Você está na página 1de 10

Uma implementação da manutenção autônoma

baseado na filosofia VPO no processo de


manufatura de litografia de chapas metálicas

Aluno: Nicolas Monteiro Mafra


Orientador: Prof. Sidney de Oliveira Lins
Dados do Aluno

 Aluno: Nicolas Monteiro Mafra


 Curso: Engenharia mecânica
 Período: 8ª
 Ocupação: Estagiário superior – Ambev, Rolhas metálicas - setor de litografia de
chapas metálicas – Projeto: Tookit de limpeza e clean and tag.
2
 Ocupação anterior: Técnico de manutenção.
Índice

1. Cenário................................4
2. Motivação e justificativa............5
3. Objetivos..............................6
4. Metodologia...........................7
5. Cronograma...........................8
6. Referências............................9 3
1. Cenário

• Baixa produtividade no setor de litografia de chapas metálicas (50%).

• Desalinhamento entre atividades e conhecimentos de manutenção


autônoma da operação do setor de litografia com o benchmark mundial do
grupo AB Inbev (6 fábricas de rolhas no mundo).

• Conhecimento operacional não aproveitado na sua forma mais eficiente.

4
2. Motivação e Justificativa

• Exercer conhecimentos técnicos capacitação a operação no setor de


litografia para atuar na área de manutenção.

• Oportunidade e motivação ímpar em participar dessa implementação, tanto


a nível de conhecimento específico quanto a gestão de pessoas.

• Contribuir para o setor de litografia da planta de rolhas metálicas da Ambev


(Manaus) obter mesmo patamar de excelência do beckmarching Ambev
mundial ao médio prazo.
5
3. Objetivos

Implementar a política de manutenção autônoma no padrão VPO no


processo de manufatura de rolhas metálicas, com a finalidade de estabelecer
a filosofia do VPO no setor de litografia, especificamente no equipamento
impressão.

6
4. Metodologia
A metodologia constitui em duas etapas principais:

• A primeira etapa consiste em uma revisão da literatura com estado da


arte de manutenção autônoma do segmento de bebidas e analisar
com a gestão estratégica do VPO.

• A segunda etapa consiste na implementação, avaliação e


acompanhamento do pilar de manutenção autônoma do VPO no setor
de litografia (padrões, cronograma de treinamentos, etc).

7
4. Metodologia

• Para analisar os resultados alcançados pela implementação da


filosofia de manutenção autônoma do VPO, será realizada auditoria
de nível de manutenção autônoma.

• Indicadores do nível de manutenção autônoma:

 MTBF (total de horas de trabalho/Nº total de paradas por quebra do


equipamento)
 MTTR (Tempo total de paradas/Nº de paradas) e Notas tratadas pela
operação, e grau de dificuldade das notas tratadas.
 Nível de treinamento e conhecimento dos operadores.
 Nível de 5S.

• A auditoria irá dizer que nível de manutenção autônoma antes


8 e
depois da implementação.
5. Cronograma de atividades

• A: Levantamento bibliográfico sobre manutenção autônoma.


• B: Seleção de equipamento e levantamento de dados sobre o mesmo.
• C: Implementação do programa de manutenção autônoma sobre o
equipamento.
• D: Estratificação e comparação dos resultados;
• E: Elaborar e redigir o trabalho;
• F: Elaborar a documentação da monografia; 9
6. Referências

• WK SISTEMAS. Indústria. A importância da gestão da manutenção para


garantir a produtividade da indústria. Jun. 2018. Disponível em:
<http://blog.wk.com.br/a-importancia-da-gestao-da-manutencao-para-
garantir-a-produtividade-da-industria/>. Acesso em: 16 de nov. 2018.

• FIDELIS, Nordana T. S. et tal. O Papel da Manutenção Autônoma no Processo


de Implementação da TPM em um Empresa do Setor Automobilístico, XXXV
Encontro Nacional de Engenharia de Produção: Perspectivas Globais para
Engenharia de Produção, Fortaleza-CE, Brasil, 2015.

• Ambev. VPO Pilar Manutenção – Manutenção autônoma. Jan. 2018. Disponível


em: <http://sdca.la.interbrew.net/padrao/visualizacao/4718>. Acesso em:
16 de nov. 2018.

10

Interesses relacionados