Você está na página 1de 38

MASSAGEM CLÁSSICA

PROFª FLORENCE G.T. LAINSCEK


5ºP FISIOTERAPIA /UNIRG
Massagem Clássica

 Deriva das antigas formas de massagem aplicadas na Grécia, tendo sido


sobretudo no início do séc. XIX que esta técnica voltou às "luzes da
ribalta", tornando-se popular na Europa através do desenvolvimento
dado pelo ginasta sueco Per Henrik Ling que aliou os seus conhecimentos
de ginástica à prática da massagem aprendida na China, criando assim
a técnica que ficou conhecida por Massagem Clássica. A Massagem
clássica consiste em fazer pressão, sempre no sentido do fluxo sanguíneo,
em diferentes pontos do corpo. Recorre-se também a técnicas de fricção
para melhorar o retorno do sangue ao coração. Neste tipo de massagem
costuma ser usual a aplicação de determinados óleos ou pó de talco,
para reduzir a sensação de fricção. Os efeitos da massagem clássica
podem ser divididos em: circulatórios, neuromusculares, metabólicos e
reflexos.(DOMENICO 1998 p. 18).
Anatomia da Pele

 A pele consiste em duas camadas principais, a epiderme externa é


estratificada em quatro ou cinco camadas estruturais é a derme espessa
e mais profunda consiste em duas camadas a hipoderme (tela
subcutânea) liga a pele com os órgãos subjacentes(VAN DE GRAFF 2002 p. 50-54)
Epiderme

 A epiderme e constituída por epitélio de descamação estratificado dividido em cinco


camadas.
 A camada basal é composta por ceratinócitos, que produzem as células das camadas
superficiais.
 A camada espinhosa é composta por varias faixas de células mantidas juntas por muitos
desmossomas. A camada basal e a camada espinhosa são por vezes denominadas estrato
germinativo.
 A camada granulosa é constituída por células repletas de grânulos de ceratina. A morte das
células ocorre neste estrato.
 A camada translúcida é composta por uma camada de células mortas transparentes.
 A camada córnea é constituída por muitas camadas de células de descamação mortas. As
células mais superficiais descamam.
 A ceratinização é a transformação das células vivas da camada basal em células de
descamação mortas dos estrato córneo. As células ceratinizadas são repletas de ceratina e
possuem um invólucro proteico, ambos contribuindo para a força estrutural
 Os espaços intercelulares são repletos com lipídeos que contribuem para a impermeabilidade
da epiderme em relação à agua
Derme:

 A derme, um tecido conjuntivo denso irregular com poucas células


adiposas, encontra-se dividida em duas camadas:
 Derme reticular é a principal camada fibrosa e é na sua maior parte
constituída por colágeno.
 A derme papilar encontra-se bem abastecida com capilares
 A pele espessa possui todas as cinco camadas epiteliais. A derme sob a
pele espessa produz as impressões digitais. A pele fina contem menos
células por camada e a camada translúcida encontra-se geralmente
ausente. Os pelos encontram-se apenas na pele fina
A pele tem como função:

 Proteção- a pele evita a entrada de microrganismos, atua como barreira de


permeabilidade e protege contra a abrasão e a radiação ultravioleta.
 Controle da temperatura– através da dilatação e da contração dos vasos
sanguíneos, a pele controla a perda de calor do corpo. As glândulas
sudoríparas produzem suor que evapora e faz baixar a temperatura do corpo.
 Produção de vitamina D – a pele exposta a radiações ultravioletas produz
colecalciferol que é modificado no fígado e depois nos rins para formar
vitamina D ativa. A vitamina D aumenta os níveis de cálcio no sangue
promovendo o consumo de cálcio a partir dos intestinos, a remoção de cálcio
dos ossos , e a redução da perda de cálcio a partir dos rins.
 Sensibilidade - a pele contem receptores sensoriais para a dor, tacto, calor,
frio e pressão que permitem a reposta adequada ao meio.
 Excreção – as glândulas da pele removem pequenas quantidades de
produtos de excreção mas que não são importantes na excreção.
Tecido subcutâneo:

