Você está na página 1de 110

O Xamanismo, O Sagrado e a Mulher

Por Prof. Mauricio Eloy


Prof. Maurício Eloy – São 30 anos de pesquisas nas areas de: simbologia,
religiões comparadas, Xamanismo, Ocultismo, Historia da arte, Magia e
cultura comparada – Antropologia, história e filosofia são bases de
entendimento e estudos

Formação acadêmica: História da arte, história da cultura, processo de criação e


linguagem cinematográfica
O Sagrado Feminino na historia do Xamanismo Tradicional
A ideia de Natureza vai além de Fauna e flora!
O Fogo como um veiculo junto ao corpo do Xamã.
O nosso Duplo O Animal guardião ou Animal Guia.
O Xamanismo como linguagem primordial.
A música meio de ligação corpo e o mistério.*
Plantas sagradas não são drogas! Mas devem ser usadas de forma apropriadas!
O Cogumelo receptor e transmissor de comunicação
A mulher como enteogeno!
A mulher e a manifestação da epifania.
A mulher no corpo e no mistério
O corpo como um veiculo entre o "mundos paralelos"
O Ritual como impulsionador da criatividade humana
Plantas sagradas talvez um meio de entender o Elo perdido
"As vénus da pré-historia" - a estética da feitiçaria!
As cavernas, elemento feminino, lugar sacro ritual para os homens acessar a
hierofânia
A importância histórica da mulher na constituição da hierofânia* no Xamanismo
Uma palestra para as mulheres, mas importante para os homens entender a força
sagrada da mulher, e o quanto na historia se tentou subjugar e muitas vezes eliminar
de vez seus rituais... Mas que a cada época como uma pequena semente no dialogo
com a natureza a Mulher faz-se crescer com coragem e o talento de se reinventarem
e manter seus "mistérios" ....
Prof. Maurício Eloy
O Sagrado Feminino na história do Xamanismo Tradicional
O Duplo – O Animal Guardião
Homem Leão, feito de Marfim encontrado na
Alemanha em 1939, idade Circa de 30.000 a
26.000 mil anos
O DUPLO DO XAMÃ
Uma de minhas mais importantes experiências no
Xamanismo
foi em uma fazenda em acampamento em MG , minha irmã
eu e um amigo
20 cães hipnotizados liderados por um Cão líder de nome
(Rambo) me revelaram
em ritual a minha condição de Xamã de Raiz
Ano 1991
Lobo, na pele do Cão (Pastor Alemão) se apresentou para mim, ali nascia a
certeza de minha condição de Xamã de Raiz (Tradicional)
Um estudo dos mais completos sobre
provas de que as plantas possuem
emoções e habilidades de percepção
extra-sensorial .
Seria a (ou o) XAMÃ o “Homo-Natural ou Mater-Natural”?
O que é um Xamã?

Homo = Homem “única espécie vivente”

Mater = Matrix, Mãe


Célula Mater = Inicio primeira = Refere-se a constituição Familiar
Xamanismo
Xamanismo

A denominação xamanismo é uma convenção de um sistema “primitivo” (de


primeiro) que a antropologia adotou de um povo Siberiano "Manchu-
Tungus" , Shaman = Em seu significado mais verdadeiro “AQUELE QUE VÊ
NO ESCURO”

Xamã Siberiano, 2012 Xamã Africanos, c. 1940 Xamã Norte americano, 1900
Xamã da Etnia Waurá
Xamã, Mali África Xamã, África,
Parque Indígena do Xingu
Nova-Guiné, 1938
Brasil

Xamã , em Cerimônia de funeral – Azerbaijão, Ásia


Maurício = vem da raiz latina Mauro= Homem de pele escura,
significado mais preciso = AQUELE QUE VÊ NO ESCURO
Aparecido = o ENVIADO = Os Xamãs mesmo que por por
hereditariedade, se descobre Xamã ele é um= ENVIADO
Eloy = Da palavra raiz Heloim (plural feminino), e ou Heloá = Um dos
nome de DEUS= Judaico Cristão (hebreu) = Aquelas que Voam no Céu
- Que é o mesmo que a palavra Sumeriana Nefilim = Aqueles que do
Céu vieram

