Você está na página 1de 26

Tomada de

decisão e
criatividade

Copyright © 2011 by The McGraw-Hill Companies, Inc. All rights reserved.


Definição da tomada de decisão
Processo consciente de fazer
escolhas entre as alternativas
com a intenção de direcionar
para algum estado de coisas
desejado.
Utilidade subjetiva prevista
(subjective expected utility – SEU)
• Característica central do 0,2 Resultado 1 (+ 7)

paradigma da escolha racional 0,5


Escolha A Resultado 2 (– 2)
• Melhor alternativa (maximização) é 0,9
calculada por: Resultado 3 (+ 1)

– Expectativa – possibilidade que os


resultados ocorrerão se a
alternativa for implementada
0,8 Resultado 1 (+ 7)
– Utilidade – felicidade esperada dos
resultados de cada alternativa Escolha B 0,2 Resultado 2 (–
2)
0,3
• A escolha ‘B’ é mais alta que a Resultado 3 (+ 1)
SEU
– A utilidade esperada da escolha ‘B’
é: (0,8 × 7) + (0,2 × – 2) + (0,3 × Possibilidade de Utilidade
1) = 6,4 o resultado (felicidade
ocorrer esperada)
Processo de tomada de decisão com escolha
racional

Utilidade subjetiva
prevista
Desafios da identificação de problemas
• Problemas e oportunidades são construídos a partir de informações
ambíguas, não são “dados para nós”
• Influenciados por vieses cognitivos e emocionais
• Cinco desafios da identificação de problemas
– Formulação das partes interessadas
– Modelos mentais
– Liderança decisiva
– Problemas focalizados na solução
– Defesa perceptiva
Identificação mais eficaz dos problemas
1. Estar ciente das limitações perceptivas e de diagnóstico

2. Resistir à pressão de parecer decidido

3. Manter a “insatisfação divina” (aversão à complacência)

4. Discutir a situação com os colegas – ver diferentes perspectivas


Fazer escolhas:
racionais versus observações do CO
Fazer escolhas:
racionais versus observações do CO
Emoções e o ato de fazer escolhas
1. Emoções formam preferências
antes de as pessoas avaliarem
conscientemente suas escolhas
2. Humores e emoções influenciam
o quão bem as pessoas realizam
seu processo de decisão
3. As pessoas “ouvem” suas
emoções e usam essa informação
para fazer suas escolhas
Intuição e fazer escolhas
• Capacidade de saber quando existe um problema ou uma oportunidade
e escolher o melhor curso de ação sem raciocinar conscientemente
• Intuição como uma experiência emocional
– Sensações originadas no estômago são sinais emocionais
– Nem todos os sinais emocionais são intuições
• Intuição como um rápido processo analítico inconsciente
– Uso de roteiros de ação
Fazer escolhas com mais eficiência
1. Avaliar sistematicamente alternativas em relação a fatores relevantes

2. Estar ciente dos efeitos das emoções na escolha e na avaliação do


processo de tomada de decisão

3. Planejamento do cenário
Escalada do comprometimento
• Repetir uma decisão aparentemente ruim ou alocar mais recursos a um
curso de ação fracassado
• Quatro principais razões da escalada:
– Autojustificativa
– Efeito da teoria prospectiva
– Equívocos perceptivos
– Custos de interrupção
Avaliação mais eficaz dos resultados
da decisão
• Separação dos tomadores da decisão dos seus avaliadores
• Estabelecer um nível predefinido para abandonar o projeto
• Encontrar fontes de feedback claro e sistemático
• Envolver várias pessoas no processo de avaliação
Definição do envolvimento do funcionário
• Grau em que os funcionários influenciam a forma como o trabalho é
organizado e executado
• Diferentes níveis e formas de envolvimento
Modelo do envolvimento do funcionário

Resultados potenciais
do envolvimento

• Melhor identificação do
Envolvimento problema
do funcionário • Mais e melhores
opções geradas
• Maior propensão a
escolher a melhor
Contingências alternativa
do envolvimento • Maior
comprometimento com
a decisão
Contingências do envolvimento
O alto envolvimento do funcionários é melhor quando:

Estrutura • Problema novo e complexo


da decisão (ou seja, decisão não programada)

Fonte do
• Os funcionários têm conhecimento
conhecimento
relevante para além do líder
da decisão

Comprometimento • Os funcionários não têm compromisso


com a decisão se não estão envolvidos

1. Normas que apoiam as metas da


Risco de conflito organização
2. Provável acordo com o funcionário
Definição de criatividade
• Desenvolvimento de ideias
originais que façam uma
contribuição reconhecida
socialmente
• Aplica-se a todos os aspectos do
processo de decisão – problemas,
alternativas, soluções
Modelo do processo criativo
Características das pessoas criativas

A imaginação
independente inclui:
• Abertura à experiência
pessoal mais alta
• Baixa necessidade
afiliação motivacional
• Valores de autodireção e
estimulação altos
Locais de trabalho criativos
• Orientação para a aprendizagem
– Incentivar a experimentação
– Tolerar erros
• Motivação intrínseca ao trabalho
– Significado da tarefa, autonomia, feedback
• Comunicação aberta e recursos
suficientes
• Competição por equipes e pressão do
tempo têm efeito complexo na
criatividade
Atividades que estimulam o pensamento criativo
• Redefinir o problema
– Revisitar problemas antigos
– Consultar pessoas não familiarizadas
com a questão
• Jogos associativos
– Aulas de arte, contação de histórias,
pensamentos divergentes sobre eventos
– Análise morfológica
• Polinização cruzada
– Mover os funcionários como um todo
– Equipes multifuncionais
Problema do círculo duplo
Problema dos nove pontos
Problema dos nove pontos
solucionado
Pesquisar a palavra

FCIRVEEALTETITVEERS
Queimar cordas

After first rope burned


i.e. 30 min.

1 hora para queimar completamente