 A pele repousa na hipoderme que a liga aos ossos e músculos subjacentes e lhe
fornece vasos sanguíneos e nervos. A hipoderme é constituídos por tecido
conjuntivo laxo, com fibras de colágeno e elastina. Os principais tipos de células
na hipoderme são os fibroblastos, células adiposas e os macrófagos. A hipoderme
que não faz parte da pele, é por vezes designada por tecido celular subcutâneo
ou fáscia superficial. Cerca de metade da gordura armazenada no corpo
encontra-se na hipoderme, funcionando como acolchoamento e isolador e é
responsável pelas diferenças na forma do corpo entre o homem e a mulher.(VAN
DE GRAFF 2002 p. 55-62).
Condições básicas para a massagem
clássica

 Conhecimento da anatomia de superficial:


 O uso efetivo das técnicas de massagem dos tecidos exige um conhecimento
completo e a aplicação pratica da anatomia de superfície , considerando que as
mãos do terapeuta estão mobilizando tecidos do paciente é essencial que o
terapeuta esteja familiarizado com as estruturas anatômicas envolvidas
especialmente ao realizar técnicas que visam afetar estruturas especificas por
exemplo um tendão ou parte de um músculo , obviamente se uma técnica é
realizada errada é improvável que o tratamento venha a ter êxito .
Condições básicas para a massagem
clássica

 Preparação das mãos:


 O estado das mãos é extremamente importante tanto para o terapeuta tanto para o
paciente , elas devem estar sempre limpas, e bem cuidadas, as unhas devem ser
mantidas curtas e arredondadas não causando nem um dano no paciente.
Normalmente as mãos ideais para a aplicação da massagem são carnudas , quentes,
flexíveis e secas. Algumas pessoas apresentam uma certa habilidade natural de relaxar
as mãos movimentando- as ritmicamente. As mãos devem ser lavadas antes e depois
de ser aplicada a técnica, no tratamento por massagem nas mãos desempenha duas
funções ;dão movimento a pele , tecido moles, músculos e outras estruturas, elas devem
ser vistas como sensores móveis transmitindo informações para o terapeuta sobre o
estado dos tecidos que estão massageando. É importante que o terapeuta esteja
relaxado durante a aplicação da massagem porque a maioria dos movimentos é
realizado não só com as mãos mas também mediante o uso do peso corporal e pela
movimentação. (DOMENICO 1998 p. 44-46)
Áreas das Mãos que Podem Ser Usadas na
Administração de Massagem

 Toda a superfície palmar de uma das mãos ou das duas


 A borda ulnar da eminência hipotenar
 Uma ou mais ponta dos dedos
 Uma ou almofadas dos dedos
 Uma ou ambas as almofadas do polegar
Lubrificantes: Cremes e Óleos para
massagem:

 Se o terapeuta tem boas mãos pode não haver necessidade de lubrificantes mas
contudo a maioria das situações o uso de lubrificantes é utilizado. Muitos tipo de
óleos e cremes podem ser utilizados durante a massagem, essas substâncias são
particularmente úteis no tratamento da pele e dos tecidos subcutâneo e cicatrizes ,
pele seca e áreas deficientes , o azeite de alto nível é um óleo natural de uso
comum também é aplicado em massagem.
 Vários tipos de cremes podem ser utilizados ele é ligeiramente absolvido pela pele,
deve ser utilizado apenas quantidades suficientes que permite o deslizamento
suave das mãos sobre a pele porque uma quantidade demasiada impede o
terapeuta realizar manobras fixa nos tecidos .A experiência suficiente do
lubrificante para uma área deve ser depositada em ambas as palmas sendo
aplicada a área com o primeiro movimento de alisamento
Equipamentos

 Equipamentos
 O equipamento mais importante para um tratamento por massagem bem sucedida
é um par de mãos bem treinadas por uma mente inteligente, contudo há outros
equipamentos importantes e os tratamentos por massagem são praticamente com o
paciente bem sustentado em todas as posições .Na maioria das vezes o paciente
deita-se numa maca terapêutica apropriada , idealmente a altura da mesa deve ser
ajustada com uma posições confortável ao terapeuta, é extremamente importante
o apoio para a cabeça , ombros, e outras partes do corpo sobretudo na posição de
DV. Estes aspectos ajudam a garantir um procedimento ótimo e aumentando
significativamente a eficiência e conforto em geral do tratamento para ambos , a
massagem pode ser administrada com o paciente sentado. (DOMENICO 1998 p 60)
Maca ideal para realização de
Massagem

 De altura ajustável
 Equipada com um orifício para nariz e face
 Fabricada em 3 seções das quais 2 referentes as extremidades podem ser
levantadas.
 Descansos ajustáveis para os braços

Ambiente :

