Você está na página 1de 35

MÉTODO COM FORMA/

INSTRUMENTO
O Menino do Dedo Verde
1. escrito em 1957 pelo escritor francês Maurice Druon.

2. Tistu – E os métodos convencionais de ensino

3. O Jardineiro Bigode: Tistu descobre seu talento

4. Sr. Trovões: Tistu conhece um pouco do lado triste do


mundo: a miséria, a prisão, o hospital.

Maurice Druon nasceu em Paris a 23 de Abril de 1918. Licenciado em Ciências Políticas, vê-se forçado,
durante a Segunda Guerra Mundial, a fugir através da Espanha e Portugal para se juntar às fileiras da
Resistência francesa em Londres.
A PALAVRA

Método vem do grego, methodos, composta de meta: através


de, por meio, e de hodos: via, caminho.

Servir-se de um método é, antes de tudo, tentar ordenar o


trajeto através do qual se possa alcançar os objetivos
projetados.
MÉTODOS PEDAGÓGICOS

“caminho ou processo racional para atingir um dado fim”

Agir com um determinado método supõe uma prévia análise dos


objetivos que se pretendem atingir, as situações a enfrentar,
assim como dos recursos e o tempo disponíveis, e por último das
várias alternativas possíveis.

Trata-se pois, de uma ação planejada, baseada num quadro de


procedimentos sistematizados e previamente conhecidos.
Em pedagogia,
entende-se por métodos os diferentes modos de
proporcionar uma dada aprendizagem e que
foram sendo individualizados pelos pedagogos ou
pela investigação científica.
O método não diz respeito aos vários
saberes que são transmitidos, mas sim, ao
modo como se realiza a sua transmissão.
Podemos definir um método pedagógico como:
Uma forma específica de organização dos
conhecimentos, levando em conta os objetivos
do programa de formação, as características dos
formandos e os recursos disponíveis
Não se torne escravo de um método!
CARACTERIZAÇÃO DOS MÉTODOS

–Método Expositivo

–Método Demonstrativo

– Método Interrogativo

– Método Ativo
CLASSIFICAÇÃO

Roger Mucchielli
propôs uma classificação dos métodos baseada
num "contínuo" desde os completamente
"passivos" aos mais “ativos".
Pierre Goguelin
agrupou-os em três grandes grupos:
Métodos Afirmativos (expositivos e demonstrativos)
Métodos Interrogativos e Métodos Ativos.

Classificação tende a ser feita em função do recurso


pedagógico que é particularmente valorizado
Classificação dos Métodos Pedagógicos
Verbais (Dizer) Intuitivos (Mostrar) Ativos ( Fazer)
Exposição Demonstração Trabalhos em Grupo, em Equipa e de Projeto
Explicação Audiovisuais Estudo de Casos
Diálogo Textos Escritos Psicodramas
Debates Role-Play
Conferências Simulação e Jogos
Painel
Interrogação
MÉTODOS VERBAIS

Transmissão oral dos saberes, continua a ser a mais clássica, mas


também a insuperável forma de comunicação pedagógica.
A sua enorme diversidade decorre obviamente das própria
multiplicidade de formas a que podemos recorrer para expor ou
interrogar os alunos sobre um dado tema.
MÉTODO INTUITIVO

Trata-se de mostrar algo a alguém de forma a que


possa intuir, apreender ou perceber o que se
pretende transmitir.
MÉTODOS ATIVOS
Pestalozzi (1746-1827)
Influenciado pelas ideias de Rosseau defendeu que a educação
deveria "preparar os homens para certos desempenhos na
sociedade".

A educação devia apresentar-se como um desenvolvimento


natural, espontâneo e harmônico das disposições humanas
mais originais, na sua tríplice dimensão: a vida intelectual,
moral e artística e técnica.
No final do século XIX, foram consagradas as bases filosóficas da
pedagogia contemporânea.

William James (1842-1910), concebeu a educação como:


"um processo vivo que permite ao homem reagir adequadamente
face às mais diferentes circunstâncias".
John Dewey (1859-1952), concebeu a educação baseada na ação.
A sua pedagogia ativa assenta nos seguintes princípios:

1. O aluno só aprende bem quando o faz por observação,


reflexão e experimentação (auto-formação);

2. O ensino dever ser adaptado à natureza própria de cada


Aluno (ensino-diferenciado);

3. Deve desenvolver, não apenas a sua formação intelectual, mas


também as suas aptidões manuais, assim como a sua energia
criadora (educação integral);
4. A matéria de ensino deve ser organizada de uma forma que
produza uma efeito global na formação do aluno (ensino global);

5. O ensino deve contribuir para a socialização do aluno, por meio


de trabalhos em grupo, respeitando e fortalecendo sempre a
individualidade dos alunos.

