Você está na página 1de 25

FORMAÇÃO

E
DESENVOLVIMENTO
PROFISSIONAL
Questões
1. Formação e desenvolvimento profissional
Qual a relação? Quais os principais modos de trabalho em
formação?

2. Modos fundamentais de trabalho pedagógico


Investigações e projectos

3. Processos
Que mudanças ocorrem no professor? Qual o papel do individual e
do colectivo?

4. Problemas actuais
Que desafios? Que oportunidades? Que dificuldades?
1. Formação e
desenvolvimento profissional
Formação Desenvolvimento profissional
 de fora para dentro  de dentro para fora
 ênfase nas carências  ênfase nas potencialidades
 compartimentada, por  implica o professor como um
assuntos todo
 parte da teoria e muitas  teoria e prática interligadas
vezes não sai da teoria
 cursos  múltiplas formas (projectos,
trocas de experiências,
leituras, reflexões, etc)
1. Formação e desenvolvimento profissional

Formação e
desenvolvimento profissional
1. Formação e desenvolvimento profissional

Ideias-chave

1. O desenvolvimento profissional ao longo de toda a


carreira é um aspecto marcante da profissão docente

2. A sua finalidade é tornar os professores mais aptos a


conduzir um ensino adequado às necessidades e
interesses de cada aluno e a contribuir para a melhoria
das instituições educativas — realizando-se pessoal e
profissionalmente

3. A formação pode (e deve!) apoiar o desenvolvimento


profissional (ou seja, a formação e o desenvolvimento profissional
são noções diferentes mas não antagónicas)
1. Formação e desenvolvimento profissional

Desenvolvimento ao longo da carreira


Aluno Formando Profissional

Ciências da Educação
Matemática
PRÁTICAS/EXPERIÊNCIA
SABERES/COMPETÊNCIAS
Formação
PRÁTICAS/EXPERIÊNCIA docentes
profissional
SABERES/COMPETÊNCIAS
estudantis

Formação cultural

Ensino básico e Formação contínua


secundário Formação inicial
1. Formação e desenvolvimento profissional

Campos do desenvolvimento
profissional do professor
Aprender novos conteúdos e Assumir novos valores,
novas técnicas mudança de concepções
matemática finalidades e objectivos
educacionais
organização curricular princípios organizadores do
modos de trabalho na sala de aula trabalho na sala de aula
materiais didácticos visão da escola e da sociedade
instrumentos de avaliação relações interpessoais
autoimagem
autoestima

Desenvolver novas competências


reflexão, resolução de problemas profissionais, investigação...
capacidades relacionais, organizacionais...
Desenvolvimento para a mudança?
 A mudança é um processo que leva tempo e persistência
 a maioria dos sistemas resiste à mudança
 à medida que as pessoas avançam num processo de mudança, as suas
necessidades de apoio evoluem
 os esforços de mudança são eficazes quando a mudança almejada é
claramente definida, existe apoio e os dirigentes e as políticas apoiam
essa mudança
 as organizações que estão continuamente a melhorar têm mecanismos
permanentes para estabelecer objectivos, definir acções, avaliar os
resultados e fazer ajustamentos
 a mudança é complexa porque requer que as pessoas comuniquem umas
com as outras sobre assuntos complexos em grandes organizações,
pouco estruturadas
(Loucks-Horsley, Hewson, Love, Stiles, 1998)
2. Modos fundamentais de
trabalho pedagógico
• MTP 1 - Modo transmissivo e de orientação normativa, sendo a
pessoa em formação sobretudo considerada como objecto de
socialização (“Reciclagens”, cursos)

• MTP 2 - Modo incitativo e de orientação pessoal, onde a pessoa


em formação é considerada sobretudo sujeito da sua própria
socialização (Actividades práticas)

• MTP 3 - Modo de trabalho pedagógico apropriativo, centrado na


inserção social do indivíduo (Projectos, investigação-acção)

(Marcel Lesne, 1984)