 O ambiente no qual o tratamento irá ser realizado dever estar sempre bem
acabado ser limpo e organizado , de preferências pintados com cores claras e
agradáveis para que o paciente sinta-se bem, deve-se evitar poeira e odores
muito fortes como tinta e cigarro , se possível mante ligado um som ambiente
sempre com volume baixo e uma música lenta que proporcione relaxamento, se
possível também manter a temperatura agradável com ar-condicionado ,
ventiladores ou janelas para boa circulação do ar. Deve-se ter uma sala de
recepção com banheiro, uma divisória para o paciente despir-se e acessórios
como armário, cabide , junto a outros materiais como lenções , toalhas ,
travesseiro entre outros.(BASSI 2003 p. 4)
Avaliação do paciente:

 O terapeuta deve estar atento ao avaliar o paciente e observar a


postura, se a presença de dor, se pratica atividade física, se esta
dormindo adequadamente uma quantidade de horas necessária e
comportamento como falante demais ou deprimido.
Posicionamento do paciente:

 O paciente está confortavél ou bem posicionado para o inicio do


tratamento?
Posicionamneto do terapeuta:

 O terapeuta está bem posicionado para o inicio do tratamento? Há


sobrecarga de peso em um dos lados?
Descrição dos Movimentos de Massagem
Manipulação do Deslizamento (Effleurage):

 Definição: Um movimento de deslizamento é realizado com toda a superfície


palmar de uma ou ambas mãos movimentos em qualquer direção na superfície
do corpo.
 Finalidade: O deslizamento é útil para dar inicio a uma sequência de
massagem, o deslizamento permite que o paciente se acostume á sensação
transmitida pelas mãos do terapeuta e do mesmo modo a dá ao terapeuta um
oportunidade de sentir os tecidos do paciente. Quando realizado lentamente o
deslizamento ajuda o paciente a relaxar , este movimento também mostra-se
útil na união das sequência de outros movimentos.
Manipulação do Deslizamento
(Effleurage):

 O deslizamento pode ser efetuado em qualquer direção contudo a direção deve


ser a que seja conveniente para o operador e confortável para o paciente
comumente o deslizamento avança em uma direção a cada vez tipicamente os
movimentos avançam ai longo de uma linha paralela ao eixo longitudinal do corpo
ou transversal ao eixo , este procedimento também pode ser efetuado um ângulo
com o eixo longitudinal. O movimento deve ter continuidade enquanto a mão
estiver em contato com a pele o deslizamento deve ser rítmico caso contrario o
estimulo será desigual o inicio de cada deslizamento pode ser efetuado com uma
ou ambas as mãos , alternadamente uma das mãos afasta-se do paciente
enquanto a outra faz contato para o alisamento de pequenas áreas como a face
podem ser usadas as pontas dos dedos em vez de toda a mão.
Manipulação do Deslizamento
(Effleurage):

 Velocidade do Movimento: O deslizamento pode ser lento ou rápido ,


efetuado lentamente tende a ser relaxante ,realizado rapidamente exerce um
efeito mais estimulante nos tecidos.
 Profundidade e pressão: A profundidade pressão empregada nas técnicas de
deslizamento dependem em grande parte do tipo de movimento que está
sendo usado em geral o deslizamento superficial tende a usar em geral o
deslizamento profundo lança mão de uma pressão muito maior e portando
afeta estruturas mais profundas.
 Deslizamento superficial: Comumente o deslizamento superficial é lento e
suave mas suficientemente firme para o que o paciente tome consciência da
passagem da mão durante todo o movimento quando administrado
desdaforma o deslizamento é extremamente relaxante.
Manipulação do Deslizamento
(Effleurage):

 Deslizamento profundo: O deslizamento profundo é administrado com


uma pressão muito maior sendo habitualmente efetuado com bastante
lentidão , desta forma tende a estimular a circulação ao tecido muscular
mais profundo , por esta razão este movimento é geralmente aplicado na
direção do fluxo venoso é linfático de diversas maneiras o alisamento
profundo é muito semelhante a pressão.
Manipulação do Amassamento :

