Você está na página 1de 12

Ciclo Menstrual

 Período que vai a partir do primeiro


dia de uma menstruação até o dia que
antecede a menstruação seguinte.

 O C M dura cerca de 28 dias e essa


duração varia de acordo com vários
fatores, de mulher para mulher, ao
longo da vida reprodutiva.

 Alguns fatores como: mudanças de


ritmo de trabalho, alterações
emocionais e doenças podem alterar
o ciclo menstrual.
Regulação do ciclo menstrual
 É regulado por mecanismos neuroendócrino constituindo pelo
eixo hipotálamo – hipófise – ovários.
 Os estímulos do meio ambiente podem alterar o ciclo menstrual,
estimular e inibir a ovulação, como também mudar o dia de seu
aparecimento.

 O hipotálamo secreta o fator de


liberação das gonadotropinas- GnRH
que vão atuar na hipófise anterior ou
adenohipofise estimulando a
liberação do hormônio folículo-
estimulante (FSH) e do hormônio
luteinizante (LH).
 Esses hormônios estimulam o ovário a produzir o estrógeno e a
progesterona, que são hormônios femininos.

 O estrogênio e a progesterona provocam mudanças cíclicas no


endométrio, ciclo menstrual.

 A cada ciclo menstrual ocorre a ovulação, que é a liberação pelo


ovário de um óvulo maduro geralmente no 14º dia, e o útero se
prepara para receber o óvulo fecundado, caso isso não aconteça,
a camada interna do útero se desprende ocorrendo assim a
menstruação.
 A menstruação é caracterizada pela perda sanguínea periódica e
cíclica que ocorre da menarca até a menopausa.
FASES MENSTRUAL
 O ciclo menstrual é dividido em quatro fases: fase menstrual,
fase proliferativa, fase lútea e fase isquêmica.

 Fase menstrual - é a fase em que a camada funcional da parede


do útero se desfaz e é expulsa com o fluxo menstrual.

 Fase proliferativa - é a fase em que ocorre o crescimento dos


folículos ovarianos estimulado pelo hormônio LH e dura cerca de
9 dias. Também ocorre um aumento da espessura do
endométrio.
 Fase lútea - é a fase em que ocorre a formação,
crescimento e funcionamento do corpo lúteo que produz
progesterona e estimula o epitélio glandular.
 Dura cerca de 13 dias. Se a fertilização não ocorre o corpo
lúteo se degenera, caem os níveis de estrogênio e
progesterona e o endométrio entra na fase isquêmica.

 Fase isquêmica - inicia-se quando não ocorre a fertilização.


É a fase em que o corpo lúteo se degenera, os níveis de
estrogênio e progesterona caem e o ocorre alterações
vasculares que provocam a isquemia do endométrio.
 As características das alterações do ciclo menstrual podem ser de
acordo com: duração, quantidade e intervalo.

 Quanto à duração:
• Hipermenorreia: quando o ciclo dura mais de 8 dias.
• Hipomenorreia: quando o ciclo dura menos de 2 dias.

 Quanto à quantidade:
• Menorragia: ocorre um aumento da quantidade de sangue,
sem alteração na duração, e perda sanguínea com coágulos.
• Oligomenorreia: ocorre uma escassez na quantidade de
sangue.
Alterações do ciclo menstrual
Quanto ao intervalo: este pode estar diminuído
ou aumentado.

 Diminuído:
• Proiomenorreia(aum. Do ciclo menst): a menstruação pode
ocorrer cada 20 ou 25 dias;
• Polimenorreia: a menstruação ocorre cada 15 dias, ou seja, duas
menstruação no mês.

 Aumentado:
• Opsomenorreia(atrasada): intervalo de 35 ou 40 dias;
• Espaniomenorreia(disturbios menst): quando ocorre por 2 ou 3
meses.
 Algumas mulheres apresentam amenorreia que significa falta de
menstruação durante o período da menarca até a menopausa,
assim como dismenorreia que significa dor menstrual sendo uma
das queixas mais frequentes entre as mulheres e varia de mulher
para mulher e de acordo fatores como alimentação, alteração
emocional, exercício físico, entre outros.

 Pode ocorrer também metrorragia que significa perda sanguínea


genital que surge em qualquer época do período entre uma e
outra menstruação.
• https://www.youtube.com/watch?v=xg8g3Cl
m0OU