Você está na página 1de 16

SISTEMA

MUSCULAR
ENF.PROF. ROSILENE LINON BATISTA LEMOS
ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANAS
ENFERMIG
Sistema Muscular

O tecido muscular é de origem mesodérmica,


sendo caracterizado pela propriedade de
contração e distensão de suas células, o que
determina a movimentação dos membros e das
vísceras.

Há basicamente três tipos de tecido muscular:


liso, estriado esquelético e estriado cardíaco.
Músculo liso: o músculo involuntário localiza-se
na pele, órgãos internos, aparelho reprodutor,
grandes vasos sangüíneos e aparelho excretor.

Músculo estriado esquelético: é inervado pelo


sistema nervoso central e, como este se
encontra em parte sob controle consciente,
chama-se músculo voluntário. As contrações
do músculo esquelético permitem os
movimentos dos diversos ossos e cartilagens do
esqueleto.

Músculo cardíaco: esse tipo de tecido muscular


forma a maior parte do coração dos
vertebrados. O músculo cardíaco carece de
controle involuntário. É inervado pelo sistema
nervoso vegetativo.
TIPOS DE MÚSCULOS

TECIDO MUSCULAR ESTRIADOS OU ESQUELÉTICO

- RESPONSÁVEIS PELOS MOVIMENTOS VOLUNTÁRIOS;

TECIDO MUSCULAR LISO OU VISCERAL

- (DIGESTÃO, EXCREÇÃO, ETC); INVOLUNTÁRIOS;

MÚSCULO CARDÍACO OU MIOCÁRDIO

- VERMELHO E ESTRIADO, PORÉM, INVOLUNTÁRIO.


O SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO

Propriedades dos músculos:


Elasticidade ------------------- Distensão
Tônus:
Contratilidade ----------------- Contração
Tonicidade -------------------- Tônus É o estado parcial de contração de um
músculo em repouso.

“Os músculos são os motores que permitem as alavancas do esqueleto


moverem-se ou mudar de posição”.
O sistema muscular esquelético constitui a maior parte da
musculatura do corpo, formando o que se chama
popularmente de carne.
Essa musculatura recobre totalmente o esqueleto e está
presa aos ossos, sendo responsável pela movimentação
corporal.
Contração: ocorre pelo deslizamento dos filamentos
de actina sobre os de miosina.

A energia para a contração muscular é suprida por


moléculas de ATP produzidas durante a respiração celular.
O ATP atua tanto na ligação da miosina à actina quanto
em sua separação, que ocorre durante o relaxamento
muscular.
Quando falta ATP, a miosina mantém-se unida à actina,
causando enrijecimento muscular. É o que acontece após
a morte, produzindo-se o estado de rigidez cadavérica
ESTRUTURA DO SISTEMA MÚSCULO ESQUELÉTICO

I - FUNÇÕES DO MÚSCULO ESTRIADO OU ESQUELÉTICO

- MOVIMENTO E A MANUTENÇÃO DA POSTURA;


- PRODUÇÃO DE CALOR;
- PROTEÇÃO E A ALTERAÇÃO DA PRESSÃO PARA AUXILIAR A CIRCULAÇÃO;
- ABSORVENTES DE CHOQUES PARA PROTEGER O CORPO.
II - MICROESTRURA DOS MÚSCULOS ESQUELÉTICOS

O tecido muscular não é constituído apenas por FIBRAS MUSCULARES. Há também o


TECIDO CONJUNTIVO que as envolve e se prolongam, formando os TENDÕES ou
APONEUROSES que fixam o músculo a um osso.
“O SARCÔMERO É A UNIDADE CONTRÁTIL BÁSICA DO MÚSCULO”.
CONSTITUIÇÃO HISTOLÓGICA DA FIBRA MUSCULAR
COMPONENTES DO MÚSCULO

COMPONENTES ELÁSTICOS:

São aqueles que retornam a sua forma original após o relaxamento. Ex:

Miofilamentos e o tecido conjuntivo.

• COMPONENTES PLÁSTICOS:

• São aqueles que não retornam à forma original cessada a contração, se não
houver influência externa. Ex:

Mitocôndrias (30-35% volume muscular),

Retículo Sarcoplasmático

Sistema Tubular (5% do volume muscular)

“PELA MANHÃ, QUANDO NOS ESPREGUIÇAMOS, HÁ UMA DEFORMAÇÃO DOS


COMPONENTES PLÁSTICOS DOS MÚSCULOS”.
FORMA DOS MÚSCULOS
VI – MECÂNICA DE CONTRAÇÃO

“A ação responsável pela contração do músculo ocorre dentro do sarcômero, com as


pontes cruzadas dos filamentos de miosina, puxam, soltam e reconectam-se aos locais
específicos no filamento de actina”.
SISTEMA NERVOSO E CONTROLE DA ATIVIDADE MUSCULAR

UNIDADE MOTORA = UNIDADE BÁSICA NEUROMUSCULAR


250 milhões de fibras musculares para 420 mil nervos motores.

OLHO = 1 motoneurônio enerva 10 fibras musculares


QUADRÍCEPS = 1 motoneurônio enerva 150 fibras musculares