MAURICIO = M
APARECIDO = A
ELOY = E

MÃE
O Xamanismo pode ser definido como a capacidade manifestada por
certos humanos de cruzar as barreiras corporais e adotar a perspectiva
de subjetividades não humanas. Sendo capazes de ver os não humanos
como estes se vêem (como humanos), “os Xamãs ocupam o papel de
interlocutores ativos no diálogo cósmico. Eles são como diplomatas que
tomam a seu cargo as relações interespécies, operando em uma arena
cosmopolítica onde se defrontam as diferentes categorias socionaturais”.
(VIVEIROS DE CASTRO, 2002, p. 468)

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Xamanismo e sacrifício.


In:. A inconstância da alma selvagem – e outros ensaios
de antropologia. São Paulo: Cosac Naify, 2002.
O Xamanismo é uma linguagem, novos estudos por
antropólogos revelam essa condição

O Xamã domina a comunicação direta com a


natureza, dessa maneira, desde há 40 mil anos são
poucos humanos que possuem habilidades dessa
linguagem, mas todos nós humanos carregamos a
herança xamânica

O Xamanismo Tradicional é praticado por culturas indígenas das Américas, África e


Oceania, por povos “primitivos” da Sibéria, China, Índia, Japão, Norte da Europa
entre outros territórios.
O Neo-Xamanismo são práticas modernas misturadas de auto ajuda e um esoterismo
New Age
Xamanismo não é Espiritismo ou religião
A mais antiga imagem
conhecida de uma
representação de Xamã de
40 a 10.000 anos a.C
encontrado na França na
caverna de Trois Frères.
A entrada da caverna foi
descoberta entre 20 ou 21 de
Julho de1914.
O desenho tem 4 metros

O "Grande Feiticeiro"
O Xamanismo uma
Linguagem terrena e cósmica
desenvolvida por nós
humanos
No coração e no Cérebro
Meios de acessar a linguagem
A música, o som e o ritmo
Flauta de Osso , França aprox. 32 mil anos era paleolítica
Tambor extensão do corpo
Tambor siberiano

O Tambor apresenta a cosmologia da terra e dos mundos


Plantas psicoativas
Denominadas pela medicina como
plantas alucinógenas de uma
maneira pejorativa e
inapropriada...
Não há alucinação na utilização
dessas plantas, como ocorre com
drogas Ilícitas (Cocaína, Crack,
Heroina, etc)
As plantas como o cogumelo aqui
na imagem provoca “Miração” =
Ver, sentir, experienciar
Boa parte dos antropólogos e
estudiosos usam esse termo por
entender os efeito “enteogenos
das plantas psicoativas”
Enteogenos = Estado Xamânico
ou Êxtase , contato com o
Sagrado
A AYAHUASCA é resultado da fermetação de duas
plantas, um cipó de nome Jagube (Banisteriopsis Caapi) e
a folha de um arbusto de nome Chacrona (Psicotria
Viridis)

O que é a Ayahuasca?
Ayahuasca é uma bebida ancestral sem registros
de sua descoberta. Há evidências arqueológicas,
através de potes e desenhos, que levam a crer que
o uso do chá era conhecido entre os povos do
nosso continente pelo menos há 2.000 A.C.. O
primeiro registro oficial é datado de 1851, através
do botânico Richard Spruce, famoso por um
estudo minucioso da flora e fauna amazônica.
Seria o Elo Perdido a relação dos Cro-Magnon
com as Plantas de poder?

Nasce a Feitiçaria no colo da Mulher?


