Você está na página 1de 16

Combustíveis Fóssseis e

Biocombustíveis
Prof. Jefferson Santana Martins
Introdução - O petróleo existente na terra foi formado
Formação do pela decomposição anaeróbica de
organismos como fitoplâncton e zooplâncton,
petróleo
que viveram há cerca de 300 milhões de
anos em mares ou lagos e foram soterrados.
Introdução -
Carvão Mineral

As plantas terrestres
soterradas deram origem ao
chamado carvão mineral
Diferentemente do carvão
vegetal, obtido com o
processamento da lenha, o
carvão mineral é mais denso e
tem maior poder calorífico.
Além do uso em usinas
elétricas – usinas
termoelétricas –, ele também é
usado na siderurgia e na
produção de cimento
Combustíveis Fósseis -
Introdução
Os tipos de combustíveis fósseis variam de
alguns muito voláteis, com pouquíssimo carbono
em relação à quantidade de hidrogênio, como o
metano, passando pelo petróleo líquido, não
volátil, até o carvão mineral, praticamente
carbono puro.

Além da gasolina vários


produtos são derivados do
petróleo como, por exemplo,
a parafina, GLP, produtos
asfálticos, nafta
petroquímica, querosene,
polímeros, solventes, óleos O gás através da decomposição
combustíveis, óleos biológica e armazenado para utilização
lubrificantes, óleo diesel e como combustível.
combustível para aviação.
Combustíveis Fósseis - Introdução
Os combustíveis fósseis são de grande importância porque podem ser
queimados (oxidados, formando dióxido de carbono e água), produzindo
grande quantidade de calor. O uso do carvão como combustível remonta
à Pré-História.

A queima de combustíveis fósseis é o


principal fator responsável pelo
aquecimento global.
Consumo e reservas

A famosa lei econômica da oferta e da


procura sugere que, à medida que as
reservas de petróleo forem diminuindo, o
preço do produto deve ir aumentando. O
desenvolvimento tecnológico na detecção
e extração do petróleo a grandes
profundidades vem poupando as
perspectivas de sua escassez. Por
exemplo, as recentes descobertas da
Petrobras nas camadas de pré-sal
estimam reservas adicionais de 8 bilhões
de barris (1 barril 5 159 L),
Consumo e reserva

Os combustíveis
fósseis são esgotáveis.
Para se ter uma ideia,
estima-se que para a
formação de 1 litro de
gasolina são necessárias
23,5 toneladas de
matéria orgânica.

Previsão do comportamento das reservas de combustíveis,


considerando a média anual de consumo.
Combustíveis - Energia disponível

Para avaliar a energia disponível em determinado combustível, utiliza-se o chamado calor de


combustão, grandeza que mede a quantidade de energia que o combustível oferece por
unidade de massa ou de volume.

Calor de combustão por tipo de combustível


Exemplo

É comum algumas pessoas acharem que os motores a álcool (etanol) são menos
eficientes porque gastam mais litros de combustível por quilômetro rodado nas
mesmas condições. Considere a densidade da gasolina 0,7 g/cm3, a do etanol
0,8 g/cm3, e os valores de energia, em kJ/g, apresentados na tabela do slide
anterior.

a) Se um modelo de carro a gasolina, em determinadas condições, faz 10 km


com um litro de combustível, qual foi a energia despendida?
b) Quanto, em litros, um modelo idêntico, mas movido a etanol, nas mesmas
condições do caso anterior, gastaria para fazer os mesmos 10 km?
Biocombustíveis

Como o próprio nome diz,


os biocombustíveis são
obtidos de matéria
orgânica. Esse termo nos
remete, na maioria das
vezes, a combustíveis
obtidos de vegetais, como
o milho, a cana-de-açúcar
e a mamona
Etanol