A Educação é vida e educar é preparar para a vida (ensino


socializado)
AVANÇOS E INFLUÊNCIAS DOS MÉTODOS ATIVOS

I.A crescente importância dada às vivências individuais;


II. O aumento da motivação ligada a atividades que envolvem
diretamente o formando;
III. A necessidade de incrementar os hábitos de trabalho
em grupo, para o aperfeiçoamento das relações humanas;
IV. A mudança do papel do formador, este deixou de ser visto como
o detentor do saber, para ser encarado como um facilitador e
animador;
V. A evolução dos métodos de controle, que passaram de um
sistema autoritário, para outros baseados no auto-controle,
auto-avaliação dos alunos e do grupo.
TEORIAS DE ENSINO-
APRENDIZAGEM
• As diversas teorias pedagógicas são
mecanismos existentes que auxiliam na forma
de compreensão do processo ensino-
aprendizagem, teorias que possam ser
adotadas pelos professores a escolha da que
melhor se encaixe com o perfil do que se
procura ensinar e na mesma proporção, fazer
com que o que se ensina seja apreendido.
• TEORIA – BEHAVIORISTA-
COMPORTAMENTARISTA
• TEORIA DE APRENDIZAGEM DE AUSUBEL
• TEORIA CONSTRUTIVISTA DE PIAGET E EMILIA
FERREIRO
• TEORIA DE VYGOTSKY - INTERACIONISTA
• TEORIA DE PAULO FREIRE - HUMANISTA
Práticas Pedagógicas são ferramentas
pedagógicas/técnicas (dinâmicas de grupo,
exercícios teatrais, brincadeiras, fábulas,
metáforas, contos, poesias, brincadeiras,
música, dança, artes, jogos educativos, uso
de recursos tecnológicos, entre outros)
que facilitam o processo ensino-
aprendizagem
A prática pedagógica e a aquisição
de Habilidades
• Sociedade de
Informação x Sociedade
de Conhecimento
• Há uma Prática
Pedagógica Adequada?
• Novos desafios =
escola/
professor/aluno.
• 1) Como agir diante desse novo perfil de aluno?
Como posso fazer para assegurar a atenção do
aluno para o aprendizado sem ter que obrigá-lo?
• 2) Como dar /apontar limite ao aluno?
• 3) Como melhorar o desempenho do aprendizado
dos alunos?
• 4) Como melhorar e trabalhar com as virtudes, os
valores, atitudes, afetividade, relacionamento
interpessoal, autoestima, Inteligências Múltiplas
(Inteligência emocional,...)/Potencialidades dos
alunos?
• 5) Como formar seres pensantes e críticos ao
mesmo tempo transformadores da realidade?
• A prática pedagógica requer mudança de
atitude do professor frente as formas
tradicionais de transmissão de conhecimento,
frente as profundas transformações sociais
que ocorrem em frações de segundos.
• Preparação e formação do professor a fim de
prepará-lo para os desafios.
• Além disso, uma prática pedagógica adequada:
• valoriza as diferenças.
• Busca novidades
• Avalia as atitudes perante os alunos
(acolhimento, mediação, trabalho com regras);
• possui planejamento;
• Preocupa-se com a metodologia de ensino
• utiliza atividades significativas, de diferentes
formas de expressão, trabalho de grupos,
trabalhos colaborativos, avaliação do aluno.
• CONSEQUÊNCIAS:
• Reformulação pedagógica
• Prática formadora para o desenvolvimento do
aluno como ser humano.
• A escola deixe de ser vista como uma obrigação a
ser cumprida pelo aluno, e se torne uma fonte de
efetivação de conhecimento.
• O ALUNO torna-se motivado para participar do
processo de desenvolvimento social, não como
mero receptor de informações, mas como
idealizador de práticas que favoreçam esse
processo e possibilite a aquisição de habilidades.
Aquisição de Habilidades
• “As habilidades estão associadas ao saber fazer; ação
física ou mental que indica a capacidade adquirida.
• Assim identificar variáveis, compreender fenômenos,
relacionar informações, analisar situações-problema,
sintetizar, julgar, correlacionar e manipular são
exemplos de habilidades.
• ANALISAR E COMPARAR os conceitos teóricos com a
situação-problema dada; ARGUMENTAR E APLICAR :
fundamentar soluções ou reconstruções do
problema a partir da teoria.
• A escola deve buscar educadores competentes
nas suas ações, onde ele possa estar sempre
mudando sua prática de ensino para o
beneficio de uma educação que venha trazer
resultados positivos para população.
(GADOTTI, 2003).
• A escola nesse contexto tem por opção
repensar suas ações e o seu papel no
aprimoramento do saber, e para isso, uma
reflexão sobre seus conceitos didático-
metodológicos precisa ser feita, de forma a
adequar-se ao momento atual e
principalmente colocar-se na postura de
organização principal e mais importante na
evolução dos princípios fundamentais de uma
sociedade. (DOWBOR)
• Professor – bússola, guia para o aluno
(GADOTTI)
O professor que desperta entusiasmo em seus
alunos conseguiu algo que nenhuma
soma de métodos sistematizados, por mais corretos
que sejam, pode obter.
John Dewey