Você está na página 1de 46

Curso:

Turma: CA4H
Disciplina/UFCD: Mundo Atual
Designação do Módulo/UFCD: Uma Nova Ordem Social
Data: maio 2019
O Formador: Elisabete Marques
A União Europeia: 500 milhões de pessoas, 28 países

Estados-Membros da União
Europeia

Países candidatos e
potenciais candidatos
Fundadores

Novas ideias para uma paz e prosperidade duradouras...

Konrad Adenauer Alcide De Gasperi

Winston Churchill

Robert Schuman Jean Monnet


Os símbolos da UE

O lema: «Unida na
diversidade» Hino europeu

O euro Bandeira europeia Dia da Europa, 9 de Maio


24 línguas oficiais

Български English latviešu valoda português


Čeština español lietuvių kalba Română
dansk français magyar slovenčina
Deutsch Gaeilge Malti slovenščina
eesti keel hrvatski Nederlands suomi
Ελληνικά Italiano polski svenska
Alargamento: de seis para 28 países

*Česká republika = Česko (2019)


O grande alargamento: unir o Leste ao Oeste

Queda do muro de Berlim: fim da era


1989 comunista
Início da ajuda económica da UE: programa
Phare

1992 Definição dos critérios para a adesão à UE:


• democracia e Estado de Direito
• economia de mercado
• capacidade para aplicar a legislação da UE

1998 Início das negociações oficiais com vista ao


alargamento

2002 Na cimeira de Copenhaga ficou acordado


um grande alargamento a 10 países

2004 Dez novos membros da UE: Chipre,


Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Hungria,
Letónia, Lituânia, Malta, Polónia,
República Checa

2007 Bulgaria and Romania join the EU

2013 A Croácia adere a 1 de julho


Países candidatos e potenciais candidatos

População Riqueza
Área
País (produto interno bruto por
(x 1000 km²) (milhões) pessoa)

Bósnia-Herzegovina 51 3,8 7 800

Montenegro 14 0,6 10 600


Kosovo no âmbito da
Resolução 1244 do
11 1,8 :
Conselho de Segurança da
ONU

Macedónia do Norte 25 2,1 10 000

Albânia 28 2,9 7 800

Sérvia 77 7,2 9 600

Turquia 783 77,7 14 400

Os 28 países da UE 4 272 508,2 27 400


Os tratados, a base de uma cooperação democrática
assente no direito

1952 A Comunidade Europeia do Carvão e do


Aço
1958 Tratados de Roma:
• Comunidade Económica Europeia
• Comunidade Europeia da Energia Atómica
(EURATOM)

1987 Acto Único Europeu: o mercado único

1993 Tratado da União Europeia - Maastricht

1999 Tratado de Amesterdão

2003 Tratado de Nice

2009 Tratado de Lisboa


A Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia

Vinculativa para todas a atividades da UE


54 artigos em 6 títulos:

Dignidade Liberdades Igualdade

Solidariedade Direitos dos cidadãos Justiça


População da UE em comparação com o resto do mundo

População em milhões (2015)


Superfície da UE em comparação com o resto do mundo

Superfície em 1000 km²


França 633

Espanha 506

Suécia 439

Alemanha 357

Finlândia 338

Polónia 313

Itália 302

Reino Unido 249

Roménia 238

Grécia 132

Bulgária 111

Hungria 93
Superfície dos países da UE

Portugal 92

Croácia 88

Áustria 84

Chéquia 79

Irlanda 70

Lituânia 65

Letónia 65
Superfície em 1000 km²

Eslováquia 49

Estónia 45

Dinamarca 43

Países Baixos 42

Bélgica 31

Eslovénia 20

Chipre 9

Luxemburgo 2.6

Malta 0.3
Alemanha 81.2

França 66.4

Reino Unido 64.8

Itália 60.8

Espanha 46.5

Polónia 38

Roménia 19.8

Países Baixos 16.9

Bélgica 11.3

Grécia 10.8

Chéquia 10.5

Portugal 10.4

Hungria 9.8
Quantas pessoas vivem na UE?

