Você está na página 1de 30

OFICINA: A LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS (LIBRAS)

2019
Leis que regulamentam a Libras
Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000. (Lei da acessibilidade)
Art. 18. O Poder Público implementará a formação de profissionais
intérpretes de escrita em braile, linguagem de sinais e de guias-intérpretes,
para facilitar qualquer tipo de comunicação direta à pessoa portadora de
deficiência sensorial e com dificuldade de comunicação.
Lei nº 10.436/2002 como a língua oficial das pessoas surdas.
Parágrafo único. Entende-se como Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS a
forma de comunicação e expressão, em que o sistema linguístico de
natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, constituem um
sistema linguístico de transmissão de ideias e fatos, oriundos de
comunidades de pessoas surdas do Brasil.
Decreto Nº 5.626, de 22 de Dezembro de 2005.
Regulamenta a Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a
Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei no 10.098, de 19 de
dezembro de 2000.
O que é Libras?

• Libras é a sigla de Língua Brasileira de Sinais,


um conjunto de “formas gestuais” utilizado por
deficientes auditivos para a comunicação entre
eles e outras pessoas, sejam elas surdas ou
ouvintes.

• Ela tem sua origem baseada na língua de sinais


francesa e é um dos conjuntos de sinais existentes
no mundo inteiro com o propósito de realizar a
comunicação entre pessoas com deficiência auditiva
(surdas).
Para se comunicar

a) Conhecer os sinais
b) Conhecer as estruturas gramaticais para combinar
as frases e estabelecer a comunicação de forma
correta e eficaz.

Articulação da linguagem, que acontece de forma visual-


espacial e não através da emissão de sons.

Obs. Cada país tem a sua própria estrutura de linguagem, que pode variar
inclusive de região para região, dependendo da cultura do local e das
expressões e regionalismos utilizados na linguagem comum.
Breve História da educação dos surdos
Surdos e a sociedade antiga

Fonte: gráfico do autor adaptado dos países do site http://vanessavidalcidadania.blogspot.com/2011/06/cronograma-de-historia-de


surdos.html
Fonte: Google imagens, inquisição. Fig. 1 Fonte: Google imagens, monges.
Fig. 2

Idade Média “Fim da Idade Média”

Monges
Santa inquisição
beneditinos
Skliar (1997) relata que depois de
quase um século da criação da escola
pública para jovens e adulto de Paris,
criada por Abade L’ Epee 1764, os
estudantes surdos eram alfabetizados
e instruídos na mesma proporção que
os ouvintes e a quantidade de
professores surdos e crianças surdas
nessas escolas alcançava o índice de
50%.

A partir do congresso de Milão


1880, o oralismo foi eleito e
imposto como um método mais
adequado para educação de
surdos, pela possibilidade de
integração do indivíduo na
sociedade.
Desde 1960 o movimento de surdos
deixaram de ser a única resistência ao
oralismo. Pesquisadores começaram a dar
o respaldo teórico a sua principal bandeira
de lutas, mediantes estudos linguístico que
comprovaram o status da língua de sinais
como sendo verdadeiramente uma língua.

A Educação Bilíngue:
uma possível
compatibilidade com o
conceito
socioantropológico de
surdez
Dúvidas frequentes sobre Libras

Apesar da Libras ter sido regulamentada em 2005 pelo


decreto 5.626, ainda são muitos os enganos a seu respeito.
10
Vamos esclarecer algumas questões recorrentes.
Surdo ou surdo-mudo?
Federação Nacional de Educação e Integração dos
Surdos explica que a expressão “tem sua raiz na
historia”, num tempo muito antigo quando a pessoa
Surda estava condenada à mudez. Ser surdo
significava automaticamente ser mudo, e pior, ser
um abandonado, excluído, desacreditado!

11
Língua ou linguagem?
É uma
língua natural como
qualquer outra, com
estruturas
sintáticas, semânticas
, morfológicas, etc. A
diferença básica é
que ela também
utiliza a imagem para
expressar-se.

12
Linguagem
Língua
Linguagem é tudo que envolve
significação, que pode ser humano
(pintura, música, cinema), animal
É um conjunto de palavras, (abelhas, golfinhos, baleias) ou
sinais e expressões artificial (linguagem de computador,
organizados a partir de código Morse, código internacional de
regras, sendo utilizado por um bandeiras). Ou seja, “sistema de
povo para sua interação. comunicação natural ou artificial,
Sendo assim a língua seria humana ou não” (Fernandes,
uma forma de linguagem. 2002:16).
13
Linguagem verbal ...Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Linguagem verbal é uso da Mas que seja infinito enquanto dure.
(Até um dia meu anjo)"
escrita ou da fala como meio O Soneto de Fidelidade de Vinícius de Morais
de comunicação.

