Você está na página 1de 45

Universidade de Cuiabá - UNIC

Núcleo de Disciplinas Integradas


Disciplina: Saúde Coletiva I

Saúde da Família:
estratégia de reorientação
do modelo assistencial

Profª Msc. Ana Cássia Lira Amorim da Silva


• Estratégia de reorientação do modelo
assistencial, operacionalizada mediante a
implantação de equipes multiprofissionais
em unidades básicas de saúde.

• Responsabilidade das equipes:
– Ações de promoção da saúde;
Estratégia Saúde da Família

– Ações de prevenção a doenças ;


– Ações de recuperação da saúde;
– Ações de reabilitação de doenças e
agravos mais frequentes;
– Manutenção da saúde da comunidade.
• Objetivo Geral
• Contribuir para a reorientação do modelo
assistencial à partir da atenção básica, em
conformidade com os princípios do Sistema
Único de Saúde, imprimindo um a nova
dinâmica de atuação de responsabilidades entre
os serviços de saúde e a população.
Estratégia Saúde da Família


• Finalidade
• Reorganizar a prática da atenção à saúde em novas
bases e substituir o modelo tradicional, levando
a saúde para mais perto da família e, com isso,
melhorar a qualidade de vida dos brasileiros.

Estratégias
• Priorizar as ações de prevenção, promoção e
recuperação da saúde das pessoas, de forma
integral e contínua.
• Prestar atendimento na unidade básica de saúde
ou no domicílio.
Estratégia Saúde da Família

• Criar vínculos de co-responsabilidade entre os


profissionais e a população acompanhada
• Facilitar a identificação e o atendimento aos
problema de saúde da comunidade.
Estratégias
• Priorizar as ações de prevenção, promoção e
recuperação da saúde das pessoas, de forma
integral e contínua.
• Prestar atendimento na unidade básica de saúde
ou no domicílio.
Estratégia Saúde da Família

• Criar vínculos de co-responsabilidade entre os


profissionais e a população acompanhada
• Facilitar a identificação e o atendimento aos
problema de saúde da comunidade.
• Incorpora e reafirma os princípios básicos do SUS
Estratégia Saúde da Família
Princípios básicos
1 - Caráter Substitutivo

2 - Integralidade e Hierarquização

– Estar inserida no primeiro nível de ações e


serviços do sistema local de assistência,
Estratégia Saúde da Família

denominado atenção básica.


– Estar vinculada à rede de serviços.
– Garantir atenção integral aos indivíduos e
famílias.
Princípios básicos

– Assegurar referência e contra-referência


para clínicas e serviços de maior
complexidade.


3 - Territorialização e cadastramento da clientela
– Território de abrangência definido;

– Cadastramento e o acompanhamento da
população vinculada a esta área;
Estratégia Saúde da Família


– A equipe seja responsável por, no máximo,
4.500 pessoas ( 600 a 1.000 famílias);
Princípios básicos


– Cada equipe do PSF tenha de quatro a seis
Agentes Comunitários de Saúde (ACS),
em média um ACS para 575 pessoas
acompanhadas.


• As Unidades
Básicas do
Estratégia Saúde da Família

programa são
capazes de
resolver 85%
dos problemas
de saúde em
Resolutividade

sua
comunidade.

É necessário, que os profissionais da odontologia
conheçam, aceitem e pratiquem os conceitos e
princípios da Saúde da Família e desenvolvam
habilidades para o trabalho multiprofissional.
Estratégia Saúde da Família

Só assim eles poderão realizar, numa USF, o trabalho


fundamental que deles se espera.
Equipe de saúde bucal

A proporção deverá ser de uma equipe de saúde bucal


para cada duas equipes de saúde da família.
Atuação da ESB na ESF

Participar do processo de planejamento,


acompanhamento e avaliação das ações desenvolvidas no
território adstrito.
Equipe de saúde bucal (ESB)
Estratégia Saúde da Família

• Identificar as necessidades e expectativas da população


em relação à saúde bucal.

• Estimular e executar medidas de promoção da saúde,


atividades educativas e preventivas em saúde bucal.

Executar ações básicas de vigilância epidemiológica em


sua área de abrangência.
Atuação da ESB na ESF

Organizar o processo de trabalho de acordo com as


diretrizes do PSF e do plano municipal de saúde.
Equipe de saúde bucal (ESB)

• Sensibilizar as famílias para a importância da saúde


Estratégia Saúde da Família

bucal na manutenção da saúde.

• Realizar visitas domiciliares de acordo planejamento


da USF.

