Você está na página 1de 14

Evolução e perspetivas da dinâmica familiar e

da parentalidade
Sessão nº.3

Rita Dinis
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
Necessidades Educativas Especiais

Segundo, Correia (1997) a sociedade e particularmente a família tem


alterado a forma como aceita e lida com a deficiência, de acordo com os
valores vigentes em cada época, valores esses de caráter político,
cultural, económico e mesmo religioso.

A criança com NEE e a família deverão viver num ambiente o mais


adequado possível, com recursos a serviços formais e informais
satisfazendo, assim, as necessidades reais e concretas.
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
Segundo Buscaglia, (2006) existem coincidências nas reações das famílias
de jovens com deficiência mental e desde 1963 que estudos
evidenciaram algumas reações emocionais dos pais em relação à
deficiência dos filhos como por exemplo: perda de autoestima,
vergonha, negação da situação, auto-sacrifício.

• Estas manifestações emocionais podem afetar as relações entre os


membros nucleares da família (marido e mulher) e mesmo outros
familiares significativo;
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
Pereira (1996) afirma haver estudos que evidenciam que o casamento
pode ser influenciado negativamente pela presença de um filho especial.

• A mesma autora ainda refere que há divergências entre os estudos: -


alguns registam um alto índice de divórcio, desarmonia familiar,
deserção do marido; outros apresentam impactos positivos, como altos
níveis de ajustamento relatados por casais, justificados por
compartilharem os compromissos e responsabilidades pelo filho especial;
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)

• Os pais projetam a criança na sua mente desde o princípio da gravidez,


fantasiam sobre o sexo, o desempenho na escola a carreira e a
orientação sexual que irão ter.

• Também Silva e Dessen (2001), defendem que o nascimento de um


membro da família com deficiência, que vem confrontar todas as
expectativas dos pais e por isso confrontá-los com uma situação
inesperada.
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
Isto leva-os a passar por um processo de superação, até que aceitem o
filho especial e o insiram num ambiente familiar que propicie a sua
inclusão, para que isto aconteça os planos para esta criança terão de ser
abdicados e a experiência de parentalidade deve ser resignificada

As interações fraternas em que um dos membros tem algum tipo de


necessidades especiais, influênciam de forma positiva o próprio
desenvolvimento típico dos outros irmãos destacando assim, o aumento
da maturidade, responsabilidade, altruísmo, tolerância, independência..
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
Por outro lado também as interações com a família alargada devem ser
muito significativas para apoiar os pais, na opinião de Seligman & Darling
(1989, cit in Pereira, 1996), para além dos avós, a família alargada
deverá ser incluída em toda a problemática e inclusivamente ser
prestada informação cuidadosa e adaptada sobre os problemas
associados às dificuldades, esta informação ajudará todos os elementos
da família a encontrar uma forma de gestão a todos os níveis das suas
próprias necessidades permitindo uma maior interajuda.
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
• Ao longo dos diferentes estádios, os pais têm de tomar muitas decisões
perante as novas exigências, assim como resolver necessidades
específicas e adaptarem-se a cada novo estádio, de modo a
desenvolverem e a desempenharem os seus papéis da melhor forma.

• Silva e Dressen (2001), apontam grandes preocupações que os pais


enfrentam que é o fenómeno duplo de envelhecimento, em que temos
pais envelhecidos com a preocupação de assegurar aos seus filhos
também a envelhecer, após a sua morte com os cuidados adequados.
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
Esta preocupação verificou-se principalmente ao nível de locais
disponíveis para os seus filhos ficarem seguros e com as condições
básicas de bem-estar asseguradas.

Assim parcerias entre os pais, filhos e os profissionais são uma mais-


valia.

Estes deverão estar atentos aos diversos estádios, com o objetivo de


ajudar a família a antecipar as situações de mudança e as dificuldades
que podem surgir para facilitar a interação entre os pais e filhos.
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
Allen (1992, cit in Correia, 1997) indica algumas fontes de stress que as
famílias com um membro especial podem vivenciar e que poderão ser de
variadas ordens:

• a preocupação com tratamentos médicos, caros e que podem implicar


risco de vida, cirurgias, dificuldades em respirar ou convulsões que
podem causar hospitalizações por períodos indeterminados;

• dificuldades financeiras, devido a uma alimentação especial ou


equipamentos médicos; problemas de transporte
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)

• não ter com quem deixar os outros filhos,

• dispensa do emprego para acompanhar o filho a consultas e tratamentos;

• dificuldade em encontrar instituições de internamento, de ocupação


temporária ou de uma colocação educacional adequada;

• muitos jovens necessitam de rotinas que exigem dos pais uma dedicação
contínua diurna e noturna mesmo ao ponto de um dos pais ter de deixar
de trabalhar para ficar a tempo inteiro com o filho;
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)

• fadiga frequente, insónias e pouco tempo livre para atividades


recreativas ou de lazer

• ciúmes ou rejeições por parte dos irmãos que vêm a criança especial
tendo toda a atenção e recursos da família,

• surgimento de problemas conjugais, que podem ocorrer de fadiga,


diferentes pontos de vista em relação ao jovem,

• falta de tempo para o casal.


Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)
Importância da família para as crianças com nee

• O envolvimento dos pais na intervenção é muito importante;

As famílias de crianças, NEE ou em risco, necessitam de um maior apoio


social e instrumental e de desenvolver as competências necessárias para
lidar com os filho com necessidades especiais.

• Os principais resultados da intervenção com a família dizem respeito ao


aumento da capacidade dos pais para lidarem com o problema da criança
o que leva à redução do stress familiar.
Envolvimento parental na educação de crianças com
necessidades educativas especiais (NEE)

• Processo de Avaliação – Quem Avalia e acompanha as crianças com


Nee?

-Departamento de educação especial

-Serviço de psicologia

- Docentes

- Médicos/terapeutas