
A2 – Reunião atendidos e negociar um prazo para atendimento antes das
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Transição de Gestão de simulações. Se o Cliente recusar-se a atender aos requisitos de
Comercial Projetos
estrutura, solicite a emissão do documento “Declaração de
Recusa Ambiente Computacional”.
B3 – Definição
da Equipe e
Recursos do Caso o cliente não tenha recebido proposta de sizing de
Projeto
ambiente e seja necessário elaborar este dimensionamento
deverá ser utilizado o formulário “Estrutura de Sizing” que tem o
B4 – Reunião objetivo de trazer o maior número de informações possíveis para
de Abertura do
Projeto determinar qual a melhor plataforma de trabalho e hardware
necessário para o bom funcionamento dos Produtos TOTVS.

B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing

15
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Iniciação
A - Reconhecimento da

B1 –
Alinhamento de
Entrada do Projeto

A1 – Inclusão
do Projeto expectativa
com o cliente

B2 –
A2 – Reunião Participantes:
B - Alinhamento do Projeto Apresentação
de Transição de Gestão de • Analista de infra estrutura TOTVS
Comercial Projetos
• Coordenador de Projetos TOTVS
• Analista de infra estrutura cliente
B3 – Definição
da Equipe e • Coordenador de Projetos cliente
Recursos do
Projeto
Ferramentas:
• MIT021 – Termo de Abertura
B4 – Reunião •MIT005 – Ata de Reunião
de Abertura do
Projeto • MIT025 – Check List Sizing
• MIT026 – Recusa Ambiente Computacional
• MIT027 – Estrutura de Sizing
B5 – Verificação
da Estrutura /
Sizing

16
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo MIT
Busca e Oportunidade Iniciação Planejamento Execução Encerramento

Inicio

A - C– D– H–
Reconheciment Desenvolvime Modelagem Parametrização L -Encerramento
o da Entrada nto dos Planos dos e Cadastros do Projeto
do Projeto do Projeto
Ciclo de Busca Processos

E– F–
B–
Alinhamento Planejament Planejamento Término
I - Protótipos
do Projeto o da Gestão da Gestão da
Ciclo de da Mudança Integração
Oportunidade

J – Definição do
G– Ambiente de
Homologação Produção
do
Planejamento

K-
Acompanhame
nto

Metodologia Comercial Metodologia de Implementação


17
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –

G– Homologação do Planejamento
Planejamento do E1 – Planejar a F1 – Definir
Treinamento D1 – Equipe GM e Estratégia de
Levantamento Comunicação Conversão A

F – Planejamento da Gestão da Integração


D – Modelagem dos Processos
Interna

C2 – Elaboração
F2 – Definir

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os Estratégia de
Documentação Stakeholders G
Interface
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

C8- D3 – Avaliar F3 – Definir


C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do Premissas de Estratégia de
Processo no Teste G3
Comunicação
Sistema

F4 – Inventariar
C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar Objetos de
D4 – Validação e
Premissas de Conversão e
Aprovação
Capacitação Saneamento

E5 – Definir F5 – Especificar
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de Interfaces e
Gestão da Conversões
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

18
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Objetivo: Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

Elaborar o plano de projeto que define como o projeto será executado, monitorado,
controlado e encerrado e planeja a ação necessária para alcançar os objetivos e o
C8- D3 – Avaliar
escopo para os quais o projeto foi aprovado.
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do
Premissas de
Processo no
Comunicação
É sempre muito Sistema
importante que as
definições sejam feitas e/ou validadas em conjunto
com o Coordenador de projetos do cliente o que facilitará muito o entendimento e
C4 - Tempo homologação do planejamento
C9 - Riscos D4 – Validação e
do projeto com oE4 cliente
– Levantar no término da fase de
Premissas de
planejamento. Aprovação
Capacitação

O Termo de Abertura do Projeto deve ser consultado para observação das diretrizes
E5 – Definir
C5 - Custo gerais para o projeto.
C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança
O Plano do projeto deverá ser consultado, complementado e revisado em toda a fase de
planejamento do projeto. Também orientará as fases de execução, sendo portanto um
C6 - Qualidade documento que deve estar sempre alinhado com o Coordenador
C11 - Integrações E6 – Identificar de Projetos do cliente.
os Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

19
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

Participantes:
• Gestor de Portfólio TOTVS
• Coordenador de projetos
C8- D3 –TOTVS
Avaliar
E3 – Levantar
C3 - Escopo
• Coordenador de projetos
Comunicação Aderência do
do cliente
Processo no
Premissas de
Comunicação
• Analistas de Implementação
Sistema

Ferramentas: E4 – Levantar
C4 - Tempo C9 - Riscos D4 – Validação e
• MIT021 – Termo de Abertura
Aprovação
Premissas de
Capacitação
•MIT030 – Plano do Projeto
• MIT005 – Ata de Reunião
E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

20
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do Premissas de
Processo no
Comunicação
Objetivo: Sistema

Garantir a entrega do que foi contratado e que qualquer alteração


C4 - Tempo será renegociada com oD4cliente.
C9 - Riscos – Validação e
E4 – Levantar
Premissas de
Aprovação
Capacitação
Participantes:
•Gestor de Portfólio TOTVS
E5 – Definir
C5 - Custo • Coordenador de projetos TOTVS
C10 - Aquisições Estratégia de
• Coordenador de projetos cliente Gestão da
Mudança
• Analistas de Implementação

C6 - Qualidade Ferramentas:
C11 - Integrações E6 – Identificar
os Impactos
• MIT021 – Termo de Abertura Organizacionais
• MIT030 – Plano do Projeto
•MIT031 – Solicitação de Mudança
C7 – Recursos
Humanos

21
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento
Objetivo:

C1 –
Garantir que o projeto será entregue dentro do prazo acordado com
Planejamento do o cliente. E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Participantes: Interna

C2 – Elaboração • Gestor de Portfólio TOTVS


• Coordenador de projetos TOTVS

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
• Coordenador de projetos cliente
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

• Analistas de Implementação

C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo Ferramentas: Aderência do
E3 – Levantar
Comunicação
• MIT021 – Termo de Abertura
Processo no
Premissas de
Comunicação
• MIT030 – Plano do Projeto Sistema

•MIT032 – Cronograma do Projeto (PMS)


C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar
D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
Capacitação

E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

22
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna
Objetivo:
C2 – Elaboração Garantir que o custo contratado com o cliente seja cumprido e que

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto a TOTVS tenha o resultado esperado.
D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

Participantes:
•C8-Gestor de Portfólio TOTVS
D3 – Avaliar
E3 – Levantar
C3 - Escopo
• Coordenador de projetos
Comunicação TOTVSdo
Aderência
Premissas de
Processo no
• Coordenador de projetos Sistema
cliente Comunicação
• Analistas de Implementação
C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar
Ferramentas: D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
• Orçamento do Projeto (PMS) Capacitação

E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

23
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração
Objetivo:

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Garantir formalmente Documentação
que os processos contratados foram
Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

efetivamente implantados.

