Você está na página 1de 18

AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS

OS FASCISMOS - TEORIA E PRÁTICAS


AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
Contexto de afirmação dos totalitarismos
REGIMES TOTALITÁRIOS: FASCISTA E NAZI
Efeitos da O totalitarismo consolidou-se Consequências da
Primeira Guerra nas décadas de 30 e 40 Crise de 1929

em Itália: na Alemanha:
Benito Mussolini Adolf Hitler
Partido Nacional Fascista Partido Nacional Socialista
(PNF) dos Trabalhadores Alemães
(Partido Nazi)

CARACTERÍSTICAS GERAIS:
• Poder do Estado e do chefe.
• Partido único.
• Suspensão das liberdades.
• Submissão da sociedade.
• Economia sob controlo do Estado.
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas

Símbolo do Partido Bandeira do Terceiro Reich


Nacional Fascista italiano ou Alemanha nazi

O FASCISMO ITALIANO E O NAZISMO ALEMÃO


APRESENTAM PRINCÍPIOS IDEOLÓGICOS COMUNS
NO DOMÍNIO POLÍTICO

RECUSAVAM DEFENDIAM

• A divisão do poder. • O Estado forte e centralizado.


• O parlamentarismo. • O partido único.
• O pluripartidarismo. • O nacionalismo exacerbado.
• As liberdades individuais. • A primazia do Estado e da
Nação sobre o indivíduo.
• O liberalismo e a democracia.
• O imperialismo e o militarismo.
• O socialismo e o comunismo.
• O racismo.
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas

Símbolo do Partido Bandeira do Terceiro Reich


Nacional Fascista italiano ou Alemanha nazi

O FASCISMO ITALIANO E O NAZISMO ALEMÃO


APRESENTAM PRINCÍPIOS IDEOLÓGICOS COMUNS
NO DOMÍNIO ECONÓMICO E SOCIAL
DIRIGISMO ECONÓMICO CRIAR UM “HOMEM NOVO” e UMA ELITE
Desenvolver a independência
económica do Estado ou a autarcia

MEIOS:
• Ditadura do partido único.
• Culto do chefe e da sua personalidade.
• Recurso ao terror e à força.
• Polícia política, campos de concentração e de extermínio.
• Enquadramento da juventude e da população.
• Supressão das liberdades individuais.
• Propaganda.
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
Uma Nova Ordem Nacionalista, Antiliberal e Antissocialista

Mussolini saúda a multidão. Cartaz de propaganda nazi onde se pode


ler: “Sim Führer, nós seguimos-te!”
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
Imperialismo e Militarismo

Cartaz de propaganda fascista onde se lê: Cartaz de propaganda, 13 de março 1938:


“A ITÁLIA TEM FINALMENTE O SEU IMPÉRIO”. “UM POVO, UM IMPÉRIO, UM CHEFE”.
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
Elites e Enquadramento das Massas
MEIOS E INSTITUIÇÕES DE
ELITES E DESIGUALDADE SOCIAL
ENQUADRAMENTO DAS MASSAS
Criação de um “Homem NOVO” • Promoviam a submissão e a obediência.
• Com devoção e culto ao chefe. • Anulavam a crítica e a vontade individual.
• Defensor do Estado e dos valores
da guerra.
• Organizações fascistas de juventude.
• Defensor do nacionalismo,
da disciplina e da ordem. • Ensino e manuais escolares.

As elites, constituídas • A doutrinação nos adultos


por membros do partido, • Filiação no partido único e nos sindicatos
lideravam a nação. autorizados.
• Participação em organizações recreativas.

A propaganda e a arte eram meios de divulgação dos valores fascistas.


AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
Os fascismos criaram meios e instituições de enquadramento das massas,
tanto para a juventude como para os adultos.
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
Os fascismos criaram meios e instituições de enquadramento das massas,
tanto para a juventude como para os adultos.
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
O Culto da Força e da Violência
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
O Culto da Força e da Violência
Foram criados meios e
instituições repressivas:

A censura

A polícia política

As milícias paramilitares

Os campos de concentração

Adotaram medidas repressivas a partir de 1933.


AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
A Negação dos Direitos Humanos

O antissemitismo propagou-se na Alemanha hitleriana.


AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
A Negação dos Direitos Humanos e o Racismo
A NEGAÇÃO DOS
O RACISMO
DIREITOS HUMANOS
• Perseguição, marginalização • Defesa da superioridade da raça ariana.
e extermínio: • Legislação que visava o aperfeiçoamento
- dos fracos; físico e mental da raça ariana:
- dos ciganos; - as Leis de Nuremberga legitimaram
- dos eslavos; a perseguição aos judeus.
- dos socialistas, dos comunistas
e dos liberais. • Separação e isolamento dos judeus
em guetos.
• Adoção de práticas repressivas.
• Obrigatoriedade de usar a estrela amarela.
• Adoção da “solução final”.
• Envio para campos de extermínio:
o genocídio, ou holocausto.
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
A Autarcia como Modelo Económico

Adoção de formas de organização


que tinham em vista:

A recuperação económica

A promoção da autarcia
(autossuficiência) da nação
A proteção da economia nacional
face às crises capitalistas
O controlo ou dirigismo
sobre a economia
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
A Autarcia como Modelo Económico

Em Itália promoveu-se:
• a “batalha do trigo”.
• a “batalha da lira” .
• a “batalha da bonificação”.
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
A Autarcia como Modelo Económico

Na Alemanha
• Relançaram-se as indústrias.
• Recorreu-se à concentração industrial.
• Criou-se um programa de rearmamento.
• Promoveram-se obras públicas.
• Incentivou-se a produção agrícola
para alcançar a autarcia.

Cartaz de propaganda nazi


apresenta o desenvolvimento industrial como
meio para obter trabalho (Arbeit) e o pão (Brot).
AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS|Os fascismos - teoria e práticas
A Autarcia como Modelo Económico
NA ITÁLIA E NA ALEMANHA

A iniciativa privada foi mantida, Estimulou-se o consumo de produtos nacionais.


mas colocada ao serviço dos As tarifas alfandegárias foram aumentadas para
interesses do Estado diminuir as importações.

O FASCISMO ITALIANO

Promoveu a colaboração entre as classes para


anular a oposição entre patrões e trabalhadores.
Adotou o Corporativismo como Os grupos socioeconómicos foram organizados,
modelo económico e social por ramo de atividade, em corporações.

As greves e o lock-out foram proibidos.


AS OPÇÕES TOTALITÁRIAS
OS FASCISMOS - TEORIA E PRÁTICAS