O verdadeiro elo perdido

Meu ponto de vista é que os componentes químicos


mutagênicos e psicoativos existentes na dieta dos primeiros
humanos influenciou diretamente a rápida reorganização das
capacidades de o cérebro processar informações. Os
alcalóides contidos nas plantas, especificamente os
compostos “alucinógenos” como a psilocibina, a
dimetiltriptamina (DMT) e a harmalina podem ter sido os
fatores químicos da dieta que catalisaram o surgimento da
auto-reflexão humana. A ação dos “alucinógenos” presentes
em muitas plantas comuns aumentou nossa atividade de
processamento de informações e nossa sensibilidade
ambiental, com isso contribuindo para a súbita expansão do
tamanho do cérebro. Como aconteceu num estágio posterior
desse mesmo processo, os “alucinógenos” atuaram como
catalisadores no desenvolvimento da imaginação,
alimentando a criação de estratagemas internos e
esperanças que podem ter sinergizado o surgimento da
linguagem e da religião. Terence McKenna
Vídeo do Filme Guerra do Fogo
“O candelabro dos Andes” uma planta de poder
Gigante Cactos ao norte do Gigante de Atacama, Chile
Planta psicoativa, Jimson Weed

Paracas, Peru Candelabro


dos Andes
Cactos São Pedro
Cogumelo Alucinógena, Amanita muscaria
. Por R J Watson
Amanita muscaria

Hygrocybe
Um dos mais completos e importantes estudos
do uso de plantas Psicoativas na Europa
Prova o uso de plantas psicoativas desde o
Paleolítico 40 mil anos
Dra. Elisa Guerra Doce
Dois importantes estudos que comprovam o uso de
plantas psicoativas em pinturas feitas por Xamãs há 40 mil anos atrás

O Xamanismo é uma linguagem


A feitiçaria está para o homem como também está para as mulheres
Xamãs que se transformaram em animais ou inseto
Tassili n'ajjer, Argélia África,
um Xamã Abelha
c. 5.000 anos
Os Cabeças Redondas
Dois indígenas transformados em onça, Yanomami, Brasil
Xamã Africanos, c. 1940, Etíope se transformaram em Antílope
Mulher que recolhe o mel, cópia da aquarela por F. Benitez Mellado
de um Mesolítico pintura na Caverna de la Arana, perto Bicorp, Espanha
(c 10.000 / 8000-c 3000 aC..); no Museu de Pré-História, Valencia, Espanha.
Xamã Mulher
transformada em
abelha , colhendo
Mel na Colméia.
Caverna de la
Araña Valencia ,
Espanha Pintura
periodo Paleolítico
cerca de 6.000 a
2.000 a. C.
Xamãs Africanos transformado em andorinha
Vídeo Ritual do Besouro
Sibéria – mulher Xamã

Vídeo pós uso de plantas junto a batida de tambor


Sibéria – mulher Xamã
Existiram também mulheres Caçadoras, em número menor, mas existiam
As Vênus : As pequenas e grandiosas estatuetas
há fortes indícios de Xamãs Mulheres

A Grande Criadora
Vênus de Tan-Tan a mais de 300.000 anos de antiguidade.
6 cm de altura, encontrada em 1999 no Marrocos
Ainda que incerto, é considerada a figura antropomorfa
mais antiga conhecida e talvez a primeira Vênus.
Nesse período não se usava Plantas Psicoativas não
existia o Xamanismo
A mulher comoagente psicoativas
enteogeno

Enteógeno (também chamado enteogênico


ou enteogénico) é uma substância
alteradora da consciência que induz ao
estado xamânico ou de êxtase. É um
neologismo que vem do inglês entheogen ou
entheogenic, tendo sido proposto em 1973
por investigadores, dentre os quais se pode
citar Gordon Wasson (1898-1986).
Venus de Hohle Fels - A descoberta foi feita nas grutas de Hohle Fels em
estratos do Paleolítico Superior, poucos milhares de anos depois dos primeiros
Homo sapiens sapiens — o homem moderno há 35 000 mil anos
A escultura, que tem menos de 6 centímetros e 33 gramas, é a representação
mais antiga conhecida de arte figurativa
Vénus de Willendorf
24 000 á 22 000 mil anos Foi esculpida em calcário oolítico, material
Áustria que não existe na região,
e colorido com ocre vermelho

