Você está na página 1de 29

Professora: Vanessa Érica da Silva Santos

 Voto à descoberta- Todos tem acesso à


escolha do eleitor;
 Voto Secreto com cédula individual- cada
cargo uma cédula.
 Voto Secreto com Cédula Oficial- Cada cédula
continha todos os cargos para o eleitor
assinalar.
 Voto Mecânico- Urna eletrônica.
 OBS: em situações excepcionais o TSE poderá
substituir o uso das urnas eletrônicas por
cédulas oficiais.
 Nome;
 Cargo
 Partido
 Eleições Gerais (ordem)
 Deputado Federal (4 dígitos)
 Deputado Estadual (5)
 Senador (3)
 Governador (2)
 Presidente(2)
 Eleições Municipais
 Vereador ( 5 dígitos)
 Prefeito (2)

 Voto de legenda é o voto dado diretamente ao


partido político.
 Voto nominal é o voto dado diretamente ao
candidato.

 Obs: se os dois primeiros números forem de


algum partido, mesmo que se errem os demais,
computará como voto de legenda.
 Distritão- São eleitos os mais votados em
cada estado ou município,
independentemente do partido. (Se
assemelha ao sistema marjoritário simples)
 Proporcional com Lista Fechada- Eleitor só
vota no partido, que define uma lista
preordenada os políticos a serem eleitos.
 Proporcional com Lista Aberta- Eleitor pode
votar no partido ou no candidato.
 Proporcional com lista flexível- legenda
monta a lista, que os mais votados podem
alterar a ordem.
 Sistema de dois turnos- O eleitor vota
primeiro no partido para definir quantas
cadeiras cada legenda terá depois dos
candidatos. (modelo mexicano)
 Sistema Distrital Misto- Metade das vagas é
preenchido pelo sistema proporcional e a
outra pelo distrital.

 Sistema Eleitoral é a forma como um


candidato é eleito.
 Sistemas Eleitorais
 Majoritário simples (um turno)- Prefeitos e
vice prefeitos em Municípios até 200 mil
eleitores.
 Senadores e suplentes
 Majoritário em dois turnos- Prefeito e Vice
prefeitos para Municípios com mais de 200
mil eleitores e será adotado também para
Presidente da República e Governador de
Estado.
 OBS- eleitores e não população.
 Proporcional- Deputados federais, Estaduais
e Distritais e vereadores.

O que é maioria?
 Art. 2º Será considerado eleito o candidato a Presidente ou a Governador
que obtiver a maioria absoluta de votos, não computados os em branco
e os nulos.

 § 1º Se nenhum candidato alcançar maioria absoluta na primeira


votação, far-se-á nova eleição no último domingo de outubro,
concorrendo os dois candidatos mais votados, e considerando-se eleito
o que obtiver a maioria dos votos válidos.

 § 2º Se, antes de realizado o segundo turno, ocorrer morte, desistência


ou impedimento legal de candidato, convocar-se-á, dentre os
remanescentes, o de maior votação.

 § 3º Se, na hipótese dos parágrafos anteriores, remanescer em segundo


lugar mais de um candidato com a mesma votação, qualificar-se-á o
mais idoso.

 § 4º A eleição do Presidente importará a do candidato a Vice-Presidente


com ele registrado, o mesmo se aplicando à eleição de Governador.
 Art. 3º Será considerado eleito Prefeito o
candidato que obtiver a maioria dos votos,
não computados os em branco e os nulos.

 § 1º A eleição do Prefeito importará a do


candidato a Vice-Prefeito com ele registrado.

 § 2º Nos Municípios com mais de duzentos


mil eleitores, aplicar-se-ão as regras
estabelecidas nos §§ 1º a 3º do artigo
anterior.
 Direitos do cidadão (eleitor)
 Nem todo nacional é cidadão (eleitor)
 Em regra, todo cidadão é antes nacional.

 Existe algum caso de cidadão estrangeiro?