Linguagem não verbal


Linguagem não-verbal é o uso
de imagens, figuras, desenhos,
símbolos, dança, tom de voz,
postura corporal, pintura, música,
mímica, escultura e gestos como
meio de comunicação.

14
Basta saber o alfabeto?
O alfabeto manual, também conhecido como alfabeto
datilológico, é muito utilizado para comunicar nomes
próprios ou palavras que ainda não possuem sinal
correspondente, mas para uma comunicação efetiva
é preciso aprender muitos outros sinais e estruturas
gramaticais.

Além de estudo teórico, aprender Libras, como qualquer língua, requer


15 também muita prática. Conhecer o alfabeto é apenas o primeiro passo.
Cada país tem sua língua de sinais

Tem origem na Linguagem de Sinais Francesa. As


linguagens de sinais não são universais, elas possuem sua
própria estrutura de país pra país e diferem até mesmo de
região pra região de um mesmo país, dependendo da
cultura daquele determinado local para construir suas
16 expressões ou regionalismos.
17
Os significados dos sinais são óbvios?
Não. Pelo menos não todos. Existem tantos sinais
icônicos1 (que fazem alusão a imagem do que
representam), quanto arbitrários 2 (que não mantêm
semelhança com o que representam).

2
18 Desculpar
Para determinar o seu significado, os sinais
possuem alguns parâmetros (regras) para a sua
formação, como por exemplo a localização das
mãos em relação ao corpo, a expressão facial, a
movimentação que se faz ou não na hora de
produzir o sinal, etc.

19
A PERCEPÇÃO
• O que é a percepção? E o que é a sensação?
• Como vemos ou percebemos as coisas?
• Que factores influenciam a nossa percepção?
• Como se constrói o modo como nos vemos a nós e aos
outros?

21
Sensação e Percepção
1) SENSAÇÃO: resulta do primeiro contacto com a
realidade, captação pura e simples de um objecto sensorial.
É um estado bruto e imediato, cujo papel principal é
proporcionar à percepção os dados de que necessita.
Realiza-se através dos sentidos.

2) PERCEPÇÃO: A percepção é um processo


psicofisiológico através do qual o sujeito organiza e
interpreta os estímulos do meio que foram captados através
dos orgãos dos sentidos (sensação), permitindo-nos
identificar os objectos e acontecimentos significativos.

22
1) LIBRAS = LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS 20) NÃO OUVIR
2) PORTUGUÊS USA O SOM (ORALIDADE) 21) MEMORIZAR
3) LIBRAS USA SINAIS VISUAIS 22) LEMBRAR
4) ATENÇÃO 23) COPIAR = FAZER IGUAL
5) ALFABETO MANUAL 24) RESPONDER

6) DATILOLOGIA = ESCRITA DO ALFABETO 25) CELULAR

7) D.A = DEFICIENTE AUDITIVO 26) DESLIGAR


27) DEPOIS
8) OUVINTE
28) OFICINA
9) SURDO
29) ESPAÇO
10) CERTO
30) VISUAL
11) ERRADO
31) EXEMPLO
12) NOVAMENTE
32) SINAL COMPOSTO = 2 SINAIS PARA FAZER 1 SINAL
13) PORQUÊ?
33) EU
14) PERGUNTO DE VOCÊ
34) VOCÊ
15) VOCÊ ME PERGUNTA
35) ELE
16) ENTENDEU? 36) ELA
17) NÃO ENTENDEU 37) BOM
18) NÚMERO 38) CALMA
19) OUVIR 39) DUVIDAS
NUMERAL CARDINAL
1

2 3 4

6 7
5

8 9
10 11

12 13

14 15

16
17 18

19
SINAIS BÁSICOS
PARA
COMPREENSÃO DA
OFICINA

SAUDAÇÕES E
CUMPRIMENTOS SURDOS/D.A

ALFABETO
DATILOLOGIA MANUAL E
NUMERAIS
OBRIGADO!!!

para mais esclarecimento acesse:


http://ifamlibrascmc.wixsite.com/acessoalibras