• Desenvolver ações intersetoriais para a promoção da


saúde bucal
Estratégia Saúde da Família
Reestruturação do sistema de
saúde
Diferença entre os modelos
MODELO ANTIGO MODELO DA SAÚDE DA
FAMÍLIA
Com base no conceito de saúde Com base no conceito de saúde
como ausência de doença. como qualidade de vida.
Com base em práticas, muitas vezes, Na perspectiva da prestação de
clientelistas . serviços de saúde como direito de
Concentrado na atenção do cidadania. na atenção do coletivo.
Concentrado
indivíduo.
Concentrando sua atenção no Concentrando sua atenção na pessoa
doente. saudável.
Diferença entre os modelos
MODELO ANTIGO MODELO DA SAÚDE DA
FAMÍLIA
Tendo o hospital como unidade Princípio de hierarquização, com
central dominante. três níveis articulados entre si.
Com o domínio de intervenção do Com o predomínio de intervenção
profissional médico. de uma equipe interdisciplinar.
Não considerando a realidade e Considerando a participação
autonomia local e não valorizando a comunitária e garantindo autonomia
participação comunitária. para as equipes nas ações de
planejamento em nível local junto às
áreas descentralizadas de saúde.
Diferença entre os modelos
MODELO ANTIGO MODELO DA SAÚDE DA
FAMÍLIA

Tendo como base de Com base na estruturação dos


funcionamento o atendimento da atendimentos em torno da
Segmentando e desagregando
demanda espontânea. Com baseorganizada
demanda na percepção
e integral
sua atenção sobre o ser humano, do ser humano, articulando as
acolhimento.
estimulando a prática médica ações de promoção da saúde,
especializada. prevenção e recuperação de
doenças.


• Redução da morbimortalidade, através
de ações de promoção da saúde e
Estratégia Saúde da Família

prevenção de agravos mais


freqüentes evitando internações
desnecessárias e melhorando a
O QUE SE ESPERA

qualidade de vida da população.



• Através do Sistema de Informação de Atenção
Básica – SIAB, onde a Alimentação é
obrigatória.

Estratégia Saúde da Família
Monitoramento e avaliação

• Alimentação obrigatória:
– Dados cadastrais
• Das equipes de saúde da família;
• Das famílias acompanhadas pelo
PSF.


Saúde da Família no Brasil - uma análise de
indicadores selecionados (1998 – 2005)
Saúde da Família no Brasil - uma análise de
indicadores selecionados (1998 – 2005)
Saúde da Família no Brasil - uma análise de
indicadores selecionados (1998 – 2005)
Saúde da Família no Brasil - uma análise de
indicadores selecionados (1998 – 2005)
Evolução na cobertura da
Saúde da Família
Estratégia Saúde da Família
Evolução na cobertura
Estratégia Saúde da Família
Evolução na cobertura
Estratégia Saúde da Família
Evolução na cobertura
Estratégia Saúde da Família
Evolução na cobertura
Composição da
Equipe de
Saúde da
Família
• Equipe mínima: um médico, um enfermeiro,
um auxiliar de enfermagem e seis ou mais
agentes comunitários de saúde (ACS).

• A partir de 2000: foram incluídas as equipes
Estratégia Saúde da Família

de saúde bucal (SB): cirurgião-dentista,


técnico de higiene dental (THD) e auxiliar de
consultório dentário (ACD), dependendo da
Composição da equipe

modalidade escolhida.
• Atender a todos os
integrantes de cada família
da sua área adstrita; na
unidade e quando
necessário, no domicílio.
Atribuições dos profissionais


Estratégia Saúde da Família

• aliar a atuação clínica à


prática da saúde coletiva

MÉDICO

• Desenvolver com os demais


integrantes da equipe,
ações preventivas e de
promoção da qualidade de
vida da população.
• Realizar o pronto atendimento médico nas
urgências e emergências;

• Encaminhar aos serviços de maior complexidade,
quando necessário, garantindo a continuidade
Atribuições dos profissionais

do tratamento na USF, por meio de um sistema


Estratégia Saúde da Família

de acompanhamento e de referência e contra-


referência;

MÉDICO

• Realizar pequenas cirurgias ambulatoriais;


• Solicitar exames complementares;
• Verificar e atestar óbito.

• Supervisionar o trabalho do ACS e
do Auxiliar de Enfermagem

• Realizar consultas na unidade de
saúde e no domicílio quando
Atribuições dos profissionais

necessário.
Estratégia Saúde da Família


• Solicitar exames complementares.
ENFERMEIRO


 Prescrever/transcrever
medicações, conforme protocolos
estabelecidos nos Programas do
MS e as disposições legais da
profissão.
• Planejar, gerenciar, coordenar, executar e
avaliar a USF;

• Executar as ações de assistência integral em
Atribuições dos profissionais

todas as fases do ciclo de vida– no nível de


Estratégia Saúde da Família

suas competências, executar assistência.