 Definição: Uma manipulação em que os músculos e tecidos subcutâneo são


alternadamente comprimidos e liberados o movimento ocorre em um sentido circular ,
durante a fase de pressão de cada movimento a mão e a pele se movem conjuntamente
sobre as estruturas sobre mais profundas .Durante a fase de liberação a mão desliza
suavemente ate uma área adjacente e o movimento é repetido.
 Finalidade: Os movimentos de amassamento exercem uma intensa ação mecânica e
objetivam afetar os tecidos mais profundos, em particular o amassamento visa mobilizar das
fibras musculares e de tecidos profundos promovendo destarte o funcionamento normal
dos músculos que não apenas consiste em contrair para a produção de movimentos , mas
também alongar-se e permitir os movimentos na direção oposta, para que isso seja possível
as fibras musculares e demais estruturas devem estar moveis. O amassamento também tem
utilidade na mobilização tumefação crônica sobrecarga os locais em que esta tumefação
sofreu um processo de organização e está impedindo a movimentação normal das
articulações e dos membros.
 Amassamento é um movimento em que a mão e a pele se movem conjuntamente sobre as
estruturas mais profundas e durante toda a sua realização é aplicada certa pressão aos
tecidos. O amassamento pode ser efetuado com varias partes da mão , em qualquer parte
a pressão é aplicada em movimentos circulares.
Manipulação do Amassamento :

 Velocidade do movimento: O amassamento é realizado com bastante lentidão devido a


pressão exercida sore os tecidos , se o amassamento for efetuado com demasia rapidez
é provável que torne-se ineficaz ou desconfortável ao paciente.
 Profundidade e pressão: Como o nome implica amassamento exige aplicaçaõ de uma
pressão significativa nos tecidos para que possa ser considerado efetivo contudo a
pressão deve ser adaptada com bastante leveza especialmente nas estruturas mais
delicadas, é importante que a pressão seja aplicada somente durante metade do ciclo.

Manipulação da Fricção:

 Definição: As fricções profundas consistem de movimentos breves


precisamente localizados e profundamente penetrados realizados numa
direção circular ou transversal, estes movimentos profundos são
habitualmente realizados pelas pontas dos dedos , embora a almofada
do polegar ou a palmar também possam ser utilizados.
 Classificação: Movimentos transversais são uma serie de movimentos
breves e profundos realizados transversalmente as fibras do tecido alvo , é
realizado uma serie de três ou quatro movimentos circulares no mesmo
ponto que vão se tornando gradualmente cada vez mais profundos nos
tecidos.
 Finalidade: As fricção profundas objetivam mobilizam os tendões,
ligamentos e outras estruturas, estão presentes inflamação ou aderências.
Manipulação da Fricção:

 Para que seja obtido um firme contato com a pele necessário para aplicação de
movimentos de fricção é importante que não seja utilizado nenhum lubrificante os
movimentos de fricção sobre o tecido cicatricial, seco e descamativo devem ser
aplicado sem lubrificante apenas quando o tratamento se completar é que
devemos aplicar uma pequena quantidade de lubrificante áreas com movimentos
de deslizamento os dois tipos de movimentos de fricção são bastantes diferentes e
serão descritos separadamente.
 Fricção transversais: Fricções transversais são efetuados em ângulo reto com o eixo
longitudinal das fibras nas estruturas envolvidas , a massagem deve ser aplicada
exatamente no ponto correto as estruturas a serem tratadas devem estar
completamente estiradas , os dedos devem movimentar-se com a pele e tecidos
subcutâneos sobre os tecidos mais profundos, atrito é efetuado com um
movimento transverso as fibras, os movimentos devem possuir suficiente
profundidade e amplitude de modo atingir a lesão.
Manipulação da Fricção:

 Fricção circulares: Esta modalidade pode ser efetuada com as pontas dos dedos , os
dedos devem ser pressionados nos tecidos antes que tenha inicio o movimento em
seguida mobilizados em círculos bem pequenos se aprofundando ligeiramente cada
circulo sucessivamente de forma que os tecidos superficiais são mobilizados sobre os
tecidos mais profundos.
 Velocidade do movimento : Tanto as fricções transversais como as circulares são
efetuadas lentamente com um ritmo uniforme.
 Profundidade e pressão: Tanto as fricções transversais como as circulares são
movimentos muito profundos , uma pressão significativa é aplicada a uma área muito
pequena de tecidos sendo importante que os dedos de movam através da pele a
menos que e forme uma bolha devido a pressão.
Manipulação da Fricção:
Manipulação da Vibração:

