Você está na página 1de 50

RESUMO DO COMPORTAMENTO

1) A SIMPATIA

É fundamental em qualquer situação. É ela que


aproxima as pessoas e torna a vida da gente
muito mais fácil”.
2) Conforme publicação (DGPM-319), o
comportamento militar deverá ser orientado
pelas prescrições constantes do Estatuto dos
Militares, pelos deveres do pessoal estipulados
na OGSA.
3) Os militares da MB devem, em
todas as circunstâncias da vida
proceder à constante autocrítica.

4) Etiqueta, boas maneiras e postura


são qualidades aprimoradas ao longo
da vida, porém, a base de tudo é a
educação.
5 ) E num ambiente militar tudo é
observado e até mesmo avaliado.
6) O IMPACIENTE é uma pessoa
nervosa, que não pode esperar.
7) O INTOLERANTE é um indivíduo
que não tolera nada além das suas
ordens restritas.
8) O EGOÍSTA é alguém que só pensa
em si mesmo.
9) A ARROGÂNCIA nada mais é do
que uma defesa para ocultar a
incompetência de alguém com esta
característica.
10) A VAIDADE é quando uma
pessoa, faz algo para obter prestígio.
11) O EXCESSO DE INTIMIDADE transgride
o limite alheio e pode acabar
constrangendo.
12) O princípio da etiqueta é o respeito ao
próximo.
13) USO DO PERFUME:. Não se deve
saturar um ambiente com o seu cheiro.
14) O FUMO: Lembre-se de que o fumo é
um vício pessoal, não um castigo coletivo.
peça licença às pessoas com quem estiver
conversando, principalmente às senhoras,
antes de acender um cigarro.

15) É uma indelicadeza conversar com


uma pessoa usando óculos escuros,
16) Em ambientes militares usam
óculos escuros apenas os que
tiverem problemas de fotofobia e
com recomendação médica. só
será permitido seu uso com
autorização do Comando. Em
ambos os casos.
17) BOCEJOS: São imperdoáveis em
qualquer situação, quando na presença de
outras pessoas. Em formaturas militares
são inaceitáveis.
18) CHICLETES: O hábito de mascar
chiclete não é elegante.
19) GUARDA-CHUVA: Os militares
fardados, geralmente, não usam guarda-
chuva, mas, sim, capa de chuva.
20). FURAR FILAS é uma cultura dos
brasileiros. Mentira. Isto é conduta de
pessoas mal educadas.

21) Limpe o nariz em casa, no banheiro,


sozinho, com a porta fechada.

22) As costas devem ficar retas, mas não


esticadas demais, causando uma sensação
de artificialidade
23) Ao parar em pé, o ideal é apoiar o
peso do corpo nas duas pernas porque
transmite uma sensação de tranqüilidade
e segurança.

24) Palestras em presença de militares de


maior precedência:
Atenção com o horário de chegada, com o
lugar de sentar, com seu comportamento
e com os bocejos
25) SABER PERDOAR. As pessoas que
erram tentaram acertar “Tem poder quem
também sabe perdoar”.
26) GENTILEZA: ser gentil é diferente de
ser cortês afável ou simpático.
27). Através da simples observação de
algumas pessoas à refeição, , verifica-se, o
valor de sua educação e o “meio” em que
vive.
28) A maneira como você se senta
e se coloca à mesa torna-se um
fator diferencial de civilidade.

Os cotovelos permanecem junto


ao corpo sem bater nos vizinhos
da mesa.
29) ATENÇÃO!!! comer sempre de boca
fechada, as garfadas são suaves, sem
entupir a boca com alimentos, não cuspa
no prato , não deseje “saúde” a alguém
resfriado, não cutuque o nariz à mesa.

30) PALITO é uma contrariedade à


etiqueta
31) O comportamento nos
serviços de bufê exige controle e
atenção.

32) O comportamento ao comer é


um teste infalível do grau de
civilidade de uma pessoa.
33) Apenas alguns pratos devem ser
comidos com as mãos ex: frango a
passarinho, asinha de frango, costelinha
de porco e espiga de milho.

34) NÃO ESQUEÇA!!!