ENFERMEIRO

• Aliar a atuação clínica à prática da saúde


coletiva.
• Realizar procedimentos de enfermagem
dentro das suas competências técnicas
e legais na unidade de saúde ou no
domicílio quando necessário.
Atribuições dos profissionais


AuxiLIAR DE ENFERMAGEM

• Preparar o usuário para consultas


Estratégia Saúde da Família

médicas e de enfermagem, exames e


tratamentos na USF;

• Zelar pela limpeza e ordem do material,
de equipamentos e de dependências
da USF, garantindo o controle de
infecção;


• Realizar busca ativa de casos, como tuberculose,
hanseníase e demais doenças de cunho
epidemiológico;

Atribuições dos profissionais

• No nível de suas competências, executar


AuxiLIAR DE ENFERMAGEM

assistência básica e ações de vigilância


Estratégia Saúde da Família

epidemiológica e sanitária;

• Realizar ações de educação em saúde aos grupos
de patologias específicas e às famílias de risco,
conforme planejamento da USF.

• Realizar o mapeamento de
cada área;

• Realizar o cadastramento das
famílias;
Atribuições dos profissionais
Agente Comunitário de Saúde
Estratégia Saúde da Família


• Estimular a comunidade para
práticas que proporcionem
melhores condições de saúde e
de vida.

• Fazer a ligação entre as famílias
e o serviço de saúde, visitando
cada domicílio pelo menos um
vez por mês


Realizar levantamento epidemiológico para
traçar o perfil de saúde bucal da população
adstrita;

Realizar o tratamento integral, no âmbito da
Atribuições dos profissionais

atenção
Estratégia Saúde da Família

básica para a população adstrita;


Cirurgião Dentista

Encaminhar e orientar os usuários que


apresentarem problemas mais complexos a
outros níveis de assistência.

Realizar atendimentos de primeiros cuidados
nas urgências;
Realizar pequenas cirurgias ambulatoriais;

Prescrever medicamentos e outras orientações na
conformidade dos diagnósticos efetuados;
Atribuições dos profissionais
Estratégia Saúde da Família

Emitir laudos, pareceres e atestados sobre assuntos de


sua competência;
Cirurgião Dentista


Executar as ações de assistência integral, aliando a
atuação clínica à de saúde coletiva, assistindo as
famílias, de acordo com planejamento local;

Coordenar ações coletivas voltadas para a promoção e
prevenção em saúde bucal;

Programar e supervisionar
o fornecimento de insumos
para as ações coletivas;

Capacitar as equipes de
Atribuições dos profissionais

saúde da família no que se


Estratégia Saúde da Família

refere às ações educativas e


preventivas em saúde
Cirurgião Dentista

bucal;

Supervisionar o trabalho
desenvolvido pelo THD e o
ACD.
Sob a supervisão do cirurgião dentista, realizar
procedimentos preventivos, individuais ou coletivos;

Realizar procedimentos reversíveis em atividades
Atribuições dos profissionais

restauradoras, sob supervisão do cirurgião dentista;


Estratégia Saúde da Família

Técnico em Higiene Dental


Cuidar da manutenção e conservação dos
equipamentos odontológicos;

Acompanhar e apoiar o desenvolvimento dos
trabalhos da equipe de saúde da família no tocante à
saúde bucal.
Proceder à desinfecção e esterilização de materiais e
instrumentos utilizados;

Sob supervisão do cirurgião dentista ou do THD,
realizar procedimentos educativos e preventivos aos
Atendente de consultório dentário
Atribuições dos profissionais

usuários, individuais ou coletivos;


Estratégia Saúde da Família

Preparar e organizar o instrumental e materiais


necessários para o trabalho;

Instrumentalizar o cirurgião dentista ou THD
durante a realização de procedimentos clínicos;

Cuidar da manutenção e conservação dos
equipamentos odontológicos;
 Garantido pelo PAB - Piso de Atenção Básica à
Saúde (NOB/96);
 E pelos incentivos, que compõem a parte variável
do PAB, adicionados aos recursos de fontes
estaduais e municipais.
Estratégia Saúde da Família


• Portaria 1.329, de 12/11/99:
 De acordo com a faixa de cobertura, os municípios
passam a receber incentivos diferenciados,
conforme a tabela Faixa de Cobertura
Financiamento

Populacional e Valores Anuais do Incentivo


Financeiro por Equipe.


• Existe também um incentivo adicional para a
implantação de novas equipes, num valor de R$
10.000,00.

• Além do incentivo às equipes, o município recebe
Estratégia Saúde da Família

um incentivo fixo por ACS no valor de R$


2.200,00 ACS / ANO.
Financiamento
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde.
Departamento de Atenção Básica. Guia prático do Programa
Saúde da Família. Disponível em :
http://dab.saude.gov.br/docs/geral/guia_psf.pdf
Referência Bibliográfica

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde.


Departamento de Atenção Básica. Saúde da família no Brasil
: uma análise de indicadores selecionados : 1998-
2005/2006 / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à
Saúde, Departamento de Atenção Básica – Brasília : Ministério
da Saúde, 2008. 200 p. : il. – (Série C. Projetos, Programas e
Relatórios). Disponível em:
http://
dab.saude.gov.br/docs/publicacoes/geral/saude_familia_no_brasil_uma_a