O Etanol é um biocombustível
obtido através de diferentes
espécies vegetais. No Brasil, o
material mais utilizado é a cana-
de-açúcar, apresentada também
como uma alternativa para a
geração de eletricidade a partir do
resíduo em forma de bagaço.
Cada tonelada de cana-de-açúcar
produz 140 kg de bagaço de
cana.
O Brasil é o segundo maior produtor mundial de etanol,
perdendo apenas para os Estados Unidos.
Etanol

Após todo o processo, uma tonelada


de cana-de-açúcar produz 80 litros de
etanol. Considerando toda a energia
utilizada na produção, desde a
preparação do solo, colheita,
transporte, destilação, etc., gasta-se
um litro de álcool para cada nove
produzidos.
Rendimento da produção de etanol (em litros por
hectare) de 2002 a 2013.
Biodiesel

O biodiesel é um biocombustível
líquido considerado uma fonte de
energia renovável, que substitui o
uso de combustíveis fósseis. É
produzido a partir de fontes
vegetais ou animais. Por isso, é
um produto natural e
biodegradável com baixo teor
poluente. Representa uma
alternativa para substituir os
combustíveis derivados do
petróleo, os quais são poluentes.
Biodiesel

O biodiesel pode ser usado


diretamente nos motores que utilizem
o ciclo Diesel ou misturado com
diesel convencional, em proporções
variáveis, que podem ser
identificadas por siglas. Por exemplo,
B2 significa que aquele diesel tem 2%
de biodiesel, e B100, que é 100%
biodiesel. A Alemanha é responsável
por mais da metade da produção
europeia de combustíveis e já conta
Ônibus movido a biodiesel. Curitiba
com centenas de postos que vendem
(PR), 2015.
o biodiesel puro (B100), com plena
garantia dos fabricantes de veículos.
Biocombustíveis x combustíveis fósseis

Vantagens Desvantagens

● A queima dos biocombustíveis libera ● No Brasil, Indonésia e Malásia as


menos dióxido de carbono (CO2) do florestas estão sendo derrubadas para
que a queima de combustíveis fósseis. ceder espaço a novas áreas de cultivo.
● Os biocombustíveis são uma fonte de As queimadas empregadas para
energia renovável, enquanto as fontes derrubar as matas causam exorbitantes
de combustíveis fósseis irão se emissões de gás carbônico, o que só
esgotar. aumenta o efeito estufa.
● Fechamento do ciclo do carbono (CO2) ● Um canavial não consegue armazenar
- isso contribui para frear o tanto CO2 quanto a floresta tropical que
aquecimento global foi derrubada para lhe ceder lugar.
● Menor investimento financeiro em ● o cultivo em larga escala pode levar à
pesquisas - as pesquisas de extinção de muitas espécies de plantas
prospecção de petróleo são muito porque esta forma de plantio altera as
dispendiosas. propriedades do solo.
● Redução do lixo no planeta - pode ser ● São menos eficientes energeticamente
usado para produção de em comparação aos combustíveis
biocombustível. fósseis.
Referências bibliográficas
• ALVARENGA, Beatriz; MÁXIMO. Curso de Física. São Paulo: Editora Scipione, 2005.
• GASPAR, Alberto. Física, vol. e 3. São Paulo: Editora Ática, 2010.
• GUIMARÃES, Osvaldo; PIQUEIRA, José Roberto; CARRON, Wilson. Física I. 2. ed. São
Paulo : Ática, 2016.
• SERWAY, Raymond A. Física: para cientistas e engenheiros: com física moderna. 3. ed.
Rio de Janeiro: LTC, c1996. 1 v.
• TIPLER, Paul Allen. Física para cientistas e engenheiros. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, [1994-1995]. 1 v.
• HALLIDAY D.; RESNICK R. e WALKER J. Fundamentos de Física: Eletromagnetismo.
Volume 3. 8ª edição. Editora LTC, 2009.
• HEWITT, P. G. Física Conceitual. Editora Bookman, 2002.
• CARRON, W.; PIQUEIRA, J. R. e GUIMARÃES, O. Física. editora Ática. Volume 3. 1ª Edição,
2014.