Você está na página 1de 10

Aula 09: INTERPOLAÇÃO

Interpolação Linear
Índice

• INTERPOLAÇÃO
• INTERPOLAÇÃO LINEAR
• ERRO DE TRUNCAMENTO
• EXEMPLOS
INTERPOLAÇÃO
Muitas funções são conhecidas apenas em um conjunto finito e discreto de pontos de um
intervalo 𝑎, 𝑏 , como a função 𝑦 = 𝑓(𝑥), dada na tabela. i 𝒙 𝒚
𝒊 𝒊
0 𝒙𝟎 𝒚𝟎
1 𝒙𝟏 𝒚𝟏
2 𝒙𝟐 𝒚𝟐
3 𝒙𝟑 𝒚𝟑

Neste caso, tendo-se que trabalhar com esta função e não se dispondo de sua forma
analítica, pode-se substituí-la por outra função, que é uma aproximação da função dada
e que é deduzida a partir de dados tabelados.

Além destas, podem-se também encontrar funções cuja forma analítica é muita
complicada, fazendo com que se procure uma outra função que seja uma aproximação
da função dada e cujo manuseio seja bem mais simples.
CONCEITO DE INTERPOLAÇÃO
Seja uma função 𝑦 = 𝑓(𝑥), dada por uma tabela, como no slide anterior, deseja-se
determinar 𝑓(𝑥),
ҧ em que 𝑥ҧ ∈ (𝑥0 , 𝑥3 ), 𝑥ҧ ≠ 𝑥𝑖 , 𝑖 = 0,1,2,3.

Vários tipos de funções podem ser utilizados para resolver este problema: exponencial,
logarítmica, trigonométrica e polinomial.

Vamos utilizar as funções polinomiais. E, sendo assim, determinaremos um polinômio


interpolador, que é uma aproximação da função tabelada.

Exemplo 4.1. Na tabela abaixo está assinalado o número de habitantes de Belo


Horizonte nos quatro últimos censos.

ANO 1950 1960 1970 1980


Nº DE HABITANTES 352 724 683 908 1 235 030 1 814 990

Como determinar o número aproximado de habitantes em 1975?


INTERPOLAÇÃO LINEAR
Dados dois pontos distintos de uma função 𝑦 = 𝑓 𝑥 : (𝑥0 , 𝑦0 ) e (𝑥1 , 𝑦1 ), deseja-se calcular o
valor de 𝑦ത para um determinado valor de 𝑥ҧ entre 𝑥0 e 𝑥1 , usando interpolação polinomial.

Pode-se provar que o grau do polinômio interpolador é uma unidade menor que o número de
pontos conhecidos. Assim sendo, o polinômio interpolador nesse caso terá grau 1, isto é,

𝑃1 𝑥 = 𝑎1 𝑥 + 𝑎0
ERRO DE TRUNCAMENTO
Seja 𝑓(𝑥) a função dada representada pela curva, e 𝑃1 (𝑥) o
polinômio interpolador, representado pela reta.

Teoricamente, o erro de truncamento cometido no ponto 𝑥ҧ é dado pela fórmula:


𝐸𝑇 (𝑥)ҧ = 𝑓 𝑥ҧ − 𝑃1 (𝑥)ҧ

Entretanto, pode-se mostrar que o mesmo pode ser calculado por:


𝑓′′(𝜀)
𝐸𝑇 𝑥ҧ = (𝑥ҧ − 𝑥0 )(𝑥ҧ − 𝑥1 )
2
onde 𝜀 ∈ 𝑥0 , 𝑥1 .
INTERPOLAÇÃO LINEAR
Exemplo 4.5. Seja a função 𝑓 𝑥 = 𝑥 2 − 3𝑥 + 1, usando os valores de 𝑥 (𝑥1 = 1,0 e
𝑥2 = 1,5), calcular:

a) O valor aproximado para 𝑓 1,2 ;


b) O erro de truncamento cometido no cálculo do item a).
INTERPOLAÇÃO LINEAR
Exercícios de Fixação: Resolver os exercícios da página 159.
Professor: Ronald Ramos Alves
ronald.alves@unifacs.br