Você está na página 1de 31

Agricultura

Prof. Gondim
Importância
● Produção de alimentos
● Produção de matéria-prima
● Ocupação de milhões de pessoas
● Papel econômico e social

2
Surgimento
● Aproximadamente 10 mil anos atrás
● Diferente das atividades naturais
● Socialização do homem
● Sedentarização
● Alteração do meio
● Homem e meio: relação dialética
● Contexto social

3
Modernização
● Atividade sujeita às normas sociais
● Até o feudalismo, não havia propriedade privada
● Direitos do senhor feudal: exército
● A partir do capitalismo, superação do senhor pelo burguês
● Estado: monopólio do uso da força
● Cercamentos >> êxodo rural

4
Estrutura fundiária do Brasil
● Herança do período colonial
● Séc. XIX: Lei de Terras (Pedro II)
● Consequência: conflitos violentos
● Até 1930: processo agroexportador
● A partir de 1930: processo urbano-industrial

5
Fase agroexportadora
● Período colonial
● Extração de matéria-prima
● Divisão do território em capitanias hereditárias
● Divisão das capitanias em sesmarias
● Apropriação de pequenas propriedades por homens livres
● Lei de Terras – 1850: terras não ocupadas (devolutas)
pertencem ao Estado
○ Hoje, governos estaduais
6
7
Fase urbano-industrial
● Década de 30: declínio da fase agroexportadora
● Domínio da elite urbana
● Entre 1940-60: período crítico (NE)
● Anos 50: ligas camponesas
● Governo Jango: plano de reforma agrária
● Regime militar: fim do movimento
● Estatuto da Terra (1964)
● Subordinação das atividades rurais às urbanas
8
Fase urbano-industrial
● Projetos de ocupação das regiões CO e N
● Limite de área: 600 vezes o módulo rural
● Diversas exceções concentraram a terra
● Desrespeito à presença de índios e posseiros
● Grilagem
● NE, N e CO: grande concentração
● S e SE: baixa concentração

9
10
11
Regiões mais tensas
● Pontal do Paranapanema (SP)
● Fronteira MS – Paraguai
● Vales dos rios perenes do São Francisco
● Regiões de plantio de cana-de-açúcar do NE
● Amazônia Legal: maior número de conflitos
● Mortes de trabalhadores rurais em Corumbiara (RO) e
Eldorado dos Carajás (PA)

12
13
14
15
Reforma agrária
● Aspectos econômicos
● Aspectos políticos e sociais

16
17
Relações de trabalho no campo
● Escravismo → colonato → trabalho assalariado
● Hoje, relações capitalistas e não capitalistas
● Grandes proprietários: monoculturas de exportação
● Pequenos e médios proprietários: produção de alimentos
● Territorialização de capital
● Região S: monopólio de território
● Pequeno número de compradores dos produtos agrícolas

18
Agropecuária na economia brasileira
● Século XX: perda de importância da agricultura
● Participação no PIB: 10%
● Incorporação das atividades agrárias nos processos
produtivos das corporações urbanas
● A produção é menos importante que a comercialização
● As exportações agropecuárias financiam o desenvolvimento
urbano-industrial