C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo Participantes:
Comunicação Aderência do
E3 – Levantar
Premissas de
• Gestor de Portfólio TOTVS
Processo no
Comunicação
Sistema
• Coordenador de projetos TOTVS
• Coordenador de projetos cliente
C4 - Tempo • Analistas de Implementação
C9 - Riscos D4 – Validação e
E4 – Levantar
Premissas de
Aprovação
Capacitação
Ferramentas:
• MIT033 – Requisitos de Entrega.
E5 – Definir
C5 - Custo • MIT037 – Plano de Treinamento
C10 - Aquisições Estratégia de
• MIT053 – Roteiro de Conversão Gestão da
Mudança
• MIT055 – Roteiro de Interface
• MIT045 – Roteiro de Protótipo
C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os
Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

24
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do
Premissas de
Processo no
Comunicação
Sistema
Objetivo:
Garantir que a equipe do projeto seja alocada de forma
E4 – Levantar
C4 - Tempo otimizada,
C9 - Riscos identificando
D4 – Validação e e documentando
Premissas de
as
Aprovação
responsabilidades e as relações hierárquicas entre Capacitaçãoos
envolvidos no projeto.
E5 – Definir
C5 - Custo Participantes:
C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
• Gestor de Portfólio TOTVS Mudança
• Coordenador de projetos TOTVS
• Coordenador de projetos cliente
E6 – Identificar
C6 - Qualidade • Analistas de Implementação
C11 - Integrações
os Impactos
Organizacionais
Ferramentas:
• MIT034 – Matriz de Responsabilidades.
C7 – Recursos
Humanos

25
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Objetivo:
Planejamento
Garantir que todas as informações relacionadas ao projeto
cheguem às pessoas corretas no tempo certo.

C1 – Participantes:
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento • Gestor de
D1 –Portfólio TOTVS Equipe GM e
Comunicação
• Coordenador de projetos TOTVS Interna
Levantamento

D – Modelagem dos Processos


• Coordenador de projetos cliente
C2 – Elaboração
• Analistas de Implementação

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
Ferramentas:
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

• MIT035 – Matriz de Comunicações


C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do
Premissas de
Processo no
Comunicação
Sistema

C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar


D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
Capacitação

E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

26
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento
Objetivo:
C1 –
Garantir que sejam identificados, qualificados e
Planejamento do quantificados e definidas respostas para
E1 – Planejar a riscos
Treinamento D1 – Equipe GM e
identificados no projeto.
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração Participantes:
• Gestor de Portfólio TOTVS

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
• Coordenador de projetos TOTVS Stakeholders
Documentação
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

• Coordenador de projetos cliente


• Analistas de Implementação
C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do
Premissas de
Ferramentas:
Processo no
Comunicação
• MIT036 – Matriz de Riscos
Sistema

C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar


D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
Capacitação

E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

27
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração Objetivos:

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto
Garantir que
D2 - o projeto foi analisado e identificadas
E2 – Mapear os
quais necessidades
Documentação podem ser melhor atendidas pela
Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

compra ou aquisição de produtos ou serviços de


terceiros ou de áreas internas da TOTVS.
C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do
Premissas de
Participantes:
Processo no
Comunicação
Sistema
• Gestor de Portfólio TOTVS
• Coordenador de projetos TOTVS
C4 - Tempo C9 - Riscos • Coordenador dee projetos cliente
D4 – Validação
E4 – Levantar
Premissas de
• Analistas de Implementação
Aprovação
Capacitação

E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

28
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

C8- Objetivos:D3 – Avaliar E3 – Levantar


C3 - Escopo
Comunicação Garantir aAderência do
integração
Processo no
e coordenação de todos
Premissas de os
Comunicação
planos auxiliares
Sistemae possibilitar a orientação da equipe
para a execução das atividades o projeto, para o
C4 - Tempo
monitoramento e controle dos resultados. E4 – Levantar
C9 - Riscos D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
Capacitação
Participantes:
• Gestor de Portfólio TOTVS
C5 - Custo C10 - Aquisições
• Coordenador de projetos TOTVS E5 – Definir
Estratégia de
• Coordenador de projetos cliente Gestão da
• Analistas de Implementação Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

29
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna
Objetivo: C2 – Elaboração
Efetuar as entrevistas
do Plano docom cada um dos usuários

E - Planejamento da Gestão da Mudança


Projeto D2 - E2 – Mapear os
responsáveis apontados para os respectivos processos, Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

coletando as informações necessárias sobre as funções


existentes em seus processos, as entradas, o trabalho
D3 – Avaliar
realizado e as correspondentes
C3 - Escopo saídas,C8-
gerando assim, o Aderência do
E3 – Levantar
Comunicação Premissas de
fluxo do processo / funções. Processo no
Comunicação
Sistema

Este detalhamento deve ser feito em nível suficiente


com grau de complexidade
C4 - Tempo do processo, pontos críticos
C9 - Riscos D4 – Validação e
E4 – Levantar
Premissas de
e seqüência de atividades para que se possa definir o Aprovação
Capacitação
processo implementado com o uso dos produtos TOTVS.
E5 – Definir
Participantes: C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
• Analistas de Implementação Gestão da
Mudança
• Líderes de Processo
• Usuários Chave
C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os
Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

30
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

Objetivo:
Documentar as fases a serem executadas, com um
nível de detalheC3que permita fornecer
- Escopo
C8- informações D3 – Avaliar
E3 – Levantar
Comunicação Aderência do
sobre o grau de complexidade do processo, pontos Processo no
Premissas de
Comunicação
críticos e seqüência de atividades. Sistema

Participantes: C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar


D4 – Validação e
• Analistas de Implementação Aprovação
Premissas de
Capacitação

Ferramentas:
• MIT041 – Especificação
C5 - Custo
de Processo
C10 - Aquisições
E5 – Definir
Estratégia de
• MIT042 – Fluxograma de Processo Gestão da
• MIT043 – Especificação de Parametrização Mudança

• MIT044 – Especificação de Personalização


• MIT045 – Roteiro
C6 - de Protótipo C11 - Integrações
Qualidade E6 – Identificar os
• MIT006 – Lista de Tarefas e Pendências Impactos
Organizacionais
• MIT046 – Análise de GAPS

C7 – Recursos
Humanos

31
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do
Premissas de
Processo no
Comunicação
Sistema
Objetivo:
Validar todos os desenhos de processos levantados e E4 – Levantar
C4 - Tempo C9 - Riscos D4 – Validação e
documentados. Para uma boa prática recomenda-se Aprovação
Premissas de
Capacitação
utilizar a dinâmica na qual o consultor de sistemas faça
a demo do processo documentado.
E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Participantes: Gestão da
• Analistas de Implementação Mudança

