Você está na página 1de 39

Qualidade de Energia

Harmónicas

Humberto Jorge

Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores

MEEC - Qualidade de Energia 1


Introdução
• Causas principais da sua ocorrência
• Distorção harmónica total
• Caracterização de cargas não lineares
típicas
• Implicações da presença de harmónicas
• Metodologias para análise de regimes
harmónicos
MEEC - Qualidade de Energia 2
Tensões harmónicas

• Tensão sinusoidal cuja frequência é um múltiplo


inteiro da frequência fundamental da tensão.
– A deformação na forma de onda da tensão é originada
pela circulação de correntes absorvidas por certos
equipamentos
– As cargas não lineares crescem todos os dias e já existem
sectores onde a percentagem já se aproxima dos 100%.

MEEC - Qualidade de Energia 3


Factor de Potência
Para a fundamental mantêm-se válidas as habituais
simplificações para análise de SE

P  S cos 
P
FP  cos   Q  S sin 
S
S 2  P2  Q2

S  Vrms .I rms
dW
P
dt

MEEC - Qualidade de Energia 4


Factor de Potência
Em caso de distorção
• P pouco afectada pela distorção harmónica
• S e Q muito afectadas pela distorção harmónica
– Q1 utilizado para compensar cos

S  Vrms131I rms
P P1
FP   cos   P  V1rms I1rms cos1
Vrms131  I rms S1
Q   Vk I k sin  k
k

S 2  P2  Q2  D2

MEEC - Qualidade de Energia 5


Distorção total harmónica

I 22( RMS )  I 32( RMS )  ...  I n2( RMS )


THD (%)  100 
I total( RMS )

Itotal(RMS) - Valor eficaz da da soma de todas as currentes incluindo a fundamental


In - Corrente harmónica de ordem n

MEEC - Qualidade de Energia 6


Conteúdo harmónico crescente
• A utilização intensiva de cargas não lineares é
generalizada nas instalações modernas.
• Um edifício de escritórios ou comércio apresenta
hoje em dia mais de 60% de cargas não lineares.
Em muitas indústrias as cargas não lineares
representam mais de 45% da carga total
• As cargas não lineares geram harmónicas de
corrente.

MEEC - Qualidade de Energia 7


Conteúdo harmónico crescente
• O grande crescimento do sector dos serviços e a
galopante transformação tecnológica estão na base
dos problemas dos harmónicos
• A distorção harmónica total (THD) da tensão está
a crescer a uma taxa de 1% em cada 10 anos
– A harmónica mais significativa é a quinta;
– A primeira causa da distorção harmónica surge da
produção maciça de equipamentos não lineares ligados
à rede pública de baixa tensão

MEEC - Qualidade de Energia 8


Harmónicas de corrente num sistema trifásico
Sistema sem harmónicas

IR

IS

IT

I R  IS  I T  0

MEEC - Qualidade de Energia 9


Harmónicas impares múltiplos de 3
(3ª, 9ª, 15ª ...)
• Evidenciam a importância de um bom sistema de
terras das instalações (sobretudo nos sistema TN)

MEEC - Qualidade de Energia 10


Harmónicas de corrente
Presença da 3ª harmónica

Qual é o conteúdo harmónico


da corrente nesta linha?

MEEC - Qualidade de Energia 11


Harmónica impares múltiplos de 3
• Evidenciam a importância do tipo de transformadores
trifásicos utilizados

MEEC - Qualidade de Energia 12


Harmónicas de corrente R
S

Impacto nas instalações T


N

A presença de harmónicas múltiplas de 3 conduz-nos a uma


corrente no neutro muito superior à esperada, e em muitos casos
superior à corrente nas fases. Especial cuidado merecem aplicações
com cabos longos onde L é relevante porque neste caso a queda de
tensão na reactância pode assumir valores significativos
Quando estamos na presença de regimes TN o problema pode ter
outras implicações pela circulação em regime permanente de
correntes elevadas nos condutores de protecção, destruindo as
equipotencialidades e provocando aquecimentos não esperados

MEEC - Qualidade de Energia 13


Harmónicas de corrente
Presença da 3ª harmónica

Representação da fundamental e da terceira harmónica

MEEC - Qualidade de Energia 14


Presença da 3ª harmónica

Para uma taxa de distorção harmónica THD I* maior que 38% a


corrente no neutro > corrente nas fases
* A taxa de distorção harmónica resultantes das harmónicas múltiplas de 3 > 38%

MEEC - Qualidade de Energia 15


Harmónicas de corrente
&
Harmónicas de tensão
• A forma de onda da corrente depende da
carga
• Como é que se formam as harmónicas de
tensão?

