Você está na página 1de 33

FUNÇÕES DA LINGUAGEM

ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO
 emissor / remetente – elemento que emite, codifica a mensagem;
 receptor / destinatário - recebe, decodifica a mensagem;
 mensagem - conteúdo transmitido pelo emissor;
 código - conjunto de signos usado na transmissão e recepção da mensagem
 referente – o assunto, a situação que envolve o emissor e o receptor e o
contexto linguístico;
 canal – meio físico pelo qual circula a mensagem e a conexão psicológica.
Obs.: as atitudes e reações dos comunicantes são também referentes e exercem
influência sobre a comunicação
Intencionalidade Discursiva

São as intenções, explícitas ou implícitas, existentes


na linguagem dos interlocutores que participam de
uma situação comunicativa.
Exemplo:
-Por favor! Me joga uma corda que eu estou me afogando!
- E além disso ainda quer se enforcar?
(Jô Soares, Veja, 20/05/92)

Na piada, o locutor, ao pedir uma corda, naturalmente deseja ser socorrido,


prendendo-se a ela. O interlocutor, entretanto, interpreta sua pergunta como
se o locutor desejasse se enforcar.
O humor é extraído do fato de as personagens não levarem em conta um
princípio básico das interações verbais: a intencionalidade discursiva.
ÊNFASE NO EMISSOR

FUNÇÃO EMOTIVA
CARACTERÍSTICAS
• SUBJETIVIDADE – Predomínio da
primeira pessoa
• VISÃO INTIMISTA
• UNILATERALIDADE
• PREOCUPAÇÃO COM O “EU”
• OPINIÕES E RELATOS PESSOAIS
Não sei quem sou, que alma tenho.
Quando falo com sinceridade não sei com
que sinceridade falo.
Sou variamente outro do que um eu que não
sei se existe (se é esses outros)...
Sinto crenças que não tenho.
Enlevam-me ânsias que repudio.
A minha perpétua atenção sobre mim
perpetuamente me ponta
traições de alma a um carácter que talvez eu
não tenha,
nem ela julga que eu tenho.
Sinto-me múltiplo.
Fernando Pessoa
ÊNFASE NO REFERENTE
ASSUNTO
FUNÇÃO REFERENCIAL
INFORMATIVA
COGNITIVA
FUNÇÃO REFERENCIAL
• OBJETIVIDADE
• ÊNFASE NA INFORMAÇÃO
• CONHECIMENTO E ESCLARECIMENTO
• LINGUAGEM DENOTATIVA
• VISÃO UNIVERSAL
• PREFERÊNCIA PELA 3ª PESSOA
• TESES, TEXTOS JORNALÍSTICOS,
CIENTÍFICOS
Pobre que trabalha desde cedo contribuirá 11 anos a mais para se aposentar

Antonio Temóteo
Do UOL, em Brasília
18/03/2019 04h00

Os brasileiros pobres geralmente começam a trabalhar mais cedo e, com a reforma


da Previdência, terão de contribuir muito mais anos ao INSS do que o mínimo
necessário para ter o direito de se aposentar. O tempo de contribuição exigido pela
reforma é de 40 anos para ter 100% de aposentadoria, e a idade mínima é de 62
anos para mulheres e 65 anos para homens.

Um pobre que começar a trabalhar aos 14 anos como jovem aprendiz terá de
contribuir 48 anos (mulher) ou 51 anos (homem) para atingir a idade mínima de
aposentadoria (62/65 anos). Alguém de classe média que comece a vida profissional
aos 25 anos terá de trabalhar menos: em 37 anos (mulher) ou 40 anos (homem),
atinge a idade mínima. Ou seja, os pobres podem ter de contribuir por até 11 anos ou
quase 30% a mais que a classe média.

Fonte: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/03/18/reforma-14-jovem-
aprendiz-previdencia.htm
ÊNFASE NO RECEPTOR

FUNÇÃO CONATIVA
APELATIVA
FUNÇÃO CONATIVA
• MUDAR HÁBITOS
• INFLUENCIAR
• CONVENCER / PERSUADIR
• ORDENAR
• CONVIDAR
• APELAR
• SUGESTIONAR
CARACTERÍSTICAS
• Verbos no imperativo
• Orações optativas (expressam desejos)
• Referência direta ao receptor
ÊNFASE NO CÓDIGO

FUNÇÃO METALINGUÍSTICA
FUNÇÃO METALINGUÍSTICA
• Código abordando o próprio código
• Poema que fala de poema
• Música que fala de música
• Teatro que fala de teatro
Escher (1898-1972 )
Gastei uma hora pensando em um
verso
que a pena não quer escrever.
No entanto ele está cá dentro
inquieto, vivo.
Ele está cá dentro
e não quer sair.
Mas a poesia deste momento
inunda minha vida inteira.

Drummond
ÊNFASE NO CANAL

FUNÇÃO FÁTICA
FUNÇÃO FÁTICA

• Testar o canal de comunicação


• Avaliar o nível de entendimento
-Alô
-Alô
-Hummm
-Heinnn?
-Alô
-E aí, cara,
tudo bem?
- Tudo, e lá?
- Indo, tipo
assim, né?
- Pô, e a
meninada?
- É, sei lá, vai
ÊNFASE NA MENSAGEM

LINGUAGEM POÉTICA
FUNÇÃO POÉTICA
• Preocupação estética
• Linguagem repleta de figuras
• Combinações sonoras, visuais
• Provoca impacto quer seja visual, emotivo
ou mesmo sonoro
• Jogo de palavras
• Pode agir conjuntamente em quase todas
as outras funções
Marcelo Moura