Você está na página 1de 25

MUNDO ATUAL

HOMEM e o Ambiente

Caderno 2
Mafalda Teixeira
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
z
Poluição aumenta risco de demência
Viver nas áreas mais poluídas aumenta em 40%
o risco de demência, refere estudo britânico
z

 A poluição do ar pode aumentar em 40% o risco de desenvolver demência,


revela um novo estudo feito em Inglaterra. Milhares de casos podiam assim
ser evitados se fosse reduzido o nível de poluição atmosférica.

 O impacto do ar poluído na saúde dos pulmões e do coração era já


conhecido, mas agora os cientistas garantem que pode também causar
danos ao cérebro. Em causa está o efeito de químicos como o Dióxido de
Azoto (NO2) que se alojam no corpo humano.
z

 O estudo publicado na revista BMJ Open, aponta para que entre 131 mil
londrinos com mais 50 anos, 2200 desenvolveram demência num período
de sete anos. Embora não tenha ficado provada uma ligação causal entre
a poluição e a doença, descobriu-se que quem vive nas cinco áreas com
níveis mais elevados de partículas finas (PM2,5) tinha mais 20% de
probabilidade de desenvolver demência durante o tempo em que decorreu
a investigação. Enquanto os expostos aos cinco níveis mais altos de NO2
tinham mais 40% de probabilidade, mesmo considerando a idade, classe
social e hábitos de vida.
z

 Esta investigação surge na sequência de uma realizada no ano passado,


no Canadá, onde se concluiu que entre 2,2 milhões de pessoas que viviam
continuamente próximo de estradas mais movimentadas tinham um risco
12% maior de demência.

 O investigador principal do estudo, Frank Kelly, do King's College de


Londres, citado pelo The Times , admite que embora os resultados não
sejam conclusivos a estabelecer uma causa direta, "tem aumentado a
perceção de que os impactos do ar poluição do ar na saúde vão além dos
pulmões".
z

 Acrescenta ainda que é muito provável que a poluição não cause demência
por si só, mas que aumente o risco de desenvolver a doença. "A poluição
atmosférica está ligada a muitas doenças e por isso existe uma evidência
inegável de que devemos melhorar a qualidade do ar nas cidades para
melhorar a saúde pública".

 As grandes fontes dos principais poluentes do ar são os gases expelidos


pelos carros. Em Portugal, a Avenida da Liberdade atinge muitas vezes os
níveis mais elevados de poluição do ar na Europa.
 DN – 19-09-2018
z