Suécia 9.7

Áustria 8.6

Bulgária 7.2

Dinamarca 5.6

Finlândia 5.5
508 milhões no total

Eslováquia 5.4
População em milhões (2015)

Irlanda 4.6

Croácia 4.2

Lituânia 2.9

Eslovénia 2.1

Letónia 2

Estónia 1.3

Chipre 0.8

Luxemburgo 0.6

Malta 0.4
A economia europeia: juntos somos mais fortes

2008: A crise financeira mundial começa nos Estados Unidos.


Resposta coordenada dos líderes europeus:

• Compromisso para com o euro e a estabilidade financeira


• Novas ferramentas de gestão de crise e reforma de normas:
Mecanismo Europeu de Estabilidade: criado para ajudar os países que
atravessam dificuldades económicas extraordinárias
Novas leis para a estabilidade dos bancos
União Bancária: Supervisão dos bancos em toda a UE e um instrumento
de encerramento de bancos falidos
• Melhor governação económica:
Semestre Europeu: procedimento anual de coordenação de orçamentos
públicos
Pacto Euro+, "Tratado Fiscal Europeu": compromissos mútuos para
finanças públicas sólidas
Dez prioridades para a Europa

A Comissão Europeia presidida por Jean-Claude


Juncker foca-se no seguinte:

O plano de investimento: um Um acordo de comércio livre


novo incentivo ao emprego, com os Estados Unidos razoável
crescimento e investimento e equilibrado

Um mercado único digital ligado Uma área de justiça e direitos


fundamentais baseada na
confiança mútua
Uma política energética
resiliente, com foco nas Uma nova política de migração
alterações climáticas futuras

Um mercado interno mais


aprofundado e mais justo, com A Europa como um ator global
indústrias mais fortes mais forte

Uma união económica e monetária Uma União Europeia de viragem


mais aprofundada e mais justa democrática
Um plano de investimento para a Europa

O Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos

• 2015: A economia europeia começa a recuperar da crise, mas o nível de


investimento permanece baixo. Os investidores têm dinheiro, mas têm pouca
confiança

• Novo fundo da UE a lançar em meados de 2015

• O fundo arrancará com 21 mil milhões de euros provenientes de fontes da UE

• Os investimentos são efetuados em projetos empresariais viáveis, por


exemplo, em infraestruturas digitais e energéticas, nos transportes, em
pequenas empresas, em projetos ecológicos e na inovação

• Efeito de multiplicação: o investimento público atrairá os investidores


privados, até 315 mil milhões de euros

• Tem potencial para criar 1,3 milhões de novos empregos nos próximos três
anos
União Bancária: bancos seguros e fiáveis

A resposta da UE à crise financeira:

• Regulamento:
Novas leis para garantir que os bancos têm o capital
adequado e um melhor controlo do risco

• Supervisão:
O Banco Central Europeu supervisiona aproximadamente
130 dos bancos mais importantes
As autoridades nacionais de supervisão bancária
trabalham em estreita cooperação

• Resolução:
Um Conselho Único de Resolução para toda a Europa pode
decidir liquidar um banco falido
Isto é apoiado por um fundo financiado pelos próprios
bancos, por forma a garantir que não sejam os
contribuintes a pagar a fatura.
Como gasta a UE o seu dinheiro?

Orçamento da UE para 2017: 157,9 mil milhões de euros


= 1,05 % do Rendimento Nacional Bruto
Alterações climáticas, um desafio mundial

Para lutar contra o aquecimento do planeta, em 2014, os


dirigentes da UE decidiram:

• reduzir as emissões de gases com efeito


de estufa em 40 % até 2030, em
comparação com 1990

• aumentar a parte das energias renováveis


em 27 % até 2030 (eólica, solar, hídrica,
biomassa)

• aumentar a eficiência energética em 27 %


até 2030
A solidariedade em acção: a política de coesão da UE

2014-2020: 352 mil milhões de euros investidos em infraestrutura,


empresas, ambiente e formação de trabalhadores, em benefício dos
cidadãos e das regiões mais desfavorecidos

