Você está na página 1de 24

CAIXA DE ECONOMIAS

SGM-306 REV.1 – NORMAS


SOBRE CAIXA DE ECONOMIAS
OBJETIVOS
• Conceituar a Gestoria Caixa de Economias.
• Enunciar as origens e finalidades dos
recursos da Caixa de Economias.
• Mencionar os responsáveis pela
administração e movimentação dos recursos
da Caixa de Economias.
• Conhecer como se processa a movimentação
dos recursos da Caixa de Economias.
• Conhecer as atribuições de um Relator
CAIXA DE ECONOMIAS

• Criada pelo Decreto n° 22.098 de 1932,


alterado pela Lei n° 483/1937 e
parcialmente regulamentado pelo Decreto
n° 63.313/1968.
• É uma conta de gestão por meio da qual são
administrados os recursos financeiros,
gerados internamente na Organização
Militar(OM), não classificados como receita
do Fundo Naval(FN).
RECEITAS DA CAIXA DE ECONOMIAS

São exemplos de recursos financeiros


gerados pelas OM:
as sobras lícitas do municiamento,
demonstrado em balanço mensal;
o produto da venda de cinzas, couros, ossos,
sebos, caixas, latas, sacos e outros objetos
resultantes de fornecimentos normais que não
tenham aplicação no serviço;
RECEITAS DA CAIXA DE ECONOMIAS

Venda de outros materiais inúteis ou de


matéria-prima aproveitável, desde que não
constitua receita de outra fonte específica;
o produto de contrato de bandas de música, de
conformidade com a tabela aprovada pelo
Conselho de Gestão da OM; e
os juros bancários e outras rendas financeiras
resultante da aplicação de recursos da Caixa de
Economias em Caderneta de Poupança.
FINALIDADE
Satisfazer, nos casos de urgência, as necessidades
materiais da OM; e
Possibilitar a aquisição de objetos que, não
fazendo parte dos suprimentos normais,
contribuam para melhorar as suas condições
gerais e os seus serviços;
Contribuir para a boa saúde das praças/servidores
civis e melhorar as condições de higiene e atender
ao seu bem-estar físico, intelectual e moral;
FINALIDADE (Continuação)

 Melhorar, proporcionalmente, as condições


de habitabilidade e conforto nos ranchos;

 Permitir a representação eventual da OM


em atos sociais que interessem à Marinha,
nos casos em que não caiba à MB o ônus
da representação.
ADMINISTRAÇÃO
REGRA GERAL: A Caixa de Economias será
administrada pelo Conselho de Gestão da OM que
definira o Programa de Aplicação de Recursos
(PAR).
 A movimentação dos recursos será autorizada
pelo Ordenador de Despesas, com a fiscalização do
Agente Fiscal e operação do Gestor da Caixa de
Economias.
A gestão da Caixa de Economias ocorrerá no
sistema QUAESTOR, conforme os procedimentos do
Capítulo 3 da Norma SGM-306, revisão 1.
REALIZAÇÃO DA DESPESA

A movimentação de numerário da Caixa de


Economias deve ser objeto de instrução interna
(ORDEM INTERNA-OI) onde fique bem claro
quem deve solicitar recursos, o objetivo, o prazo de
aplicação, controle do recebimento e as regras para
comprovação da despesa.
Os recursos da Caixa de Economias são
movimentados por meio de vales, autorizados pelo
OD (na sua ausência, pelo AF), contendo o objetivo e
prazo de aplicação, e datados e assinados pelo
Encarregado de Divisão e Recebedor.
REALIZAÇÃO DA DESPESA

A contrapartida à entrega do vale será a


disposição do dinheiro ou cheque por parte
do gestor, pois as aquisições pela Caixa de
Economias, normalmente, são realizadas
sob a responsabilidade do Setor que
determinou a necessidade e emitiu o vale.
Efetivada a compra do produto/serviço cabe
ao fornecedor emitir a NOTA FISCAL
REALIZAÇÃO DA DESPESA

A NOTA FISCAL é o documento que acompanha


o produto/serviço identificando o comprador,
discriminando o que foi comprado, os impostos e a
forma da entrega.
A NOTA FISCAL é o documento base para fazer a
liquidação da despesa, caracterizada pela entrega
e aceitação do produto na OM.
A LIQUIDAÇÃO DA DESPESA é formalizada
pelo CRM- Carimbo de Recebimento do Material
aposto no verso da Nota Fiscal.
PAGAMENTO DA DESPESA

Os pagamentos da Caixa de Economias devem


ser realizados, preferencialmente, por meio de
cheque nominativo e assinados pelo Ordenador
de Despesa e pelo Gestor.
Agentes Responsáveis
da
Caixa de Economias
Agentes Responsáveis pela Caixa de
Economias

• Agentes Responsáveis pela Gestoria de Caixa


de Economias:
-Ordenador de Despesas (OD)
-Agente Fiscal (AF)
-Gestor de Caixa de Economias
PRESTAÇÃO DE CONTAS
• O registro da movimentação dos recursos da Caixa
de Economias é feito através do Sistema Quaestor.
• Os documentos de Receita e Despesa são apropriados
por meio do Balancete Financeiro da Caixa de
Economias.
• A Comprovação da Caixa de Economias é efetuada
mensalmente, sendo antes examinada e avaliada pelo
Relator e Conselho de Gestão da OM.
DOCUMENTOS de COMPROVAÇÃO
-Balancete financeiro;
-Documentos comprobatórios de receita;
-Documentos de Despesa (NF, RPA) certificados;
-Termo de balanço de cofre;
-Extrato bancário da conta corrente e respectiva
conciliação;
-Extrato bancário da conta-poupança e respectiva
conciliação;
-GRN/ GTN;
-Portaria de Despesas;
-Parecer de Análise de Contas Inicial (PACI); e
-Ata de reunião do Conselho de Gestão.
- Termo de Conformidade Documental
Documentos a serem enviados ao CCIMAR
Os documentos abaixo relacionados devem ser encaminhados à
CCIMAR, eletronicamente, capeados pelo DEC - Documento de
Encaminhamento de Prestação de Contas elaborado de acordo com
o Anexo “O” da SGM-306 REV-1, de forma que deem entrada
naquela Diretoria até o dia 15 do mês subsequente ao período a
que se referir:
•Parecer de Análise de Contas Inicial – PACI (Anexo P)
•Termo de Conformidade Documental (Anexo Q)
•Ata da Reunião do Conselho de Gestão
•Declaração de Assunção e Passagem de Funções de Ordenador de
Despesas (OD) e do Gestor, quando houver transferência de
responsabilidade.
OBS.: Os demais documentos deverão ser arquivados na OM, à
disposição da Auditoria, por um período de 10 anos.