2. Modos fundamentais de trabalho pedagógico

Projectos

Um projecto...
• é um conjunto de actividades para alcançar um objectivo
• assenta no protagonismo dos actores
• necessita de unidade entre a concepção e a execução
• atende à singularidade da situação
• vive permanentemente entre a teoria e a prática
• faz a gestão da complexidade e da incerteza
• situa-se entre as lógicas individuais e as lógicas colectivas
• caminha sempre entre o sucesso e o fracasso

(Jean-Pierre Boutinet, 1995)


2. Modos fundamentais de trabalho pedagógico

Formação e investigação
Na formação inicial - trabalhos, explorações, reflexões

 visita de estudo a escolas ou outras instituições, falando com


professores e alunos e elaborando um relato da visita

 entrevista (ou série de entrevistas) com um aluno, procurando


conhecer os seus processos de pensamento

 análise comparativa de diversos manuais escolares

 exploração das possibilidades de um dado instrumento (como o


Cabri-Géomètre ou a calculadora gráfica)

 planificação e realização de uma unidade didáctica, em turmas do


ensino básico ou secundário, elaborando um relatório escrito onde
apresentam e fundamentam as conclusões
2. Modos fundamentais de trabalho pedagógico

Formação e investigação
Na formação contínua - Realização de um projecto educativo

 Os participantes seleccionam uma unidade do programa para o qual


desenvolvem diversas tarefas, normalmente de natureza exploratória
e investigativa, definindo os objectivos da sua intervenção

 Discutem aspectos do currículo e estudam diversos instrumentos


úteis para a avaliação deste trabalho

 Observam as aulas uns dos outros (muitas vezes registando-as em


vídeo) e avaliam o respectivo resultado, recorrendo a instrumentos
como registos de observação, questionários, testes

 Por último, num relatório final, descrevem o seu trabalho e indicam as


suas conclusões
2. Modos fundamentais de trabalho pedagógico

Etapas na resolução de um
problema e numa investigação

Etapas Resolução de um problema, Investigação e


segundo Pólya investigação-acção

1 Compreender o problema Caracterizar a situação-problema

2 Conceber um plano Conceber um plano de trabalho

3 Executar o plano Executar o plano

4 Looking back Reflectir sobre o trabalho


realizado e identificar novas
questões para investigação
(George Pólya, 1945)
3. Processos associados ao desenvolvimento profissional...

Campos do desenvolvimento
profissional do professor

Aprendizagem de novos conteúdos


e novas técnicas Adopção de novos valores,
mudança de concepções

Estudo individual
Reflexão, investigação, projectos
Aprendizagem escolar
Socialização e enculturação

Desenvolvimento de novas competências


3. Processos associados ao desenvolvimento profissional...

Papel do individual e do colectivo


no desenvolvimento profissional

Há um importante elemento colectivo


e um não menos importante
elemento individual
3. Processos associados ao desenvolvimento profissional...

Papel do individual e do colectivo


no desenvolvimento profissional

O desenvolvimento profissional é favorecido por


contextos colaborativos
• institucionais (escola, grupo disciplinar)
• associativos (órgão, grupo de trabalho, núcleo)
• formais ou informais (grupos, colaborações)
3. Processos associados ao desenvolvimento profissional...

Papel do individual e do colectivo


no desenvolvimento profissional

O desenvolvimento profissional de cada professor é da sua


responsabilidade
– investir na profissão
– agir de modo responsável
– definir metas para o seu progresso
– fazer balanços sobre o percurso realizado
– reflectir com regularidade sobre a sua prática
– enfentar de frente as questões incómodas
3. Processos associados ao desenvolvimento profissional...

Uma história...

