Você está na página 1de 25

FERIMENTOS

FERIMENTOS
CONCEITO:

Ferimento é uma
lesão tecidual
causada pela
agressão de
partes moles por
objetos cortantes,
contundentes ou
perfurantes.
FERIMENTOS
Tipos:
ABERTOS: São aqueles que
apresentam comunicação com o
meio externo, onde a pele e as
mucosas são lesadas.

FECHADOS: São aqueles


produzidos abaixo da pele e
mucosas, podendo atingir órgãos
profundos.
FERIMENTOS ABERTOS
FERIMENTOS ABERTOS
- Abrasão ou escoriação
- Cortante
- Perfurante
- Corto - contuso
- Impactado
- Transfixante
- Evisceração
- Lacerante
- Amputação ou
Mutilação
CONDUTAS FERIMENTOS ABERTOS
- Limpar o ferimento a seu
redor

- Remover corpos estranhos

que estejam soltos

- Realizar curativo oclusivo com gaze seca ou pano


limpo

- Na presença do sangramento fazer curativo


compressivo e proceder as condutas específicas

- Objetos impactados não devem ser removidos e sim


fixados
FERIMENTOS FECHADOS
• Contusão
PROCEDIMENTOS FERIMENTOS FECHADOS

- Verificar a localização e a extensão da contusão


- Verificar a possibilidade de hemorragia interna
- Edema e deformidade podem indicar fraturas

- Manter a vítima deitada


FERIMENTOS CABEÇA E FACE
FERIMENTOS CABEÇA E FACE
- Verificar a permeabilidade das vias

aéreas, estabilizando a coluna cervical

- Não realizar compressão com os dedos

para cessar a hemorragia

- Controlar o sangramento com curativo

oclusivo e leve pressão

- Não retirar objetos impactados ou

transfixados

- Ferimentos de face associados a fraturas

são graves

- Estar atento à possibilidade de TCE


FERIMENTOS NOS OLHOS
FERIMENTOS NOS OLHOS
FERIMENTOS NOS OLHOS

- Não remover objetos da córnea


- Não remover objetos impactados
- Não fazer pressão sobre o globo ocular
- Realizar curativo oclusivo em ambos os olhos
- Tratar a avulsão do olho como objeto impactado
FERIMENTOS NO OUVIDO

-Não ocluir o canal auditivo em caso de


sangramento ou saída de líquor

- Cobrir com gaze ou pano limpo o


ferimento em pavilhão auricular
FERIMENTOS NO NARIZ
-Manter as vias aéreas
permeáveis

-Não ocluir as narinas em


caso de sangramento ou
saída de líquor

- Cobrir com gaze ou


pano limpo o ferimento
em abas nasais
SANGRAMENTO ESPONTÂNEO DO NARIZ

-Colocar o paciente sentado

-Cabeça ligeiramente inclinada para frente

-Comprimir com os dedos as narinas

-O uso de gelo pode auxiliar no


estancamento da hemorragia
FERIMENTOS NA BOCA
FERIMENTOS NA BOCA

- Remover corpos estranhos, próteses dentárias e dentes


quebrados
- Remover objetos impactados em cavidade oral
(bochecha)
- Se houver sangramento não controlado - transportar
a vítima na posição de coma (lateral de segurança)
FERIMENTO NO PESCOÇO

- Observar a respiração

Estar atento aos sinais de


lesão de laringe e traquéia
por traumatismo fechado

Aplicar curativo oclusivo

No caso do ferimento ter produzido uma abertura no


pescoço (tipo traqueostomia) não ocluir este ferimento,
deixar a vítima respirar por essa via normalmente
FERIMENTO PENETRANTE NO
TÓRAX
- Manter vias aéreas livres
- Aplicar curativo valvulado (três pontas)
- Administrar oxigênio
- Observar sinais de choque hipovolêmico
EVISCERAÇÃO
EVISCERAÇÃO
- Não tentar recolocar as vísceras no interior do
abdome

- Não lavar com soro fisiológico ou qualquer outra


substância

- Cobrir as vísceras expostas com plástico estéril


ou compressas cirúrgicas
umedecidas

- Estar atento aos


sinais e sintomas de
choque hipovolêmico
AMPUTAÇÃO
AMPUTAÇÃO E/OU AVULSÃO
FIM

OBRIGADO