Você está na página 1de 27

Aurículoterapia

Alex Sakai
Definição

•A auriculoterapia é uma terapia milenar e


uma arte de equilibrar o organismo através
do pavilhão auricular.

•O pavilhão auricular é um microssistema


onde está projetado o corpo humano. É um
receptor de sinais específicos vindos do
corpo.
Como funciona

•Quando o órgão ou membro


estiver desequilibrado a região correspondente
na orelha manifesta
sinais de que o órgão precisa de cuidados e
atenção.

•Observe que a orelha parece com um feto de


cabeça voltada para
baixo.
•FACE ANTERIOR

•HÉLICE –estrutura
proeminente mais
exterior

•ANTI-HÉLICE ascende
do lóbulo, delimita a,
FOSSA ESCAFÓIDE,
se divide em dois
ramos na parte
superior, delimitando a
fosseta triangular

•TRAGO –
proeminência
triangular debaixo da
hélice, à frente do
conduto auditivo

•ANTITRAGO –
Proeminência abaixo
do anti-hélice
PROPEDÊUTICA

PALPAÇÃO SIMÉTRICA DAS ORELHAS


Apertar com a mesma força as regiões correspondentes das duas orelhas
para escolher a orelha mais dolorida

INSPEÇÃO
•A olho nu ou com lupa, verifique a presença de:
•Ponto avermelhado = inflamação aguda
•Ponto esbranquiçado = disfunção
•Ponto esbranquiçado + protuberância sebácea fixa = inflamação crônica
•Ponto acinzentado = tumor
•Descamação fixa = dermatite ou má assimilação orgânica
•Prega da incisura intertragiana até porção inferior do lóbulo =
arteriosclerose, diabetes, cardiopatia
•Teleangiectasia = alteração física
SELEÇÃO DA ORELHA

•Geralmente se utiliza mais a orelha homolateral à dor; na ausência da


síndrome dolorosa (tabagismo, obesidade, ansiedade etc.), usar a orelha
dominante, isto é, para destro, a orelha direita; e canhoto, a orelha
esquerda. Se preferir, pode trabalhar com as duas orelhas.

DETECÇÃO DE PONTOS
•É conveniente marcar os pontos com caneta hidrográfica cuja tinta não
desbote durante a antissepsia com álcool.

Detecção com Ponta Arredondada


•Pesquisa de pontos nas zonas dolorosas ou relacionadas com o quadro
clínico, com uma ponta romba (Ex.: caneta esferográfica)

•Caso a orelha apresente hiper ou hipossensibilidade, estimulem o ponto


Zero ou massageiem a orelha durante 30s.
TRATAMENTO
•Ao picar um ponto com agulha, caso a pessoa sentir peso,
queimação, formigamento ou dor na orelha, e até irradiação de
energia pelo corpo, significa que o ponto foi bem escolhido e a
estimulação eficaz. Corresponde à sensação Deqi (chegada do Qi).

Seleção de Pontos
•1) Utilize primeiro todos os pontos dolorosos. Não importa aqui
qual o nome ou a correspondência do ponto.
•2) Utilize os pontos que alterem o pulso.
•3) Escolha os pontos de acordo com o quadro clínico do paciente
aplicando seus conhecimentos de medicina tradicional chinesa,
usando a teoria dos 5 Elementos.
•4) Selecionar os pontos conforme os conhecimentos da medicina
moderna.
•5) Aplicar os pontos de acordo com os esquemas indicados pelos
acupunturistas experientes.( Livros, consultas, ambulatórios).
Massagem

•Utilizar uma ponta arredondada (ex.: caneta esferográfica) e massagear o


ponto com pressão suportável pelo paciente, alternando os sentidos
horários e anti-horários. Ao massagear-se um ponto auricular, ocorrem duas
fases:
•Aumento transitório de dor, peso ou calor na orelha, ou irradiação para
outra região do corpo;
•Redução das sensações, a massagem deve ser mantida até o fim desta fase
para ser eficaz.

•A Massagem pode ser feita também puxando-se vigorosamente o lóbulo, o


meio da orelha e o ápice diversas vezes, até que se sinta a sensação de
formigamento e de calor nas orelhas
Esferinhas e Sementes

•Existem à venda diversas esferinhas, e sementes de Vacaria segetalis..


