Você está na página 1de 9

Novos cenários virtuais

de aprendizagem
Por Lilian Alves M. de Jesus
 1. Por que pensar novos cenários?
 2. Quais são os novos cenários?
 3. Que fatores influenciam a produção de conteúdos
nesses cenários?
 4. Quais as estratégias adequadas para aproveitamento
Sumário desses cenários?
 5. Qual a relação da coaprendizagem com os novos
cenários?
 6. Considerações finais.
 Referências.
 Pensar os diferentes cenários virtuais de
aprendizagem na contemporaneidade auxilia
1. Por que na identificação daqueles que podem ser
classificados como novos, facilitando a
pensar novos construção de questões norteadoras que
cenários? indiquem como transformar tais cenários em
efetivamente produtivos, plenamente
acessíveis e abertos a todos os interessados.
 Todos aqueles que se utilizam dos avanços nas
tecnologias digitais de informação e
comunicação – TDICs, notadamente os
baseados na web 2.0 (ou 3.0, como já falam
2. Quais são os alguns autores), para a promoção da educação
novos de maneira formal ou informal.
cenários?  A título de exemplificação pode-se citar as
redes sociais, os sites de streaming de vídeo e
os aplicativos (também conhecidos como apps)
para dispositivos móveis.
 São três os fatores influenciadores:
 A abertura da educação – ampliando a
aprendizagem em larga escala, eliminando
3. Que fatores barreiras para formação superior e disponibilizando
influenciam a materiais educacionais públicos e gratuitos.
produção de  A flexibilidade – maximizando o uso para fins de
aprendizagem dos dispositivos móveis, dos
conteúdos recursos integrados, da computação em nuvem e
nesses dos ambientes personalizados.
 A inclusividade – promovendo projetos como o das
cenários? cidades digitais para o acesso público à Internet, o
das cidades inteligentes com serviços
automatizados e os programas de inclusão digital.
4. Quais as
estratégias  Estratégias didáticas que possibilitem a
adequadas para aprendizagem social e colaborativa, tais como:
a cooperação entre pares, a utilização crítica e
aproveitamento segura das TDICs, a experimentação, a reflexão
desses e o forte incentivo à geração de conhecimentos
cenários? individuais e coletivos.
 Coaprendizagem pode ser conceituada
basicamente como uma postura didática que
reconhece estudantes e professores como
5. Qual a relação agentes que tanto aprendem quanto ensinam
no processo educativo, colocando-os como
da parceiros no processo colaborativo de
coaprendizagem aprendizagem, na construção do
conhecimento.
com os novos  Nos novos cenários virtuais de aprendizagem a
cenários? coaprendizagem fortalece a ideia de
aprendizagem colaborativa e de troca de
saberes, construindo, assim, uma verdadeira
comunidade de aprendizagem.
 Uma educação aberta, flexível e inclusiva é a
que vem sendo paulatinamente construída
com o auxílio das TDICs e da web 2.0. Eesse
6. Considerações ferramental delineia o que pode ser chamado
finais. de “novos cenários de aprendizagem virtual”,
onde a postura didática se baseia na
coaprendizagem, na mobilidade, na
interatividade, na personalização e na
aprendizagem colaborativa.
 BARROS, D.M.V.; ROMERO, C. S.; MOREIRA, J.
A. Cenários Virtuais de Aprendizagem,
colaboração e intercâmbio: a coaprendizagem
como uma estratégia didático pedagógica.
Referências Revistas Tempos e Espaços em Educação, v. 7,
n. 14, p.77-87, 2014. Disponível em:
<https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/vie
w/3453>. Acesso em: 10 maio 2018.