• Fundo Regional
• Fundo Social
• Fundo de Coesão

Regiões menos desenvolvidas: PIB


per capita inferior a 75 % da média
da UE

Regiões de transição: PIB per capita


entre 75 % e 90 % da média da UE

Regiões mais desenvolvidas: PIB


per capita superior a 90 % da
média da UE
O euro, uma moeda única para os europeus

Porquê o euro?
• Sem riscos de flutuação ou custos cambiais

• Mais escolha e preços estáveis para os


consumidores

• Mais estreita cooperação económica entre


os países da UE

Can be used everywhere in


the euro area
• Moedas: uma face com símbolos
nacionais, a outra comum a todos os
países

• Notas: não têm lado nacional Países da UE que utilizam o euro


Países da UE que não utilizam o euro
Mercado único: a liberdade de escolha

Quatro liberdades de circulação:

• bens
• serviços
• pessoas
• capitais

O mercado único permitiu:


• significantes reduções no preço de inúmeros
produtos e serviços, incluindo bilhetes de
avião e chamadas telefónicas;

• mais escolha para os consumidores;

• a criação de 2,8 milhões de novos empregos


Liberdade de circulação

«Schengen»

• Supressão dos controlos policiais e


aduaneiros entre a maioria dos países da UE

• Reforço dos controlos nas fronteiras


externas da UE

• Intensificação da cooperação entre as


polícias dos vários países da UE

• Comprar e trazer bens para uso pessoal ao


viajar entre países da UE
Estudar no estrangeiro

Erasmus+

A cada ano, mais de 400 000


jovens estudam ou prosseguem o
seu desenvolvimento pessoal
noutros países europeus com o
apoio do programa comunitário
Erasmus+ para a educação,
formação, juventude e desporto.
Melhorar a saúde e o ambiente

A poluição não tem fronteiras. É necessário agir em conjunto.

A ação da UE contribuiu para:

• águas balneares mais limpas


• muito menos ácidas
• gasolina sem chumchuvas bo
• descarte fácil e seguro de equipamentos
eletrônicos antigos
• normas mais rigorosas para garantir a
segurança dos produtos alimentares da
exploração agrícola até à mesa
• mais agricultura biológica e de qualidade
avisos mais eficazes sobre os efeitos para
a saúde nos cigarros
• um sistema de registo e controlo de todos
os produtos químicos (REACH)
Um espaço de liberdade, segurança e justiça

• A Carta dos Direitos Fundamentais


da União Europeia

• Luta conjunta contra o terrorismo

• A cooperação entre polícias e


agentes da lei em diferentes países
da UE

• Coordenação das políticas de asilo e


de imigração

• Cooperação em matéria de direito


civil
A União Europeia, um factor de paz e prosperidade

• Regras do comércio mundial

• Política Externa e de Segurança


Comum

• Assistência ao desenvolvimento e
ajuda humanitária
Proteção dos direitos dos consumidores

Enquanto consumidor, está protegido por leis básicas em


toda a UE, mesmo quando viaja ou faz compras na Internet

• Rótulos mais claros

• Normas de saúde e segurança

• Proibição de práticas desleais em contratos

• Direitos dos passageiros, tais como compensações por grandes


atrasos

• Ajudar a resolver problemas


Trzy główne instytucje

Parlament Europejski
- głos obywateli
Antonio Tajani, przewodniczący Parlamentu
Europejskiego

Rada Europejska i Rada


- głos państw członkowskich
Donald Tusk, przewodniczący Rady Europejskiej

Komisja Europejska
- działa na rzecz wspólnego interesu
Jean-Claude Juncker, przewodniczący Komisji
Europejskiej
As instituições da UE

Conselho Europeu
(cimeira)

Conselho de Ministros
Parlamento Europeu (Conselho) Comissão Europeia

Tribunal Tribunal Comité Económico e Social


de Justiça de Contas Comité das Regiões

Banco Europeu de Agências Banco Central Europeu


Investimento
Como é feita a legislação da UE

Cidadãos, grupos de interesse, peritos: debatem, são consultados

Comissão: apresenta propostas formais

Parlamento e Conselho de Ministros: decidem conjuntamente

Autoridades regionais ou locais: executam

Comissão e Tribunal de Justiça: controlam a execução


O Parlamento Europeu, a voz dos cidadãos

Decide as leis e o orçamento da UE em conjunto com o Conselho


de Ministros
Faz a supervisão democrática de todo o trabalho da UE
Número de deputados eleitos por país