É uma estatueta com 11,1 cm


A Vulva ...A Caverna e a Carne

Vulva ou Volva, do latim que significa


= “aquele que envolve”

Latim , Volvere = “dobrar, torcer, enrolar”


Pachamama uma entidade feminina da Cordilheira
dos Andes da América do Sul (entre o Chile e
outros paises)
-Do quíchua Pacha, que significa universo, mundo,
tempo, lugar; e Mama, mãe, Mãe Terra.
-A entrada dessa caverna lembra uma vagina

A palavra Caverna veio


do Latim cavus, “vazio,
com material retirado”
Plantas que lembram Vulvas

Rosa
Orquídea

Planta carnívora
Vênus de Laussel, encontrada em 1909, pelo
doutor J. G. Lalanne Foi produzida em um
pedaço de um bloco de pedra calcária,
aproximadamente 23000 a 20000 a.c.
46 cm de altura, Musée d'Aquitaine (Museu
da Aquitânia), Bordéus, França.
A Vênus Kostenki é uma estatueta de
Vênus feita aproximadamente entre 30000 e
15000 a.C.
Descoberta em Avdeevo, Kursk, na Rússia,
no ano de 1967. A peça foi esculpida
em marfim de mamute.
A Vênus de Lespugue, França, 1922 é uma
estatueta de marfim, 1,47 centímetros de altura
26 000 á 24 000 mil anos
Vênus de Brassempouy , é uma miniatura em
forma de busto feminino, esculpida
em marfim de mamute, 22 000 mil anos
Encontrada em 1894 na Grotte du Pape em
Landes no sul da França... Foi encontrada em
1894,
Essa pequenina estatueta, apesar de ser um
Busto, é até agora a mais antiga representação
humana na história...
Aquelas que vêem no escuro

De acordo com Soffer, Adovasio e


Hyland (2000), as roupas que
muitas das figuras de Venus foram
encontradas vestindo, incluindo
chapéus de cesta, snoods rede,
bandeaux, saias de cordas e
cintos, não eram típicos dia do
Paleolítico. Os autores sugerem
que as roupas são mais provável
desgaste ritual, real ou imaginado,
que serviu como um significante de
categorias sociais distintas.
O corpo como um veículo

Para o Xamã o corpo vai além de uma estrutura


física que nos possibilita viver, é um
repositório de informações, um veículo de
viagem um meio de comunicação
O DNA e as origens do saber

Nossa criatividade está atrelada ao desenvolvimento


do Xamanismo desde há 40 mil anos
- A serpente cósmica -
(DNA)

Vale lembrar que a Serpente (símbolo feminino do despertar para o conhecimento)


é símbolo do Saber e da medicina em várias civilizações
O DNA e as origens do saber
- A serpente cósmica -
Manifestação do Sagrado Feminino
no Xamanismo Primordial

A importância histórica da mulher na constituição da hierofânia* do Xamanismo

hierofânia* - ‘O ato de manifestação do sagrado''


Dupla hélice do DNA

A serpente como símbolo do saber , está


atrelada praticamente em todas as A serpente é o animal de poder
civilizações antigas pelo mundo, todas primordial e que pode ter sido
essas civilizações praticavam o associado pelos Xamãs no
Xamanismo passado remoto ao acessar o
DNA
Dr. Francis Crick e James Watson em meados da década de 50,
descobriram a dupla Hélice do DNA. Foram Nobel de medicina

Dr. Francis Crick e James Watson

Francis Crick, James Watson,


Francis Crick Usou LSD , uma “droga” sintética
Com qualidades das Plantas Enteógenos e viu o DNA

Francis Crick, sempre defendeu a panspermia (vida vinda


do espaço para a Terra)

Enteógeno é o estado xamânico ou de êxtase, estimulado pelo uso de


plantas psicoativas.
Escultura O Ídolo, duas vezes tão antiga quanto as
pirâmides egípcias, é a mais antiga estátua de madeira do
mundo, estimada como tendo sido construídas cerca de
9.500 anos atrás, e preservada como se em uma cápsula
do tempo em uma turfeira na franja ocidental da Sibéria. É
coberto com símbolos e pictogramas e o ornamento
geométrico apresenta algum significado. A dificuldade de
interpretação e os possíveis significados relacionados são
múltiplos. Os cientistas suspeitam ser uma língua escrita
perdida ou símbolos codificados? Alguns defendem como
códigos binários.