Ferramentas: C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


• MIT041 – Especificação de Processo Impactos
Organizacionais
• MIT042 – Fluxograma de Processo
• MIT043 – Especificação de Parametrização
• MIT044 – Especificação
C7 – Recursosde Personalização
• MIT046 – AnáliseHumanos
de GAPS

32
Metodologia de Implementação TOTVS
Objetivo:
Fluxo das Fases e Etapas
Apresentar os levantamentos de processos, processos Planejamento
propostos e relação de personalização para que o
Comitê do Projeto promova sua análise e aprovação.
C1 –
Participantes: Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
• Analistas de Implementação Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


• Comitê do Projeto Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


Ferramentas: do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
• MIT041 – Especificação de Processo Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

• MIT042 – Fluxograma de Processo


• MIT043 – Especificação de Parametrização
C8- D3 – Avaliar
• MIT044 – Especificação
C3 - Escopode Personalização
Comunicação Aderência do
E3 – Levantar
Premissas de
• MIT045 – Roteiro de Protótipo Processo no
Comunicação
Sistema
• MIT006 – Lista de Tarefas e Pendências
• MIT046 – Análise de GAPS
• MIT005 – Ata deC4Reunião
- Tempo C9 - Riscos D4 – Validação e
E4 – Levantar
Premissas de
Aprovação
Capacitação

E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

33
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração
do Plano doObjetivo:

E - Planejamento da Gestão da Mudança


Projeto Visa garantir que os integrantes sejam D2alocados
- de E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

forma otimizada, identificando e documentando as


responsabilidades e as relações hierárquicas entre os
envolvidos noC8-
projeto. D3 – Avaliar
E3 – Levantar
C3 - Escopo Aderência do
Comunicação Premissas de
Processo no Comunicação
Participantes: Sistema
• Coordenador de Projeto TOTVS
C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar
D4 – Validação e
Ferramentas: Aprovação
Premissas de
Capacitação
• Equipe da Gestão da Mudança Definida
• MIT035 – Matriz de Comunicação Interna
E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

34
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

Objetivo:
Etapa onde serão
C8- identificadas todasD3as– Avaliar
pessoas ou E3 – Levantar
C3 - Escopo
grupos que, de alguma forma, serão impactadas
Comunicação Aderência do pelas Premissas de
Processo no Comunicação
mudanças. Possibilita a identificação do Sistema
nível e do tipo
de influência que determinado público impactado
exerce no projeto. E4 – Levantar
C4 - Tempo C9 - Riscos D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
Capacitação
Participantes:
• Coordenador de Projeto TOTVS
• Líder da equipe de Gestão da Mudança E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
• Coordenador de Projetos do Cliente Gestão da
Mudança
Ferramentas:
•MIT056 C11
C6 - Qualidade
– Mapeamento
- Integrações
Stakeholders E6 – Identificar os
Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

35
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do
Premissas de
Processo no
Comunicação
Sistema
Objetivo:
Deve ser realizado de forma a garantir que a estratégia E4 – Levantar
C4 - Tempo C9 - Riscos D4 – Validação e
de comunicação contemple ações que promovam
Aprovação
o Premissas de
envolvimento dos líderes, patrocinadores e integrantes Capacitação

impactados pelas mudanças, garantindo que todos os


envolvidos no processo estejam regularmente E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
comunicados. Gestão da
Mudança
Participantes:
• Coordenador de Projeto TOTVS E6 – Identificar os
C6 - Qualidade C11 - Integrações
•Coordenador de Projetos do Cliente Impactos
Organizacionais

Ferramentas:
•MIT057 – Estratégia de Comunicação
C7 – Recursos
Humanos

36
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

Objetivo:
C1 – A capacitação dentro de um projeto deve ser capaz de
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamentodesenvolver o indivíduo, tornando-oD1 –apto para Equipe GM e
entender as mudanças propostasLevantamento
e realizar um Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna
conjunto de responsabilidades que serão utilizadas no
C2 – Elaboração
novo modelo de atuação proposto pelo projeto.

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
Participantes:
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

• Coordenador de Projeto TOTVS


•CoordenadorC8-de Projetos do Cliente D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do Premissas de
Processo no
Ferramentas: Sistema
Comunicação

•MIT058 – Estratégia da Capacitação


C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar
D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
Capacitação

E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

37
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna
Objetivo:
Visa minimizar o impacto e a resistência às mudanças,
C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto garantindo o sucesso da implementaçãoD2do - projeto e E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
capacitando os impactados nas competências e
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

habilidades necessárias para desempenhar funções do


seu dia-a-dia.C8- D3 – Avaliar
C3 - Escopo E3 – Levantar
Comunicação Aderência do Premissas de
Processo no
Participantes: Sistema
Comunicação
• Coordenador de Projeto TOTVS
•Coordenador de Projetos do Cliente
C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar
D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
Ferramentas: Capacitação

•MIT058 – Estratégia de Gestão de Mudança


E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Mudança

C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os


Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

38
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

C1 –
Planejamento do E1 – Planejar a
Treinamento D1 – Equipe GM e
Levantamento Comunicação

D – Modelagem dos Processos


Interna

C2 – Elaboração

E - Planejamento da Gestão da Mudança


do Plano do
Projeto D2 - E2 – Mapear os
Documentação Stakeholders
C– Desenvolvimento dos planos do projeto

Objetivo:
Os impactos entre a situação atual emD3que a empresa
– Avaliar
C8- E3 – Levantar
C3 - Escopo se encontra e a nova situação serão identificados
Aderência do e
Comunicação Premissas de
Processo no
analisados e, a partir disso, serão Sistema
propostas Comunicação
recomendações e ações com o propósito de preparar
a empresa par as mudanças.
C4 - Tempo C9 - Riscos E4 – Levantar
D4 – Validação e
Premissas de
Aprovação
Participantes: Capacitação
• Coordenador de Projeto TOTVS
•Coordenador de Projetos do Cliente E5 – Definir
C5 - Custo C10 - Aquisições Estratégia de
Gestão da
Ferramentas: Mudança
•MIT066 – Análise de Impactos
C6 - Qualidade C11 - Integrações E6 – Identificar os
Impactos
Organizacionais

C7 – Recursos
Humanos

39
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Objetivo: Projeto
F2 – Definir Determinar a estratégia de conversão para os
Estratégia de
Interface
cadastros
G2 e movimentações previstas no projeto, além
– Validação
do Plano com o
de determinar
Cliente
quais e quantos ambientes serão
necessárias para este processo.
F3 – Definir
Estratégia de
Teste Participantes:
G3 - Reunião de
Validação do
•Coordenador Planode projetos TOTVS
• Coordenador de projetos cliente
F4 – Inventariar
Objetos de • Líder de Integração TOTVS
Conversão e
Saneamento
Ferramentas:
• MIT038 – Estratégia de Conversão
F5 – Especificar
Interfaces e
Conversões

