Você está na página 1de 1

SAMBAQUI DO RIO COMPRIDO

HISTÓRIA LOCALIZAÇÃO
O Sambaqui Rio Comprido foi descoberto pelo Este sítio faz parte da área pública e está
arqueólogo e historiador Walter Piazza. Este localizado no bairro Comasa entre as ruas Ponte
sambaqui foi parcialmente destruído na abertura Serrada, Matos Costa, Witmarsun e Alfredo
da Rua Ponte Serrada, para a construção do Schmidt, na zona leste de Joinville.
conjunto habitacional Comasa - o que gerou uma Placa com
localização do
ação da Procuradoria da República, exigindo Sambaqui Rio
pesquisa arqueológica de salvamento na face sul Comprido.
Fonte: Arquivo
do sítio (JOINVILLE, 2010, p. 98). Nas décadas pessoal de Camila
de 1970 e 1980 teve seu auge como ponto Melechenco

turístico após pesquisas feitas na localidade, o


Fonte: revista online “O mirante”
que permitiu sua datação aproximada entre 4815 .
a 4170 anos AP, com uma ocupação de 645 É protegido pela Lei Municipal nº 1126 de 1971,
anos (RIBEIRO apud PREFEITURA MUNICIPAL o qual incorpora a área ao patrimônio do Museu
DE JOINVILLE, 2013, p. 78). Após a missão de Arqueológico do Sambaqui de Joinville.
salvamento requisitada pela Procuradoria
Pública nos anos 70, foram adquiridos cerca de
1146 artefatos para o acervo do MASJ.
NOS DIAS ATUAIS
Figura 5 – Lixo acumulado na localidade do sambaqui.
Zoólito em forma de peixe, Atualmente o sítio
Fonte: MASJ se encontra em
total descaso. As
sinalizações no
sítio arqueológico
estão pichadas e
depredadas e o Fonte: Arquivo pessoal de Moroni Vidal de Almeida.

sambaqui tem uma quantidade grande de lixo –


inclusive objetos como preservativos, cartelas de
cigarro e pacotes de salgadinho.
Manifestação dos alunos da escola O colégio Dom
Dom Jaime em Jaime, em 2015,
POTENCIAL
prol da revitalização do Casqueiro
requiriu a
revitalização do
Alguns dos artefatos adquiridos pelo MASJ são: local.
malacológicos (moluscos), líticos (pedra), Fonte: Blog Museu do
antracológicos (restos de madeira carbonizada), Sambaqui (MASJ).

fragmentos de zoólitos (esculturas em pedra de


animais), etc.

O local tem grande potencial para estudo e lazer,


dividindo o espaço com a Praça de Esportes e
Lazer David da Graça e com a Associação de
Moradores do Bairro Comasa. A Escola
Historiador Afonso Imhof
Municipal Dom Jaime Barros Câmara tem sido a realizando pesquisa no
maior referência de utilização desse espaço, Sambaqui do Rio Comprido em
1970.
desenvolvendo alguns trabalhos, inclusive de Fonte: Família Imhof.
conscientização e manifestação pela
preservação do sambaqui.

Você também pode gostar