Você está na página 1de 69

As Actividades do sector

Terciário

Os serviços
Serviços
• O sector terciário engloba um grande
número de actividades económicas
designadas SERVIÇOS.
Serviços
• Os Serviços:
– Comercio;
– Saúde;
– Ensino;
– Justiça;
– Cultura;
– Etc.
Serviços
• Existem serviços pouco qualificados,
como os serviços de:
– Limpeza;
– Cuidados pessoais.
Serviços
• - Outros serviços
exigem elevada
qualificação
profissional:
– Médicos;
– Cientistas;
Expansão do sector de Serviços
• Nas ultimas décadas,
o sector dos serviços
cresceu muito devido
a:
– À expansão dos
serviços tradicionais
• Banca
• Seguros
• Comercio
Expansão do sector de serviços
• Devido ao:
– Aparecimento de novas actividades
relacionadas principalmente com a
informática e as
telecomunicações
Expansão do sector de serviços
• À deslocalização da industria que fez
desenvolver os serviços de apoio às
empresas, sobretudo nos NPI
Contribuição dos serviços para o
emprego
• Nos países desenvolvidos a elevada
percentagem de população activa nos
serviços deve-se:
– Ao elevado nível de vida ;
– Ao maior desenvolvimento da agricultura e da
industria.
SERVIÇOS
• Actualmente os serviços representam uma
boa parte das importações e das
exportações de muitos países, pois muitas
empresas deste sector operam a nível
internacional ex. Portugal Telecom
SERVIÇOS
• As trocas de serviços evidenciam o
predomínio deste sector nos países
desenvolvidos
Serviços
• As principais trocas de serviços realizam-
-se entre países desenvolvidos, uma vez
que:
– O maior desenvolvimento do sector dos
serviços cria condições para a sua
exportação;
– O maior poder económico da população e
das empresas possibilita a sua importação.
SERVIÇOS
• O COMÉRCIO
O comercio
• É uma actividade do sector terciário que
realiza as trocas de bens entre pessoas,
regiões e países.
É uma importante função, pois torna possível a
complementaridade entre espaços
geográficos distintos e diversas actividades
económicas.
COMERCIO
• o Comercio pode ser:
– Interno – conjunto de compras e vendas
de mercadorias dentro de um mesmo país;
–Externo - Conjunto de compras e vendas
de mercadorias entre países diferentes.
Os principais fluxos comerciais
• Todos os países efectuam trocas
comerciais com outros países,
procurando, por um lado, obter capitais
através das suas exportações e, por
outro, realizar importações de bens que
não conseguem produzir ou que são mais
baratos no estrangeiro.
Os principais fluxos comerciais
• Nas últimas décadas, o comércio internacional tem
registado uma acentuada expansão devido a factores
como:
– o rápido crescimento do consumo mundial, em resultado da
explosão demográfica e do aumento do nível de vida da
população;
– o aumento e a diversificação da produção industrial;
– a crescente liberalização das trocas comerciais, com
redução ou abolição das barreiras alfandegárias
tradicionalmente colocadas às importações;
– a modernização dos transportes, que permite o acesso eficaz
a produtos de países muito distantes;
– o desenvolvimento das tecnologias de informação e de
comunicação, meios que permitem a promoção dos produtos
através da publicidade, actividade onde são realizados cada
vez maiores investimentos para despertar o interesse dos
consumidores.
Os principais fluxos comerciais
• O comércio
internacional é
dominado pelos
países
desenvolvidos
que, por
realizarem muito
mais exportações
e importações do
que os países em
desenvolvimento,
determinam, de
um modo geral,
os tipos de bens a
produzir e os
preços a praticar.
Os principais fluxos comerciais
• Na composição do comércio internacional, é cada vez
mais significativa a importância dos produtos
industriais a nível mundial
• No entanto, entre os países em desenvolvimento ainda
há muitos, sobretudo no Médio Oriente, em África e na
América Latina, que dependem essencialmente da
exportação de produtos minerais e agrícolas
O comércio internacional de
bens
O saldo da balança comercial
O saldo da balança comercial
• As exportações e as importações determinam o
saldo da balança comercial de cada país
– Balança comercial - diferença entre o valor das
exportações e o das importações realizadas por um
país, durante um ano
• se o valor das exportações é inferior ao das importações, a
balança comercial possui um saldo negativo ou défice;
• se o valor das exportações é igual ao das importações, a
balança comercial está equilibrada;
• se o valor das exportações excede o das importações, a
balança comercial apresenta um saldo positivo.
O saldo da balança comercial
• Identifique, na Fig. 37, três países cujas
balanças comerciais apresentam:
– saldo negativo;
– saldo positivo.
Portugal
Espanha
Reino Unido
EUA
Paquistão
Índia
Moçambique

França
Alemanha
Canadá
Angola
Arábia Saudita
China
Indonésia
Os principais exportadores e
importadores
• Os países desenvolvidos são, simultaneamente, os que mais
exportam e importam bens a nível mundial, o que se deve
quer ao elevado poder de compra da população quer ao
grande desenvolvimento das actividades económicas
• Embora o comércio internacional seja dominado pelos países
desenvolvidos, é de salientar o rápido aumento das
exportações e das importações registado por alguns países
em desenvolvimento, como, por exemplo, a China, o México
e a Coreia do Sul
• Nestes países assiste-se a uma grande expansão do sector
industrial e, consequentemente, os produtos industriais já
lideram os seus fluxos comerciais.
O endividamento externo
• A maioria dos países possui um saldo
negativo na balança de pagamentos
• Esta situação é bastante desfavorável
para os países cuja dívida externa excede
o valor do PIB

Produto Interno Bruto (PIB) • valor de todos os bens e


serviços produzidos num país, por empresas nacionais
ou estrangeiras, num dado período, geralmente um ano.