40
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto

F2 – Definir
Estratégia de
G2 – Validação
Interface
do Plano com o
Objetivo: Cliente
Avaliar em termos de infra-estrutura a ser utilizada,
F3 – Definir organização no projeto, alternativas de
Estratégia de
Teste descontinuação
G3 - Reunião de
de sistemas, necessidade e grau de
Validação do
envolvimento Planode terceiros para o projeto com um

F4 – Inventariar
todo dentro do tema de interfaces.
Objetos de
Conversão e Participantes:
Saneamento
•Coordenador de projetos TOTVS
• Coordenador de projetos cliente
F5 – Especificar
Interfaces e
• Líder de Integração TOTVS
Conversões
Ferramentas:
• MIT040 – Estratégia de Interface

41
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto

F2 – Definir
Estratégia de
G2 – Validação
Interface
do Plano com o
Cliente

F3 – Definir
Estratégia de
Teste G3 - Reunião de
Validação do
Objetivo: Plano
F4 – Inventariar
Deve demonstrar de forma clara ao projeto quais e
Objetos de quantas etapas serão realizadas de teste, se haverá
Conversão e necessidade do uso de ferramentas adicionais para
Saneamento
controle ou execução dos testes, como será o formato
da equipe de projeto nesta atividade.
F5 – Especificar
Interfaces e
Conversões Participantes:
•Coordenador de projetos TOTVS
• Coordenador de projetos cliente

Ferramentas:
• MIT005 – Ata de Reunião
• MIT069 – Estratégia de Testes

42
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

Objetivo:
Todos os objetos de conversão deverão ser

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de inventariadosG1com
– base no novo sistema (ERP) a ser
Conversão Apresentação
implantado.
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto

F2 – Definir Participantes:
Estratégia de •Coordenador de projetos TOTVS
G2 – Validação
Interface
• Coordenador de
do Plano com projetos
o cliente
Cliente

F3 – Definir Ferramentas:
Estratégia de • MIT005G3–- Ata de de
Reunião Reunião
Teste
• MIT055 – Roteiro de Interface
Validação do
Plano

F4 – Inventariar
Objetos de
Conversão e
Saneamento

F5 – Especificar
Interfaces e
Conversões

43
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto

F2 – Definir Objetivo:
Estratégia de Irá definirG2o– modelo
Validação
de governança a ser criado com a
Interface
fábrica dedosoftware
Plano com o envolvida no projeto.
Cliente

F3 – Definir Participantes:
Estratégia de •Coordenador de projetos
G3 - Reunião de TOTVS
Teste
• Coordenador de projetos cliente
Validação do
Plano

F4 – Inventariar Ferramentas:
Objetos de
Conversão e • MIT049 – Plano de Governança com a FSW
Saneamento

F5 – Especificar
Interfaces e
Conversões

44
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto Objetivo:
F2 – Definir Alinhar todos os participantes da equipe com o plano
Estratégia de
Interface
G2 – Validação do projeto para garantir a qualidade, aplicabilidade e
do Plano com o comprometimento com os objetivos traçados.
Cliente

F3 – Definir Repassar:
Estratégia de
Teste G3 - Reunião de • O plano geral do projeto, premissas, escopo, riscos,
Validação do
Plano
dependências entre atividades e a importância de suas
execuções nos prazos planejados;
F4 – Inventariar
Objetos de • As atividades programadas para cada membro;
Conversão e • Destacar as atividades de treinamento,
Saneamento
parametrização e cadastramento do software,
demonstrando-lhes a forma com que os dados serão
F5 – Especificar inseridos (conversão, importação ou digitação), bem
Interfaces e
Conversões como apresentar os usuários que serão treinados.

45
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto

F2 – Definir
Estratégia de
G2 – Validação Participantes:
Interface
do Plano com o
Cliente • Gestor de Portfólio TOTVS
• Coordenador de projetos TOTVS
F3 – Definir
Estratégia de
• Analistas de Implementação
Teste G3 - Reunião de
Validação do
Plano Ferramentas:
F4 – Inventariar • MIT030 – Plano do Projeto
Objetos de • MIT005 – Ata de Reunião
Conversão e
Saneamento • MIT032 – Cronograma do Projeto

F5 – Especificar
Interfaces e
Conversões

46
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto

F2 – Definir
Estratégia de
G2 – Validação
Interface
do Plano com o
Cliente

F3 – Definir
Estratégia de
G3 - Reunião de
Objetivo:
Teste
Validação do Apresentar e validar todo o plano do projeto
Plano
desenhado e os planos das áreas do projeto (escopo,
F4 – Inventariar tempo, custo, qualidade, recursos humanos,
Objetos de
Conversão e comunicação, riscos, aquisições e integração).
Saneamento
Efetue nos planejamentos as possíveis e necessárias
F5 – Especificar alterações solicitados pelo cliente, desde que não
Interfaces e resultem em mudanças do escopo, prazos e custos
Conversões
projetados e obtenha o de acordo do cliente.

47
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto

F2 – Definir
Estratégia de
G2 – Validação
Interface
do Plano com o
Cliente

F3 – Definir
Estratégia de
Participantes:
Teste G3 - Reunião de • Coordenador de projetos TOTVS
Validação do
Plano • Coordenador de projetos do cliente
F4 – Inventariar • Patrocinador do projeto
Objetos de
Conversão e
Saneamento Ferramentas:
• MIT047 – Apresentação do Plano de Projeto
• MIT005 – Ata de Reunião
F5 – Especificar
Interfaces e
Conversões

48
Metodologia de Implementação TOTVS
Objetivo:
Fluxo das Fases e Etapas
Apresentar o plano do projeto para todo o Comitê do
Projeto de acordo com a validação efetuada junto ao
coordenador do projeto do cliente.
Planejamento • Demonstrar ao cliente e equipe do projeto os
planejamentos finais para início da fase de Execução,
destacando os pontos fundamentais para a busca do
sucesso na implementação
• Destacar a importância e a essencialidade de cada

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir membro participante do projeto, destacando que a não
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação disponibilidade dos recursos representará prejuízos no
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do projeto.
Projeto
• Informar ao cliente que alguns marcos do projeto
F2 – Definir deverão ter o seu de acordo, para que possa ser dado
Estratégia de
Interface
G2 – Validação continuidade no mesmo.
do Plano com o
Cliente • Detalhar, a partir da utilização do documento de
escopo funcional, o que estará contido no projeto e o
F3 – Definir que não estará contido.
Estratégia de
Teste G3 - Reunião de
Validação do
Plano

F4 – Inventariar
Objetos de
Conversão e
Saneamento

F5 – Especificar
Interfaces e
Conversões

49
Metodologia de Implementação TOTVS
Fluxo das Fases e Etapas
Planejamento

G– Homologação do Planejamento
F1 – Definir Participantes:
Estratégia de G1 –
Conversão Apresentação
• Comitê do Projeto
F – Planejamento da Gestão da Integração

