Você está na página 1de 1

PROGRAMAS DE ESTIMULAÇÃO COGNITIVA:

QUESTÕES CONCEPTUAIS E METODOLÓGICAS


Manuela ROCHA SANTOS Inês GOMES
santos.mariamanuela@gmail.com igomes@ufp.edu..pt

Introdução: Método:

Envelhecimento – Construto-chave nas sociedades atuais  Revisão de literatura nas bases de dados PsycInfo e PubMed
 Palavras-Chave: Estimulação Cognitiva | Treino Cognitivo
Aumento considerável da população idosa, Idosos | Envelhecimento
com mais de 65 anos, estimando-se que, em  Critérios de Inclusão: estudos com adultos idosos saudáveis;
2050, esta corresponderá a:
estudos com grupo de controlo;
 20% da população mundial
 1/3 da população portuguesa
Resultados:
Estrutura da população residente em Portugal
por grupos etários em 1981, 1991, 2001, 2011  Heterogeneidade de estudos encontrada
 Predomínio de programas de treino/estimulação por função
cognitiva:
Memória
Atenção
Funções Executivas
Veloc. Processamento

 3 conceitos-chave no treino/estimulação cognitiva:

Prevalência elevada de doenças


neurodegenerativas neurogénese neuroplasticidade reserva cognitiva

Declínio cognitivo e perdas várias com a idade


 Técnicas mais eficazes:

Associação
A intervenção psicológica deverá, deste modo, privilegiar: de Pares

Estimulação e para um Envelhecimento


Treino Cognitivo Positivo
Imagética
Mental TAREFAS Categorização
 Melhorar os níveis de desempenho
objetivos cognitivo
 Promover a qualidade de vida e o
bem-estar psicológico da pessoa Método
idosa Loci

Neste quadro, o presente trabalho tem como principal objetivo


 Papel positivo do treino assistido por computador
sintetizar as principais questões conceptuais e metodológicas
que devem estar presentes nos programas de treino e de  Limitação metodológica mais frequente:
estimulação cognitiva. treino/estimulação baseado nos modelos de reabilitação
Discussão:
Os programas de treino e de estimulação cognitiva têm evidenciado resultados promissores para um envelhecimento bem-sucedido. A
correcta identificação das funções cognitivas que podem ser treinadas numa determinada tarefa é fundamental para a eficácia destes
programas e para a transferência e a generalização efectivas para outras situações do dia-a-dia que façam uso dos mesmos
processos.
I CONGRESSO INTERNACIONAL DE NEUROPSICOLOGIA E NEUROCIÊNCIAS Porto, 16 e 17 de