Você está na página 1de 12

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS - UFT

Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino da UFT - OPAJE

A UTILIZAÇÃO DE DRONES NO AGRONEGÓCIO


E MINERAÇÃO DO BRASIL

Professor Orientador: Autores:

Francisco Gilson Rebouças Porto Júnior Jair Martins de Souza Júnior


Marco Antônio Baleeiro Alves Leandro Dias Costa
Lucas Carvalho Milani
Objetivo
Examinar a literatura existente sobre a utilização prática
do veículo aéreo não tripulado, DRONE, no agronegócio e
na mineração no Brasil.
• Como essa tecnologia tem sido utilizada no contexto
brasileiro.
• Aplicação no mercado existente.
• Benefícios para o agronegócio e a mineração
• Redução das tarefas exaustivas para os trabalhadores.
• E como melhorar a Gestão no agronegócios e na
mineração.
Introdução
• Aumento do uso, no agronegócio e na
mineração.
• Custo mais acessível dos equipamentos.
• Redução dos custos e aumento de resultados.
• Precisão nas informações, (localização e
qualidade das fotos e vídeos).
VANT: TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
• O primeiro emprego conhecido de veículo
aéreo não tripulado ocorreu em 22/08/1849.
• Tradicionalmente usada para emprego militar.
• Se tornou mais conhecida na Guerra do golfo
em 2003.
• No Brasil se tornou conhecida através do
Projeto Acauã, na década de 80.
• Teve um grande avanço com pesquisadores
universitários.
REGULAMENTAÇÃO
• O sistema aéreo brasileiro é controlado por 3
frentes: ANAC, DECEA e ANATEL.
• ANAC: Agência responsável por regularizar e
fiscalizar as atividades relacionadas à aviação
civil: Emissão de certificado de
Aeronavegabilidade, Certificado de matrícula e
Registro de aeronaves.
• DECEA: Responsável por realizar o controle e
gerenciamento do espaço aéreo brasileiro.
• ANATEL: Agência reguladora do setor de
comunicações.
Classificação de modelos
Organização da Aviação Civil Internacional

• RPA: Aeronave remotamente pilotada, não


tripulada, pilotada a partir de uma estação de
pilotagem remota que tenha qualquer outra
finalidade que não seja recreativa.
• RPAS: Aeronave remotamente pilotada, não
tripulada, pilotada a partir de uma estação de
pilotagem remota que tenha qualquer outra
finalidade que não seja recreativa.
• Aeromodelo: é toda aeronave não tripulada com
a finalidade de recreação;
• RPA: Utilizada com finalidade recreativas.
Peso máximo de decolagem
Regulamento Brasileiro de Aviação Civil-RBAC

• Classe 1: RPA de PMD maior que 150 kg;


• Classe 2: RPA de PMS maior que 25 kg e
menor ou igual a 150 kg;
• Classe 3: RPA com peso máximo de decolagem
menor ou igual a 25 kg
DRONE NO AGRONEGÓCIO
Segundo Castro e Inamasu (2014), esse avanço surgiu como
uma importante opção na agricultura de precisão
principalmente pela redução do custo e do tamanho dos
equipamentos e pela necessidade de otimização da produção.

No Brasil, a Embrapa Instrumentação é pioneira no emprego


de veículos aéreos não tripulados para uso na agricultura,
tendo iniciado pesquisas com o emprego destes aparelhos em
1998.
Atividades desenvolvidas com auxilio
do Drone no Agronegócio:
• Análise da Plantação;
• Demarcação do plantio;
• Acompanhamento e desenvolvimento da safra;
• Pulverização;
• Acompanhamento da pastagem;
• Monitoramento de áreas desmatadas;
• Monitoramento das nascentes de águas;
• Mapeamento de abertura de estradas;
• Vigilância da propriedade;
• Focos de incêndios;
• Telemetria;
• Busca de animais perdidos;
• Vendas de propriedades.
DRONE NA MINERAÇÃO
De acordo com o relatório Pecharromán e Veiga (2016), os
Drones podem ser utilizados com baixo custo e maior rapidez
para planejamento e rotas de área de extração, geração de
dados para auxiliar a gestão de áreas de minas e despejo.

• Estudo Bacia do Araripe.


• Mesmo não sendo mais precisa que o GNSS ou LiDAR, o VANT, conforme relato
apresentado no trabalho de Silva et al (2016), obteve resultados satisfatórios .
• Muitas empresas de mineração tem utilizado a tecnologia dos Drones para gerar
imagens aéreas de alta resolução.
• Cumpre destacar, portanto, que o uso de veículo aéreo não tripulado (VANT) pode
substituir as pessoas em atividades que oferecem riscos à segurança do trabalhador
Considerações Finais
• Novas tecnologias direcionada a inovação da
agricultura de precisão.
• Para indústria de mineração, há economia,
aumento de produtividade, segurança e
benefícios ambientais.
• Facilita a tomada de decisão dos gestores.
• A coleta dos dados transmitidas pelo veículo
aéreo não tripulado (VANT) dão agilidade aos
novos rumos do processo de produção e
desenvolvimento.
Considerações Finais
• Embora muitos avanços tenham ocorrido com essa nova tecnologia de
Drones, ainda é preciso desenvolver muitos estudos para aperfeiçoamento
de técnicas e processos no agronegócio e mineração.

• Percebe-se que os avanços patrocinados pela iniciativa privada, são mais


rápidos do que no meio acadêmico.

• Por outro lado, as novas descobertas feitas por setores da iniciativa


privada, tendem a ser consideradas como ganhos estratégicos e não
ganham a publicidade necessária para disseminação das novas
tecnologias.

• São os trabalhos acadêmicos que trazem as descobertas para a sociedade


aberta e contribuem para a disseminação e popularização de novos
negócios.