Você está na página 1de 7

 Karl Heinrich Marx nasceu no dia 5 de maio de

1818.
 Marx veio a falecer em Londres, no dia 14 de
março 1883, um ano após a morte da esposa e com
a saúde já debilitada, aos 64 anos.
 Colocou seu trabalho sempre em função do
materialismo.
 E considerado o pai da sociologia.
Perspectiva materialista da história
 No materialismo histórico, as respostas
para os fenômenos sociais estão inseridas
nos meios materiais dos sujeitos. Isso quer
dizer que diferentes situações materiais, o
que, em uma sociedade capitalista, traduz-
se em situação econômica, moldam
diferentes sujeitos
A contribuição social de Marx
 foi o livro O capital em 1967, cujo assunto tratado era o
funcionamento da sociedade capitalista. Iniciando
uma análise da produção de mercadoria, Marx
descreve perfeitamente a descrição do sistema, sua
evolução e suas transformações. A infraestrutura é
formada pelas ferramentas, tais como máquinas e as
técnicas, utilizadas na produção de mercadorias e
relações que possibilitam a produção e a reprodução
dessas mercadorias. Essas relações, no Capitalismo,
ocorrem entre os proprietários dos meios de produção
- terra, matérias-primas e máquinas e por aqueles que
detêm apenas a força de trabalho.
As contribuições teóricas de Marx para
a sociedade atual
 são imprescindíveis, pois na concepção sociológica, as
classes são bem divididas. Uma classe é a dos operários
e a outra é a dos capitalistas, ambas distintas, visto que
o benefício de uma é o prejuízo da outra. Dessa forma,
Marx propôs novas formas de visualizar o mundo e a
sociedade em que vivemos, pois continuamos
seguindo o mesmo ciclo de modos de produção que
Marx descreveu anos atrás.
As duas principais teorias de marx
 Alienação: Karl Marx
 A alienação segundo Karl Marx fala sobre o desencontro
existente no capitalismo entre o trabalhador e o produto final do
seu trabalho. Dessa forma, segundo Marx, o homem perde-se a si
mesmo e ao seu trabalho, que é definido pelo pensador como
fundamental para a expressão de cada ser humano.
 Mais-valia: Karl Marx
 Já o termo mais-valia, criado por Karl Marx, é uma teoria que
considera o esforço de trabalho e como ele é desvalorizado no
sistema capitalista. E é dessa forma que surge o lucro, da
diferença do valor entre o trabalho do operário e o produto
gerado. Para que isso aconteça, o proletário precisa trabalhar um
tempo a mais para suprir as necessidades do capitalista. Em
outras palavras, este é um sistema de exploração em que o patrão
visa ao lucro.