Você está na página 1de 35

Termologia

Prof. Raphael Carvalho


Tá mesmo cara,
eu tô com muito
Calor! Cara, tá quentão
aqui, né?
OBJETIVOS DA TERMOLOGIA
Estudar os fenômenos relativos às manifestações de um tipo
de energia que pode produzir aquecimentos, resfriamentos ou
mudanças de estado físico nos corpos que a cedem ou
recebem.
ASPECTOS MACROSCÓPICOS
E MICROSCÓPICOS
O estudo macroscópico O estudo microscópico
se restringe aos se restringe a
aspectos globais do
sistema tais como grandezas que não
volume,temperatura, podemos perceber
pressão e outras pelos nossos sentidos:
propriedades que a energia das
podemos perceber pelos
nossos sentidos. moléculas.
Energia Térmica
• Todos os corpos possuem partículas que estão em
constante movimento denominado agitação térmica.

• A energia térmica é a soma das energias cinéticas das


partículas de um corpo.
Temperatura
Temperatura (T) é a medida do grau de agitação
das moléculas de um corpo ou substância.

Maior agitação Temperatura A B


térmica mais alta

Menor agitação Temperatura


térmica mais baixa

TA > TB
A festa está “pegando
fogo”, vejo todo mundo
agitado!
Equilíbrio Térmico
Dizemos que dois ou mais corpos estão em equilíbrio térmico
quando eles se encontram com a mesma temperatura.

Calor
É energia térmica em trânsito de um corpo para outro ou de uma
parte para outra desse mesmo corpo, trânsito este provocado por
uma diferença de temperaturas.

VEJA
O calor sempre flui da região (ou corpo) de maior
temperatura para a região (ou corpo) de menor Eu já estou em
temperatura. equilíbrio térmico
com o ambiente!
TA> TB

Calor
A B
Calor
Fluxo de calor

Maior temperatura Menor temperatura


Depois de um certo tempo:

Equilíbrio térmico
Mesma temperatura
ESCALAS TERMOMÉTRICAS
Uma escala termométrica é um conjunto de valores numéricos
em que cada valor está associado a uma certa temperatura.

MEDIÇÃO DA TEMPERATURA
Para medir a temperatura, recorre-se ao fenômeno da
dilatação térmica, ou seja, à variação de dimensões que os
corpos sofrem quando sua temperatura se altera.
TERMÔMETROS
Um termômetro é basicamente constituído de um
termoscópio (ou seja, um indicador da dilatação térmica) e
de uma escala termométrica.

Termômetro
Termômetro
clínico
de máxima
e mínima

Termômetro
digital Termômetro
bimetálico
PONTOS FIXOS
FUNDAMENTAIS
1º PONTO FIXO – PONTO DO GELO 2º PONTO FIXO – PONTO DO VAPOR

Temperatura na qual Temperatura na qual


a água congela. Gelo a água entra em
e água estão em ebulição, sob pressão
equilíbrio térmico, sob normal.
pressão normal
ESCALA FAHRENHEIT
Alguns anos mais tarde, Daniel Gabriel
Fahrenheit (1686-1736), físico alemão,
criou o primeiro termômetro contendo
mercúrio.

Ponto do Gelo 32º F

Ponto do Vapor 212º F

Curiosidade

Para o ponto 0, Fahrenheit utilizou a temperatura de uma mistura de gelo e cloreto


de amônia e, para o ponto 100, a temperatura do corpo humano.
ESCALA CELSIUS
A escala termométrica mais usada no
mundo, inclusive no Brasil, foi criada pelo
astrônomo e físico sueco Anders Celsius
(1701 – 1744) e oficializada em 1742 por
uma publicação da Real Sociedade Sueca.

Ponto do Gelo 0º C

Ponto do Vapor 100º C

Curiosidade

Celsius utilizou o valor 0 para o ponto de ebulição e o valor 100 para o ponto de
congelamento da água. Foi um biólogo sueco, chamado Lineu, quem inverteu essa
escala, tornando-a tal como a conhecemos hoje.
ZERO ABSOLUTO
É o limite inferior de temperatura de um sistema, na qual qualquer
substância não tem absolutamente nenhuma energia cinética para
fornecer, isto é, a agitação das partículas é praticamente nula.

LORDE KELVIN
A escala absoluta de temperatura foi criada na segunda
metade do século XIX pelo físico inglês William
Thomson Kelvin, verificando experimentalmente a
variação da pressão de um gás a volume constante.
ESCALA ABSOLUTA
Nossa, como
Ponto do Gelo 273 K é bom
aprender!

Ponto do Vapor 373 K

Algumas Observações Importantes

• Não existem valores negativos de temperatura na escala


absoluta.

• Na prática o zero absoluto é inatingível.

• A partir de 1967, convencionou-se não usar “grau” para


essa escala. Assim 20 K, por exemplo, lê-se 20 Kelvins.
A temperatura Está quente
hoje é de 83º F ou frio?
CONVERSÕES ENTRE AS
ESCALAS
TC TF  32 TK  273
 
100 180 100
simplificando

TC TF  32 TK  273
 
5 9 5
Variações de Temperatura

Tc TF TK


 
5 9 5
Mudança de estado físico
Propagação de calor

A propagação de calor acontece de três


maneiras diferentes:

- Condução;
- Convecção;
- Irradiação.
- Condução

O calor passa de molécula a molécula; É


próprio para os sólidos; Não ocorre no vácuo.
- Convecção:

Ocorre nos fluídos com o deslocamento de


partículas. Não ocorre no vácuo.
- Irradiação:
Quando o calor é transmitido por ondas
eletromagnéticas. Única que ocorre no vácuo.
Conceitos
Dilatação térmica

Quando aquecemos um corpo, aumentando sua energia térmica,


aumentamos o estado de agitação das moléculas que o
compõem. Estas moléculas precisam de mais espaço e acabam
se afastando uma das outras aumentando o volume do corpo.
Este fenômeno é conhecido como dilatação térmica. A dilatação
térmica ocorre não só quando aquecemos um corpo, mas
também quando o resfriamos.
DILATAÇÃO LINEAR

L  L0  L
L  L0  L0    
L  L0  1     

L  L0    