Mas podemos também pensar ser o nosso DNA...


A escultura em madeira
mais antiga do mundo (11
mil anos) pode representar
um “Homem-Serpente” ou
Mulher-Serpente, ou DNA

A escultura está com (2,8 metros)


de altura (mostrado à esquerda e
à direita) mas originalmente ela
tinha (5,3 metros) de altura - tão
alto quanto uma casa de dois
andares

Esse ídolo (que parece um ser


serpente) foi originalmente
escavado de
uma turfeira nos Montes Urais em
1890.

Professor Mikhail Zhilin, pesquisador da Academia de Ciências da Rússia


'Instituto de Arqueologia disse: "O ornamento é coberto com nada além de
informações criptografadas”. Lembra o DNA
A serpente Cósmica – E a Origem do Saber, Jeremy Narby
antropólogo que em ritual de Xamanismo com os índios Ashaninca no
Peru
Narby sustenta a hipótese de que o Xamã pode ser capaz de acessar
as informações no nível molecular através da ingestão de enteógeno
Jaremy Narby disse que em nosso DNA contem mensagens deixadas por entidades
ou várias entidades, igualmente talentosas

Também sustenta que as plantas podem ser receptores e transmissores


A caverna como Útero e outras dimensões
Para os Xamãs a Caverna representa: O Útero de uma Mulher, O
cérebro de uma pessoa, A pele dos animais e o Universo das
Estrelas

Quando o Xamã pintam as mãos em ritual, na realidade eles imprimem


as mãos, os Xamãs tocam em todas essas possibilidades , nas Vulvas
Criadoras
A caverna para o Xamã no final do paleolítico para o neolítico ( 40 mil há 15 mil anos)
tinha dupla função:

Conjurar as visões e expandir os poderes através da parede rochosa que era uma
forma de ver entre outros mundos e a nossa realidade.

O uso dos relevos naturais das cavernas era um recurso como forma de compor as
pinturas de maneira realista em 3ª dimensão configurando o espírito do animal
presente na rocha. A rocha seria o corpo do animal literalmente ao alcance das mãos
dos Xamãs.
Barracas no interior de uma das câmaras da caverna
(Foto: Ryan Deboodt/Divulgação/Oxalis)
Photo: © Andrei Posmoşanu

As mais antigas pinturas rupestres da Europa Central foram descobertas na


Caverna Coliboaia na Romênia e que foram feitas cerca de 23 mil a 35 mil anos

Vale lembrar que as cavernas também lembram cérebro humano


Caverna de Lascaux , França

Lascaux foi descoberta a 12 de Setembro de 1940 por quatro adolescentes.


Coberta de pinturas rupestres, os cientistas acreditam que algumas das
obras tenham cerca de 20 mil anos. Cavalos, cervos, cabras selvagens,
bovídeos.
Na realidade as pinturas Xamânicas eram executadas em cavernas estreitas
Caverna Lascaux, França
Caverna de Chauvet – França
As mãos ao tocar as pinturas nas paredes, os Xamãs entendiam que estavam tocando
os animas de fato...
A busca por uma comunicação “com o próprio Eu” e o “universo foi conhecido”
com os Cro-magnon, através do Xamanismo tradicional
Há uma possibilidade de não ter existido
distinção patriarcado e matriarcado
Uma mulher com
características de um cervo,
pernas, seios, e uma vulva
geométrico, Ele foi encontrado
em uma argila leste de
Tolentino, em 1883. Por um
tempo foi exibido com a Venere
di Frasassi no Museu Nacional
de Arqueologia de Marche, uma
figura esculpida na pedra com
um cinzel cerca de 12 mil anos
atrás.

