Você está na página 1de 20

APRESENTAÇÃO MULTIMÉDIA #19

TEMA III | EU COM OS OUTROS

CAPÍTULO 1| AS RELAÇÕES PRECOCES

→ A ESTRUTURA DA RELAÇÃO DO BEBÉ COM A MÃE

1
TEORIA DA VINCULAÇÃO
TEORIA DA VINCULAÇÃO
JOHN BOWLBY (1907-1990)
• PSIQUIATRA BRITÂNICO
• CONHECIDO PELA SUA TEORIA DA VINCULAÇÃO
PRECOCE.
• O SEU TRABALHO FOI DETERMINANTE PARA A
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO
TEORIA DA VINCULAÇÃO
ALGUNS ESTUDOS REALIZADOS POR BOWLBY:
1. A PEDIDO DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE, FEZ UM ESTUDO SOBRE CRIANÇAS
PRIVADAS DOS CUIDADOS MATERNOS, NA SEQUÊNCIA DA II GUERRA MUNDIAL.
ALGUMAS DAS CONSEQUÊNCIAS DESTA SEPARAÇÃO…
- …RELAÇÕES AFETIVAS SUPERFICIAIS
- …DIFICULDADES DE CONCENTRAÇÃO
- …DIFICULDADES DE RELACIONAMENTO
- …PROBLEMAS EMOCIONAIS
- …COMPORTAMENTOS DESVIANTES (DELINQUÊNCIA)
2. ESTUDO COM CRIANÇAS QUE, POR TEREM TUBERCULOSE, TINHAM SIDO SUJEITAS A 4

INTERNAMENTOS PROLONGADOS.
TEORIA DA VINCULAÇÃO
• NA SEQUÊNCIA DOS SEUS ESTUDOS, JOHN BOWLBY APRESENTOU CONCLUSÕES QUE
ALTERARAM CONSIDERAVELMENTE AS CRENÇAS MANTIDAS ATÉ ENTÃO A PROPÓSITO DO
PAPEL DA PRIMEIRA RELAÇÃO AFETIVA.
• AS LIGAÇÕES SOCIOAFETIVAS PRECOCES SÃO A BASE DA CONSTRUÇÃO DA
PERSONALIDADE DO ADULTO.

• OS VÍNCULOS PRECOCES ASSENTAM SOBRE NECESSIDADES E FUNDAMENTOS


BIOLÓGICOS.

• A TENDÊNCIA PARA ESTABELECER LAÇOS AFETIVOS É INDEPENDENTE DE OUTRAS


NECESSIDADES BÁSICAS, INCLUINDO A ALIMENTAÇÃO.
EXPERIÊNCIAS COM NÃO HUMANOS
EXPERIÊNCIAS COM NÃO HUMANOS
HARRY HARLOW (1905-1981)

• PSICÓLOGO NORTE-AMERICANO.
• DESENVOLVEU EXPERIÊNCIAS COM
PRIMATAS.
• COLOCOU EM CAUSA A CRENÇA,
ENTÃO DOMINANTE, DE QUE O BEBÉ
SE VINCULA À MÃE PORQUE ESTA O
ALIMENTA.
EXPERIÊNCIAS COM NÃO HUMANOS
• FOI HARLOW QUEM FORNECEU O PRIMEIRO SUPORTE EMPÍRICO (EXPERIMENTAL) PARA A
TEORIA DE BOWLBY.
• HARLOW E A SUA EQUIPA FIZERAM EXPERIÊNCIAS SOBRE O DESENVOLVIMENTO SOCIAL DE
MACACOS RHESUS, CRIADOS EM SITUAÇÃO LABORATORIAL.
• A MANIPULAÇÃO EXPERIMENTAL MAIS UTILIZADA PELA EQUIPA DE HARLOW FOI O
ISOLAMENTO TOTAL OU PARCIAL DURANTE OS PRIMEIROS TEMPOS DE VIDA.
• DAS DIVERSAS INVESTIGAÇÕES REALIZADAS FICARAM FAMOSOS OS ESTUDOS COM «MÃES
SUBSTITUTAS» DE ARAME E DE ALGODÃO.
Harlow e as experiências com macacos rhesus (6 min)
https://www.youtube.com/watch?v=qjiioOmWnqg