Para pôr esferinha no ponto, há 3 maneiras:
•1) O acupunturista pode cortar o adesivo, colar a esferinha, e então,
colocar o conjunto sobre o ponto auricular.

•2) Há uma placa multiperfurada com buraquinhos para caber as


esferinhas ou sementes

•3) As esferas podem vir prontas para uso do fabricante, já montadas


sob adesivos cortados.

•Cada esfera deve ser estimulada durante 10-30s, várias vezes por dia, a
estimulação melhor é somente apertar a esfera repetitivamente. Se
massagear de outra maneira, a esfera poderá ser deslocada do ponto.

•Para garantir maior efeito ou ter mais segurança do ponto não escapar,
podem ser colocadas várias esferinhas cobrindo a área do ponto; ou
colocar esferinhas na frente e outras correspondentes atrás.
ANTISSEPSIA
•- Antes de colocar as agulhas, devem fazer limpeza e antissepsia da
orelha com álcool 70%.

•- Preparo do álcool 70%: 7 partes de álcool + 3 partes de água fervida


ou destilada
•AGULHAS
•Colocação das agulhas longas ou auriculares no ponto marcado - como a
tinta cobre uma área maior do que a ponta da agulha, para não espetar a
agulha fora do ponto e perder o efeito terapêutico

•Número de agulhas:
•Agulhas tradicionais - 5 a 10 agulhas por orelha
•Agulhas auriculares - 5 a 6 agulhas por orelha

•Profundidade da agulha:
•A agulha, espetada de forma perpendicular ou um pouco inclinada, deve
atingir a cartilagem, e no máximo, atravessá-la sem furar a pele do outro
lado, isto corresponde a uma profundidade de 1-2mm.
Agulhas de acupuntura curtas
A agulha tradicional é colocada, inserida até a cartilagem (1-2mm de
profundidade), e retirada depois de 10-15min, é girada algumas vezes
durante a permanência.

Agulhas auriculares
São colocadas e fixadas com esparadrapo para manter o estímulo por
alguns dias. No Brasil, é mais comum usar esta técnica, entretanto, nos
pacientes que apresentarem muita secreção sebácea nas orelhas e o
esparadrapo descolar rapidamente, talvez seja melhor aplicar as agulhas
tradicionais. Em geral, recomenda-se aos pacientes massagear vibrando
levemente as agulhas durante 10-30s várias vezes por dia.
FREQUÊNCIA DAS SESSÕES

De qualquer maneira, a média adotada no Ocidente tem sido de 7 dias.


Especialmente quando se usa sementes elas devem ser trocadas com
frequência para se evitar infecções.
RECOMENDAÇÕES
•O paciente pode deitar-se sobre qualquer lado.
•O paciente pode tomar banho, lavar os cabelos ou entrar na piscina.
•Podem ocorrer reações consideradas benéficas. Nos casos onde tenha
ocorrido melhora acentuada dos sintomas logo após a aplicação das
agulhas, Nogier afirma que pode ocorrer agravação no 2º dia. O paciente
deve ser avisado e se necessário, tomar qualquer analgésico, a dor deve
passar no 3º dia
•No caso da agulha estar solta, a dor surge na hora de encostar na
agulha, então a agulha deve ser retirada.
•No caso de inflamação, a dor pode ser encarada até mesmo como reação
do organismo.
•No caso de infecção, a agulha deve ser retirada imediatamente pois a
infecção do pavilhão auricular é muito grave. A orelha é constituída
principalmente por cartilagem e pele. A cartilagem por apresentar
circulação sanguínea pobre, sofre destruição por qualquer infecção
bacteriana. O paciente pode ficar com a orelha deformada.
SHEN MEN
•O nome significa "Porta do Espírito".
Está localizado um pouco acima do
ponto de encontro dos dois ramos da
antihélice, que delimitam a fossa
triangular.
•Sedativo, analgésico, antiinflamatório
•Alergia, asma, bronquite,
hipertensão, insônia, tosse seca