Interna do
Projeto Ferramentas:
F2 – Definir • MIT047 – Apresentação do Plano de Projeto
Estratégia de
G2 – Validação • MIT005 – Ata de Reunião
Interface
do Plano com o • MIT030 – Plano do Projeto (validado)
Cliente

F3 – Definir
Estratégia de
Teste G3 - Reunião de
Validação do
Plano

F4 – Inventariar
Objetos de
Conversão e
Saneamento

F5 – Especificar
Interfaces e
Conversões

50
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo MIT
Busca e Oportunidade Iniciação Planejamento Execução Encerramento

Inicio

A - C–
D– H–
MC5 - Decisão Reconheciment Desenvolvime
MC1 - Território Modelagem Parametrização L-Encerramento
Devida o da Entrada nto dos Planos
dos Processos e Cadastros do Projeto
do Projeto do Projeto

B– E– F–
MC2 - MC6 - Venda Término
Alinhamento Planejamento Planejamento I - Protótipos
Perspectiva Pendente
Qualificada do Projeto da Gestão da da Gestão da
Mudança Integração

J – Definição do
MC3 - MC7 - Venda
G– Ambiente de
Patrocinador Concluída Homologação Produção
Qualificado do
Planejamento

K-
MC4 - Acompanhame
Patrocinador nto
com Poder

Metodologia Comercial Metodologia de Implementação


51
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
Objetivo: H6 – Protótipo
I1 – Validar
H1 – Ambiente acessos e
Instalação do produto nos servidores
de Protótipo Integrado e estações do cliente.
treinamento
Criar duas áreas para o Sistema, uma para base oficial, usuários
outrafinaispara
H2 –
Parametrização testes e simulação.
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
H2 – H7 – Validação I2 – Execução
Disponibilizaçã
Certificar-se, com o responsável
o de Específicos
dos Protótipos pela estrutura do cliente,
do Plano dese as
Virada
H3 – Desenv de demais instalações estão concluídas (impressoras, estações de
H - Protótipos
Específicos trabalho, servidores, etc.).
Customizações H3 –
Documentos a I3 – Decisão da
Participantes:
serem Virada
Prototipados
H4 -
• Analista de Infra estrutura TOTVS
Capacitação • Equipe técnica do cliente
H4 – Protótipo
Isolado
Ferramentas:
Independente
H5 – J1 –
• MIT050 – Lista de Tarefas para Instalação

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações H5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

52
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
Objetivo: H2 – H7 – Validação I2 – Execução
Efetuar oDisponibilizaçã
parametrização
de Específicos
das funções
dos Protótipos e cadastro básicos do
do produto,
Plano de

H3 – Desenv de identificados pelos modelos das especificações dos Virada


H - Protótipos processos
Específicos aprovados.
Customizações H3 –
Buscar o máximo
Documentos a
informações dos documentos de especificações
I3 – Decisão da
gerados, paraseremque se faça uma parametrização acertada. Virada
Prototipados
H4 -
Capacitação Participantes:
• Analistas
H4 – de Implementação
Protótipo
Isolado
Independente
H5 – J1 –
Ferramentas:

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos • MIT072 – Manual de Operação do Protótipo (quando necessário)
H5 – Revisão do
nto das
Customizações atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

53
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de H - Protótipos
Específicos
Customizações
Objetivo: H3 –
Documentos a
• Relacionar I3 – Decisão dade Lista de Tarefas e
todas as customizações/específicos na planilha
serem Virada
Prototipados
Pendências.
H4 -
Capacitação
• Orientar a equipe de desenvolvimento para realizar os possíveis programas
específicos (funcionais, interfaces com outros sistemas, programas de conversão) que
H4 – Protótipo
Isolado
fizeram Independente
parte da proposta aprovada e/ou daqueles que foram definidos e aprovados
H5 – na fase de planejamento. J1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
H5 – Revisão do atividades
Customizações Participantes:
Protótipo Iniciais
• Coordenador
Isolado de Projetos TOTVS
Independente
H6 – Validação
da
• Fábrica de Software J2 –
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
Ferramentas: fechamentos

• MIT006 - Lista de Tarefas e Pendências


• MIT044 - Especificação de Customização
• MIT046 – Análise de GAPS
54
Metodologia de Implementação TOTVS

FluxoObjetivo:
das Fases e Etapas
Capacitar o usuário chave no seu processo monitorado passo
Execução
a passo pelo consultor de Implementação , que orienta como
o produto responde a cada processo da especificação dos
processos.
Treinar os usuários informando que os cadastros deverão ser

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação manutenidos manualmente ou via importação de dados, bem
dos Produtos
como via conversão de dados, orientando-os sobre cadaI1 –um Validar
H1 – Ambiente H6 – Protótipo
dos conversores
de Protótipo
criados. Integrado
acessos e
treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização Deverão ser passadas as tarefas (lições de casa) já prevendo,
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema se possível, H2
a –população da base de dados com dados reais da
H7 – Validação I2 – Execução
empresa.Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de
Preparar os usuários chaves para a execução das
H - Protótipos
Específicos
Customizações
funcionalidades
H3 – e processos existentes e orientá-los para os
Documentos a
testes de simulação
serem no respectivo ambiente. I3 – Decisão da
Virada
Prototipados
H4 -
Capacitação
I4 – Protótipo
Isolado
Independente
H5 – K1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações I5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

55
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
I1 – Validar
H1 – Ambiente H6 – Protótipo acessos e
Participantes:
de Protótipo Integrado treinamento

H2 – • Analistas de Implementação usuários finais

Parametrização • Líderes de Processo


G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
• Usuários chave
H2 – H7 – Validação I2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de Ferramentas:
H - Protótipos
Específicos
Customizações
• MIT010 – Validação de Processos
H3 –
• MIT051 – Matriz
Documentos a de Conhecimento I3 – Decisão da
• MIT037Prototipados
serem
– Plano de Treinamento Virada

H4 -
Capacitação
I4 – Protótipo
Isolado
Independente
H5 – K1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações I5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

56
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução
Objetivo:
Disponibilizar no mínimo os programas específicos relativos a
cadastros e parametrizações, os quais deverão ser utilizados

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
na atividade seguinte. Armazenar os programas no devido
diretório com Backup e realizar os testes.
H6 – Protótipo
I1 – Validar
H1 – Ambiente acessos e
de Protótipo Integrado treinamento

H2 –
Atualizar a planilha de Lista de Tarefas e Pendências com osfinais
usuários

Parametrização itens entregues e obter a homologação do Cliente dos


G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
programas liberados,
H2 – filtrando somente os itens entregues.
H7 – Validação I2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de Participantes:
H - Protótipos
Específicos
Customizações
• Fábrica de Software
do H3 –
• Comitê Documentos
Projetoa I3 – Decisão da
serem Virada
Prototipados
H4 -
Ferramentas:
Capacitação • MIT006 - Lista de Tarefas e Pendências
• MIT046H4– –Isolado
Protótipo
Analise de GAPS
• MIT010Independente
– Validação de Processos
H5 – J1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações I5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