Alemanha - 96 Espanha - 54 Lituânia - 11

Áustria - 18 Estónia - 6 Luxemburgo - 6

Bélgica - 21 Finlândia - 13 Malta - 6

Bulgária - 17 França - 74 Países Baixos - 26

Croácia - 11 Grécia - 21 Polónia - 51

Chéquia - 21 Hungria - 21 Portugal - 21

Chipre - 6 Irlanda - 11 Roménia - 32

Dinamarca - 13 Itália - 73 Suécia - 20

Eslováquia - 13 Letónia - 8 Reino Unido - 73

Eslovénia - 8

Total - 751
Os partidos políticos europeus

Número de lugares no Parlamento Europeu


por grupo político (Dezembro 2016)

Total: 751
Conselho de Ministro, a voz dos Estados-Membros

• Um ministro por cada país da UE


• Presidência semestral rotativa
• Decide a legislação e o orçamento da UE em conjunto com o
Parlamento
• Gere a Política Externa e de Segurança Comum
Conselho de Ministros – como funciona a votação

A maioria das decisões no Conselho são tomadas por "dupla


maioria".

Uma decisão necessita do apoio de, pelo menos:

• 55 % dos Estados-Membros (16 países)

• Estados-Membros que representam 65 % da população da UE


Cimeira do Conselho Europeu

Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo de


todos os países da UE

• Realiza-se pelo menos 4 vezes por ano


• Define as orientações gerais das políticas da UE
• Presidente: Donald Tusk
Um Alto Representante para Os Negócios Estrangeiros e a
Segurança

Federica Mogherini

• Duplo papel:
– preside às reuniões do Conselho de
Negócios Estrangeiros
– Vice-presidente da Comissão
Europeia
• Gere a Política Externa e de Segurança
Comum
• Chefe do Serviço Europeu para a Acção
Externa
A Comissão Europeia: promover o interesse comum

28 Comissários independentes, um de cada país da UE

• Propõe nova legislação


• Órgão executivo
• Guardiã dos Tratados
• Representa a UE a nível internacional
O Tribunal de Justiça: garantir o cumprimento da lei

28 juízes independentes, um de cada país da UE

• Decide sobre a interpretação da legislação da UE

• Garante a aplicação uniforme da legislação em todos os


Estados-Membros
A Provedora de Justiça Europeia

Emily O’Reilly
A Provedora de Justiça Europeia

• Investiga queixas sobre administração


insuficiente ou deficiente das instituições
da UE

• Por exemplo: injustiça, discriminação,


abuso de poder, atrasos desnecessários,
falta de resposta ou procedimentos
incorretos

• Qualquer pessoa na UE pode apresentar


uma queixa
O Tribunal de Contas: olhar pelo dinheiro dos cidadãos

28 membros independentes

• Verifica se os fundos da UE são utilizados correctamente


• Pode fazer uma auditoria a qualquer pessoa ou organização
com responsabilidades na gestão ou aplicação dos fundos
da UE
O Banco Central Europeu: gerir o euro

Mario Draghi
Presidente do Banco Central

• Assegura a estabilidade dos preços


• Controla as reservas monetárias e
decide as taxas de juro
• Supervisiona a segurança dos bancos
• É independente dos governos
O Comité Económico e Social Europeu, a voz da
sociedade civil

353 membros

• Representa sindicatos, empregadores, agricultores,


consumidores, etc.
• Aconselha sobre a nova legislação e políticas da UE
• Promove a participação da sociedade civil nas questões
da UE
O Comité das Regiões, a voz do poder local e regional

353 membros

• Representa cidades e regiões


• Aconselha sobre a nova legislação e políticas da UE
• Promove a participação do poder local nas questões
da UE
Contactar a UE

Tem perguntas sobre a UE? O serviço Europe Direct pode ajudar

• Por telefone, correio eletrónico ou


webchat
• Mais de 500 centros regionais de
informação

europa.eu/europedirect