Você está na página 1de 9

Coréia do Norte

CORÉIA DO NORTE
A República Popular Democrática da Coréia, Capital Piongiang, é uma
ditadura socialista rigidamente centralizada, com o poder concentrado nas
mãos de uma só pessoa, que fora Kim Il Sung desde o final da década de 40
até a sua morte, em 1994, e que é agora seu filho, Kim Jong Il. Por isso
passou a ser chamada de "a primeira monarquia comunista". Em 1910, o
Japão anexou a região e tentou suprimir a língua e a cultura coreanas. Na II
Guerra Mundial, milhares de coreanos são levados para trabalhos forçados no
Japão e em países sob seu domínio. Após 1945 a península é dividida entre
EUA e URSS, esta cria a Coréia do Norte em 1948 sob Kim Il Sung. Em 1950,
os norte-coreanos invadem o sul, os EUA invadem o norte e em 1951 a China
invade o sul. Os EUA empurram o conflito para o paralelo 38º. N (linha de
separação) confirmada com a trégua assinada em 1953. Com o fim da URSS e
a morte de Kim Il Sung, em 1994, assume seu filho Kim Jong Il que assina
com Bush (pai) um acordo abrindo mão da tecnologia atômica bélica em troca
de 500 mil toneladas e petróleo por ano. acordo internacional assinado em
1999, durante o governo Clinton, que previa a desativação de todas as
pesquisas que pudessem produzir arsenal nuclear (como mísseis balísticos e
bombas atômicas).
Em 2000 começa a tentativa de reunificação entre as duas coréias. Em 2002
a Coréia do Norte inicia testes nucleares dando início a retaliações dos EUA.
Em outubro de 2006 explode sua primeira bomba nuclear.
CN
Japão
CS

China
Coréia do Norte
Piongiang

Pop. 22,6 milhões


PIB 21,8 bilhões

1910 - domínio do Japão

1945 dividida N <= URSS


S <= EUA

1948 criação CS e CN (Kim Il Sung)


06/1950 CN => CS

09/1950 EUA => CN

01/1951 China => CS

2 e 3/1951 EUA retoma CS : Paralelo 38o. N


morrem 1 milhão de pessoas

1994 morre Kim Il Sung (filho) => Kim Jong Il


que assina com Bunsh(pai)
Não armas atômicas x $ e Petróleo

2000 => proposta reunificação

2002 inicia testes nucleares


A República Popular Democrática da Coreia
é uma ditadura socialista rigidamente
centralizada, com o poder concentrado nas
mãos de uma só pessoa, que fora Kim
Il-sung desde o final da década de 40 até a
sua morte, em 1994, e que é agora seu filho,
Kim Jong Il. Já foi chamada "a primeira
monarquia comunista".
considerado por Bush como um dos
governos que integram o Eixo do Mal,
ignorando acordo internacional assinado
em 1999, durante o governo Clinton, que
previa a desativação de todas as pesquisas
que pudessem produzir arsenal nuclear
(como mísseis balísticos e bombas
atômicas).
Testou no dia 4 de Julho de 2006, 7 mísseis
balísticos. O país afirmou ter o direito de testar tais
mísseis, pois é um país soberano. O Conselho de
Segurança das Nações Unidas adotou dia 15 de
julho uma resolução impondo sanções à Coréia do
Norte por seus testes de mísseis.
Em 8 de Outubro de 2006, a Coréia do Norte realizou
um teste subterrâneo de um artefato nuclear.