Você está na página 1de 39

Constitucionalismo

Monitor: Mateus Dantas de Carvalho


 A origem da palavra constituição remonta ao
verbo "constituir", que tem significado de "ser a
base de; a parte essencial de; (…) Logo, é
intuitivo que a palavra constituição traz em si
uma ideia de estrutura, de como se organiza.
(ARAUJO, NUNES JR. 2001, p. 1)​

 Constituição em sentido jurídico pode ser


entendida como o fundamento o fundamento de
todo ordenamento jurídico - declarando direitos;
organizando e atribuindo competência aos
Poderes do Estado.
 para José Afonso da Silva, é “o ramo do
Direito Público que expõe, interpreta e
sistematiza os princípios e normas
fundamentais do Estado”

 1834 – Faculdade de Direito de Paris –


primeira cadeira de Direito Constitucional –
ministrada pelo Professor italiano Pelegrino
Rossi.
 O objeto de estudo do direito constitucional é a
constituição.
Teoria Geral do Direito
Constitucional
Direito
Constitucional I
Princípios e Direitos Fundamentais

Direito Organização do Estados e seus


Constitucional II Poderes

Controle de Constitucionalidade
Direito
Constitucional III
Remédios Constitucionais
 (1) Conceito
 - Nas lições de Canotilho, podemos definir o
constitucionalismo como movimentos
constitucionais, cuja a finalidade é a limitação
do Poder Estatal e a declaração de direitos ao
individuo. LIMITAR O PODER ABSOLUTO DO
ESTADO

FINALIDADE
ESTABELECER DIREITOS AO
CIDADÃO
 (2) Constitucionalismo segundo lições do
Professor André Ramos Tavares.
Limitação do arbítrio Estatal

Cartas Constitucionais Escritas

Constitucionalismo
Propósitos de uma nação

Evolução constitucional de um
Estado
 (3) Constitucionalismo segundo lições do
professor Kildare Carvalho.
(1) Movimento Social: É um
movimento social com finalidade de
limitação do Poder Estatal.

Constitucionalismo

(2) Movimento Jurídico: É um


movimento jurídico enfaixado na
constituição com fins garantísticos.
 A expressão constitucionalismo, como apontam
os juristas, é de origem recente e traduz o
resultado dos movimentos contrários a
determinados modelos de governo que foram
predominantes em denominada quadra histórica.
Nessa trilha, o constitucionalismo traduz:
 (a) centralização de governo
 (b) limitação do poder
 (c) vitória do proletariado
 (d) democracia socialista
 (e) governo das elites
 Na perspectiva moderna, o conceito de
constitucionalismo abrange, em sua
essência, a limitação do poder político e a
proteção dos direitos fundamentais.
 ( ) CERTO ( ) ERRADO
 Letra “b”
 certo
CONSTITUCIONALISMO ANTIGO
Idade Antiga: A lei
do “senhor” e a
HEBREUS
democracia como
mecanismos de GRÉCIA ANTIGA
limitação do poder
estatal
Lei dos Profetas –
HEBREUS instrumento limitador do
Poder do Rei.

Surgimento da noção de
GRÉCIA ANTIGA Democracia – “Governo do
Povo e para o Povo”
 O constitucionalismo antigo, desenvolvido
nas cidades-estado da Grécia, entre os
séculos V a III a.C., caracterizava-se por um
regime político constitucional ditatorial, cujo
poder político é concentrado no chefe
político, e o exercício do governo é afastado
dos governados.
 ( ) CERTO ( ) ERRADO
 Acerca da história do constitucionalismo, é
correto afirmar que Karl Loewenstein
identificou indícios do seu surgimento entre
os hebreus durante a Antiguidade, por ter lá
encontrado certas limitações ao poder
político, mormente aquelas que asseguravam
aos profetas a legitimidade para fiscalizar os
atos governamentais que extrapolassem os
limites bíblicos.
 ( ) CERTO ( ) ERRADO
 (1) ERRADO – Não era um regime ditatorial,
mas sim uma democracia não obstante ser
um dos marcos do constitucionalismo antigo.

 (2) CERTO – Lei dos Profetas X Poder


Absoluto do Rei.
Regimes Absolutistas: Vedação de
qualquer forma participativa, e
nenhum limite poderia ser imposto
aos governantes.

Reis eram
considerados
“entidades divinas”
Constitucionalismo da
Idade Média.
Surgimento do esboço de uma “lei fundamental”
– princípios e normas de origem costumeira que
limitavam o Poder do soberano – direito natural
que o rei era obrigado a respeitar

