Você está na página 1de 7

TECLADO MATRICIAL

Discentes:
 Adrianno Matheus
 João Homero
 Ellyelson Fonseca
 Neri Brandão
INTRODUÇÃO
• Os teclados são amplamente utilizados em equipamentos

em que se faz necessário uma interação entre o usuário


e o dispositivo.

• Em sua maioria, os teclados possuem muitas teclas,

impossibilitando a conexão unitária a cada pino do


microcontrolador, fazendo-se necessário uma
multiplexação.
TECLADO MATRICIAL
• O teclado matricial, geralmente, consiste em um arranjo

de teclas ‘’push button’’ que ocupam uma certa posição


de uma matriz.

• Em um teclado 4x4, acompanham 8 pinos de conexão, 4

correspondentes a cada coluna e 4, a cada linha.


MODO DE FUNCIONAMENTO
• Baseado na ‘’varredura de teclado’’:

• Em cada linha, coloca-se o nível lógico ALTO durante


todo o funcionamento. Na coluna, inicia-se uma varredura
colocando nível BAIXO em uma coluna por vez, deixando
as restantes em nível lógico ALTO.
• Durante a varredura, realiza-se a leitura das linhas, caso
alguma linha apresente nível lógico BAIXO, significa que
alguma tecla foi apertada. Conhecendo a linha e coluna
que estavam em 0, sabe-se a tecla apertada.
DIODOS DE PROTEÇÃO
• Para evitar o fenômeno da tecla fantasma, quando uma

tecla é pressionada enquanto outra ainda se encontra


também pressionada, coloca-se diodos de proteção, que
evitarão esse fenômeno.
Programa e Simulação
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
• CUSTÓDIO, L. P. Teclado Matricial. UTFPR.