Figura denominada Lua de pássaro


do Trovão
, esculpida em pedra 12.000 anos
- Xamã de Tolentino, Itália
Retrato de um meio-animal meio-humano em um Paleolítico pintura de
caverna em Dordogne, França
França. Alguns Paleontólogos acreditam ser a representação de
tais híbridos figuras como evidência de práticas Xamânicas durante o
Paleolítico
Perfil humano gravado
em uma pedra de la
Madeleine Cave (França),
17.000 anos
Entalhado na areia seca do árido
interior da Austrália, este é o maior
geoglifo do mundo, conhecido
como “Homem de Marree”. A
enorme figura representa um
homem aborígene caçando
pássaros ou pequenos cangurus
com uma lança. Diferente de outros
geoglifos antropomorfos
encontrados pelo mundo, que
foram construídos por antigas
civilizações, o Homem de Marree
foi entalhado na paisagem há
apenas 16 anos. Entretanto, sua
mera existência apresenta um dos
maiores mistérios que a Austrália
jamais viu: o geoglifo é tão grande
que é pode ser visto do espaço,
contudo nem uma única
testemunha pôde atestar sua
criação, e até hoje seu criador e a
Homem de Marree, encontrado em 1998 razão para sua elaboração
Austrália permanecem desconhecidos.
Visão aérea do Homem de Marree e um esboço ilustrado por Lisa Thurston,
Austrália
A figura tem 4.2 quilômetros de altura, e um perímetro de 15 por 28
quilômetros. Na época do descobrimento, o esboço tinha 30
centímetros de profundidade e até 35 metros de largura.
Esta é a única imagem de um ser humano entre quase 2.000 figuras
na caverna de Lascaux
O Cóndor Andino é a
maior ave do mundo,
possui 1,33 cm de
altura, 3,20 cm de
envergadura, chega a
quase 14 kg e vive
entre 50 a 75 anos, é
o símbolo e mestre
dos Andes, está
associado a todas as
grandes culturas pré-
colombianas, como
Nasca, Chimú, Wari,
Tiahuanaco, Mochica
e Inca. O Cóndor foi
considerado uma
divindade por todas
estas civilizações.

Homem Quechua, O Condor andino


A Raposa como agente de comunicação com as estrelas
O Gigante de Atacama, ser antropomorfo com 119 metros de altura
Foto de satélite, O gigante de Atacama
Raposa no deserto de Atacama, Chile
Xamãs sem gênero ou distinção de sexo
Africa | Mpelembe - "Chokwe", Zambia. | ©Francois d’El
Comentando sobre o seu estudo
sobre as máscaras Chokwe:

"..na contexto do ritual de iniciação,


espíritos ancestrais podem assumir
a forma de máscaras para ajudar a
transmitir o conhecimento da
história através das gerações. Esses
espíritos ancestrais são conhecidos
como Makishi e talvez visto como os
dançarinos mascarados.

Eles "levantar-se do túmulo"


e são fundamentais para qualquer
estudo que caracteriza a arte ritual,
história e língua antiga do Chokwe
...

Chokwe, Zâmbia (África)


Foto: Francois d'Elbee
Africa | Mwana Pewo ~ "Chokwe", Zambia. | ©Francois d’El
O Conhecimento é o acesso ao desconhecido

A vida vai se perder na morte, os rios no mar e o conhecimento no


desconhecido. O conhecimento é o Acesso ao desconhecido. O contra-
senso é o resultado de cada sentido possível.
É uma tolice esgotante que, quando visivelmente faltam todos os meios,
pretenda-se entretanto saber, em vez de conhecer o desconhecido. Mais
triste, porém, é a enfermidade daqueles que, se não tem mais meios,
confessam que não sabem. de qualquer modo, o fato de que um homem
não vive com o pensamento incessante do desconhecido faz ainda mais
duvidar da inteligência, na medida em que ele mesmo é ávido, mas
cegamente, de encontrar nas coisas a parte que o obriga amar, ou o
sacode com um riso inesgotável, a do desconhecido.
O mesmo acontece com a luz: os olhos só possuem dela reflexos...

