Você está na página 1de 20

“Aspectos

míticos da
memória e do
tempo”
MNEMOSYNE = MEMÓRIA
DIVINIZAÇÃO DA MEMÓRIA

• Vasta mitologia da
reminiscência na Grécia;

• Preside a função poética;


MNEMOSYNE = MEMÓRIA

• Preside a função poética;

• Poesia constitui uma das formas


típicas da possessão e do
delírio divino = entusiasmo;

• Intervenção sobrenatural;
AEDOS E ADIVINHO
AEDOS E ADIVINHO
• Cegos para a luz, eles vêem o
invisível;

• O Deus que os inspiram mostra-


lhes, em uma espécie de
revelação, as realidades que
escapam ao olhar humano;
EXPERIÊNCIA DO POETA
• Épocas passadas e o poder de
estar presente no passado;

• Mesmo inspirado pelas musas,


o poeta se esforça, prepara-se
para exercer seu cargo de
vivência;
INVOCAÇÃO À MUSA

• Catálogo histórico = memória


social;

• Arquivos de uma sociedade


sem escrita;
FUNÇÃO DA MEMÓRIA
A invocação do “passado” faz
reviver o que não mais existe e
nos dá uma “ilusão” de
existência

Esquecimento = água da morte.


Memória = fonte da imortalidade.
“Estou seco de sede e
morro: mas dai-me,
depressa, a água
fresca que brota de
Mnemosyne. Serei um
deus em vez de um
mortal”
MITO
• Estrutura, classifica,
sistematiza, torna assimilável,
edifica o saber compartilhado, o
pensamento coletivo;

• Primeira leitura do mundo,


compreensão direta do SER;
MITO
• Mnemosyne e as 9 musas;
palavras cantadas;
• Repete, recita, compõe,
ritmifica;
• Encontro com a verdade;
• Resgate dos aconteciementos,
presentificar o passado;
• Presentifica e revela – Aletéia
(contra Léthe);
DECADÊNCIA
• A memória deixa de ser uma potência
mítica e passa a uma faculdade
espistemológica;

• PLATÃO = anamnese;

• ARISTÓTELES :

= memória – passado invocado

= invocação voluntária – pathos (alma


sensitiva
DECADÊNCIA
COLLI VERNANT

Deus Mnemosyne
Revelação (memória)
Verdade Revelação
Sabedoria Verdade
Sábio – Maníaco Poetas – Adivinhos

DECADÊNCIA
Filosofia Platão – Aristóteles
Discurso Racional Anamnese – Memória
Dialética Pathos – Invocação
DECADÊNCIA
Mnemotécnica Escrita

Arte da Memória Morte da memória


Mnemo – Tchné Só pode se repetir
(fazer sujeito a
regras)
Faz lembrar Faz esquecer
Memória viva Memória auxiliar
Dentro, processo Fora, exterior à
interior memória
Grupo de Estudo Mênon

Faculdade Jesuíta de Filosofia


e Teologia (FAJE)

Prof. Richard Romeiro Oliveira

Interesses relacionados