 * Português equiparado
 Democracia- Soberania popular;
 Se manifesta por meio dos direitos políticos;

 Alistamento Eleitoral- Forma de adquirir os


direitos políticos.
 Art.14 §1º os que podem se alistar:
 Facultativo para os maiores de 16 e menores
de 18 anos; analfabetos; e maiores de 70
anos;

 Obs: o analfabeto possui alistabilidade, mas


não possui elegibilidade. Capacidade ativa,
mas não passiva.
 Obrigatório para:
 Brasileiros, alfabetizados entre 18 e 70 anos;

 Inalistáveis (art.14, §2º da CF)

 Conscritos- aquele que está cumprindo o


serviço militar obrigatório (não é o de carreira
militar)
 Estrangeiros
 * exceção: português equiparado
 Sufrágio é a essência dos direitos políticos;
 todas as manifestações dos direitos políticos
são através do sufrágio;
 O direito de votar é uma das manifestações
do sufrágio, mas o sufrágio não se encerra no
direito de votar e ser votado.
 Sufrágio e voto não são sinônimos;
 Voto é um instrumento, é uma ferramenta do
sufrágio.
 Sufrágio:
 Capacitário- discrimina em razão da sua
incapacidade intelectual; (1824, 1891 a
mulher não votava, o analfabeto não votava)

 Censitário- discrimina em razão da renda;


(1824, 1891, os mendigos não votavam)

 Universal- (CF/88) Não traz discriminações


negativas entre as pessoas;
 Manifestações positivas ativas:

 1- Iniciativa popular (federal, estadual e


municipal);
 Art.61, §2º
 Requisitos:
 1 % do eleitorado nacional;
 5 Estados (distribuídos);
 0
 3 0,3% do eleitorado local;
 Projetos de Lei Ordinária e Projeto de Lei
complementar;
 Não Há iniciativa popular para a PEC;
 Art.27, 4º da CF- uma Lei ordinária disporá
sobre a iniciativa popular no âmbito dos
Estados.
 Art.29, XIII - iniciativa popular de projetos de
lei de interesse específico do Município, da
cidade ou de bairros, através de manifestação
de, pelo menos, cinco por cento do
eleitorado;
 2- Plebiscitos e Referendos;
 Consultas populares; se diferenciam com relação ao
momento de realização.
 Plebiscito- prévio
 Art.18, §§3° e 4º
 § 3º Os Estados podem incorporar-se entre si, subdividir-se ou desmembrar-se
para se anexarem a outros, ou formarem novos Estados ou Territórios Federais,
mediante aprovação da população diretamente interessada, através de plebiscito,
e do Congresso Nacional, por lei complementar.
 § 4º A criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios, far-
se-ão por lei estadual, dentro do período determinado por Lei Complementar
Federal, e dependerão de consulta prévia, mediante plebiscito, às populações dos
Municípios envolvidos, após divulgação dos Estudos de Viabilidade Municipal,
apresentados e publicados na forma da lei. (Redação dada pela Emenda
Constitucional nº 15, de 1996)
 Ex: Belém do Pará
 Referendo- posterior
 Ratificar ou retirar a eficácia
 Ex: Referendo do desarmamento, ratificou para
continuar da mesma forma;
 3. Ação Popular
 Legitimidade: Apenas por cidadãos;
Brasileiros natos ou naturalizados (*
português equiparado)
 instrumento destinado à anulação de atos
lesivos ao patrimônio público, à moralidade
administrativa, ao meio ambiente e ao
patrimônio histórico e cultural. Ou seja, os
cidadãos brasileiros podem propor uma ação
popular sempre que considerarem que uma
ação do poder público foi prejudicial a algum
desses itens. O remédio é regulamentado
pela Lei 4.717, de 1965.
 4- Voto
 Clausula pétrea. Art.60, §4º, II da CF; II - o
voto direto, secreto, universal e periódico;

 OBS: Não trouxe a obrigatoriedade como


clausula pétrea. Então, o voto facultativo
pode ser criado no Estado Brasileiro.
 Elegibilidade;
 Possibilitar ser candidato;
 Condições cumulativas;
 Art.14, §3º
 § 3º São condições de elegibilidade, na forma da lei:

 I - a nacionalidade brasileira (alguns cargos exigem ser


brasileiro nato);