PIB por habitante (PIB/hab.) • valor do PIB a dividir pelo


total de habitantes.
O PAPEL DAS ORGANIZAÇÕES
INTERNACIONAIS NO COMÉRCIO
• O comércio tem beneficiado da criação de
organizações internacionais, como, por
exemplo, a OMC – Organização Mundial
do Comércio – que, entre outros
objectivos, promovem as trocas de bens
entre os seus membros, através da
redução ou abolição das taxas
alfandegárias (Fig. 45).
O TURISMO
O turismo
• Viajar, conhecer lugares, culturas e modos
de vida diferentes são actividades que
contribuem para o desenvolvimento de um
importante ramo do sector dos serviços –
O TURISMO
O TURISMO
• É uma actividade importante para a
economia de muitos países:

– Cria emprego ;
– E gera riqueza.
O turismo
• Esta actividade tem
registado um forte
crescimento, em todo
o mundo, graças ao
desenvolvimento dos
transportes e à
melhoria do nível de
vida, sobretudo nos
países mais
desenvolvidos.
Evolução do turismo – número de
chegadas internacionais
Evolução das receitas do turismo,
a nível mundial
Turismo Internacional – Chegadas
de turistas por região, em 2001.
Factores que favorecem o Turismo
• Existem factores que tornam certas
regiões e países muito atractivos para o
turismo, por exemplo:
– As raízes históricas e culturais;
• Paisagens exóticas;
Curiosidade pelos costumes e
tradições
Diversidade de paisagens naturais
Atracção por grandes cidades
Destinos turísticos
• O protagonismo
internacional dos
EUA fazem da
América do Norte a
terceira região mais
importante do turismo
internacional.
• É na Europa, na Ásia Oriental e na
América do Norte que se localizam os
principais destinos turísticos e os países
onde o turismo gera receitas mais
elevadas.
Principais destinos turísticos e países que mais ganharam
com o turismo em 2001
Países que mais gastaram em
actividades turísticas em 2001
Os principais tipos de turismo

-Turismo balnear;
- Turismo rural;
- Turismo cultural
Turismo balnear
Turismo Balnear
• Associado à praia tanto de mar como de
rios e albufeiras.
• Origina importantes fluxos turísticos de
distâncias cada vez maiores.
• É uma importante fonte de receitas.
Turismo em espaço rural
Turismo em espaço rural
• Proporciona uma vivência no meio rural,
quer em antigos solares e palácios quer
em casas tradicionais, muitas vezes com
participação nas actividades agricolas
Turismo em Espaço Rural
• As modalidades:
– Turismo de Habitação;
– Turismo Rural;
– Agro-Turismo;
– Casas de Campo;
– Turismo de Aldeia.
TER
• Turismo rural – desenvolve-se em casas
rústicas, com características arquitectónicas
próprias do meio rural em que se inserem.
• Casas de Campo – é o TER em casas de
campo e em abrigos de montanha.
• Turismo de Aldeia - desenvolve-se em
empreendimentos, no mínimo, cinco casas
particulares inseridas em Aldeias Históricas (ex.
Piodão)
Turismo em espaço rural
• Consideram-se ainda no âmbito do TER
outros empreendimentos turísticos :
– Hotéis rurais;
– Parques de campismo;
.
Turismo cultural
• Relacionado com actividades culturais e
com o património histórico-cultural.
– Ex. París
Turismo de Montanha
• Geralmente
associado à neve e
aos desportos de
Inverno.
Turismo religioso
• Dinamizado pelos
lugares mais
importantes de culto e
peregrinação.
– Ex. Fátima
Turismo Termal
• Bastante antigo e
associado ao
aproveitamento de
nascentes de águas
termais consideradas
benéficas para a
saúde e o bem estar.
– Ex. Termas da Curia
Termas da Curia
Turismo
• As actividades turísticas são cada vez
mais diversificadas, procurando atrair o
maior número possível de turistas. Assim,
começam a ganhar importância novos
tipos de turismo:
– O turismo sénior;
– O turismo de aventura;
– O turismo ecológico.
Turismo Sénior
• Surge como consequência do
envelhecimento demográfico.
• Oferece:
– Instalações;
– Apoio especializado;
– Percursos e actividades adequadas às
pessoas idosas.
Turismo de aventura
• Geralmente praticado pela juventude e
ligado aos desportos radicais como:
– Rafting;
– parapente;
– Montanhismo;
– surf.
Turismo ecológico
• Promove o contacto directo com a
Natureza, nos parques e reservas naturais
e noutras áreas ainda pouco
humanizadas.
Impactes económicos, sociais e
ambientais do turismo
• O turismo contribui para o
desenvolvimento das regiões e dos
países, uma vez que:
– Permite a entrada de divisas;
– Cria emprego nos diferentes serviços ligados
ao turismo;
– Promove o desenvolvimento de outras
actividades económicas;
– Ajuda a manter vivas e a divulgar as tradições
locais
Impactes ambientais da actividade
turística
• A poluição;
• A destruição da fauna
e da flora;
• A pressão sobre a
linha de costa.
Turismo
em
PORTUGAL
Turismo em Portugal
Turismo
no
JAPÃO
Turismo no Japão