57
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
Objetivo: I1 – Validar
H1 – Ambiente H6 – Protótipo acessos e
Revisar com o Comitê do Projeto:
de Protótipo Integrado treinamento
• As metas do Projeto; usuários finais
H2 –
Parametrização • As necessidades e expectativas;
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
• IndicadoresH2do – Projeto; H7 – Validação I2 – Execução
• Todos osDisponibilizaçã
planos desenvolvidos para o projeto.
dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de
Avaliar os resultados conquistados, as limitações, os
H - Protótipos
Específicos
Customizações
resultados não
H3 – alcançados e montar plano de ação para se
Documentos a I3 – Decisão da
atingir os resultados
serem factíveis não alcançados, buscando a
Virada
Prototipados
concordância e apoio do Cliente para os mesmos, alinhando,
H4 -
Capacitação desta forma, as expectativas entre a TOTVS e o Cliente.
H4 – Protótipo
Isolado
Participantes:
Independente
H5 – •Comitê do Projeto J1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações H5 – Revisão do atividades
Ferramentas:
Protótipo Iniciais
• MIT005Independente
– Isolado
Ata de Reunião
H6 – Validação
J2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

58
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
I1 – Preparar J1 – Validar
Dados do I6 – Protótipo acessos e
Ambiente de Integrado treinamento

H2 –
Protótipo Objetivo: usuários finais

Parametrização Executar programas de conversão e carga importando


G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – os dados necessários paraI2a– Execução
I7 – Validação
realização dos protótipos,
Disponibilizaçã
o de Específicos
na base de simulação. Também
dos Protótipos do Plano dedeve fazer parte desta
Virada
H3 – Desenv de H - Protótipos atividades a carga de saldos.
Específicos Caso existam programas de interface também devem
Customizações I3 –
Documentos a
ser executados para validação dos programas de
I3 – Decisão da
serem desenvolvimento Virada
Prototipados
H4 -
Capacitação Participantes:
I4 – Protótipo • Analista de Infra Estrutura TOTVS
Isolado
Independente • Equipe técnica do cliente
H5 –
• Líder de Integração J1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações I5 – Revisão do atividades
Protótipo Ferramentas: Iniciais
Isolado
Independente • MIT038 – Estratégia Conversão
H6 – Validação
da • MIT053 – Roteiro de ConversãoJ2 –
Acompanhame
Parametrização
e Capacitação
• MIT055 – Roteiro de Interface
nto primeiros
• MIT039 – Estratégia de Testes
fechamentos

• MIT045 – Roteiro de Protótipo

59
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Objetivo: Virada
H3 – Desenv de
Disponibilizar as demais customizações, as quais
H - Protótipos
Específicos
Customizações I3 – deverão ser utilizadas nas atividades de Protótipo.
Documentos a
serem
Armazenar os programas I3no devido
– Decisão da diretório com
Virada
Prototipados Backup e realizar os testes.
H4 -
Capacitação
I4 – Protótipo Atualizar a planilha de Lista de Tarefas e Pendências
Isolado com os itens entregues e obter a homologação do
Independente
H5 – Cliente dos programas liberados,J1 – filtrando somente os

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos
itens entregues nto das
Customizações I5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Isolado Participantes:
Independente
H6 – Validação • Fábrica de Software J2 –
da
Parametrização • Comitê do Projeto Acompanhame
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos
Ferramentas:
• MIT006 – Lista de Tarefas e Pendências
• MIT046 – Análise de GAPS
• MIT010 – Validação de Processos 60
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de H - Protótipos
Específicos
Customizações I3 –
Documentos a I3 – Decisão da
serem
Prototipados
Objetivo: Virada

H4 - Separar os documentos com base nos processos a serem


Capacitação implantados. Estes documentos devem proporcionar
I4 – Protótipo
Isolado condições para simulação de cada um dos processos que
Independente entrarão em produção. J1 –
H5 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações I5 – Revisão do Participantes: atividades
Protótipo
Isolado
• Líderes de Processo Iniciais

H6 – Validação
Independente • Usuários Chave
J2 –
da
Acompanhame
Parametrização
e Capacitação Ferramentas: nto primeiros
fechamentos
• MIT039 – Estratégia de Testes
• MIT045 – Roteiro de Protótipo
• MIT042 – Fluxograma de Processo
61
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases eObjetivo:


Etapas
Executar o protótipo do processo pelo usuário chave
de forma independente, ou seja, sema a assessoria do
Execução consultor de Implementação, repetindo-o diversas
vezes e registrando todas as dúvidas que porventura
apareçam.

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação Participantes:
dos Produtos
• Líder de Processo I1 – Validar
I1 – Ambiente • Usuário chave
I6 – Protótipo
Integrado
acessos e
de Protótipo treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
Ferramentas:
• MIT006 – Lista de tarefas e pendências
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação I2 – Execução
Disponibilizaçã • MIT041 – Especificação do
dos Protótipos processo
do Plano de
o de Específicos
• MIT042 – Fluxograma do processo
Virada
H3 – Desenv de
• MIT072 – Manual de Operação do Protótipo
H - Protótipos
Específicos
Customizações I3 – • MIT039 – Estratégia de testes
Documentos a
serem • MIT045 – Roteiro de Protótipo
I3 – Decisão da
Virada
Prototipados • MIT040 – Estratégia de Interface
H4 -
Capacitação
• MIT055 – Roteiro de Interface
I4 – Protótipo
Isolado
Independente
H5 – K1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações I5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

62
Objetivo:
Metodologia de Implementação TOTVS Esclarecer as dúvidas registradas pelo usuário chave na
execução dos protótipos isolados independentes com o
consultor de Implementação.
Fluxo das Fases e Etapas Avaliar a necessidade de treinamento complementar
para a equipe, assegurando o domínio da solução
quando da entrada em produção.
Execução Se necessário um treinamento complementar, atualizar o
cronograma e verificar impactos no projeto.