 Definição: Vibração é uma técnica praticada com uma ou duas mãos em que um
delicado movimento de agitação ou tremor é transmitido aos tecidos pela mão
pela pontas dos dedos.
 Finalidade: Vibração é um movimento que objetivam principalmente ajudar soltar
as secreções do pulmões , a vibração também pode ser usada como técnica
estimulante sobre tecido muscular visto que pode estimular o reflexo do estiramento.
 A mão ou ponta dos dedos são posicionadas levemente sobre a parte , o cotovelo
deve estar praticamente reto mas o braço deve permanecer relaxado quando a
vibração é administrada sobre o tórax para soltar e remover secreções pulmonares
as mãos podem ser colocadas sucessivamente sobre cada uma dos diversos
segmentos , o movimento pode ser do tipo para dentro e para fora ou pode ser
efetuado pela mobilização da mão de forma a cobrir uma área maior.
 Velocidade do movimento: Se as vibrações são ministradas para ajudar a
soltar secreções elas devem ser aplicadas durante a fase expiratória
durante o próprio movimento vibratório a agitação pode ser bastante
rápida mas efetuada apenas quando o paciente expira.
 Profundidade e pressão: Habitualmente as vibrações tem uma qualidade
bastante fina, pouca pressão é aplicada durante das vibrações
aplicadas ao tórax
Manipulação da Percussão:

 Classificação: As manipulações por tapotement (do frânces percutir) também são


conhecidas por abranger vários movimentos distintos de massagem que se caracterizam
por partes variadas da mão golpeando os tecidos em uma velocidade bastante rápida
habitualmente as mãos operam alternadamente e os pulsos são mantidos flexíveis de
modo que os movimentos são leves elásticos e estimulantes , na maioria das vezes estes
movimentos visam estimular os tecidos seja pela ação mecânica direta , ou ação
reflexa. Definição: A percussão é um movimento com uma ou ambas as mãos em quem
cocham golpeiam rapidamente a superfície cutânea comprimindo o ar provocando
uma onda de vibração que penetra nos tecidos.
 Finalidade: A percussão objetiva estimular os tecidos por meio de uma ação mecânica
direta .Os tecidos são submetidos a golpes manuais com certa frequência, utilizando se a
borda ulnar, a mão espalmada ou fechada.
Manipulação da Percussão:

 Velocidade do movimento: As palmadas são efetuadas com bastante rapidez


visto seu objetivo consiste em estimular os tecidos a própria velocidade é
determinada pela capacidade do terapeuta em coordenar os movimentos
dos pulsos mas deve se equiparar ao grau de conforto necessário para o
paciente e terapeuta.
 Profundidade e pressão: É um movimento que deve ser efetuado
rapidamente mas com suavidade é por isso que a percussão é aplicada com
um movimento do pulso e não pela flexão e extensão do cotovelo , os
cotovelos devem ser mantidas em uma posição confortável em algum ponto
próximo a extensão completa mas o movimento efetivamente aplicado é
efetuado pela flexão e extensão alternadas dos pulsos e não por qualquer
movimento dos cotovelos , desta forma o movimento pode ser efetuado de
modo suave e rápido.( (DOMENICO 1998 p 31-45)
Manipulação da Percussão:
Benefícios da Massagem Clássica

 Na circulação sanguínea localizada há o deslocamento intermitente do liquido nos


vasos, aumento da velocidade do fluxo e da troca de substancias com as células
tissulares. Como efeito secundário, há aumento da irrigação periférica, da
concentração de eritrócitos e da excreção renal da água. Estes efeitos são
parcialmente reflexos e devidos a liberação de histamina e acetilcolina nos tecidos.
A massagem profunda produz aumento na circulação sanguínea no membro
contralateral não tratado. Na circulação sanguínea ocorre também o chamado
efeito reflexo, verificado no deslizamento, proporcionando uma vasodilatação
capilar por desencadeamento dos mecanismos vaso reflexos que intensificam a
circulação, melhorando as condições de trocas iônicas nos tecidos e por ação
nervosa, produzindo sedação e dão estimulações sensoriais, que promovem uma
reflexa mediana pela medula espinhal, e também a massagem aumenta
transitoriamente o fluxo superficial de sangue. (DOMERICO e WOOD 1998 p. 63)
Benefícios da Massagem Clássica

