Você está na página 1de 14

ANO DA MORTE DE CAPITULO XVII

RICARDO REIS
ACONTECIMENTOS – CAPÍTULO XVII
• Participação de Victor num filme de propaganda política, de Lopes Ribeiro

• Instabilidade política
• Golpe militar em Espanha
A REVOLUÇÃO DE MAIO
• António Lopes Ribeiro, o realizador, filma uma cena de uma rusga da polícia. Nela
participam o Victor e outros agentes

“O Victor está nervoso. Esta missão é de grande responsabilidade (...).”


José Saramago, Ano da Morte de Ricardo Reis, p.433
A REVOLUÇÃO DE MAIO

• A Revolução de Maio é um filme português, realizado


por António Lopes Ribeiro, no ano de 1937;

• Filme de propaganda produzido pelo Estado Novo;

• Feito no contexto da Guerra Civil de Espanha e do


endurecimento da ditadura portuguesa, A Revolução de
Maio foi uma grande produção filmada em vários pontos
do país.

António Lopes Ribeiro


REPRESENTAÇÃO DO SÉCULO XX
O ESPAÇO DA CIDADE

• Verão

• Sufocante, devido ao calor  ”Sucedem-se estes dias e estas noites, sob o grande
calor que alternadamente desce do céu e sobre da terra”
José Saramago, Ano da Morte de Ricardo Reis, p.456
REPRESENTAÇÃO DO SÉCULO XX ACONTECIMENTOS POLÍTICOS

“O Victor já desceu com a sua esquadra,


levam prisioneiros algemados, têm uma tal
consciência do seu dever de polícias que
• Ironia
até esta comédia levam a sério, tudo o que • Necessidade de prender toda a gente
é preso deve aproveitar-se mesmo sendo a
fingir.”

Outros assaltos se estão premeditando. ”


José Saramago, Ano da Morte de Ricardo Reis, p.438
• Os verdadeiros e importantes
assaltos/revoluções estão a ser preparados
por todo o mundo.
“Enquanto Portugal reza e canta, que o
tempo é de festas e romarias, muito cântico
• Comparação entre Portugal com outros
místico, muito foguete e vinho [....], países da Europa (Itália, Inglaterra);
enquanto a Sociedade das Nações • Portugal festeja devido ao fechamento do
regime
decide, de vez, o levantamento das sanções
• Os outros países percebem que algo irá
contra a Itália, enquanto os ingleses
acontecer e tentam estar preparados
protestam contra a passagem do dirigível para isso
Hindemburgo [...].”

José Saramago, Ano da Morte de Ricardo Reis, p.438

Inconsciência política dos


Portugueses
GOLPE MILITAR EM ESPANHA
• Milhares de espanhóis (os mais ricos) refugiaram-se em
Portugal devido ao facto de o partido socialista estar no
poder em Espanha

• À medida que o fascismo ia ganhando poder, estes iam


regressando a Lisboa Comemoração da vitória de Franco na guerra civil
GOLPE MILITAR EM ESPANHA
“Receia-se em Madrid um movimento revolucionário fascista [...].”

• Golpe militar que foi dirigido contra o governo da Segunda República Espanhola e cujo parcial
fracasso levou à Guerra Civil Espanhola e, derrotada a República, ao estabelecimento do regime
franquista

Liderado pelo general Franco

Francisco Franco
REPRESENTAÇÃO DO POVO PORTUGUÊS
“Nós não somos nada”
José Saramago, Ano da Morte de Ricardo Reis, p.444

Repetição

Sublinha a ideia que o povo não era nada naquela época, e que a sua opinião não tinha mínima
importância, devia apenas obedecer às ordens do líder
REPRESENTAÇÃO DO AMOR
• Conversa entre Ricardo Reis e Lídia – página 446
• Lídia questiona Ricardo Reis sobre o que se passa em Espanha, consequentemente o
médico explica-lhe as motivações para o golpe.
Visão de Daniel ≠ Visão de Ricardo Reis

• “O senhor doutor diz as coisas de uma forma tao bonita”


MOCIDADE PORTUGUESA
• Mocidade Portuguesa - foi criada em 1936 por António de Oliveira Salazar, com o objetivo
de inculcar na juventude o “sentimento de ordem, do gosto da disciplina e do culto do dever
militar”.
• Cada vez mais jovens inscritos.
• Ricardo questiona o que irão pensar estes jovens.

”Pecados da juventude, Erros da minha grande inocência, Não tive quem me aconselhasse bem me
arrependi depois [...]”
José Saramago, Ano da Morte de Ricardo Reis, p.448

Projeção para o futuro


DIÁLOGO ENTRE RICARDO REIS E
FERNANDO PESSOA
• Ricardo Reis volta ao cemitério dos Prazeres;
• Fernando Pessoa surge invisível ao seu lado;
• Conversam sobre assuntos atuais, nomeadamente o golpe militar em Espanha.
“O que faz você por aqui tão cedo, meu cardo Reis, não lhe bastam os horizontes
do Alto de Santa Catarina, o ponto de vista do Adamastor [...].”
José Saramago, Ano da Morte de Ricardo Reis, p.456

Intertextualidade – Lusíadas (Camões)


FIM
• Tr a b a l h o r e a l i z a d o p o r : M a r t a C o n c e i ç ã o ; n º 1 7 ; 1 2 º c
• D i s c i p l i n a : Po r t u g u ê s