Você está na página 1de 29

NOVAS TENDENCIAS DA

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Stélio zacarias
02-08-2017
E
07-08-2017
Novas Tendencias da Arquitetura de Computadores

• Resumo da aula anterior e descrição da aula


de hoje
• Discussão em grupo do trabalho proposto
• Debate e apresentação dos trabalhos em
grupo
Novas Tendências da Arquitectura de
Computadores
• Resumo da aula anterior e
1 descrição da aula de hoje

• Discussão em grupo do
2 trabalho proposto

• Debate e apresentação
3 dos trabalhos em grupo
Resumo da aula anterior e descrição
da aula de hoje
• Definição e funões
da Informática

• Definição do
Computador

• Evolução histórica
dos Computadores
Computador

• Definição (Máquina)

• Fases de processamento
Informática

• Definição

• Funções
Evolução histórica dos Computadores
Evolução histórica dos Computadores

• Geração Zero (? - 1945) – Manuais e Mecânicos


• Primeira Geração (1945 - 1955) – Válvulas
• Segunda Geração (1955 - 1965) – Transistor
• Terceira Geração (1964 - 1980) – Circuito Integrada
• Quarta Geração (1980 – 1991-até hoje) – CI VLSI
• Quinta Geração(1992 - Visão do Futuro) – Uso de
Inteligência Artificial. Atribui ao computador
características humanas.
HOJE
NOVAS TENDÊNCIAS DA
ARQUITECTURA DE
COMPUTADORES
Novas Tendências da Arquitectura de Computadores

Os processadores passaram a usar milhões de


transístores, dando origem as arquitecturas de
64 bits, os processadores que utilizam
tecnologias RISC e CISC, discos rígidos com
capacidade superior a 600GB, pen-drives com
mais de 1GB de memória e utilização de disco
óptico com mais de 50GB de armazenamento.
Novas Tendências da Arquitectura de Computadores

O modelo computacional de Von


Neumann já é sexagenário(Velho) e já é
iminente o esgotamento da Lei de Moore
em virtude do limite físico do Silício
empregado hoje nos semicondutores, o
que deve ocorrer no começo da década de
2020.
Novas Tendências da Arquitectura de Computadores

Lei de Moore
A complexidade para componentes com custos mínimos tem aumentado
em uma taxa de aproximadamente um factor de dois por ano ... Certamente
em um curto prazo pode-se esperar que esta taxa se mantenha, se não
aumentar.

A longo prazo, a taxa de aumento é um pouco mais incerta, embora não


haja razões para se acreditar que ela não se manterá quase constante por
pelo menos 10 anos.

Isso significa que em torno de 1975, o número de componentes por circuito


integrado para um custo mínimo será 65.000 (65nM). Eu acredito que
circuitos grandes como este poderão ser construídos em um único
componente (pastilha).
Novas Tendências da Arquitectura de Computadores

Lei de Moore
Novas Tendências da Arquitectura de Computadores

Têm se intensificado os esforços em se


desenvolver tanto novas arquitecturas, bem
como novos materiais e processos de
fabricação para os sistemas computacionais, o
que tem sido chamado de "More than Moore".
Materiais e Processos
• Envolve novos materiais e processos de fabricação, química e
física.

• Substituição, ou extensão, do CMOS:


– Ampliação da eletrônica para a spintrônica(?);
– Grafeno;
– CNT (Carbon Nano Tube);
– Dark silicon.

• Chips 2.5D e 3D (multistack):


– Uso de fotônica para conexão intrachip (e eventualmente
interchip).

Novos componentes como memristores podem ser colocados nesta


lista, mas geralmente requerem novas arquiteturas de
processamento também.
Materiais e Processos

A ITRS (International Technology Roadmap for


Semiconductors) alcunhou a expressão “More-than-
Moore” e é o "ponto central" das iniciativas nessa
direção.

Alguns dos principais grupos de pesquisa trabalhando


com aplicações computacionais com grafeno e CNT
podem ser encontrados nas universidades de Stanford,
Harvard (Química) e na parceria da IBM TJ Watson
Research Center com a Duke University.
Tendências em Arquitectura

Existem actualmente um conjunto de


arquitecturas não Von Neumann (nem
Harvard), ou seja, que realmente rompem com
o modelo computacional actual sendo
pesquisadas.
Tendências em Arquitectura
Tendências em Arquitectura - Neuromórfica

A computação neuromórfica (neuromorphic


computing) se consiste basicamente em
computadores inspirados em sistemas
biológicos, mais especificamente, no cérebro.

É comum se encontrar o termo "brain inspired"


na literatura dessa área.
Tendências em Arquitectura - Neuromórfica

Computação Cognitiva

Normalmente o termo computação cognitiva (cognitive computing)


aparece como o principal termo associado à computação
neuromórfica, sendo que este, possibilita ao computador aprender
como o cérebro humano e utilizar esse conhecimento

Computação Aproximada(approximate computing)

O pano de fundo é o fenômeno conhecido como "Dark Silicon", onde


boa parte da área do silício, isto é, dos circuitos que compõem os
microprocessadores multicore, passa parte do tempo desligada para
atender às restrições de consumo de energia.
Tendências em Arquitectura - Computação Quântica

A computação quântica aplica princípios da física


quântica em computadores. Ao invés de bits temos
os "qubits", que graças ao efeito quântico, podem
assumir 2 valores ao mesmo tempo.
Esse fenómeno acelera drasticamente a solução de
diversos tipos de problemas e foram desenvolvidos
uma série de técnicas matemáticas para explorar
essa nova forma de computação, mesmo que há
época, fossem sistemas estritamente teóricos.
Tendências em Arquitectura - Computação Quântica

As áreas de aplicação desses algoritmos são as


mais diversas possíveis e incluem
cibersegurança, pesquisa de novos
medicamentos, simulações de sistemas
extremamente complexos, etc.
Tendências em Arquitectura – Processamento em
Memória
Na arquitectura de Von Neumann o armazenamento de
dados (memória) e o processamento (CPU) estão separados.

Uma expectativa é uma arquitectura que leve o


processamento à memória.

Essas arquitecturas de "computação em memória" são


chamadas geralmente de PIM (Processor In Memory), mas
ainda não há um modelo funcional muito promissor.

A maioria das simulações consideram componentes novos,


mas ainda não disponíveis comercialmente, tais como os
memristors, meminductors e memcapacitors.
Outras tendências em arquitectura abordadas pela
indústria e academia contemplam

• Emprego da fotônica para processamento e


não apenas comunicação;

• “Velhas e Boas" soluções analógicas;

• Sistemas microeletromecânicos;

• Computadores biológicos (orgânicos).


Resumo:

As arquitecturas que romperiam de forma mais


radical com o modelo de Von Neumann seriam o
processamento em memória e a computação
quântica, sendo que ambas dependem também de
avanços em materiais e processos.
Resumo:

Parece haver um certo consenso em que a


computação neuromórfica e a computação
quântica, bem como outros modelos com
menores perspectivas actualmente, venham a
conviver de forma integrada e complementar
com o modelo computacional de Von
Neumann, ao menos até o médio prazo.
PERGUNTAS?
OBRIGADO

Você também pode gostar