MEEC - Qualidade de Energia 16


Harmónicas de tensão
Para a harmónica de ordem n ...... Un = ZnIn
I
Z
Carga
Z não linear

MEEC - Qualidade de Energia 17


Impacto nos transformadores
• Se o transformador está dimensionado em função
da potência aparente, a presença de harmónicas
resulta num valor eficaz superior ao nominal
• As correntes de Foucault que resultam da
magnetização do transformador originam perdas
que são proporcionais ao quadrado da frequência
• As harmónicas de tensão originam ainda perdas
suplementares entre duas lâminas consecutivas

MEEC - Qualidade de Energia 18


Impacto nos motores
• As harmónicas de tensão originam perdas
suplementares (devido às correntes de
Foulcaut) que diminuem a eficiência dos
motores.
• As harmónicas de tensão induzem
harmónicas de corrente nos rotores dos
motores que produzem binários pulsantes
responsáveis por vibração das máquinas

MEEC - Qualidade de Energia 19


Impacto nos condensadores
• A presença de harmónicas de tensão faz circular
nos circuitos com condensadores correntes
superiores à corrente nominal porque

1
XC  2fC

• Não deve ser desprezado o efeito amplificador que


os circuitos ressonantes LC têm muitas vezes.

MEEC - Qualidade de Energia 20


Exemplo prático – Fábrica de pasta de papel
Conteúdo harmónico da tensão nas mesmas condições de carga
10
9
8
Sem bateria de
7
6 condensadores para
5
4 correcção do factor de
3
2 potência
1
0

10
9 Com bateria de
8
7 condensadores para
6
5 correcção do factor de
4
3 potência
2
1
0

MEEC - Qualidade de Energia 21


Impacto nos sistemas informáticos
• A presença de harmónicas de tensão aumenta os erros na
transmissão de dados, reduzindo as velocidade de
comunicação. Na indústria os sinais de processo são
afectados, originando medidas erradas e perturbando os
sistemas de controlo de processo

• Os efeitos das harmónicas de tensão sobre equipamentos


que usam a rede como sinal de sincronismo (por exemplo
soft starters) levam a perturbações que muitas vezes
originam o reset do sistema

MEEC - Qualidade de Energia 22


Impactos da poluição harmónica
• Sobreaquecimento dos cabos e transformadores
• Destruição de condensadores
• Binários oscilatórios
• Saturação de transformadores
• Diminuição da precisão dos aparelhos de medição
• Mau funcionamento de equipamentos electrónicos
que utilizem a tensão como referência

MEEC - Qualidade de Energia 23


HARMÓNICAS - CONSEQUÊNCIAS

• Transformadores - sobreaquecimento, ressonância entre a sua


indutância e as capacidades do sistema, saturação, vibrações nos enrolamentos
e desgaste do isolamento entre lâminas
• Máquinas rotativas - sobreaquecimento, vibrações, binários
pulsantes, etc.
• Rectificadores e reguladores de tensão - múltipla detecção
de cruzamento, valores elevados de dV/dt que podem levar ao disparo
indevido de tiristores, etc.
• Relés de protecção - operações indevidas ou até mesmo impedimento
da operação dos mesmos

MEEC - Qualidade de Energia 24


HARMÓNICAS - CONSEQUÊNCIAS
• Disjuntores e fusíveis - perturbação das suas características de
interrupção
• Aparelhos de medida - diminuição da precisão
• Condensadores - aumento da sua dissipação térmica e deterioração
do seu dieléctrico
• Condutores - sobreaquecimento em condutores de neutro
• Telefones - a proximidade entre linhas telefónicas e condutores
eléctricos propiciam a indução de ruído nos canais telefónicos
• Equipamentos e instrumentos electrónicos - mau
funcionamento

MEEC - Qualidade de Energia 25


Procedimentos para diminuir os
impactos dos harmónicos elevados
• Identificar as fontes de perturbação
– O problema está nas harmónicas de corrente ou
tensão?
– Que equipamentos geram conteúdos
harmónicos de corrente elevados?

MEEC - Qualidade de Energia 26


Procedimentos para diminuir os
impactos dos harmónicos elevados
• Alteração da impedância a montante – Impedir
que as harmónicas de corrente gerem harmónicas
de tensão
• Determinar as harmónicas de tensão em diferentes
pontos da instalação
• Redimensionamento das reservas dos transformadores
• Redesenhar os sistemas de alimentação
• Separação de cargas poluentes das não poluentes
• Equipotencializar as malhas de protecção

MEEC - Qualidade de Energia 27


Procedimentos para diminuir os
impactos dos harmónicos elevados
• Utilização de filtros passivos – A utilizar quando
fenómenos ressonantes amplificam os conteúdos
harmónicos de tensão
– O cálculo teórico do filtro é indispensável
– O resultado é fortemente dependente do local onde se
coloca o filtro
– É uma solução económica e pode ser executada
rapidamente

MEEC - Qualidade de Energia 28


Procedimentos para diminuir os
impactos dos harmónicos elevados
• Utilização de filtros activos – A utilizar quando se
pretende localmente anular as harmónicas de
corrente
– O filtro é dimensionado para uma carga – aumentar as
cargas anula a eficácia do filtro
– É uma solução de elevado custo que só resolve um
problema local
– A montagem é simples e produz resultados imediatos

MEEC - Qualidade de Energia 29


CARGAS NÃO LINEARES

Domésticas Industriais Serviços

Iluminação Locomotivas eléctricas Iluminação

Televisores Electroquímica Computadores

Microondas Fornos de arco UPS

Países desenvolvidos - Cargas não lineares com peso acima dos 50%.