(complicação) Andava deveras descontente com a reacção dos alunos


relativamente às minhas propostas de trabalho, fossem elas a
resolução de problemas ou simples exercícios... Aquela situação tinha
de ser alterada! (resolução) Um dia, no momento de propor uma nova
tarefa, fi-lo decidido a autocontrolar-me e a não explicar como
habitualmente a sua resolução...
(complicação) As reacções foram imediatas: “O que é que é para
fazer?”, “Não percebo nada disto!” (complicação) É claro que, por essa
altura, já muitos alunos haviam desistido de trabalhar, contando com a
resolução final feita pelo professor. Enganaram-se. A “crise” transitou
para a aula seguinte (complicação) Na segunda aula muitos esperavam
que eu fizesse a correcção ou, muito simplesmente, esquecesse a aula
passada e continuasse a “dar” matéria
3. Processos associados ao desenvolvimento profissional...

(resolução) Ficaram muito surpreendidos quando me ouviram dizer que


a tarefa ia continuar. Mais resignados e com algum alento por mim
fornecido, jogaram-se ao trabalho e, desta vez, o seu comportamento
mudou para melhor. Insisti para que trocassem ideias e saberes. Alguns
já estavam a chegar ao fim e, aos poucos, todos se envolviam...

(avaliação) A opção não fora fácil, mas, no fim, as compensações foram


óbvias, quer para mim, quer para os alunos. Da minha parte, senti que
lhes havia proporcionado um momento de verdadeira aprendizagem.
Pois não foram eles que resolveram os exercícios? Quanto aos alunos,
e pelo que pude perceber, os efeitos foram benéficos a todos os níveis:
ao nível dos conhecimentos específicos, ao nível das atitudes para com
a Matemática e, a meu ver acima de tudo, foram benéficos no que diz
respeito ao desenvolvimento da confiança pessoal — “Eu sou capaz!”.
3. Processos associados ao desenvolvimento profissional...

(avaliação) Percebi logo que aquele era o ponto de partida que eu tanto
procurara. Tinha finalmente algo a que me agarrar, algo que eu podia
explorar dali em diante. (coda) E foi o que fiz. Até hoje.

(Rafael Pacheco, 1997)


4. Factores e actividades que influenciam
o desenvolvimento profissional

• Pessoais • Autoformação
• Projectos pessoais
• Condicionantes pessoais (e.g., familiares)

• Contexto • Sistema de carreira


profissional • Práctica lectiva, Actividades na escola
• Equipa de projecto, Actividades
associativas, Intervenção educativa
• Oportunidades de formação

• Contexto social • Mudanças económicas, sociais e políticas


e cultural
4. Problemas actuais

Atributos da formação

 favorece a colegialidade e a colaboração


 promove a experimentação e a assunção de riscos
 apoia-se em bases de conhecimento existentes
 envolve os participantes, tanto quanto possível, na tomada de
decisões sobre o seu DP
 proporciona tempo para praticar, reflectir e praticar no que se está
a aprender
 proporciona liderança e suporte prolongado
 proporciona recompensas e incentivos adequados
 o seu dispositivo reflecte o que se sabe sobre a aprendizagem e a
mudança
 integra objectivos, individuais, da escola e do sistema educativo
 interliga-se instrucional e organizativamente com outras iniciativas

(Loucks-Horsley, Hewson, Love, Stiles, 1998)


4. Problemas actuais

Oportunidades de formação
 acções/módulos de formação - centram-se em temas e na
transmissão de conteúdos
 seminários - incidem num tema e são baseados em estudo
individual
 círculos de estudo - focam-se num tema e têm uma forte
dinâmica colectiva e ligação com a prática
 oficinas de formação - incidem num aspecto da prática
profissional e envolvem cooperação, experimentação e reflexão
 projectos - têm por objectivo a elaboração de um produto
final, que constitua uma intervenção na prática teoricamente
fundamentada
 formação a distância
4. Problemas actuais

Do sistema educativo Do contexto


leis, recursos pressões sociais (expectativas...)
o sistema de carreira
oportunidades de formação
o sistema de créditos

Dificuldades

Das organizações
escola, grupo Dos actores
ambiente, espaço para iniciativas... conhecimentos, competências
atitudes e valores
a ideia da formação centrada no estudo de temas
o protagonismo assumido pelos professores
4. Problemas actuais

Desafios

Conhecimentos
Competências

Aluno
Professor

Atitudes
Valores A pessoa do professor