Você está na página 1de 10

Reino Protista

Prof. Ivano Casagrande Jr.


Reino Protista
• Unicelulares.
• Eucariontes.
• Heterótrofos
(protozoários) ou
Autótrofos (algas).
• Protozoários e algas
Euglenofíceas,
Pirrofíceas e
Crisofíceas.
• Vida livre ou parasitas.
Protozoários Sarcodíneos ou Rizópodos
• Locomoção por pseudópodos.
• Nutrição por fagocitose.
• Digestão intracelular.
• Vida livre (aquáticos) ou
parasitas.
• Vacúolos Pulsáteis ou Contráteis
para controle osmótico.
• Reprodução assexuada por
divisão binária.
• Nome genérico  Amebas.
• Ex.: Amoeba proteus (vida livre)
e Entamoeba histolytica
(parasita).
Protozoários Flagelados
• Locomoção por flagelos.
• Mutualísticos ou
parasitas.
• Digestão intracelular.
• Reprodução assexuada
por divisão binária.
• Ex.: Trichonymphas sp.
(mutualístico),
Trypanosoma cruzy
(parasita), Giardia lambia
(parasita), Leishmania
brasiliensis (parasita).
Protozoários •
Ciliados
Locomoção por cílios.
• Nutrição pelo sulco oral.
• Digestão intracelular.
• Macro e micronúcleo.
• Vacúolos Pulsáteis ou
Contráteis.
• Excreção pelo citoprocto.
• Vida livre, mutualísticos ou
parasitas.
• Reprodução assexuada por
divisão binária e sexuada por
conjugação.
• Ex.: Paramaecium spp (vida
livre), Balantidium coli
(parasita).
Protozoários Esporozoários
• Sem estruturas de
locomoção.
• Parasitas.
• Ciclo vital complexo.
• Reprodução por
metagênese: fase
assexuada por divisão
múltipla (esporogonia) e
fase sexuada por
fecundação.
• Ex.: Plasmodium spp.
Malária
• Maleita, Paludismo, Febre
Palustre ou Impaludismo.
• Agentes: Plasmodium vivax, P.
malariae, P. falciparum.
• Vetor: fêmea do mosquito
Anopheles sp.
• Lesões no fígado, baço, anemia
por destruição das hemácias.
• Fase Sexuada: no tubo
digestivo do mosquito,
formação dos esporozoítos.
• Fase Assexuada: no homem,
formação dos merozoítos (no
fígado), diferenciação em
gametócitos (nas hemácias)
Euglenofitas • Autótrofos por fotossíntese.
• Presença de cloroplastos.
• Maioria de água doce.
• Componente importante do
fitoplâncton.
• Vacúolo pulsátil para controle
osmótico.
• Estigma para percepção de luz.
• Paramilo como reserva.
• Locomoção por um flagelo.
• Reprodução assexuada por
cissiparidade.
Pirrofitas
• Dinoflagelados.
• Autótrofos por fotossíntese.
• Maioria marinhas.
• Locomoção por dois flagelos.
• Presença de bioluminescência.
• Reserva: amido e óleos.
• Reprodução assexuada por
cissiparidade.
• Responsáveis pela maré
vermelha.
Crisofitas • Algas douradas.
• Autótrofos por fotossíntese.
• Marinhas.
• Sem cílios ou flagelos.
• Parede celular impregnada de
 

sílica formando uma


“carapaça” (frústula).
• Gotas de óleo como reserva.
• Reprodução assexuada por
cissiparidade ou sexuada por
conjugação.
• Diatomitos: depósitos de
frústulas usados na
fabricação de cosméticos,
filtros, cerâmicas, pastas de
dente.