 Neuromuscular:
 Segundo Abat, Ito , Barroso, Carlos U. e Tricolli ( 2010 p.3) as manobras da massagem clássica
apresentam efeitos benéficos pós-exercícios por aumentar a circulação com eliminação mais
rápida de substâncias residuais, melhoram a nutrição das miofibrilas e eliminam o líquido
extracelular, possibilitando um aumento na excitabilidade e contabilidade. Bell defende o
repouso intercalado com a massagem, ao invés do repouso isolado para o alívio da fadiga
muscular. Segundo os pesquisadores Kellog e Despard, a massagem produz um aumento do
músculo, tornando-o mais firme e elástico. Entretanto Mennel não concorda que a massagem
aumenta a força muscular e salienta que a massagem não é substituída do exercício. A
massagem não aumenta a força e nem o tónus muscular. A força se desenvolve nos músculos
que estão se contraindo ativamente, preferivelmente contra resistência. Outro efeito da
massagem que gera controvérsia é a ação que este recurso promove na recuperação da
musculatura após atividade física. Muitos autores acreditam na efetividade dessa modalidade
terapêutica após uma atividade física intensa, promovendo uma recuperação muscular mais
rápida, além da diminuição da dor. Esses estudiosos acreditam que existe poucas evidencias
que sustentam essa tese. Contudo, além da explicação fisiológica do alivio da dor via
massagem, o efeito psicológico desencadeado pelo toque, além do efeito relaxante
associado, também tem grande influencia nesse processo.(BASSI 2003 p.23 )
Benefícios da Massagem Clássica

 Metabolismo:
 A massagem não aumenta o consumo de oxigênio e nem causa produção de acido láctico.
Relatam que a massagem abdominal causa diurese. Esta diurese é acompanhada por
elevada excreção de nitrogênio, fósforo inorgânico e cloreto de sódio. Estudiosos clínicos
realizados por Kalb e Wright em pacientes obesos revelaram que a massagem não tem efeito
sobre a obesidade generalizado ou deposito de gordura, sendo ineficaz para a redução de
peso. Também não se encontra fundamentação cientifica para as chamadas “massagens
modeladoras”, as quais se atribui um deslocamento de tecido gorduroso para determinadas
regiões.
 Reflexo:
 Os efeitos reflexos podem ser explicados pelas ações da massagem nos sistemas nervosos
central, autonômico e periférico. As respostas encontradas foram aumento na atividade
simpática, aumento da pressão sanguínea sistólica, da frequência cardíaca, da atividade de
glândulas sudoríparas, da temperatura periférica da pele, da temperatura corporal e
diminuição da frequência respiratória. O método se baseia na premissa da existência de zonas
reflexas na pele, que quando comprometidas refletem alterações decorrentes de vários
órgãos viscerais, e a manipulação pode interferir nesse processo. (DOMENICO 1998 P41)
Indicação

 A massagem pode reduzir o edema;


 Aumenta a circulação em membros imóveis;
 A vasodilatação causada pela massagem possivelmente cria uma necessidade de
reativar os vasos dormentes;
 Reduz o desconforto das fibroses;
 Reduz espasmos nos músculos, devido à sensibilidade aumentada;
 Reduz o tónus muscular, aumentando a amplitude de movimento e reduzindo a dor;
 Aumenta a flexibilidade geral;
 A recuperação sensorial pode ocorrer mais rapidamente com a massagem;
 A recuperação dos tecidos de ligações durante o processo de cicatrização pode ser
facilitado pela massagem;
Contraindicações

 A massagem é contraindicada sobre ferimentos abertos, tromboflebite e tecidos


infectados, sintoma de erupção cutânea, como bolhas, feridas e escabiose, ou
contusões, varizes, febre, fraturas, hemorragias, articulações inflamadas, úlceras abertas,
tumores e inchaços não diagnosticados, cancro, problemas cardiovasculares como
trombose ou outros males circulatórios, sobre o abdómen, no caso de gravidez, ou de
náuseas, vómitos e diarreia, situações pós- cirúrgicas. Podem ser esperadas reações
adversas em três tipos diferentes de circunstâncias: quando a massagem é
contraindicada para o paciente, quando a técnica é inapropriada para a condição
que está sendo tratada , quando uma técnica inapropriada é incorretamente aplicada.
 Muitos dos efeitos sugeridos para a massagem, podem ser explicados e compreendidos
no contexto de princípios científicos, mas é desejável que estes princípios sejam
suportados por resultados de investigações. Estas afirmações podem ser vistas com um
certo ceticismo, até que pelo menos seja dada uma explicação convincente e o
terapeuta esteja certo que parte da nossa compreensão é baseada em explicações
biológicas e não em explicações científicas.((DOMENICO 1998 P40).
DÚVIDAS?