Trecho do livro : A experiência interior


Do filosofo , Georges Bataille

As Cavernas/: Lascaux, Chevaux e de Altamira


Eram talvez o ponto máximo do Xamanismo, e ali se deu um grande
mistério
Prof Maurício Eloy
Caverna Lascaux, França
"Homem ferido", Caverna Lascaux

As pinturas “Nas cavernas não eram representações ou registros”


Eram um diálogos , em especial as cavernas de Lascaux, Caverna de
Chauvet na França e Altamira na Espanha
A feitiçaria estava para o homem como também estava para as mulheres
Cena do filme A guerra do Folgo, onde uma Mulher Homo-Sapien
(Cro-Magnon) ensina um Homem Neandertal a fazer o fogo
Não precisamos expandir a consciência ,
precisamos saber usar a consciência

Há 40 mil anos o Xamãs tem esse domínio
Cientistas detectam ondas gravitacionais e ouvem
universo

Grupo conseguiu ouvir choque de buracos negros que


aconteceu 1,3 bilhão de anos atrás. Einsten propôs tese
de ondas gravitacionais há 100 anos.

Xamãs sabiam sobre isso há 40 mil anos


"Homem ferido", Caverna Lascaux

As pinturas “Nas cavernas não eram representações ou registros”


Eram um diálogos , em especial as cavernas de Lascaux, Caverna de
Chauvet na França e Altamira na Espanha
O Xamanismo é um sistema e uma linguagem desenvolvida ou adquirida
por nós humanos

Devemos ter responsabilidade em nossos estudos e discursos, o leigo


que não conhece ou não tem noção sobre o que é o Xamanismo,
vai acreditar em tudo. O Xamanismo é um sistema e uma linguagem
desenvolvida ou adquirida por nós humanos. Numa síntese da
complexidade em um dos aspectos do surgimento do Xamanismo está
atrelado a possível relação “afetiva” com a “natureza”*, em especial as
determinadas plantas e certos animais, a necessidade de sobrevivência, e
uma criatividade exacerbada possivelmente iniciada por parte dos Cro-
magnon os modernos homo sapiens. E a mulher tem um papel
fundamental no Nascimento, na construção ou na relação e aplicação
dessa linguagem desde há 40 mil anos aos dias de hoje.

O denominado Xamanismo urbano (ou Xamanismo - Essencial) vem da


escola moderna de Michael Harner (anos 80), antropólogo americano que
desenvolveu uma linha amena e superficial basicamente voltado para cura
e auto-ajuda.

* A Natureza = como mistério


O Xamã há 40 mil anos já não via o corpo apenas como um meio de
movimento motor, mas como um veículo, uma estrutura de navegação.

O mais interessante é que a Alma se hospeda nesse veículo, nesse sentido


a Alma é um passageiro.

O Xamã de uma forma geral pratica a animação (Alma)...do nosso duplo

Alma do Latim Anima: de animar entre outros significados – Sopro da vida, -


que é um sentido básico, em Grego Amenos = vento ,

na raiz Indu-Européia está ligado a idéias de sopro ou respiração ...mas no


geral esta associado a MORTE = Folego da vida..ou o último respiro...

No Xamanismo - Vida e morte não tem distanciamento


“Para ir Para fora temos que ir para dentro”
Sonu Shamdasani - Principal historiador de C. G. Jung

Aquilo que você julga como um modo de viver pode ser, na verdade,
mais um modo de Morrer. E o modo de morte pode, na verdade, ser um
modo de mais vida.
James Hillman – Primeiro Diretor do Instituto Junguiano em Zurique

James Hillman e Sonu Shamdasani , escreveram o livro


Lamento dos Mortos - A psicologia depois de
O livro Vermelho de Jung
O Liber Novus
O livro vermelho de C G Jung e a descida aos mundos dos mortos - A
linguagem como arte, literatura e Xamanismo
Prof. Mauricio Eloy

https://www.facebook.com/arteeloy
E-mail chamadeumavela@gmail.com

Cel 99341-4238