Garantia dos direitos individuais em


Magna
contraposição à opressão estatal.
Carta
De acordo com Canotilho foi o MARCO
1215
do constitucionalismo da Idade Média
 (1) Constitucionalismo Britânico.
 É na Inglaterra que emergem os primeiros
movimentos constitucionais na Idade Média em
busca de direitos individuais e coletivos, em face
do Estado.
 1215 – Magna Carta: Rei João Sem-Terra X
Colonos Ingleses.
 1648 – Petition of Rights: Petição de direitos –
declaração de liberdades civis – proibição de
prisão de forma arbitrária – os impostos só
deveriam ser criados com a outorga do
parlamento.
 1679 – Habeas Corpus Act – Liberdade de locomoção
 1698 – Bill of Rights - A Declaração de Direitos previa
a convocação regular do Parlamento, de cujo
consentimento dependiam medidas como a criação
de leis, a instituição de tributos e a manutenção de
exército permanente em tempos de paz. Assegurava,
ademais, imunidade aos parlamentares por suas
manifestações no Parlamento e impedia a aplicação
de penas sem prévio julgamento. (BARROSO, p. 15,
2016)
 1702 - Act of Settlement – Ato de sucessão –
estabelecia que apenas um príncipe de religião
anglicana podia ascender ao trono inglês.
Magna Carta de 1215

Petition of Rights de 1648

Const. Inglês Habeas Corpus Act de 1679

Bill of Rights de 1698

Act of Settlement de 1702


 (2) Constitucionalismo Norte Americano
 Contratos de colonização – “chegados à América,
os peregrinos, mormente puritanos , imbuídos de
igualitarismo, não encontrado na nova terra poder
estabelecido, fixaram, por mútuo consenso as
regras por que haveriam de governar-se.”
“Estabelecimento e organização de governo pelos próprios
governados. Um dos pilares da ideia de uma constituição”
(LENZA, 2014, p.68)

 Constituição Americana de 1787 – primeira


constituição escrita em um único documento. –
obs.: já faz parte do constitucionalismo moderno
 (1) Constitucionalismo da Idade Média x
Constitucionalismo Moderno
 Constitucionalismo da Idade Média e Moderna –
formulação das bases teóricas para a noção de limitação
do Poder Estatal.
 Constitucionalismo Moderno (Idade Contemporânea) –
assume uma feição prática – se concebe aqui um
instrumento apto a limitar o Poder do Estado - as
Cartas Constitucionais escritas.
“O instrumento idealizado para a realização das modernas
concepções do constitucionalismo foi traduzido na
consubstanciação escrita das normas constitucionais.”
(TAVARES, 2016, p. 32)
 (2) Características fundamentais do textos
constitucionais escritos de acordo com J.J
Canotilho. PUBLICIDADE: Amplo conhecimento da
estrutura de poder e garantia de
direitos

Textos CLAREZA: É um documento escrito e


constitucionais unificado, afasta incertezas sob os
escritos limites de poder e os direitos.

SEGURANÇA JURÍDICA: Justamente por


proporcionar clareza necessária à
compreensão de poder.
Marcos Históricos e formais
do constitucionalismo
moderno.
Constituição Francesa de
1791
Constituição Americana de
1787

Elege-se o povo como titular legítimo do poder,


como uma contraposição do absolutismo
Je souis la Loi, Je
reinante.
souis l'Etat; l'Etat
c'est moi.
(Luis XIV Monarca
absolutista)
 O constitucionalismo moderno, é também
conhecido como constitucionalismo liberal

INDIVIDUALISMO

VALORIZAÇÃO DA PROPRIEDADE
Características PRIVADA
do const.
Liberal
PROTEÇÃO DO INDIVIDUO

ESTADO MÍNIMO
 O “constitucionalismo moderno”, com o modelo
de Constituições normativas, tem sua base
histórica.
 (a) partir das revoluções Americana e Francesa.
 (b) a partir da Magna Carta inglesa e no Bill of
Rights da Inglaterra.
 (c) com o advento do “Estado Constitucional de
Direito”, com uma Constituição rígida,
estabelecendo limites e deveres aos legisladores
e administradores.
 (d) a partir das Constituições do México e de
Weimar, ao estabelecer o denominado
“constitucionalismo social”.
A respeito de constitucionalismo,
interpretação, eficácia e hierarquia das normas
constitucionais, julgue o item que se segue.
No constitucionalismo moderno, a Constituição
deixa de ser concebida como simples
manifesto político para ser compreendida
como norma jurídica fundamental e suprema,
que consiste em técnica específica de limitação
do poder com fins garantísticos.
( ) CERTO ( ) ERRADO
 Do ponto de vista histórico, o denominado
conceito de Constituição liberal foi expresso
pela

 (a) Carta Magna, de 1215.


 (b) Declaração dos Direitos do Homem e do
Cidadão, de 1789.
 (c) Constituição mexicana revolucionária, de
1917.
 (d) Constituição de Weimar, de 1919.
 (e) Lei Fundamental de Bonn, de 1949.
 1 questão – letra “b”
 2 questão – certo
 3 questão – letra “b”
TOTALITARISMO
CONSTITUCIONAL

Proteção dos Incrementação de um


Direitos forte conteúdo social
Humanos no
CONSITUIÇÃO
âmbito MEXICANA 1917
internacional
Constituição Dirigente
CONSITUIÇÃO DE
WEIMAR DE 1919

