Você está na página 1de 11

Jacques

Lacan

• Ana Lia Naliato


• Danilo Ribeiro
• Fabiola Alfieri Rodrigues
• Patricia Sgavioli
• Thainara Oliveira
Biografia!
 Nasceu em Paris, em
13 de abril de 1901.

 Estudou no Colégio Stanislas,


dirigido por jesuítas. Sempre
foi um aluno brilhante.

 Em 1919 matricula-se na faculdade de medicina e no


ano seguinte começa o curso, sendo que a partir de
1926 especializa-se em psiquiatria.

 Revoltado com o crescimento evidenciado nos Estados


Unidos da escola da “Psicologia do Ego”, que Lacan
acreditava estar deturpando o real sentido da
psicanálise, resolveu dirigir seus estudos para uma
releitura de Freud.
Biografia!
 Lacan envia um volume
de sua tese para Freud,
recebendo como resposta
apenas um cartão postal.

 Em 1934 Lacan casa-se


com Marie Louise Blondin
com quem tem três filhos.

 Neste mesmo ano decide orientar-se para a psicanálise.

 Em 1936, obtém o título de Médico dos Hospitais


Psiquiátricos; Nesse mesmo ano inicia relações com
Sylvia Bataille.

 Em 1941 separa-se de sua primeira esposa e tem uma


filha com Sylvia.
Biografia!
 Em 1951 dá início aos
Seminários, uma série de
apresentações orais que
foram reunidos em livros.

 Em 1953 faz conferências


fundamentais como: O Mito Individual do Neurótico
(em que utiliza pela primeira vez a expressão Nome-do-
Pai); O Real o Simbólico e o Imaginário (onde coloca
suas teorias sob o signo do retorno a Freud).

 Em 1966 reúne seus escritos em um único volume os


Escritos.

 Em nove de setembro de 1981, Lacan morre em Paris,


após a retirada de um tumor maligno no cólon.
Méritos!

1. Ele fez uma releitura da


obra completa de Freud
sob outras perspectivas.

2. Através dos estudos sobre os estágios do espelho,


Lacan pode entender melhor os mecanismos
psicóticos precoces e o manejo técnico de
transtornos psicossomáticos, estudando também: a
alienação do bebê no corpo da mãe, a noção de
“corpo espedaçado”, a representação do corpo no
ego da criança pequena.
3. Jacque Lacan deu
grande ênfase aos
desejos e discursos
daqueles que estão no
convívio da criança: Pais,
educadores... Pois estes
atribuem grande significado
na formação do psiquismo
da criança.

4. “O inconsciente é o discurso do outro”.

 Acredita-seque ele tenha se inspirado na frase de


Hegel: “não é o indivíduo que cria a linguagem,
mas a linguagem, no contexto histórico, é que cria
o indivíduo”.
Ana!
Plano Plano
9. Para Lacan o analista deverá fazer Imaginário Simbólico
com que o paciente transite do plano
do imaginário para o plano do
simbólico. PACIENTE

Deixando uma marca no paciente que


não pode ser apagada, causando uma
“falta de algo”, algo que se deseja e se
teme, sendo o gerador do desejo.

10. Segundo Lacan, o


inconsciente se estrutura como
uma linguagem.
11. Na sua técnica
analítica Lacan
prioriza sobremodo os
aspectos cognitivos

12. Estipulou que a duração de uma sessão


não se justifica ser obrigatoriamente
cronológica, em torno dos 50 minutos
habituais, mas que deve ser variável, em
torno deste tempo aproximadamente, até
que haja a obtenção da transição para um
nível simbólico.
Criticas ao Lacan!
► Relação à sua personalidade;

► Sua postura como


psicanalista;

► Tempo de duração
das sessões.
Conclusão!