.> ao tomar sopa, cuidado com ruídos;
> não mastigue de boca aberta e não
fale de boca cheia;
> come-se pão/torrada com as mão.
35) (EMA-207) ressalta que algumas
tradições e costumes derivam dos
fundamentos militares da hierarquia e
disciplina.

36) DISCIPLINA é a rigorosa observância e


o acatamento integral das leis,
regulamentos, normas e disposições que
fundamentam o organismo militar.
37) AS TRADIÇÕES NAVAIS devem ser
cultivadas por todos, num ambiente de
respeito e cortesia de todos os militares
para com seus superiores e subordinados,
em todas as circunstâncias.

38) Desta forma, os usos, costumes e


tradições navais compõem a ETIQUETA
NAVAL.
39) NUNCA apareça em casa alheia
sem prévio contato se quiser fazer
uma visita.

40) EM REUNIÕES, dê atenção a


todos, procure conversar com todos,
circular pelo ambiente, evitando
patotas.
41) Em visita de pêsames ou a
doentes, seja breve.
Em enterro/missa, evite roupas e
acessórios extravagantes.

42) - APRESENTAÇÃO: um homem


sempre se levanta ao ser apresentado
a uma mulher, a um homem mais
velho ou a um superior hierárquico.
CONT. DO 42
O subordinado, homem ou mulher, é
sempre apresentado ao superior
hierárquico.
A INICIATIVA de estender a mão para o
cumprimento deve partir sempre da
pessoa mais importante, da mulher, da
pessoa mais velha ou do superior
hierárquico.
AS APRESENTAÇÕES devem ser feitas
indicando os nomes completos.
43) militares, quando em
cerimônias, palestras ou eventos
em auditórios devem se portar de
maneira educada: e prestar
atenção ao que está sendo
explanado.
44) Os mais modernos sempre
cedem lugar aos mais antigos,
abrem a porta aos mais antigos,
cedem passagem a eles e
levantam-se na sua presença;
CONT. DO 44
Em cerimônias, as autoridades se
apresentam de acordo com a antiguidade,
os mais modernos chegam antes que os
mais antigos; e
Se você é militar e chegou num evento
onde tenha um militar mais antigo, é
mandatório ir cumprimentá-lo.
45) EM REUNIÕES SOCIAIS ou se chega
na hora marcada ou pouco depois
(15 minutos), nunca antes.

> EM CERIMÔNIAS E EVENTOS MILITARES,


deve-se chegar sempre antes da hora
marcada (em torno de 30 minutos).
46) QUANDO FARDADO, a
saudação militar a outro militar é
a continência, em postura marcial.

> Os três elementos da continência


são: ATITUDE, GESTO E DURAÇÃO.
47) A saudação militar nasceu nos
tempos medievais. DESDE ENTÃO, em
respeito às autoridades, SURGIU O
SINAL DE CONTINÊNCIA.

48) Admite-se o APERTO DE MÃO


após a saudação militar, desde que a
iniciativa para tal tenha sido tomada
pelo superior hierárquico.
49) AO CUMPRIMENTAR UM CIVIL, o
militar fardado poderá fazer-lhe uma
continência, como cortesia, além de
lhe dar o usual aperto de mão, ao que
SE DESCOBRIRÁ, EM SE TRATANDO DE
UMA SENHORA.
50)SE FOR UMA MILITAR, não se
descobrirá para efetuar qualquer
cumprimento. APENAS A
CONTINÊNCIA.
51) Não estão autorizados os
seguintes atos: “abraçar-se”,
“beijar-se” ou outras
manifestações afetivas ou
cumprimentos não previstos como
saudação entre militares.
52) A maneira como tratamos as
pessoas revela a nossa educação.

>Qualquer que seja o cumprimento


deve ser honesto.

> O BEIJO é uma forma educada de


cumprimento na nossa sociedade.
53) Todo cumprimento deve dizer
algo de positivo, como “bom dia, boa
tarde, como vai, seja bem vindo,
entre, sente, olá” etc.

