Você está na página 1de 33

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL - PDI

CAROL TINTINA
 O Plano de Desenvolvimento Individual do aluno é um documento
obrigatório e de fundamental importância para garantir o percurso escolar
do aluno público-alvo da educação especial.

 Ele deve ser elaborado desde o início da vida escolar e ser atualizado
conforme os avanços, progressos e aprendizado ou conforme necessidades
de revisão do que foi ensinado e não aprendido.
 Um dos principais objetivos ao elaborar o PDI é garantir que o aluno terá
eliminadas as barreiras atitudinais, curriculares e arquitetônicas e, para isso,
será necessário elaborar um documento único e personalizado à
necessidade e particularidade de cada aluno.

 É por isso que o PDI não pode ser visto como um documento fechado, rígido
e inalterável, mas uma ferramenta que acompanha o progresso em tempo
real.
 CEGUEIRA:  SURDOCEGUEIRA:
Ausência total de visão até a Trata-se de deficiência única,
perda da percepção luminosa. caracterizada pela deficiência
auditiva e visual
 BAIXA VISÃO: concomitantemente.
Comprometimento do
funcionamento visual de ambos  DEFICIÊNCIA AUDITIVA:
Consiste na perda bilateral, parcial
os olhos após a melhor
ou total, de 41 dB até 70 dB,
correção. aferida por audiograma.
 SURDEZ:  DEFICIÊNCIA FÍSICA:
Consiste na perda auditiva acima de 71 Consiste na alteração completa ou
dB, aferida por audiograma. parcial de um ou mais membros do
corpo humano acarretando o
 DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: comprometimento da função física.
Caracteriza-se por importantes
limitações, tanto no funcionamento  DEFICIÊNCIA MÚLTIPLA:
intelectual quanto no comportamento Consiste na associação de dois ou
adaptativo, expresso nas habilidades mais tipos de deficiência
conceituais, sociais e práticas e tem (intelectual/ visual/ auditiva/ física)
início antes dos 18 anos de idade
 TRANSTORNO GLOBAL DO B. SÍNDROME DE ASPERGER:
DESENVOLVIMENTO (TGD): Trata-se de uma síndrome do espectro
autista e difere do autismo infantil clássico
A. AUTISMO CLÁSSICO: por não atrasar o desenvolvimento cognitivo
Caracteriza-se por um ou de linguagem.
comprometimento das relações
interpessoais e diversas C. SÍNDROME DE RETT:
alterações de comunicação, de Ausência de atividade funcional com as
linguagem de comportamento, mãos, isolamento, regressão da fala e das
inclusive estereotipias motoras. habilidades motoras adquiridas.
D. TRANSTORNO DESINTEGRATIVO E. TRANSTORNOS INVASIVOS DO
DA INFÂNCIA: DESENVOLVIMENTO EM OUTRA
Nessa síndrome a criança apresenta ESPECIFICAÇÃO (TID SOE) - também
desenvolvimento motor e intelectual chamado de Autismo Atípico. Diagnostica
normal até os 3 anos de idade (às vezes crianças que se encaixam no quadro de
mais) e, a partir de determinado TGD, mas que não são categorizadas por
momento, começa a perder todas as outra desordem. É mais leve que
capacidades anteriormente adquiridas, o autismo infantil, apesar dos sintomas
passando a ter comportamento similares (demonstram alguns sintomas
semelhantes aos do autismo. presentes e outros ausentes).
 ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO:
Caracteriza-se por alunos que demonstram um notável “potencial elevado em
qualquer uma das seguintes áreas, isoladas ou combinadas: intelectual,
acadêmica, liderança, psicomotricidade e artes. Também apresentam elevada
criatividade, grande envolvimento na aprendizagem e realização de tarefas em
áreas de seu interesse.”
A CID-11 será apresentada
oficialmente em maio de
2019, durante a Assembleia
Mundial da Saúde. A
entrada em vigor está
prevista para 1º de janeiro
de 2022.
A. QUEM É O ALUNO?

 Conheça bem o aluno. Isso é fundamental para um trabalho pedagógico

 Seu papel não é dar aulas de reforço, atendimento clínico, nem tampouco transformar a
sala num espaço de socialização.

Você também pode gostar