Catarina Pires | Sara Brandão 9


EXPERIÊNCIAS COM NÃO HUMANOS
• HARLOW SEPARA DA MÃE ALGUMAS CRIAS DE MACACOS
COM POUCO TEMPO DE VIDA.
• COLOCA-AS EM JAULAS, ISOLADAS, COM EXCEÇÃO DE DUAS
«MÃES SUBSTITUTAS»: UMA É FEITA DE MADEIRA,
FORRADA COM ESPONJA E COBERTA POR ALGODÃO; OUTRA
É FEITA DE ARAME.
• EMBORA A ALIMENTAÇÃO ESTIVESSE ASSOCIADA ÀS «MÃES
SUBSTITUTAS» DE ARAME, OS MACAQUINHOS PREFERIAM
(MUITO MAIS) AS «MÃES SUBSTITUTAS» FEITAS DE TECIDO
MACIO.
EXPERIÊNCIAS COM NÃO HUMANOS
• AS EXPERIÊNCIAS DE HARLOW PERMITIRAM DEMONSTRAR
A NECESSIDADE INATA DO CONFORTO DE CONTACTO.
• AS CRIAS CUJOS PRIMEIROS TEMPOS DE VIDA
DECORRERAM EM SITUAÇÃO DE ISOLAMENTO REVELARAM
COMPORTAMENTOS SOCIOAFETIVOS PERTURBADOS
QUANDO COLOCADAS EM CONTACTO COM INDIVÍDUOS
DA MESMA ESPÉCIE.
• HARLOW CHAMOU SÍNDROME DE ISOLAMENTO AO
CONJUNTO DE PERTURBAÇÕES GERADAS PELA PRIVAÇÃO
SOCIAL.
QUADRO DA PÁG. 194
CONSEQUÊNCIAS NO DESENVOLVIMENTO ASSOCIADAS À SÍNDROME DE ISOLAMENTO

Catarina Pires | Sara Brandão 12


OBSERVAÇÕES COM BEBÉS HUMANOS
OBSERVAÇÕES COM BEBÉS HUMANOS
MARY AINSWORTH (1913-1999)
• PSICÓLOGA NORTE-AMERICANA, CÉLEBRE
PELOS SEUS ESTUDOS NO UGANDA, ONDE
ESTUDOU A RELAÇÃO PRECOCE NUMA
POPULAÇÃO COMUM.
• NOS EUA PLANEOU E DESENVOLVEU UMA
SITUAÇÃO EXPERIMENTAL CONHECIDA
COMO «SITUAÇÃO ESTRANHA».
AINSWORTH E EXPERIÊNCIAS SITUAÇÃO ESTRANHA
ANIMAÇÃO “PEN ASA LARANJA”

Catarina Pires | Sara Brandão 15


OBSERVAÇÕES COM BEBÉS HUMANOS
• PARA AINSWORTH, A FIGURA DE VINCULAÇÃO FORNECE À CRIANÇA UMA BASE DE
SEGURANÇA, TORNANDO POSSÍVEL A EXPLORAÇÃO DO MEIO SEM ANSIEDADE, O QUE
MOSTRA QUE COMPORTAMENTO DE VINCULAÇÃO E COMPORTAMENTO EXPLORATÓRIO SÃO
CONCEITOS INTERDEPENDENTES.
• AINSWORTH CONCEBEU UMA EXPERIÊNCIA DESIGNADA SITUAÇÃO ESTRANHA, A PARTIR DA
QUAL SE ATIVAVA, EM CRIANÇAS ENTRE OS 12 E OS 18 MESES, COMPORTAMENTOS
REPRESENTATIVOS DA VINCULAÇÃO, INDUZINDO ANSIEDADE LIGEIRA PELA PARTIDA E
REGRESSO REPETIDOS DA FIGURA DE VINCULAÇÃO.
• A SITUAÇÃO EXPERIMENTAL PERMITIU DISTINGUIR TRÊS PADRÕES DISTINTOS.
OBSERVAÇÕES COM BEBÉS HUMANOS
OBSERVAÇÕES COM BEBÉS HUMANOS
• VINCULAÇÃO INSEGURA – PREDOMINAM OS COMPORTAMENTOS DE
VINCULAÇÃO SOBRE OS EXPLORATÓRIOS
• VINCULAÇÃO SEGURA – EQUILÍBRIO ENTRE OS COMPORTAMENTOS DE
VINCULAÇÃO E OS EXPLORATÓRIOS.
• VINCULAÇÃO EVITANTE - PREDOMINAM OS COMPORTAMENTOS
EXPLORATÓRIOS SOBRE OS COMPORTAMENTOS DE VINCULAÇÃO.

Catarina Pires | Sara Brandão 18


A TRAGÉDIA DOS ORFANATOS
HTTPS://WWW.TED.COM/TALKS/GEORGETTE_MULHEIR_THE_TRAGEDY_OF_ORPHANAGES?LANGUAGE=PT

Catarina Pires | Sara Brandão 19


BIBLIOGRAFIA
• AAVV. (2012). The Psychology Book. Londres: DK Publishing.
• ANAUT, M. (2005). A Resiliência – Ultrapassar Os Traumatismos. Lisboa: Climepsi.
• BOWLBY, J. (1990). Formação e Rompimento dos Laços Afetivos. São Paulo: Martins Fontes.
• BOWLBY, J. (1981). Cuidados Maternos e Saúde Mental. São Paulo: Martins Fontes.
• GUEDENEY, N. e GUEDENEY, A. (2004). Vinculação – Conceitos e Aplicações. Lisboa: Climepsi.
• PAPALIA, D. (2001). O Mundo da Criança. Lisboa: MacGrawHill.

Você também pode gostar