Você está na página 1de 38

Mecânica dos Sólidos 1

Prof. Rodrigo mero


2
Aula

Introdução à Análise Estrutural


Índice
• Elementos Estruturais
– Forma vs Estrutura
– Alcance da Engenharia e Arquitetura
– O que é Estrutura
– Classificação dos Elementos
Estruturais
– Relembrando os Elementos Básicos
– Forças Atuantes sobre as Estruturas
• Qual a Melhor Solução Estrutural?
– Forças que Atuam nas Estruturas
– Tipos de Solicitações
– Critérios de Projetos

Instituto Federal de
Prof. MSc. Rodrigo M. S. da
Alagoas Silva
Elementos Estruturais
Forma vs Estrutura
Alcance da Engenharia e Arquitetura
O que é Estrutura?

É o conjunto estrutural compostos de “elementos


estruturais”, com finalidade de resistir a cargas.

Engenharia Estrutural é o ramo da Engenharia Civil


dedicado primariamente ao projeto e cálculo de estruturas.
De forma simplificada, é a aplicação da mecânica dos
sólidos ao projeto de edifícios, pontes, muros de contenção,
barragens, túneis e outras estruturas. (Wikipédia)
Classificação dos Elementos Estruturais

BARRAS OU FIOS – 1 dimensão predomina sobre as


demais

VIGAS

A >> B, C
PILARES
C >> B, A
CABOS
A >> B, C
ARCOS
A >> B, C
FOLHAS – 2 dimensões predominam sobre uma
terceira

LAJES

A ,B >> C
CASCAS

A ,B >> C
BLOCOS – nenhuma dimensão predominante

FUNDAÇÕES

A =B=C
ESTRUTURA
Conceber vs Dimensionar

Quem nasceu primeiro:


O ovo ou a galinha?

PERGUNTA 1:

Quem nasceu primeiro:


Arquitetura ou Estrutura?
“A estrutura e a forma, ou a
estrutura e a arquitetura são um
só objeto, e assim sendo,
conceber uma implica em
conceber a outra”
Qual a Melhor Solução Estrutural?

Suponha a construção de uma estrada que liga


a localidade A até a localidade B, qual melhor
caminho?

Uma Parábola? Uma Reta? Curvas e


Retas?
FONTE: Prof. Dr. Yopanan C. P. Rebello
Depende, qual a finalidade da
estrada?
Função de Ligar dois pontos, simplesmente?
Função de ser turística?

Ponto de Vista do Arquiteto Ponto de Vista do Engenheiro

Uma solução poderá ser mais Nem sempre o aspecto desejado é


econômica no que se refere ao exeqüível e funcional mesmo sendo
consumo de materiais, mas por outro agradável e atingir a qualidade dos
lado pode resultar em aspecto pouco espaços
agradável, ou poderá demorar para
ser executada, ou até mesmo não
atingir a qualidade dos espaços
planejados.
Engenharia Reversa
Software

OBRA

Lançamento Estrutural
Cálculo dos Elementos
Definição da Estrutura

Análise, Estudo Preliminar


Estudo da Mecânica dos Sólidos Sondagens de Terrenos
Estudo da Resistência dos Materiais Levantamento de Cargas
Estudo da Teoria do Concreto Armado
Software

Porque não pulamos essa


etapa?

O Computador aceita qualquer informação que for colocada nele, se for


alimentado com lixo irá cuspir uma resposta lixo! Computador não substitui o
Engenheiro!

Lembre-se estamos começando a primeira estapa da concepção estrutural,


existe um longo e desafiador caminho pela frente!
A Parabóla do doutor em
Lógica

Engenheiro Servente
Relembrando os Elementos Básicos
Pilar de Pilar
Seção Pilar
Pilar Variada Duplo
Inclinado

Pilarete Pilar Parede


Viga Tirante Viga de
Transição

Viga
Inclinada
Viga Faixa
Laje Capitel

Escadas

Rampas e
Furos
Blocos

Estruturas

Sapatas
Forças Atuantes sobre as Estruturas

• A estrutura é o caminho das forças até o solo:


Laje

Viga

Pilar
O Cristo de Goití

Instituto Federal de
Prof. MSc. Rodrigo M. S. da
Alagoas Silva
Qual a Melhor Solução Estrutural?
Tem que
ser: BELO

Tem que ser:


ECONÔMICA

Tem que ser:


FUNCIONAL
Forças de Atuam nas Estruturas

O conhecimento das forças atuantes nas


estruturas é fundamental para concepção
estrutural. Devemos conhecer:

Intensidade
Direção Forças Vetoriais
Sentido
Quais são as Cargas Permanentes
e Acidentais que atuam nas
Estruturas?
Cargas Permanentes
• Peso Próprio da Estrutura
Determinada com boa
• Peso do Revestimento precisão

• Peso das Paredes

Cargas Acidentais
• Peso de Ocupação de Pessoas
• Peso dos Móveis Determinada por
• Peso de Veículos Normas

• Força do Vento
Tipos de Solicitações em Estruturas
Critérios de Projetos
• Equilíbrio:
– Conceber um arranjo
estrutual capaz de absorver
às solicitaçoes externas e
transmiti-las aos elementos
de apoio mantendo-se em
repouso
• Estabilidade:
– A configuração de equilíbrio do arranjo não pode ser
alterado drasticamente na presença das imperfeições
e das ações pertubadoras
• Rigidez:
– As peças estruturais
devem ser capazes
de absorver as
ações externas sem
apresentar grandes
deslocamentos que
comprometam sua
funcionalidade

• Resistência:
• O material das peças estruturais devem ser capazes
de absorver o nível de solicitação interna gerado pelas
ações externas, sem comprometer sua integridade
física