54) O aperto de mão deve ser forte,


firme e equilibrado.
>O aperto deve ser rápido e seguro.
55) OS BEIJOS DEVEM SER
RÁPIDOS,. Para as mulheres,
atenção ao uso de batons .
56) APRESENTAÇÕES
As apresentações devem ser feitas
indicando os nomes completos;
Os mais jovens são apresentados
aos mais velhos, assim como o
mais moderno (seja homem ou
mulher) ao mais antigo;
CONT. DO 56
O homem é apresentado à mulher
(a iniciativa do cumprimento é da
mulher);
Mulher solteira é apresentada à
mulher casada;
Deve ser feita pelo anfitrião; e
CONT. DO 56
Deve ser feita pelo anfitrião; e
- NO MEIO SOCIAL: é facultativo à mulher
permanecer sentada enquanto o homem fica de
pé.
- EM AMBIENTE MILITAR: independentemente
do sexo, caso o mais antigo esteja de pé, é
mandatário que o mais moderno também
esteja;
- O homem sempre se levanta para
cumprimentar.
57) A conversação funciona, antes de
tudo, como introdução e base de todo
o relacionamento humano.
58) A nossa maneira de falar e a
linguagem correta são os elementos
representativos da nossa
personalidade. A etiqueta não
condena a gíria, mas o palavrão.
59) Um bom vocabulário são meios
eficazes de transmitir sua mensagem.
60) Geralmente é melhor falar pouco
do que demais.
61) A maior parte dos conflitos é
causada mais pelo tom de voz.
Não é necessário exagerarmos o tom
de voz para sermos convincentes.
62) Ser discreto é sinônimo de
elegância. Se alguém estiver
fofocando ao seu lado, a melhor coisa
a fazer é ouvir e esquecer.

63) Saber ouvir é uma qualidade


indispensável e tão importante
quanto saber falar.
64) GAFES: Recordar episódios a
serem esquecidos e esquecer fatos
que deveriam ser lembrados.
67) Há seis pecados capitais que
devem ser banidos de toda conversa:
a) Excesso de naturalidade: nada de
falar sobre doenças, problemas
cotidianos, intimidades etc;
b)Maledicência: prefira calar-se a falar
mal de alguém;
c)Falar de negócios: para isso
existem reuniões de negócios;
d)Consultas profissionais:
e)Piadas:
f)Intransigência: respeite a
religião, o paladar e a opinião
política dos outros.
68) Saiba o que fotografar, se o
momento é oportuno, se é
permitido, se tem permissão.

69) NUNCA postar ou publicar


informações de caráter sigiloso da
MB ou pessoais.
70) A correção do uniforme militar
NUNCA é excessiva. O andar
corretamente trajado, é uma
obrigação do militar.
Todo militar deve ter uma andaina
completa de uniformes.
a) atenção ao uniforme previsto para
o evento;
71) Quando primeiro usado, o
termo “cavalheirismo” significava
habilidade em lidar com cavalos.
Por volta do século XII, o
cavalheirismo se tornou um estilo
de vida.
72) Cavalheiros abrem a porta do carro
para as senhoras entrarem e saírem;
protegem as mulheres nas escadas.

73) Na relação entre um casal, o homem


deve tratar com deferência sua mulher
Havendo contenda, não deve pedir a
opinião de terceiros.
74) Um homem cavalheiro,
educado, prestativo e gentil com
as mulheres não deve se
descuidar e romper com o
princípio da hierarquia militar.
75) Um cavalheiro, ao andar numa
calçada com uma mulher, oferece o
lado de dentro, ficando na beira,
próximo à rua.
Numa cerimônia, sendo ela mais
moderna, esta se levantará, cedendo
seu lugar ao mais antigo.
76) Em ambientes militares a
hierarquia é a base e o
cavalheirismo está na educação do
militar, na sua postura, sem
protecionismos para com as
mulheres.
77) o militar como convidado ou
acompanhante de parente, cônjuge,
também militar, deverá fazê-lo no
uniforme previsto para a cerimônia, caso
de pertencerem ao mesmo círculo (oficiais
ou praças). os militares
de círculos diferentes aquele que
comparecer na condição de convidado
deverá fazê-lo em traje civil.

Interesses relacionados