Participantes:

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
• Líder de Processo
• Usuário chave
I6 – Protótipo
I1 – Validar
I1 – Ambiente acessos e
de Protótipo • Analistas de Implementação
Integrado treinamento

H2 –
• Coordenador de Projetosusuários
TOTVS finais

Parametrização • Coordenador de Projetos Cliente


G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação I2 – Execução
Disponibilizaçã
o de Específicos
Ferramentas:
dos Protótipos do Plano de
Virada
H3 – Desenv de H - Protótipos • MIT041 – Especificação do processo
Específicos • MIT042 – Fluxograma do processo
Customizações I3 –
Documentos a • MIT072 – Manual de Operações do Protótipo
I3 – Decisão da
serem • MIT006 – Lista de Tarefas eVirada
Pendências
Prototipados
H4 -
• MIT039 – Estratégia de Testes
Capacitação • MIT045 – Roteiro de Protótipo
I4 – Protótipo
Isolado
• MIT040 - Estratégia de Interface
Independente • MIT055 – Roteiro de Interface
H5 – J1 –
• MIT051 – Matriz de Conhecimento

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos
I5 – Revisão do
• MIT054 – Plano de Virada nto das
Customizações atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

63
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
Objetivo: H1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
Executar o protótipo de todos os processos e conferir a usuários finais
integração dos sistemas
G2 – até a situação de geração dos
Parametrização
lotes para a contabilidade,
do Sistema fechamento de estoques e
G – Parametrização e Cadastros

H2 – I7 – Validação J2 – Execução
fechamento de custos. Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
G3 – Desenv de
Participantes:
H - Protótipos
Específicos
• Usuário chave Customizações H3 –
• Líderes de processo Documentos a
serem
J3 – Decisão da
Virada
• Analistas de Implementação Prototipados

• Coordenador de projeto
G4 - TOTVS
Capacitação
• Coordenador de projeto do cliente H4 – Protótipo
Isolado
Independente
Ferramentas: G5 – K1 –

J - Acompanhamento
• MIT041 – Especificação
Disponibilizaçã
do processo
o de Específicos
Acompanhame
nto das
• MIT042 – Fluxograma do processo
Customizações H5 – Revisão do
Protótipo
atividades
Iniciais
• MIT072 – Manual de Operações do Protótipo Isolado
Independente
• MIT006 – Lista de
G6 –Tarefas
Validação e Pendências
K2 –
da
• MIT039 – Estratégia de Testes
Parametrização
Acompanhame
nto primeiros
• MIT045 – Roteiro de Protótipo
e Capacitação
fechamentos
• MIT040 - Estratégia de Interface
• MIT055 – Roteiro de Interface
• MIT038 – Estratégia de Conversão
• MIT053 – Roteiro de Conversão 64
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
Objetivos: G3 – Desenv de H - Protótipos
Específicos
Analisar as Matrizes de Conhecimento elaboradasH3no
Customizações –
Protótipo Integrado para identificarem possíveis Documentos a J3 – Decisão da
serem Virada
desvios ou problemas nas capacitações e processos e
Prototipados
planejarem a correção destes com novas capacitações
G4 -
Capacitação
dos usuários ou maior intensidade de protótipos.H4 – Protótipo
Apresentar posicionamento atual do projeto, Isolado
Independente
problemas e pendênciasG5 – que possam ter ocorrido. K1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Preencher, juntamente com
o cliente, o MIT052H5––Lista
Revisão do
Customizações atividades
Protótipo Iniciais
de Tarefas para Entrada em Produção e o MIT054 -Isolado
Plano de Virada. G6 – Validação Independente
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
Participantes: e Capacitação
fechamentos
• Comitê do Projeto

65
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
G3 – Desenv de H - Protótipos
Ferramentas: Específicos
Customizações H3 –
• MIT005 – Ata de Reunião Documentos a J3 – Decisão da
• MIT054 – Plano de Virada serem Virada
Prototipados
G4 -
Capacitação
I4 – Protótipo
Isolado
Independente
H5 – K1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações I5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

66
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
HI – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 – Objetivo:
Parametrização
Validar se a equipe técnica do cliente realizou o
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
H2 –
cadastramento dosDisponibilizaçã
usuários e seus H7acessos
– Validaçãobaseados J2 – Execução
dos Protótipos do Plano de
nas transações utilizadas no protótipo, como também
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de dos acessos de impressoras.
H - Protótipos
Específicos
Customizações H3 –
Validar também seDocumentos
os usuários a finais foram treinados J3 – Decisão da
serem Virada
pelo usuário chavePrototipados
conforme planejamento feito pelo
H4 - coordenador do projeto do cliente apoiado pelo
Capacitação
coordenador do projeto TOTVS.
H4 – Protótipo
Isolado
Independente
H5 – Participantes: K1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã • Equipe técnica do cliente. Acompanhame
nto das
o de Específicos
Customizações •Usuários Chave H5 – Revisão do atividades
Protótipo
• Usuários Finais Isolado
Iniciais

Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Parametrização
Ferramentas: Acompanhame
nto primeiros
e Capacitação • MIT072 – Manual de Operação do Protótipo fechamentos
• MIT058 – Estratégia de Capacitação

67
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos
Objetivo: Virada
H3 – Desenv de
Executar o plano de virada e o check list para entrada
H - Protótipos
Específicos
Customizações em produção. H3 –
Documentos a
Revisar o MIT052 – Lista
serem
de Tarefas para entrada em J3 – Decisão da
Virada
produção que deverá conter as atividades necessárias
Prototipados
H4 - para entrada do sistema em produção.
Capacitação
H4 – Protótipo
Em reunião do Comitê devem ser analisadas todas as
Isolado
Independente
H5 – pendências de criticidade “A” registradas pelos K1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos
Analistas de Implementação no MIT006 – Lista de nto das
H5 – Revisão do
Customizações Tarefas e Pendências efetuando análise de impacto e
Protótipo
atividades
Iniciais
soluções de contorno.Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Parametrização Participantes: Acompanhame
nto primeiros
e Capacitação
• Comitê do Projeto fechamentos

Ferramentas:
• MIT005 – Ata de Reunião
• MIT010 – Validação de Processos 68
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de H - Protótipos
Específicos
Customizações I3 –
Documentos a J3 – Decisão da
serem Virada
Prototipados
Objetivos:
G4 -
Analisar em conjunto com a equipe e líderes os resultados da
Capacitação
execução do plano de virada H4 – Protótipo
e decidir
Isolado
pela entrada ou não do
sistema em produção Independente
G5 – K1 –

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã Acompanhame
o deEmitir e distribuir
Específicos comunicado para todos os envolvidos no nto das
Customizações H5 – Revisão do atividades
projeto, inclusive para as áreas de desenvolvimento e suporte da
Protótipo Iniciais
Isolado
TOTVS, comunicando data, hora e outros detalhes sobre a
Independente
G6 – Validação
entrada em produção. K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos
Se necessário, incluir neste comunicado a escala de pessoas,
com horários e numero de telefone, alocadas para o
esclarecimento de duvidas durante os primeiros processamentos
com o novo sistema.
69
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
I2 – I7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
o de Específicos Virada
H3 – Desenv de H - Protótipos
Específicos
Customizações I3 –
Documentos a J3 – Decisão da
serem Virada
Prototipados

Participantes:
G4 -
Capacitação
• Comitê do Projeto H4 – Protótipo
Isolado
Independente
Ferramentas:
G5 – K1 –

J - Acompanhamento
Acompanhame
• MIT006 – Lista de Tarefas e Pendências
Disponibilizaçã
o de Específicos nto das
• MIT054 – Plano de Virada H5 Protótipo
Customizações – Revisão do atividades
Iniciais
• MIT005 – Ata de Reunião Isolado
Independente
G6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

70
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Objetivo:
Execução
Efetuar o acompanhamento e avaliação dos resultados dos
primeiros processamentos das diversas funções do sistema.