 II - o pleno exercício dos direitos políticos (casos de perda


e suspensão de direitos políticos);

 III - o alistamento eleitoral (nem todos que podem votar


podem ser votados, porém, todos que podem ser votados,
podem votar. Ex. Analfabeto)
 IV - o domicílio eleitoral na circunscrição;
 Pelo menos um ano ano antes do pleito
 V - a filiação partidária; Regulamento (não se admite
candidatura avulsa)

 VI - a idade mínima de: (3530 2118 telefone


constitucional)

 a) trinta e cinco anos para Presidente e Vice-


Presidente da República e Senador;

 b) trinta anos para Governador e Vice-Governador de


Estado e do Distrito Federal;

 c) vinte e um anos para Deputado Federal, Deputado


Estadual ou Distrital, Prefeito, Vice-Prefeito e juiz de
paz;

 d) dezoito anos para Vereador


 1- Inelegibilidade- aquele que não pode se
candidatar, não pode exercer seu direito passivo;
 1.1- Absoluta- Não concorre a cargo nenhum
(art.14, §4º CF) os inalistáveis e os
analfabetos(possui alistabilidade, mas não
elegibilidade);- se esgotam na CF e não podem
ser ampliadas por legislação infraconstitucional;

 1.2- Relativas- Restringe a alguns cargos;


 Art. 14§9º. LC pode ampliar as hipóteses de
inelegibilidades relativas;
 Art. 14, §5º Reeleição.
 § 5º O Presidente da República, os Governadores
de Estado e do Distrito Federal, os Prefeitos e
quem os houver sucedido, ou substituído no
curso dos mandatos poderão ser reeleitos para
um único período subseqüente.

 O titular de cargo no executivo, seja prefeito,


governador ou Presidente da República, não pode
concorrer ao 3º mandato consecutivo no mesmo
cargo.

 Prefeito intinerante- Proibido pelo STF!

 Não há número máximo de reeleições para


mandatos no legislativo.
 Desincompatibilização- Não se aplica ao
legislativo.
 Exige a renúncia do chefe do executivo até 6
meses antes do pleito eleitoral, para quem
pretende concorrer a outro cargo eletivo.

 Art.14§ 6º Para concorrerem a outros cargos,


o Presidente da República, os Governadores
de Estado e do Distrito Federal e os Prefeitos
devem renunciar aos respectivos mandatos
até seis meses antes do pleito.
 Não há desincompatibilização para reeleição;
 Inelegibilidade reflexa
 A família se torna inelegível em razão do
cargo por ele ocupado.
 Evitar a cultura paternalista.
 Art.14, § 7º São inelegíveis, no território de
jurisdição do titular, o cônjuge e os parentes
consangüíneos ou afins, até o segundo grau
ou por adoção, do Presidente da República,
de Governador de Estado ou Território, do
Distrito Federal, de Prefeito ou de quem os
haja substituído dentro dos seis meses
anteriores ao pleito, salvo se já titular de
mandato eletivo e candidato à reeleição.
 Família Consaguínea- Cônjuge /companheiro
(homoafetivo), Pais, Avós, Filhos, Netos e
irmãos.
 Família Afim- Sogro, genro, nora, cunhados.

 Súmula Vinculante nº 18- A dissolução da


sociedade conjugal no curso do mandato,
não afasta a inelegibilidade reflexa.
 2- Perda e Suspensão de Direitos Políticos- restrições
ativas e passivas;

 Art. 15. É vedada a cassação de direitos políticos,


cuja perda ou suspensão só se dará nos casos de:
 I - cancelamento da naturalização por sentença
transitada em julgado; ( Perda)
 II - incapacidade civil absoluta; ( Suspenso)
 III - condenação criminal transitada em julgado,
enquanto durarem seus efeitos; ( Suspenso)
 IV - recusa de cumprir obrigação a todos imposta ou
prestação alternativa, nos termos do art. 5º, VIII;
(divergência doutrinária- perda é a majoritária)
 V - improbidade administrativa, nos termos do art.
37, § 4º. ( Suspenso)