•SISTEMA NEUROVEGETATIVO
•Sobre o ramo inferior da antihélice,
no local onde entra em contato com a
hélice.
•Regula SN, analgésico visceral,
vasodilatador, angina cardíaca,
taquicardia, arritmias, transpiração
excessiva, tremores
ENDÓCRINO
•Regula sistema endócrino, melhora a
absorção de nutrientes pelo intestino,
previne reumatismo, alergias,
transtornos da pele, gênito-urinário e
febre

ADRENAL
•Previne reumatismo, alergia,
desmaio; estabiliza pressão arterial;
antitussígeno
•Asma, dermatite, estada febril.
SUBCÓRTEX
ou Córtex Ocipital

•Na face interna do antitrago, no ponto


central do 1/3 inferior do antitrago.
•Regula as emoções, evita desmaios,
alivia inflamação e febre, melhora
digestão

OCIPITAL
•Antiinflamatório, mitiga dores de
origem nervosa, previne náuseas,
vômitos e cinetoses
•Dor ocipital, desmaios, doenças
neurológicas com tremores,
convulsões, rigidez
ÁPICE
•Na ponta da hélice obtida ao dobrar a
orelha para a frente.
•Analgésico, tranquilizante, dissolve
abscessos
•Sangria deste ponto abaixa febre e
pressão arterial

CRISE ASMÁTICA
•No ápice do antitrago, ou no centro
da sua borda caso o ápice não seja
proeminente.
ÚTERO
•No cruzamento de uma linha
equidistante dos dois ramos da
antihélice com a linha que
delimita a parte descoberta e a
parte coberta pela hélice da
fossa triangular.

GOTEIRA HIPOTENSORA
•Terço superior da goteira
retroauricular.
•A sangria de algumas gotas de
sangre em algum vaso dilatado
neste local controla crise
hipertensiva.
ESQUEMAS

•Analgésico: Shen Men, ápice, ocipital, córtex ocipital, SNV

•Ansiedade, angústia, medo: fígado, Shen Men, córtex ocipital, coração,


vesícula, baço, rim, ocipital

•Antidepressivo: coração, córtex ocipital, adrenal, fígado

•Antiinflamatório: ocipital, secreção endócrina, adrenal, córtex ocipital, ápice

•Asma: SNV, Shen Men, crise asmática, adrenal, pulmão

•Astigmatismo: rim, fígado, olho, olho 2, ocipital

•Cefaléia: ocipital, frontal, subcórtex, ocipital 2, Shen Men


•Cervicobraquialgia: cervical, pontos do membro superior, ocipital, dorsal,
rim, Shen Men, adrenal, secreção endócrina, subcórtex

•Conjuntivite: fígado, olho, pulmão

•Digestivo: estômago, baço, intestino delgado, rim direito

•Disfunções digestivas emocionais: estômago, coração, SNV, subcórtex,


Shen Men, ocipital

•Diurético: secreção endócrina, rim, SNV, córtex ocipital, Shen Men

•Dores menstruais: útero, SNV, secreção endócrina, córtex ocipital, Shen Men

•Enterocolite: intestino delgado, intestino grosso, SNV, pulmão


•Enxaqueca: temporal, ocipital 2, Shen Men, rim, subcórtex

•Gastrite: estômago, SNV, Shen Men, baço

•Gripe: nariz, adrenal, frontal, laringe, pulmão, brônquio

•Hepatite: fígado, SNV, baço, hepatite, fígado 1 e 2

•Hipertensão: hipotensor, SNV, Shen Men, coração, ápice (sangria)

•Hipotensor: Shen Men, canal hipotensor, coração, córtex ocipital, ápice,

• hipotensor, SNV; sangria de veia posterior da orelha


•Impotência: útero, genitais externos, testículo, secreção endócrina, rim

•Inflamação de útero: útero, ovário, secreção endócrina, Shen Men

•Laxante: tronco, intestino grosso, reto, córtex ocipital

•Lombalgia: lombar, ciático, pelve, rim, cervical, Shen Men, adrenal, secreção
endócrina, subcórtex

•Menstruação Irregular: ovário, secreção endócrina, útero, rim

•Miopia: rim, fígado, olho, olho 2, ocipital, olho novo

•Prostatite: próstata, bexiga, secreção endócrina, adrenal, pelve