Você está na página 1de 9

Casamento

Impedimentos
Causas Suspensivas
Nulidade
Anulabilidade
Impedimentos (1521)
 Incesto e moralidade
 Dirimentes e impedientes (CC 1916)
 Impedimentos ≠ Causas suspensivas (não pode, não deve)
 Interesse público
 Aplicáveis à U.E.? (1723, §1º)
Impedimentos
 (i) Ascendentes e descendentes (natural ou civil)
 (ii) Afins em linha reta
 (iii)Adotante, ex-cônjuge, adotado
 (iv) Irmãos (unilaterais, bilaterais) e colaterais 3ºgrau (Decreto-
Lei 3.200/41)
 (v) Adotado e filho do adotante
 (vi) Casados – Questão da U.E.
 (vii) Cônjuge sobrevivente e condenado homicídio/tentativa
Causas Suspensivas (1523)

 Arguidas por parentes em linha reta e colaterais até 2º grau


 Inibe, não proíbe
 Enseja invalidade?
Causas Suspensivas
– (i)Viúvo ou viúva com filho cônjuge falecido, enquanto não
houver inventário ou partilha
– (ii)Viúva ou mulher (nulo/anulado) até dez meses após
dissolução
– (iii) Divorciado ou divorciada, enquanto não houver partilha
– (iv)Tutor, curador, descendente, ascendente, irmão, cunhado,
sobrinho, enquanto não cessar e prestar contas
– Provando-se inexistência de prejuízo, afastam-se judicialmente
i, iii e iv
– Consequência da causa suspensiva? Regime de Separação Legal
(art. 1641, I)
Nulidade (1548)
– Imprescritibilidade
– Interessado ou MP podem promover a ação
– Causas :
• (i) Enfermo mental sem discernimento
• (ii) Infringência de impedimento
– Sentença retroage data celebração
– Todos os efeitos desconstituídos?
• Boa Fé(1561) – Cônjuge e filhos (§1º)/Filhos (má-fé ambos
cônjuges)(§2º)
• Direitos de terceiros de boa-fé/ Sentença transitada em julgado (1563)
Anulabilidade
– Interesses pessoais
– Decadência (prazos do art. 1560)
– Não retroage
– Causas
• (i) Não atingiu idade mínima para casar
– Legitimados: Cônjuge menor, representantes legais, ascendentes (1552)
– Gravidez não anula
• (ii)Menor idade núbil sem autorização
– Legitimados: Incapaz, representantes legais, herdeiros necessários
– Pode ser suprida
• (iii)Vício de vontade
– erro essencial quanto à pessoa (1556). E quando há? (1557)
» a)Identidade, honra, boa-fama
» b)Ignorância de crime anterior que torne insuportável
» c)Ignorância de defeito físico, moléstia grave e transmissível (coabitação)
» d)doença mental grave (coabitação)
– Coação (1558)
Anulabilidade

 (iv) Incapaz de consentir (1550, IV)


 (v) Mandatário, revogação ou invalidade do mandato, não coabitação
(1550,V)
 (vi) Incompetência autoridade celebrante (1550,VI - exceção do 1554)
Prazos Decadenciais (1560)
– (i)180 dias:
• Incapaz de consentir (a partir da celebração)
• Ausência de autorização (a partir idade/a partir celebração/a partir
morte incapaz).
• Menor de 16 (a partir da idade/a partir da celebração)
• Mandante (a partir do conhecimento)
– (ii) 2 anos
• Incompetência autoridade celebrante
– (iii) 3 anos
• Erro essencial quanto à pessoa
– (iv) 4 anos
• Coação