19
Agropecuária na economia brasileira
● Inserção no campo de técnicas e de capitais urbano-
industriais
● Intensa mecanização das fazendas
● Produção voltada para o mercado externo
● Migração
● Declínio dos pequenos produtores
● Maior concentração da terra
● Pequenos proprietários: alimentos baratos para a mão de
obra 20
21
Questões
(Enem) A população rural do Brasil tem decrescido
nas últimas décadas. De acordo com dados do IBGE,
na década de 80, a população rural era de
aproximadamente 37 milhões; no ano 2000 havia
cerca de 31 milhões de brasileiros morando no
campo. O gráfico apresenta o comportamento da
agricultura no Brasil nas duas últimas décadas em
relação à produção e à área cultivada.
Levando em consideração as mudanças ocorridas no campo nas últimas
duas décadas e analisando o comportamento do gráfico, é correto
afirmar que
A) as áreas destinadas à lavoura têm aumentado consideravelmente,
graças ao crescimento do mercado consumidor.
B) a produção agrícola aumentou juntamente com a área cultivada,
devido à abertura do mercado para exportação.
C) a densidade demográfica nas áreas cultivadas tem crescido junto
com a produção agrícola.
D) a área destinada à agricultura não aumentou, mas a produtividade
tem crescido, graças à aplicação de novas tecnologias.
E) a produção agrícola do país cresceu no período considerado,
enquanto a produtividade do homem do campo diminuiu.
Levando em consideração as mudanças ocorridas no campo nas últimas
duas décadas e analisando o comportamento do gráfico, é correto
afirmar que
A) as áreas destinadas à lavoura têm aumentado consideravelmente,
graças ao crescimento do mercado consumidor.
B) a produção agrícola aumentou juntamente com a área cultivada,
devido à abertura do mercado para exportação.
C) a densidade demográfica nas áreas cultivadas tem crescido junto
com a produção agrícola.
D) a área destinada à agricultura não aumentou, mas a produtividade
tem crescido, graças à aplicação de novas tecnologias.
E) a produção agrícola do país cresceu no período considerado,
enquanto a produtividade do homem do campo diminuiu.
Brasil informa à OMC que sanção contra os EUA começa dia 7 de abril
GENEBRA – O governo brasileiro informou oficialmente à Organização Mundial
do Comércio (OMC) que começará a retaliar os Estados Unidos a partir do dia 7
de abril, com aumento de tarifas na importação de uma série de produtos,
como resultado da briga do algodão. A sanção, fixada por um ano, deve atingir
US$ 591 milhões na área de mercadorias. Outros US$ 238 milhões serão
impostos mais tarde nas áreas de patentes e serviços, conforme o documento
enviado pelo governo brasileiro. A retaliação ainda pode ser suspensa, se até o
começo de abril houver um acordo entre os dois governos. Mas o setor
algodoeiro brasileiro tem reiterado que deseja uma compensação pelos
prejuízos sofridos pelos bilhões de dólares de subsídios recebidos pelos
produtores americanos que, dessa forma, puderam obter mais fatias de
mercado.
MOREIRA, Assis. Disponível em: <http://economia.uol.com.br>.
Acesso em: 25 maio 2010.
O texto permite analisar o posicionamento do Brasil diante das relações
comerciais com os EUA, demonstrando que
A) não há nenhuma possibilidade de o Brasil negociar com os EUA as
sanções impostas, decorrentes dos subsídios americanos a determinados
produtos agrícolas.
B) o setor algodoeiro brasileiro aprova todas as medidas tomadas pelo
Brasil, principalmente o acordo contra a retaliação americana.
C) se a sanção realmente for aprovada, o Brasil poderá arrecadar
aproximadamente US$ 5 milhões, em cada mês, no ano de 2010, na área
de mercadoria.
D) a política protecionista estabelecida pelos EUA, coloca o setor
algodoeiro brasileiro em desvantagem em relação ao produtores
americanos.
E) o documento enviado à OMC busca cumprir uma formalidade imposta
O texto permite analisar o posicionamento do Brasil diante das relações
comerciais com os EUA, demonstrando que
A) não há nenhuma possibilidade de o Brasil negociar com os EUA as
sanções impostas, decorrentes dos subsídios americanos a determinados
produtos agrícolas.
B) o setor algodoeiro brasileiro aprova todas as medidas tomadas pelo
Brasil, principalmente o acordo contra a retaliação americana.
C) se a sanção realmente for aprovada, o Brasil poderá arrecadar
aproximadamente US$ 5 milhões, em cada mês, no ano de 2010, na área
de mercadoria.
D) a política protecionista estabelecida pelos EUA, coloca o setor
algodoeiro brasileiro em desvantagem em relação ao produtores
americanos.
E) o documento enviado à OMC busca cumprir uma formalidade imposta
Fim