Você está na página 1de 33

AUTOESTIMA E MOTIVAÇÃO

1
MOTIVAÇÃO

2
MOTIVAÇÃO PESSOAL E PROFISSIONAL

O equilíbrio “quase perfeito” entre a vida pessoal e a vida


profissional deve levar em consideração todas as nossas
necessidades. Pessoas que conhecem claramente quais são as suas
necessidades e conseguem atingi-las ou mantê-las saciadas,
sentem-se mais motivadas.

3
MOTIVAÇÃO PESSOAL E PROFISSIONAL

Motivação pressupõe um conjunto de motivos que levam os


indivíduos a fazerem as suas escolhas e opções na vida. Cada um
deve descobrir os seus motivos para viver, e os seus motivos para
cada opção feita ao longo do caminho.

4
MOTIVAÇÃO PESSOAL E PROFISSIONAL

Na vida pessoal as pessoas precisam encontrar os seus motivos


para querer viver bem e serem felizes.

Na vida profissional não é muito diferente. As pessoas devem


encontrar os seus motivos para se dedicarem ao que
desempenham a fim de que seus resultados sejam alcançados.

5
MOTIVAÇÃO EXTRÍNSECA E MOTIVAÇÃO
INTRÍNSECA
Motivação extrínseca Motivação intrínseca

• Acontece quando a fonte • Acontece através de


da motivação vem de nossas forças internas,
outras pessoas, eventos e como nossos pensamentos,
situações. padrões pessoais,
lembranças e experiências
coletivas.
6
AS TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
Teoria das Necessidades – Pirâmide de Maslow

7
AS TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
Teoria das Necessidades – Pirâmide de Maslow

8
AS TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
Teoria das Necessidades – Clayton Alderfer

9
AS TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
Teoria dos dois fatores– Herzberg

10
AS TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
Teoria das Necessidades Sociais– McCLELLAND

11
AS TEORIAS DA MOTIVAÇÃO
Teoria de Definição de Objetivos– LOCKE

12
CAUSAS E FATORES DA MOTIVAÇÃO

13
ESTRATÉGIAS DE MOTIVAÇÃO E DINAMIZAÇÃO DE
EQUIPAS
Todos os elementos da equipa devem entender que estão ali para
resolver problemas e não para valer as suas imposições ou vaidades
pessoais.
Nenhum assunto deve ser mal interpretado.
Saber admitir quando o outro tem uma ideia melhor.
Após reunião, todos os elementos devem colaborar com a pessoa que
lançou a ideia que foi aprovada.

14
O CICLO E O PROCESSO DE MOTIVAÇÃO

15
PERSONALIDADE, PERSISTÊNCIA E MOTIVAÇÃO

A motivação é o processo responsável pela intensidade, direção e


persistência dos esforços de uma pessoa para atingir determinada
meta.

Intensidade Direção Persistência

• Esforço • Qualidade • Tempo de


despendido do esforço esforço
16
MOTIVAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA
O que é mais fácil e convidativo: assistir a uma série em frente à
TV com um balde de pipocas ou calçar uns tênis e correr 5 Km no
fim da tarde com o céu nublado e aquele friozinho típico de
outono? Os motivos para cada ação são diferentes e cada
pessoa tem uma escolha diferente.

17
MOTIVAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA
A busca pela qualidade de vida exige disciplina, foco,
determinação e muita força de vontade, portanto, não tem como
desvinculá-la da motivação. Afinal, só é possível sair da cama,
mudar os hábitos, os pensamentos e as atitudes se você assim o
desejar. O desejo desperta para a ação e a ação pode melhorar
sua qualidade de vida.

18
TÉCNICAS DE MOTIVAÇÃO PARA O SUCESSO
PESSOAL E PROFISSIONAL

19
AUTOESTIMA

20
A IMAGEM QUE SE PRETENDE TRANSMITIR

Autoestima inclui uma avaliação


subjetiva que uma pessoa faz de si
mesma como sendo intrinsecamente
positiva ou negativa em algum
grau.

21
A INFLUÊNCIA DOS OUTROS
Na infância, o amor, o apreço, o respeito, a
segurança, o apoio e o incentivo dos pais e
educadores são indispensáveis para a
elaboração de uma auto-imagem positiva e
saudável.

22
A INFLUÊNCIA DOS OUTROS

No entanto, a contribuição negativa das pessoas, as críticas, o


ciúme, o autoritarismo, as companhias destrutivas, o descuido com
a integridade e a honestidade, a falta de responsabilidade e de
disciplina, dentre outros fatores, podem afetar negativamente a
autoestima.

23
A INFLUÊNCIA DOS OUTROS

Na juventude, as pessoas podem alimentar


ou prejudicar a confiança e o respeito do
jovem por si mesmo, se o respeitam ou
não, se o amam ou não, se o valorizam ou
não e o estimulam ou não a ter confiança
em si.
24
O “CHAMAR A ATENÇÃO”
•Deve-se elogiar os filhos pelas pequenas e grandes vitórias.
•Não é necessário, no entanto, passar a vida a dar-lhe reforços
positivos.

25
O “CHAMAR A ATENÇÃO”
•Os pais podem ralhar, chamar a atenção,
impor limites, desde que reafirmem sempre
a confiança nas capacidades dos filhos e
expressem a convicção de que eles são
capazes de fazer melhor.

26
O “CHAMAR A ATENÇÃO”
•Envolva o seu filho na definição de regras. Estas devem ser discutidas
de forma a ficarem bem claras para os pais e para os filhos.
•Valorize os pequenos progressos que o seu filho for fazendo,
sobretudo se se tratar de uma área em que ele apresenta
dificuldades.

27
A ASSERTIVIDADE

A assertividade consiste numa estratégia que revela maturidade e


alta autoestima, onde uma pessoa defende as suas convicções sem
ofender nem se submeter a outras pessoas.

28
A ASSERTIVIDADE

Quem comunica com assertividade comunica de forma clara,


objetiva, transparente e honesta.

Nem todas as pessoas conseguem comunicar com assertividade,


porque ela é um direito e não uma obrigação.

29
A ASSERTIVIDADE

Vantagens da Assertividade
• Melhora a capacidade de expressão e a imagem social;
• Fomenta o respeito pelas outras pessoas;
• Ajuda a resolver confrontos;
• Melhora a capacidade de negociação;
• Aumenta a autoconfiança;
• Confere mais credibilidade;
• Diminui o estresse.
30
AUTOESTIMA VS AUTOCONFIANÇA
Autoconfiança Autoestima

• A crença de que você • Sua opinião a respeito de


pode alcançar sucesso e si mesmo e de seu valor
competência

31
AUTOESTIMA VS AUTOCONFIANÇA

Isso quer dizer que autoestima refere-se mais


ao que achamos de nós mesmos como pessoas,
ao passo que autoconfiança se refere mais
ao que achamos de nossas habilidades para
lidar com certas situações ou tarefas.

32
WEBGRAFIA
https://www.ibccoaching.com.br/portal/lideranca-e-motivacao/a-diferenca-entre-
motivacao-intrinseca-e-extrinseca/
https://repositorio.ipl.pt/bitstream/10400.21/3923/1/Disserta%c3%a7%c3%a3o
_JULHO_2014.pdf
http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe6nkAD/teorias-motivacao
https://blogsferas.wordpress.com/2015/04/
https://prezi.com/ceqde3liu6sf/estrategias-de-motivacao-e-dinamizacao-de-
equipas/
https://pt.linkedin.com/pulse/autoestima-positiva-relativa-ou-baixa-mauricio-
barufaldi
33