Você está na página 1de 10

FUTSAL

FUTEBOL DE SALÃO
HISTÓRIA DO FUTSAL

O futebol de salão tem duas versões sobre o seu surgimento,


uma que foi no Brasil e outra o Uruguai.
Futebol de salão começou no Brasil a ser jogado por volta
de 1940 por frequentadores da Associação Cristã de Moços, em
São Paulo (SP), pois havia uma grande dificuldade em
encontrar campos de futebol livres para poderem jogar e então
começaram a jogar suas ''peladas'' nas quadras de basquete e
hóquei.
No início, jogavam-se com cinco, seis ou sete jogadores em cada
equipe, mas logo definiram o número de cinco jogadores para
cada equipe. As bolas usadas eram de serragem, crina vegetal,
ou de cortiça granulada, mas apresentavam o problema de
saltarem muito e frequentemente saiam da quadra de jogo,
então tiveram seu tamanho diminuído e seu peso aumentado,
por este fato o futebol de salão foi chamado de “Esporte da bola
pesada”.
SEGUNDA VERSÃO
Uruguai, nos anos 1930, era a grande referência no futebol,
sua seleção foi bicampeã olímpica e sede da primeira Copa
do Mundo de Futebol, promovida pela FIFA, sendo também
a primeira seleção campeã.
O Futsal foi criado na cidade de Montevidéu (Uruguai) no
ano de 1933. O criador foi o professor de Educação Física
da Associação Cristã de Moços de Montevidéu, Juan Carlos
Ceriani Gravier. Este professor batizou o esporte como
Indoor-Foot-Ball.
Em 1933, Juan Carlos Ceriani redigiu as primeiras regras
do futebol de salão, fundamentadas no futebol (essência do
jogo), basquete (tamanho da quadra), handebol (trave e
área) e polo aquático (regulamentação do goleiro com
relação de não poder sair do limite da área de meta).
FUNDAMENTOS DO FUTSAL
Drible
Finta
Passe
Chute
Condução
Domínio
Recepção
Cabeceio
AS POSIÇÕES NO FUTSAL

Goleiro: Defende o gol do próprio time contra


tentativas adversárias de marcar pontos.
Fixo: Semelhante ao zagueiro do futebol, tem
função de defesa.
Ala esquerdo e ala direito: Tema função de
ajudar no ataque, trabalhando nas áreas laterais
da quadra.
Pivô: Também conhecido como atacante,
principal responsável pela tentativa de marcação
de gols.
QUADRA E POSIÇÃO DOS
JOGADORES
MEDIDA DA QUADRA
SISTEMA DE JOGO
REGRAS BÁSICAS DO FUTSAL

NÚMERO DE JOGADORES – Cada equipe possui 5


jogadores, sendo um deles o Goleiro. Normalmente um equipe
é formada por um Goleiro, um Fixo, dois Alas e um Pivô.
DURAÇÃO DE UMA PARTIDA – Nas categorias
adulta/profissional, uma partida é disputada em dois tempos
de 20 minutos cronometrados.
AS SUBSTITUIÇÕES: O número de substituições no Futsal
são ilimitadas.
O TIRO DE SAÍDA, TIRO LATERAL e TIRO de
CANTO(ESCANTEIO): são cobrados obrigatoriamente com
os pés e o jogador terá 4 segundos para realizar a cobrança. Já
o Tiro de Meta é cobrado com as mãos, somente pelo Goleiro
dentro da área de gol que também deverá fazê-lo em 4
segundos.
REGRA DOS 4 SEGUNDOS – Não é permitido ao Goleiro
ficar com o controle ou domínio da bola por mais de 4 segundos
em sua meia quadra de defesa em nenhum ocasião;
RECUO PARA O GOLEIRO – É permitido apenas um
recuo de bola para o Goleiro e ele não poderá pegá-la com
as mãos. Após um recuo a bola somente poderá ser recuada
novamente após tocar em um adversário. Estando o Goleiro
em sua meia quadra de ataque ele poderá receber a bola
quantas vezes for necessário sem limite de tempo;
FALTAS – Cada equipe poderá cometer um limite de 5
faltas por tempo de jogo, a partir da 5° falta a equipe será
punida com um tiro livre direto sem barreira que poderá
ser cobrado no local da falta ou na marca de 10 metros.
CARTÕES: Assim como no Futebol, o cartão amarelo uma
advertência e o vermelho expulsão. O Jogador que tomar
dois cartões amarelos receberá obrigatoriamente o cartão
vermelho. A equipe que tiver um jogador expulso deverá
ficar 2 minutos com menos um jogador ou até sofrer um
gol, após um isso um outro jogador deve completar a
equipe, o jogador expulso não poderá mais retornar a
partida.