Você está na página 1de 43

Estruturas de Concreto

Classificação Geométrica dos Elementos


Estruturais
 A classificação dos elementos estruturais segundo a sua
geometria é por comparação da ordem de grandeza das três
dimensões principais do elemento (comprimento, altura e
espessura).
 São classificados em:
Elementos lineares
Elementos bidimensionais
Elementos tridimensionais
Elementos Lineares

 São aqueles onde o


comprimento longitudinal é
maior em pelo menos três
vezes a maior dimensão da
seção transversal (NBR
6118, item 14.4.1),
chamados “barras”.
 Ex.: vigas e pilares
Elementos Bidimensionais
 Também chamados “elementos de
superfície”.
 São aqueles onde a espessura é
pequena comparada às outras duas
dimensões comprimento e largura
(NBR 6118, item 14.4.2).
 Ex.: lajes e viga-parede
 Quando a superfície é plana tem-se
a placa ou a chapa.
 A placa tem o carregamento
perpendicular ao plano da superfície.
 A chapa tem o carregamento contido
no plano da superfície
 Quando a superfície é curva o
elemento é chamado casca
Lajes
 É um elemento plano e bidimensional.
 Função Principal: servir de piso ou cobertura nas construções, e
se destina, geralmente, a receber as ações verticais aplicadas,
provenientes da utilização da laje em função de sua finalidade
arquitetônica, como de pessoas, móveis, pisos, paredes, e de
outros mais variados tipos de carga que podem existir.
 As ações perpendiculares ao plano da laje podem ser
separadas em:
distribuída na área: peso próprio, contrapiso, revestimento
na borda inferior, etc;
 distribuída linearmente: carga de parede apoiada na laje;
concentrada: pilar apoiado na laje.
Lajes

 As ações são geralmente transmitidas:


para as vigas de apoio nas bordas da laje,
 diretamente aos pilares.
 Existem em variados tipos de lajes:
Ex.: maciças, nervuradas, lisas, pré-moldadas, etc.
Lajes Maciças
 São aquelas com a
espessura
totalmente
preenchida com
concreto, sem
vazios, contendo
armaduras
embutidas no
concreto, e apoiadas
ao longo de todo ou
parte do perímetro.
Lajes Cogumelo
 Segundo a definição da NBR 6118  Vantagens:
(item 14.7.8): “Lajes-cogumelo são  Podem eliminar vigas se
lajes apoiadas diretamente em comparadas com lajes, embora,
pilares com capitéis. por outro lado, tenham maior
 Capitel é o elemento resultante do espessura.
aumento da espessura da laje na  Custos menores;
região adjacente ao pilar de apoio,
com a finalidade de aumentar a  Maior rapidez de construção.
capacidade resistente devido à alta  Desvantagem: são suscetíveis a
concentração de tensões nessa maiores deformações verticais
região. (flechas).
 Também é considerada uma laje  São usuais em construção de
maciça médio e grande porte, inclusive
edifícios relativamente altos
Laje Lisa

 São apoiadas nos


pilares sem capitéis.
 São lajes maciças
Lajes Nervuradas

 “Lajes nervuradas são as


lajes moldadas no local ou
com nervuras pré-moldadas,
cuja zona de tração para
momentos positivos está
localizada nas nervuras
entre as quais pode ser
colocado material inerte.”
(NBR 6118, item 14.7.7).
Lajes Treliçadas
 A laje treliçada pode vencer grandes vãos, de até 12metros.
 A sua altura será proporcional ao vão vencido e à carga que será aplicada
sobre a laje. É possível ter lajes treliçadas de 12 a 30 centímetros de
altura.
 Um dos benefícios deste tipo de laje é capacidade de vencer grandes
vãos e cargas elevadas.
 Como a laje combina o uso de materiais diferentes, como concreto e
isopor, este tipo de laje é mais leve..
 Economia no uso de formas e escoramentos. O número de escoras é
inferior ao de lajes convencionais e as formas quase não são necessárias.
 Com a redução das escoras e formas é otimizado também o uso de mão
de obra, em especial a mão de obra de carpintaria.
Laje de Concreto Protendido
 Permite maiores vãos entre os pilares.
 A laje protendida consiste em cabos ou cordoalhas, que são engraxados e
plastificados.
 A protensão do concreto é realizada, por meio de cabos de aço de alta
resistência, tracionados e ancorados no próprio concreto.
 O artifício da protensão desloca a faixa de trabalho do concreto para o
âmbito das compressões, onde o material é mais eficiente.
 Com a protensão, aplicam-se tensões de compressão nas partes da
seção tracionadas pelas solicitações dos carregamentos.
 Desse modo, pela manipulação das tensões internas, pode-se obter a
contribuição da área total da seção da viga para a inércia da mesma.
Laje de Concreto Protendido

 Sob ação de cargas, uma viga protendida sofre flexão, alterando-se as


tensões de compressão aplicadas previamente.
 Quando a carga é retirada, a viga volta à sua posição original e as
tensões prévias são restabelecidas.
 Se as tensões de tração provocadas pelas cargas forem inferiores às
tensões prévias de compressão, a seção continuará comprimida, não
sofrendo fissuração.
 Sob ação de cargas mais elevadas, as tensões de tração ultrapassam as
tensões prévias, de modo que o concreto fica tracionado e fissura.
 Retirando-se a carga, a protensão provoca o fechamento das fissuras.
Laje de Concreto Protendido
Vigas

 Pela definição da NBR 6118/03 (item 14.4.1.1), vigas “são elementos


lineares em que a flexão é preponderante”.
 As vigas são classificadas como barras, normalmente retas e horizontais.
 Destinadas a receber ações das lajes, de outras vigas, de paredes de
alvenaria, e eventualmente de pilares, etc.
 A função das vigas é basicamente vencer vãos e transmitir as ações nelas
atuantes para os apoios, geralmente os pilares.
Viga Invertida
Viga em Balanço
Viga Parede
Pilar
 Pilares são “elementos lineares
de eixo reto, usualmente
dispostos na vertical, em que as
forças normais de compressão
são preponderantes.” (NBR
6118, item 14.4.1.2
 As ações que recebem,
geralmente de vigas e lajes, são
transmitidas às fundações das
edificações, na grande maioria
dos casos.
Verga e Contraverga
 São elementos estruturais presentes na alvenaria que
funcionam como pequenas vigas para a distribuição de
cargas e tensões em vãos como portas e janelas.
 As vergas ficam na parte de cima de toda porta, janela ou
qualquer outra abertura,
 A contra verga fica na parte de baixo de Janelas ou outro tipo
de abertura que demande um peitoril.
 Tanto as vergas quanto as contra vergas devem ter um
comprimento maior que a abertura e serem apoiadas dos
dois lados na alvenaria de no mínimo 30 cm de cada lado do
apoio, assim distribuindo corretamente as cargas.
Vergas e Contravergas
Escadas
Escadas
Infraestrutura - Fundações
Sapatas

Blocos de Fundação
Fundações Profundas
Tubulões Estacas