Acompanhar os usuários no uso do produto de acordo com

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
o período
dos Produtos
fechado com o Cliente, solucionando suas dúvidas
e oferecendo-lhe o suporte necessário H6
H1 – Ambiente
para consolidação
– Protótipo
J1 – Validar
acessos e
dos procedimentos. de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Realizar
Parametrização reuniões intermediárias no decorrer do
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
acompanhamento para avaliação
H2 – da evolução do projeto e
H7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã
montar um plano de ação se necessário
o de Específicos
dos Protótipos do Plano de
Virada
H3 – Desenv de H - Protótipos
Específicos
Customizações H3 –
Participantes: Documentos a J3 – Decisão da
• Analistas de Implementação
serem
Prototipados
Virada

G4 -
• Líderes de Processo
• Usuários chave
Capacitação
H4 – Protótipo
Isolado
Ferramentas: Independente
H5 – K1 –
• MIT010

J - Acompanhamento
Disponibilizaçã – Validação de Processos Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações I5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Isolado
Independente
H6 – Validação
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

71
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Execução

I – Definição do Ambiente de Produção


H1 – Instalação
dos Produtos
J1 – Validar
I1 – Ambiente I6 – Protótipo acessos e
de Protótipo Integrado treinamento
usuários finais
H2 –
Parametrização
Objetivo:
G – Parametrização e Cadastros

do Sistema
Efetuar o acompanhamento H2 –e avaliação dos resultados dos
H7 – Validação J2 – Execução
Disponibilizaçã dos Protótipos do Plano de
primeiros fechamentos orealizados.
de Específicos Virada
H3 – Desenv de H - Protótipos
Específicos
Realizar
Customizações reuniões intermediárias
H3 –
no decorrer do
acompanhamento para Documentos
avaliação a da evolução do projeto e J3 – Decisão da
serem
montar um plano de ação se necessário
Prototipados
Virada

G4 -
Capacitação
Participantes:
H4 – Protótipo
• Analistas de Implementação
Isolado

H5 –
• Líderes de Processo Independente
K1 –

J - Acompanhamento
• Usuários chave
Disponibilizaçã Acompanhame
o de Específicos nto das
Customizações H5 – Revisão do atividades
Protótipo Iniciais
Ferramentas: Isolado
• MIT010 – Validação
H6 – Validação deIndependente
Processos
K2 –
da
Acompanhame
Parametrização
nto primeiros
e Capacitação
fechamentos

72
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo MIT
Busca e Oportunidade Iniciação Planejamento Execução Encerramento

Inicio

A - C– H–
MC5 - Decisão Reconheciment D–
MC1 - Território Desenvolvime Parametrização L -Encerramento
Devida o da Entrada Modelagem
nto dos Planos e Cadastros do Projeto
do Projeto dos Processos
do Projeto

MC2 - B–
MC6 - Venda E– F– Término
Perspectiva Alinhamento I - Protótipos
Pendente Planejamento Planejamento
Qualificada do Projeto
da Gestão da da Gestão da
Mudança Integração

J – Definição do
MC3 - MC7 - Venda G– Ambiente de
Patrocinador Concluída Homologação Produção
Qualificado
do
Planejamento
K-
MC4 - Acompanhame
Patrocinador nto
com Poder

Metodologia Comercial Metodologia de Implementação


73
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Encerramento

L1 –
K -Encerramento do Projeto

Encerramento
Interno do
projeto Objetivo:
Formalizar o encerramento do projeto, bem como
apresentar os resultados obtidos, pontos positivos e
L2 –
Encerramento desvios ocorridos. O objetivo é registrar a satisfação
com o Cliente do cliente e tratar as lições aprendidas.

Esta atividade, pode ser realizada durante todo o


L3 – Transição projeto, neste ponto deve-se Promover reunião entre
do Projeto
os membros participantes do projeto.

Apresentar pontos do projeto que superaram a


expectativa, bem como aqueles que ficaram aquém
do planejado, demonstrando os respectivos acertos e
erros cometidos, bem como uma avaliação entre o
que foi planejado e o realizado. Procurar mencionar
estas avaliações correlacionando-as a cada fase,
etapa e atividade do projeto, bem como módulos e
funções afetados ou beneficiados nesta análise.

Deixar clara a mensagem de que esta reunião tem


como objetivo obter informações para que sejam
utilizadas para ajustes em futuros projetos.

74
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Encerramento

L1 –
K -Encerramento do Projeto

Encerramento
Interno do
projeto

L2 – Participantes:
Encerramento
com o Cliente • Gestor de Portfólio TOTVS
• Coordenador de Projetos TOTVS
• Analistas de Implementação
L3 – Transição
do Projeto Ferramentas:
• MIT061 – Check list Encerramento
• MIT060 – Lições Aprendidas
• MIT064 – Avaliações analista por projeto
• MIT005 – Ata de Reunião.

75
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Encerramento

L1 –
K -Encerramento do Projeto

Encerramento
Interno do
projeto

L2 –
Encerramento
com o Cliente
Objetivo:
Registrar que a Implementação foi concluída com
sucesso , formaliza a entrega do projeto registrando o
L3 – Transição
do Projeto aceite do cliente.

Colher as assinaturas dos responsáveis pelo projeto


no Cliente no Tremo de encerramento ou declaração
de recusa de encerramento do projeto.

Participantes:
• Comitê do Projeto

Ferramentas:
• MIT061 – Check List Encerramento
• MIT062 – Termo de Encerramento.
• MIT063 – Declaração Recusa Encerramento
• MIT005 – Ata de Reunião

76
Metodologia de Implementação TOTVS

Fluxo das Fases e Etapas


Encerramento

L1 –
K -Encerramento do Projeto

Encerramento
Interno do
projeto

L2 –
Encerramento
com o Cliente

L3 – Transição
do Projeto
Objetivo:
Orientar sobre a transição do projeto para área de
atendimento e relacionamento e como proceder em
caso de novas demandas de Implementação.
Liberar o atendimento de suporte telefônico aos
usuários credenciados por módulo, apresentando as
opções de suporte existentes ao cliente.

Participantes:
• Comitê do Projeto
• Coordenador de Atendimento e Relacionamento

Ferramentas:
• MIT005 – Ata de Reunião
• MIT065 – Transição do Projeto

77
Título da Apresentação

QUESTÕES

Palestrante
Departamento

e-mail@totvs.com.br

78