MEEC - Qualidade de Energia 30


Monitorização de Lâmpadas Fluorescentes
4
I (A)
3

0
0 0,01 0,02 0,03 0,04 0,05 0,06 0,07
-1
2,5
(A)
-2

2 -3
tempo (s)
-4
1,5

0,5

frequência (Hz)
0
0 500 1000 1500 2000 2500

MEEC - Qualidade de Energia 31


Televisor
1
I (A)
0,8
0,6

0,4
0,2
0
0 0,01 0,02 0,03 0,04 0,05 0,06 0,07
0,2 -0,2
(A)
0,18 -0,4
0,16 -0,6
0,14 -0,8
tempo (s)
0,12 -1
0,1
0,08
0,06
0,04
0,02
frequência (Hz)
0
0 500 1000 1500 2000 2500

MEEC - Qualidade de Energia 32


Forno Microondas
15
I (A)

10

7
(A) 0
0 0,01 0,02 0,03 0,04 0,05 0,06 0,07
6
-5
5

-10
4
tempo (s)
3 -15

1
frequência (Hz)
0
0 500 1000 1500 2000 2500

MEEC - Qualidade de Energia 33


LOCOMOTIVA A TIRISTORES
TENSÃO 25 kV

100
90
80
70
60
50
I
40
30
20
10
0
50 150 250 350 450 550 650 750

MEEC - Qualidade de Energia 34


ELECTROQUÍMICA COM COMPENSAÇÃO REACTIVA
TENSÃO 15 kV

100
90
80
70
60
50 Antes Filtragem
40 Após Filtragem
30
20
10
0
50 150 250 350 450 550 650 750 850

MEEC - Qualidade de Energia 35


Agrupamento em harmónicas
pares e impares
• O agrupamento em harmónicas pares e ímpares e nestas
em múltiplas de 3 e não múltiplas de 3 deve-se a:
– harmónicas pares - dá origem a componentes
contínuas, meia onda positiva diferente de meia onda
negativa (notar que os valores são mais reduzidos)
– harmónicas ímpares múltiplas de 3 - em sistemas
trifásicos as harmónicas das três fases somam-se no
circuito de neutro.

MEEC - Qualidade de Energia 36


Valores definidos pela EN 50160 para a
distorção harmónica em Baixa Tensão

Harmónicas impares Harmónicas pares


Não múltiplas de 3 Múltiplas de 3
Ordem h Tensão relativa Ordem h Tensão relativa Ordem h Tensão relativa
(%) (%) (%)
5 6,0 3 5,0 2 2,0
7 5,0 9 1,5 4 1,0
11 3,5 15 0,5 6..24 0,5
13 3,0 21 0,5
17 2,0
19 1,5
23 1,5
25 1,5
Nota: Não são indicados valores para harmónicas de ordem superior a 25, por serem em geral de pequena
amplitude, mas muito imprevisíveis devido a efeitos de ressonância

MEEC - Qualidade de Energia 37


Valores definidos pela EN 50160 para a
distorção harmónica em Média Tensão

Harmónicas ímpares Harmónicas pares


Não múltiplas de 3 Múltiplas de 3
Ordem h Tensão relativa Ordem h Tensão relativa Ordem h Tensão relativa
(%) (%) (%)
5 6,0 3 5,0* 2 2,0
7 5,0 9 1,5 4 1,0
11 3,5 15 0,5 6......24 0,5
13 3,0 21 0,5
17 2,0
19 1,5
23 1,5
25 1,5
* Conforme a concepção da rede. O valor da harmónica de ordem três pode ser muito inferior.
Nota: Não são indicados valores para harmónicas de ordem superior a 25, por serem em geral de pequena
amplitude, mas muito imprevisíveis devido a efeitos de ressonância.

MEEC - Qualidade de Energia 38


Barramento 15 kV-fase R - (registo semanal)
% fundamental
3

2,5

HARMÓNICAS - Fase 0
1,5

0,5

0
31-Mai 01-Jun 02-Jun 03-Jun 04-Jun 05-Jun 06-Jun 07-Jun

grid 3ª harm 5ª harm 7ª harm 11ª harm THD

MEEC - Qualidade de Energia 39