Estado Normas
Wefare Stade
Interventor Programáticas
VERDADE

SOLIDARIEDADE

CONSENSO

Constitucionalismo
CONTINUIDADE
do futuro

PARTICIPAÇÃO

INTEGRAÇÃO

UNIVERSALIZAÇÃO
 A respeito da evolução histórica do constitucionalismo, é
correto afirmar:
 A. Os forais ou cartas de franquia foram as primeiras
manifestações constitucionais de que se têm notícia.
 B. Não houve, na antiguidade, experiência constitucional
ou de limitação do poder político.
 C. O constitucionalismo moderno foi marcado pelo
liberalismo clássico e pelas constituições
consuetudinárias.
 D. O chamado “totalitarismo constitucional” e o caráter
dirigente das constituições é fenômeno a ser destacado no
constitucionalismo contemporâneo.
 E. A constituição do México de 1917 e a de Weimar de
1919 se notabilizaram historicamente pelo caráter de
absenteísmo estatal, valorização da propriedade privada e
proteção do indivíduo.
 Letra “d”
 (1) Surgimento – o termo neoconstitucionalismo foi
criado pela doutrina a partir do início do séc. XXI,
também conhecido como constitucionalismo pós-
moderno; pós-positivismo.
 (2) Objetivos – (a) Eficácia das normas
programáticas constitucionais; (b) Força normativa
da constituição; (c) Efetivação dos direitos sociais
 (3) Constitucionalismo Moderno X
Neoconstitucionalismo
Constitucionalismo moderno Neoconstitucionalismo
Hierarquia formal entre as Hierarquia formal e axiológica
normas entre as normas
Limitação do Poder Estatal Concretização dos direitos
fundamentais
Principais Características do
Neoconstitucionalismo

ESTADO CONSTITUCIONAL DE DIREITO: Constituição


como centro do ord. jurídico

CONTEÚDO AXIOLÓGICO DA CONSTITUIÇÃO:


Promoção da pessoa humana e dos dir. fundamentais

CONCRETIZAÇÃO DOS VALORES CONSTITUCIONAIS:


fortalecimento do princípios enquanto normas
jurídicas.
Marcos Fundamentais do Neoconstitucionalismo
(1) Estado Constitucional de Direito

(2) Documentos constitucionais escritos a partir do


pós-guerra Mundial – (Lei fundamental de Bonm de
HISTÓRICO 1949/Criação de diversas cortes constitucionais)

(3) Fenômeno da Redemocratização das ditaduras


latino-americanas.

FILOSÓFICO (1) Pós-positivismo – normatividade aos


princípios/nova hermenêutica
constitucional/desenvolvimento de uma teoria dos
direitos fundamentais

TEÓRICO (1) Noção de Força Normativa da Constituição (Konrad


Hesse)
 Dois advogados, com grande experiência profissional e com a
justa preocupação de se manterem atualizados, concluem que
algumas ideias vêm influenciando mais profundamente a
percepção dos operadores do direito a respeito da ordem
jurídica. Um deles lembra que a Constituição brasileira vem
funcionando como verdadeiro “filtro", de forma a influenciar
todas as normas do ordenamento pátrio com os seus valores.
O segundo, concordando, adiciona que o crescente
reconhecimento da natureza normativo-jurídica dos princípios
pelos tribunais, especialmente pelo Supremo Tribunal Federal,
tem aproximado as concepções de direito e justiça (buscada
no diálogo racional) e oferecido um papel de maior destaque
aos magistrados. As posições apresentadas pelos advogados
mantêm relação com uma concepção teórico-jurídica que, no
Brasil e em outros países, vem sendo denominada de
 a)neoconstitucionalismo.
 b)positivismo-normativista.
 c)neopositivismo.
 d)jusnaturalismo
 Letra – “a’
 Também conhecido como constitucionalismo indígena.
 Respeito as diferenças de etnias e culturas.
 Constituições Bolivarianas (Equador/2007 e
Bolívia/2009)
 Esse movimento neoconstitucional culminou na
promulgação das constituições do Equador (2008) e da
Bolívia (2009) – tem sido chamado por alguns
estudiosos de “novo constitucionalismo latino-
americano”. (RIBEIRO, Diego Coelho Antunes. O neoconstitucionalismo latino-
americano: uma análise antijuspositivista de aproximação do direito. In: Âmbito Jurídico,
Rio Grande, XVI, n. 119, dez 2013. Disponível em: <http://www.ambito-
juridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=14021>. Acesso em jul
2017.)
Absolutismo Constitucionalismo
Ausência de Globalizado
Direitos Wefare Stade

CONSTITUCIONALISMO NO TEMPO

Constitucionalismo Neoconstitucionalismo
Moderno Pós-Positivismo
Estado Liberal Estado Fraternal
 BARROSO, Luis Roberto. Curso de Direito
Constitucional Contemporâneo: Conceitos
Fundamentais e a Construção de um novo
conceito. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2010.
 GONET BRANCO, Paulo Gustavo. MENDES, Gilmar
Ferreira. Curso de Direito Constitucional. 10 ed.
São Paulo: Saraiva, 2015.
 LENZA, Pedro. Curso de Direito Constitucional
Esquematizado. 15 ed. São Paulo: Saraiva, 2014.
 TAVARES, André Ramos. Curso de Direito
Constitucional. 13 ed. São Paulo: Saraiva, 2016.