Você está na página 1de 17

Evolução dos

Computadores
Cris Sousa
Ao contrário da maioria das
grandes invenções da história,
o computador não tem um
inventor. Essa máquina surgiu
e vem sendo aprimorada desde
a Idade Antiga, passando por
um processo evolutivo tão
expressivo quanto sua
importância para a sociedade
contemporânea.
Tudo começou na necessidade
dos povos antigos de realizar
contagens (computar = contar).
Assim, quando se chegou ao
momento em que tais contagens
não poderiam mais ser feitas
apenas com os dedos ou pedras,
foram sendo arquitetados novos
dispositivos que pudessem
desenvolver cálculos sem
maiores trabalhos.
O primeiro invento dessa linhagem foi o ábaco,
um aparelho mecânico constituído de pequenas
esferas que poderiam ser movimentadas e, de
acordo com sua posição, representava o
número trabalhado. Esse dispositivo
possibilitava cálculos de até 5 dígitos, e,
quando utilizado com habilidade, desenvolvia
contas tão rapidamente quanto uma
calculadora moderna. Para tanto, hoje em dia,
o ábaco ainda é utilizado por comerciantes em
algumas regiões da Ásia.
Depois do ábaco foram criados outros aparelhos, também analógicos,
capazes de realizar contagens, como a pascalina, a primeira
calculadora mecânica do mundo.
Primeira Geração (1946-1954)
A primeira geração dos computadores é marcada pela utilização de
válvulas. A válvula é um tubo de vidro, similar a uma lâmpada fechada sem
ar em seu interior, ou seja, um ambiente fechado a vácuo, e contendo
eletrodos. As válvulas aqueciam bastante e costumavam queimar com
facilidade.
Computadores de primeira geração:

● Circuitos eletrônicos e válvulas;

● Pouca confiabilidade;

● Uso restrito;

● Precisava ser reprogramado a cada tarefa;

● Grande consumo de energia;

● Tinha dispositivos de entrada/saída primitivos (cartões


perfurados)

● Custo elevado.

● Problemas devido à muito aquecimento.


ENIAC. (1946)
Electronic Numerical Integrator and Computer (ENIAC - em
português: computador integrador numérico eletrônico)

Possuía 18.000 válvulas, pesava 30


toneladas, tinha 200 m² de área
construída, conseguia resolver resolver
5 mil adições por segundo.
Segunda Geração (1955-1964)
Na segunda geração, houve a
substituição das válvulas
eletrônicas por transistores, o
que diminuiu em muito
tamanho do hardware. A
tecnologia de circuitos
impressos também foi criada,
evitando que os fios e cabos
elétricos ficassem espalhados
por todo lugar.
Computadores de segunda geração:
● Início do uso comercial;
● Custo elevado;
● Capacidade de processamento muito pequena;
● Uso de transistores em substituição às válvulas.
Terceira Geração (1964-1977)
Os computadores desta geração foram conhecidos
pelo uso de circuitos integrados, ou seja, permitiram
que uma mesma placa armazenasse vários circuitos
que se comunicavam com hardwares distintos ao
mesmo tempo. Desta maneira, as máquinas se
tornaram mais velozes, com um número maior de
funcionalidades. O preço também diminuiu
consideravelmente.
Um dos principais exemplos da terceira geração é o
IBM 360/91, lançado em 1967, sendo um grande
sucesso em vendas na época. Esta máquina já
trabalhava com dispositivos de entrada e saída
modernos, como discos e fitas de armazenamento,
além da possibilidade de imprimir todos os resultados
em papel.
Computadores de terceira geração:
● Surgem os circuitos integrados;
● Diminuição do tamanho;
● Maior capacidade de processamento;
● Início da utilização dos computadores pessoais.
Aparecimento dos aplicativos de quarta geração:
● Surgem os softwares integrados
● Processadores de Texto
● Planilhas Eletrônicas
● Gerenciadores de Banco de Dados
● Gráficos
● Gerenciadores de Comunicação
Quarta Geração (1977 - 1984)

A quarta geração é conhecida pelo advento dos


microprocessadores e computadores pessoais,
com a redução drástica do tamanho e preço das
máquinas. As CPUs atingiram o incrível patamar
de bilhões de operações por segundo, permitindo
que muitas tarefas fossem implementadas.
Os circuitos acabaram se tornando ainda
mais integrados e menores, o que permitiu o
desenvolvimento dos microprocessadores. Quanto
mais o tempo foi passando, mais fácil foi comprar
um computador pessoal. Nesta era, os softwares
e sistemas se tornaram tão importantes quanto o
hardware.
Quinta Geração (1984 - 1990)

● O nascimento da Inteligência Artificial;


● Reconhecimento de voz;
● Sistemas inteligentes;
● Robótica;
● Redes de Alta Velocidade;
● Computação nas Nuvens (Cloud);
● Computação Móvel.
http://www.infoescola.com/informatica/evolucao-dos-computadores/

http://www.clubedoprofessor.com.br/artigos/FalandodeComputadores.htm

https://www.youtube.com/watch?v=F3qWg1JBPZg

https://www.youtube.com/watch?v=QrFIvig2Kns